Organização de processos

Como a organização de processos pode ampliar as suas vendas

Um bom projeto de marketing não pode ser pensado apenas focando em visibilidade e reputação: sem os resultados das vendas, a área de marketing perde uma boa parte de seu objetivo. E como deixar os dois times alinhados e prontos para o sucesso mútuo? Alinhando os processos e deixando todas as responsabilidades bem organizadas.

Compreender esses desafios e colocar soluções em prática é um dever compartilhado entre as equipes de marketing e vendas e é essencial para alcançar os objetivos planejados pelos gestores.

Entenda melhor quais etapas são mais importantes para criar seu plano de ação e tornar o seu processo mais completo.

Mantenha o diálogo aberto

Antes de começar qualquer projeto, é importante que os devidos alinhamentos sejam realizados entre equipes e gestão. A organização de processos só funciona se o canal entre os envolvidos se manter aberto e pronto para sugestões de todos os lados.

Esse acompanhamento é importante por envolver diretamente a rotina das pessoas, não apenas as orientações dos gestores. Tente entender melhor como funciona o dia a dia dos times e como isso impacta diretamente o andamento dos processos.

O feedback é uma das mais importantes ferramentas de gestão e não pode ser deixado de lado nesse momento: se o time de vendas precisa de leads mais qualificados, a responsabilidade do time de marketing não pode ser cobrada apenas quando a estratégia inteira falhar, assim como quando os materiais ricos são criados e compartilhados e não são utilizados para o processo decisório dos compradores. Se a conversa não existe, são apenas trabalhos desconectados e que possivelmente não terão os resultados esperados.

Prepare bons documentos

Depois de entender melhor quais as dores e desafios dos times envolvidos, é hora de começar o planejamento efetivamente. Capture as informações necessárias, as melhores estratégias para aplicá-las e crie processos baseados nisso. Documentar as ações oficializa e facilita o compartilhamento de ideias e possíveis demandas.

Alguns bons exemplos são cronogramas de trabalho para o marketing, briefings e definição de buyer personas compartilhados para a produção de conteúdo, alinhamentos de lead scoring para a passagem de MQL para o time de vendas, perguntas de qualificação para a marcação de SQL, roteiros de atendimento para times de vendas e estratégias para recompra ou manutenção de clientes.

E, englobando toda a empresa, que tal criar uma boa apresentação com as informações chave para o seu trabalho?

Crie apresentações de alinhamento

Ter boas informações e não compartilhar de maneira clara com a equipe é um erro muito comum nas empresas. Se não é de conhecimento de todos como os processos são realizados e como eles serão exigidos de cada setor, não é possível aplicá-los da maneira esperada.

E essa dinâmica precisa ser feita desde o início: se os colaboradores não conhecem sua história, seus valores e o seu objetivo, como eles se sentirão motivados para realizar o trabalho da maneira proposta?

Tenha uma apresentação institucional dinâmica e atrativa não só para o público externo, mas para treinamentos internos.

Esse tipo de iniciativa para deixar as informações claras e próximas de toda a equipe pode ser uma importante iniciativa de redução de custos, já que uma equipe envolvida é mais produtiva e preparada para superar desafios.  

Treine a equipe e compartilhe conhecimentos

Além dos treinamentos internos, invista nos profissionais com o desenvolvimento contínuo de seu time de marketing e vendas. Certificações, cursos livre e a troca de informações com outras empresas sempre são interessantes para renovar os processos.

Lembre-se que é preciso entender quais as mudanças necessárias para atualizar as demandas de acordo com as mudanças do mercado, da equipe e dos objetivos determinados pelo comando da organização.

Uma boa estratégia de marketing alinhada a vendas pode ser muito mais eficiente se bem planejada. Depois de escolher as ferramentas e organizar seu material, o próximo passo é testar os resultados.

Para você qual o ponto mais importante do plano de ação? Compartilhe conosco nos comentários e bom trabalho!

Esse post foi escrito por Lígia Braga, da Smartalk.