4 práticas básicas de SEO que todo escritor deve conhecer 1

4 práticas básicas de SEO que todo escritor deve conhecer

As ferramentas de busca, principalmente Google e Bing, são hoje as maiores vitrines que se pode acessar na internet. Além de serem fontes de informação, são o ponto de partida para muitos usuários buscarem por novos serviços, produtos, pessoas e marcas. Mais do que isso, estar bem rankeado nesses buscadores significa uma maior exposição orgânica e gratuita.

Para alcançar o topo é fundamental investir tempo e energia no desenvolvimento de técnicas de SEO. SEO, do inglês search engine optimization, significa otimização para mecanismos de busca e representa um conjunto de estratégias que tem como objetivo potencializar e melhorar o posicionamento de sites nas páginas de resultados orgânicos (naturais, sem uso de anúncios ou links patrocinados).

Técnicas de SEO não são exclusivas de desenvolvedores e programadores web e não devem estar presentes apenas no código do site. Muito pelo contrário, escritores tem um papel fundamental no resultado desse ranking e podem ajudar ativamente a melhorá-lo.

O Google, principal buscador da internet hoje, utiliza um algoritmo de indexação muito rígido em relação à forma como se faz SEO, punindo quem tenta driblá-lo através de troca artificial de links ou outras estratégias de black hat . Por outro lado, favorece muito quem faz uso de boas práticas. Sobre elas é que falaremos abaixo.

Palavras em negrito não são subtítulos!

Muitos escritores tem a falsa ideia de que utilizar subtítulos em negrito é suficiente para ser indexado pelo Google. Na verdade, o algoritmo de busca destaca títulos separados por tags HTML do tipo h1, h2, h3, etc. Essas tags funcionam como marcadores de importância, dizendo para o buscador o que é título, subtítulo e corpo do texto.

Dessa forma, é importante que a ferramenta de texto que você está usando ou mesmo sua formatação esteja de acordo com essa pequena regra. Divida o que é título, subtítulo e texto utilizando tags HTML e não apenas negrito, itálico ou qualquer outro tipo de formatação. Isso ajudará não apenas no SEO da sua página, mas também na clareza e orientação do texto.

Invista no seu conteúdo textual e visual

Boas técnicas de SEO são importantes, mas tudo gira em torno do seu conteúdo. Escrever conteúdo relevante e atual é fundamental para um bom rankeamento e os mecanismos de busca sabem quando você está apenas replicando conteúdo alheio ou escrevendo artigos que buscam apenas indexar seu site em determinadas palavras-chave.

práticas básicas de SEO

Use imagens para exemplificar e ilustrar seus posts. Elas irão ajudar muito no rankeamento de seu conteúdo.

O uso de imagens para ilustrar seu texto também é uma técnica bem vista pelos algoritmos de busca, mas deve ser acompanhada de descrições claras que sirvam para complementar o conteúdo. Ou seja, imagens ilustrativas apenas não tem a mesma relevância que uma imagem que se relacione com o texto ou até mesmo um gráfico. Além disso, seu conteúdo será rankeado na busca por imagens, não apenas na textual.

Link building

Bom conteúdo também serve para atrair mais leitores e mais referências em outros sites. Ou seja, além de provedor de conteúdo você se transformará em fonte de referência. Links para seu site ajudarão a tornar seu blog mais relevante e melhor posicionado. Não esqueça, também, de abastecer seus textos com referências e links que ajudem a trazer mais informação para o leitor. Isso é muito importante para fidelizar o leitor e fazê-lo voltar outras vezes.

O novo algoritmo de busca do Google dá atenção à qualidade do conteúdo que você está linkado e para onde está apontando seus links. Isso significa que, se algum site com conteúdo ruim linkar o seu conteúdo, você também sai perdendo. A intenção do Google é criar uma rede de bom conteúdo, rebaixando blogs que prezam pela troca artificial de links ao invés de links atraidos pelo bom conteúdo.

A avaliação da qualidade é feita, principalmente, através das taxas de rejeição e interação social desses sites, além de uma variedade de outros sinais de qualidade. Mais do que nunca, o link building precisa ser focado em fornecer valor real aos usuários.

Google Authorship

Apesar de ser uma ferramenta ainda pouco utilizada por escritores, o Google Authorship é um poderoso aliado para criadores de conteúdo. Através dele é possível identificar facilmente o autor de um texto e, assim, aumentar a credibilidade do mesmo.

práticas básicas de SEO

O Google Authorship dá mais visibilidade para seu conteúdo.

O código de Author deve ser inserido na página de cada post (geralmente isso é feito de maneira automática pelo sistema), de maneira a identificar um autor e associá-lo a seu perfil no Google Plus. Dessa maneira todo o conteúdo produzido por uma pessoa, mesmo em vários sites diversos, fica atrelado a seu perfil, aumentando a relevância e posicionamento dos textos escritos por ele (caso sejam textos de qualidade, obviamente).

Por isso você como autor deve manter um perfil atualizado do Google Plus e associar esse perfil aos textos que criar e publicar na Internet.

Introduzir essas técnicas ao longo da sua produção de conteúdo é mais uma questão de hábito do que conhecimento técnico e deverá ser pensada como estratégia de médio à longo prazo, já que os resultados demoram para aparecer. Ainda assim, é a melhor maneira de se estar visível na internet.

Alguma dúvida sobre SEO? Aproveite nossos comentários abaixo para entrar em contato.

 

(Imagem destacada por: venimo / Shutterstock)
 
Autor(a)

Escrito por: Redator Rock Content Este artigo foi produzido por um dos mais de 5000 redatores da base da Rock Content. Quer conteúdo legal assim no seu blog? Fale com um consultor!



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!