4 cs do marketing

Conheça os 4 Cs do marketing e saiba como utilizar o conceito a seu favor

O marketing é uma disciplina em constante desenvolvimento. E, como tal, é suscetível a mudanças: os paradigmas evoluem e as perspectivas tomam rumos diversos.

Um desses paradigmas pode ser evidenciado pelo método dos 4 Cs do marketing, desenvolvido por Robert Lauterborn nos anos 1990 como um aperfeiçoamento da estratégia dos 4 Ps de McCarthy.

A característica mais marcante dos 4 Cs do marketing é o fato de ele considerar o consumidor. Isto é, se antes os 4 Ps diziam muito sobre o produto e focavam pouco no cliente, os 4 Cs do marketing surgiram para inverter esse processo.

Conheça, neste post, quais são os 4 Cs do marketing e de que forma você pode utilizar esse método para incrementar a sua estratégia de marketing:

O marketing dos 4 Ps

Antes de conhecer os 4 Cs do marketing, é importante definir a estratégia dos 4 Ps do Marketing. Essa foi uma teoria desenvolvida por Jerome McCarthy e bastante divulgada pelo professor e autor de livros Philip Kotler.

Os 4 Ps dizem respeito aos 4 pilares que sustentam uma estratégia de marketing de uma empresa. São eles:

  • Produto: refere-se a uma série de aspectos relacionados ao estudo e ao desenvolvimento de um produto ou de um serviço;
  • Preço: abrange todas as escolhas operacionais do preço em função dos objetivos estratégicos;
  • Praça: inerente às escolhas dos canais de distribuição indicados nas estratégias de marketing;
  • Promoção: refere-se às atividades de promoção, incluindo publicidade, anúncios patrocinados, marketing direto, merchandising etc.

O conceito dos 4 Cs do marketing

Visando uma estratégia que fosse orientada ao cliente, em 1993 Robert Lauterborn propôs um novo conceito dos 4 Cs do marketing para integrá-los ao tradicional método dos 4 Ps.

A diferença é baseada, precisamente, na abordagem sobre o consumidor: no modelo dos 4 Ps do marketing, o enfoque central é sempre o do produto. Enquanto no modelo dos 4 Cs do marketing, a atenção é voltada para o consumidor.

O plano de marketing é, portanto, sob essa perspectiva, concebido de maneira diferente em relação ao passado, com o foco do planejamento direcionado ao cliente.

Para entender melhor, vamos conhecer quais são os 4 Cs do marketing:

1. Cliente

O 1º C desse método diz respeito às necessidades e aos desejos dos consumidores. O C de cliente substitui o P de produto no antigo método. Em vez de focar no produto em si, o C de cliente foca no preenchimento de alguma lacuna na vida do consumidor.

Essa estratégia de marketing é importante para negócios que estejam interessados em procurar uma compreensão mais profunda dos seus clientes. Uma vez que você compreenda o seu consumidor, torna-se muito mais fácil criar um produto que trará benefícios para ele.

O cliente é quem toma a decisão de compra, sem ser forçado a isso. Isso é o recurso mais valioso de qualquer estratégia de marketing.

Em outras palavras, investir na experiência do cliente é a melhor forma de impulsionar as vendas e aumentar os lucros de uma empresa. É o conceito moderno de ganha-ganha, pois o consumidor deixou de ser um receptor passivo para se tornar o principal ativo no negócio.

2. Custo

O 2º C dos 4 Cs do marketing é o custo. Não confunda o custo do seu produto com o preço, que é o P substituído por ele. O preço é apenas um pequeno segmento do custo global de compra de um produto para um consumidor.

É importante determinar o custo global — e não o preço — do seu produto para o cliente. O custo não somente inclui o preço do item, como também pode incluir fatores como o tempo que leva para o cliente chegar ao local para comprar o produto.

O custo também pode incluir os benefícios do produto para o consumidor ou a falta deles.

3. Conveniência

O 3º C é a conveniência, a qual é comparada ao P de praça na estratégia dos 4 Ps. No entanto, eles são elementos muito distintos.

Praça se refere simplesmente ao local onde o produto é vendido. Já a conveniência é uma abordagem muito mais orientada ao cliente nessa estratégia de marketing.

Depois de analisar os hábitos do cliente, você deve ser capaz de saber se eles compram on-line ou em lojas físicas, assim como o que estão dispostos a fazer para comprar o seu produto.

O custo global do produto determinará, em parte, a sua conveniência para o público-alvo. O objetivo é tornar o produto simples o suficiente e com custo-benefício para que o cliente consiga comprá-lo sem dificuldades.

4. Comunicação

O 4º e último C é a comunicação, que vem substituir o conceito da promoção na estratégia dos 4 Ps, embora sejam muito diferentes. A comunicação é a chave do marketing de qualquer negócio nos dias de hoje. Sem ela, os 4 Cs do marketing não teriam nenhuma eficácia.

A promoção de um produto é usada para influenciar ou persuadir os consumidores a fim de fazê-los comprar um produto. A promoção pode ser, muitas vezes, manipulativa e ineficaz.

No entanto, a comunicação é, novamente, uma abordagem orientada ao cliente para a tarefa de venda de produtos. A comunicação exige interação entre o comprador e o vendedor. Esta estratégia de marketing pode facilmente ser implementada pelas redes sociais, por exemplo.

Realizar o marketing de um produto nas suas redes sociais ou mesmo incluir links nos seus perfis pode ser muito benéfico para os clientes. Isso permite que eles interajam com a sua marca num nível mais pessoal e, eventualmente, sejam induzidos à fidelidade da marca.

Os 4 Cs do marketing podem ser muito vantajosos para qualquer estratégia de marketing. Afinal, essa estratégia obriga os profissionais de marketing a compreenderem de fato a sua audiência antes mesmo de desenvolverem um produto.

Os 4 Cs do marketing exigem comunicação durante todo o processo, do início ao fim, e começa com a compreensão dos anseios do consumidor em relação ao produto.

Quando utilizar os 4 Cs do marketing, é importante sempre se lembrar de pensar no consumidor em 1º lugar e manter uma comunicação eficaz com ele por todo o processo.

E já que estamos falando de estratégias de marketing, vale a pena entender o conceito de marketing de conteúdo, uma das táticas mais eficientes do marketing moderno. Leia este post sobre estratégia de conteúdo alinhada a marketing e vendas!