adwords para ecommerce

Aprenda como melhorar suas vendas com o Google Adwords para ecommerce

Hoje o Google AdWords é uma das formas mais mensuráveis e rentáveis de investimento para a sua loja virtual.

Por isso é tão importante conhecer essa ferramenta de marketing digital e como utilizá-la da maneira correta.

Se seu e-commerce ainda não tem anúncios, é preciso começar o mais rápido possível e aproveitar todas as possibilidades do Google Adwords!

Entenda o Google AdWords

O Google Adwords é a plataforma de publicidade do Google.

É a partir dela que investimos naqueles anúncios que podem aparecer de duas formas:

  • Esses anúncios que aparecem na forma de imagens, vídeos e textos, nos sites que você visita, são chamados de Rede de Display;
  • O espaço para anúncios nas páginas de pesquisa do Google são chamado de Rede de Pesquisa e os anúncios que aparecem lá são os links patrocinados.

Certamente você conhece a dimensão do Google e sabe que podemos achar praticamente tudo com apenas algumas pesquisa.

Imagina se seu potencial cliente encontrá-lo assim que precisar do seu produto ou serviço?

Adwords para Ecommerce: Rede de Display

A Rede de Display do Google Adwords alcança milhões de sites, blogs e portais parceiros e possui a maior rede de websites do Brasil e do mundo.

Aqui é possível segmentar anúncios de acordo com o contexto dos sites, ou seja, você vai direcionar seu anúncio para sites, blogs e portais que tenham conteúdo consumido pela sua persona.

É interessante, por exemplo, uma loja de materiais esportivos ter anúncios em blogs sobre esporte.

Este é apenas um exemplo das diversas possibilidades da Rede de Display.

Como citado anteriormente, na Rede de Display ou GDN (sigla em inglês) os anúncios podem ser:

  • Imagens;
  • Texto: título, duas linhas de texto – 35 caracteres cada – e um URL;
  • Vídeos;
  • Rich media (apenas elementos gráficos, podendo conter interatividade de acordo com as ações do usuário).

Ao contrário da Rede de Pesquisa, na Rede de Display é possível usar a criatividade de várias formas, fazer anúncios interativos, anunciar promoções e outras possibilidades além do texto.

É importante, na hora de criar um anúncio gráfico, fazer em diversas dimensões, pois os sites disponibilizam tamanhos diferentes de espaço para anúncio.

Se o seu anúncio não tiver a dimensão ideal, ele deixará de aparecer em alguns sites que podem ser estratégicos para sua empresa.

E claro: faça testes a/b com as cores, texto, posicionamento de elementos no anúncio, tipos de anúncio e perceba qual te traz mais retorno.

Como usar a Rede de Display

Se você ainda não tem o pixel do Google AdWords instalado no seu site, leia esse artigo Tudo o que você precisa saber sobre o Google Tag Manager e comece instalando o pixel.

Depois de instalar o pixel e fazer as configurações básicas da sua conta do AdWords, vá no seu painel e clique na opção “Nova Campanha”.

Agora você verá as opções “Redes de Pesquisa e Display”, “Apenas Rede de pesquisa” e “Apenas Rede de Display”; selecione a última opção e edite o seu anúncio.

Tipos de segmentação

Para entender melhor a rede de Display do Google e como utilizá-la para potencializar as vendas do seu e-commerce, é importante conhecer os tipos de segmentação.

São no total seis tipos e vamos explicar um por um logo a seguir.

Segmentação por contexto

Como citado acima, na rede de display é possível anunciar de acordo com o contexto do site, e é essa a primeira possibilidade de segmentação: a contextual.

Aqui o Google AdWords seleciona automaticamente sites relacionados às suas palavras-chave.

Segmentação por canal

Outra opção é escolher especificamente em quais sites você quer aparecer, nesse caso a segmentação é por canal.

Segmentação por tópicos

Esse tipo de segmentação consiste na seleção automática de sites da Rede de Display do Google em tópicos específicos, de acordo com o que prende o interesse da sua persona.

Segmentação demográfica e geográfica

Se o seu e-commerce tem alcance uma estado, região ou cidade e é direcionado para um gênero e idade você poderá usar dois tipos de segmentação para alcançar seu público:

  • Demográfica: de acordo com a idade e gênero da persona;
  • Geográfica: de acordo com o local em que o usuário acessa a internet).

Segmentação por categorias de interesse

Por último, a segmentação por categorias de interesse, onde os anúncios aparecerão em sites de acordo com a categoria de interesse do seu produto ou serviço.

Como exemplo dado anteriormente: loja de artigos esportivos aparecendo em blogs de esporte.

Potencializando as vendas com Remarketing

Você já se perguntou por que aparecem ofertas de produtos ou serviços de sites que você pesquisou e visitou recentemente?

Pode aparecer mágica ou espionagem, mas isso não é nada além do remarketing!

Essa é uma ferramenta extremamente poderosa de vendas, pois mesmo que a pessoa não esteja em algum site relacionado com seu produto ou serviço, sua oferta é mostrada a ela.

Isso a faz lembrar daquele problema a ser resolvido ou necessidade a ser suprida.

Com apenas um clique seu potencial cliente estará lá na página do produto.

Esse é o Remarketing Dinâmico.

Além disso você pode exibir mensagem personalizadas, fazer ofertas e enfim colocar a persona a um passo da compra.

A maioria dos usuários não compram um produto de primeira por um e-commerce,  esse dado é gerado por diversos fatores, como:

  • Credibilidade do e-commerce;
  • Concorrência;
  •  Duvida sobre a compra do produto;
  • Experiências ruins com outros sites, prazo de entrega entre outros.

É por esse motivo que sua empresa precisa investir em remarketing, lembrar ao cliente que você está ali para tirar todas as dúvidas, deixar as avaliações de outros compradores visíveis e oferecer descontos.

Lembre-se: o Remarketing dinâmico é ideal principalmente para e-commerces que tem um número maior de produtos e uma sólida reputação.

Se seu e-commerce ainda está caminhando e não tem muita verba para anúncios, foque em produtos estratégicos e anuncie para um público segmentado.

Adwords para Ecommerce: Rede de Pesquisa

O Google Adwords exibe seus anúncios de duas formas como foi citado anteriormente, a Rede de Pesquisa é uma delas.

Chamamos de links patrocinados aqueles anúncios que aparecem antes ou do lado dos resultados orgânicos quando pesquisamos algo e é ali que seu ecommerce deve estar.

No começo do artigo, explicamos de forma básica como funciona o Google Adwords e como ele exibe seus anúncios, mas se ainda resta algum dúvida a cerca do funcionamento dessa ferramenta leia Como funciona o Google Adwords? e tire totalmente suas dúvidas antes de colocar suas campanhas no ar!

Como usar a Rede de Pesquisa

Você seguirá os mesmos passos da Rede de Display, alterando somente na hora de selecionar o tipo de campanha para  “Apenas Rede de pesquisa”

Você pode direcionar seus anúncios demograficamente, geograficamente e por palavras-chaves.

Para obter ideias de que palavras estão relacionadas ao seu produto ou serviço é ideal usar o  Google Keyword Planner ou outras ferramentas que podem te auxiliar na hora de criar sua campanha.

Lá você pode obter ideias de palavras-chaves, volume de pesquisa, concorrência e outros dados que vão te auxiliar a investir nas palavras certas.

Anúncios de Pesquisa Dinâmico

Colocar o nome da marca do seu concorrente e investir para aparecer no primeiro resultado é uma vantagem enorme para e-commerces, principalmente com a gama de opções na internet.

Assim como a Rede de Display, a Rede de Pesquisa vai além, com a Pesquisa Dinânica.

Os anúncios dinâmicos da Rede de Pesquisa são parecidos com anúncios comuns, porém, o título é gerado automaticamente com o nome do produto e a url de destino.

Isso quer dizer que sua empresa será mais relevante, rápida, ofertando o produto assim que o usuário pesquisar palavras chaves relacionadas.

A mesma dica do Remarketing Dinâmico, vale aqui: se sua verba é restrita foque em produtos estratégicos e deixe a Pesquisa Dinâmica para quanto tiver maior investimento.

Tipos de Lance

Essa etapa é muito importante para sua campanha, os tipos de lances são os mesmos para as duas redes e essa escolha pode determinar o sucesso ou fracasso dos seus anúncios.

As campanhas são configuradas de acordo um com o orçamento diário que você define.

Muitas vezes esse orçamento é ultrapassado ou não é atingido e nesse caso fique tranquilo, o custo mensal será o mesmo.

O Adwords costuma dedicar orçamento maior em dia de melhores resultados.

Existem três tipos de sistema de lance:

CPC (Custo por Clique)

Funciona de maneira mais efetiva quando a prioridade é quem visita seu site, já que você só será cobrado quando alguém clicar no seu anúncio.

Numa campanha de remarketing essa é uma Ótima opção de lance.

CPA (Custo por aquisição)

Nessa opção você decide quanto você quer gastar por cada venda.

CPM (Custo por Mil Impressões)

CPM é a abreviatura de “custo por mil impressões”.

Você define o preço desejado por 1000 anúncios exibidos, e paga sempre que os anúncios são “impressos”, ou seja, visualizados.

Agora que você já sabe como usar o Google Adwords para potencializar suas vendas, aprenda como Como calcular o Roi de Adwords de suas campanhas e medir os resultados de seus anúncios!

 
Autor(a)

Escrito por: Redator Rock Content Este artigo foi produzido por um dos mais de 5000 redatores da base da Rock Content. Quer conteúdo legal assim no seu blog? Fale com um consultor!



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!