3 análises de Google Analytics que você deve fazer para melhorar os resultados do seu blog

3 análises de Google Analytics que você deve fazer para melhorar os resultados do seu blog

Você começou o ano com o pé direito? Se você não tem atingido os números que deseja com seu blog, talvez esteja na hora de aprender algumas coisas sobre Google Analytics que podem fazer seu blog crescer. Não precisa se preocupar, estas análises não vão tomar mais do que meia hora do seu dia.

Se você já está preocupado com dificuldade das análises por elas estarem no Google Analytics, pode ficar tranquilo. Rapidamente você verá que isso é exatamente o contrário. Basta ter paciência,

Este diagnóstico está dividido em três seções: audiência, aquisição e comportamento, que são as principais categorias no Google Analytics. Seria possível embrenhar-se nas métricas segundo vários outros aspectos, mas a ideia aqui é dar-lhe alguns pontos básicos para análises, sem que sua visão fique complexa e que você se sinta seguro para formar apreciações mais confiáveis de como o seu blog está.

Confira agora as 3 análises de Google Analytics que vão fazer seu blog crescer!

1. Audiência

Visão global de sua audiência

Em primeiro lugar, faça login no Google Analytics, vá para a área chamada “Visão geral dos visitantes” e verifique as datas para o ano inteiro, a fim de ter uma visão geral de como foi o seu ano anterior. Você provavelmente vai notar que há alguns padrões regulares de tráfego na sua audiência. É possível que haja picos nos dias em que você envia, por exemplo, newsletters ou anúncios para seu público, entremeados com períodos de calmaria. Algumas publicações que se tornem virais também podem desencadear períodos de maior movimentação em seu blog.

Para que você obtenha uma melhor imagem de seu crescimento, seria recomendável que você acertasse, no recurso de análise do Google, uma exibição semanal ou mensal de sua audiência. Desta maneira, será viável ter uma compreensão bastante precisa das coisas, os meses em que o número de visitantes teve mais retorno e aqueles quando essa quantidade abrandou. Tanto os momentos de pico quanto os vales serão sazonais, mas você vai perceber, comparando os anos em que está publicando em seu blog, que certas épocas são mais imprecisas.

New Call-to-action

Compare este ano com o ano passado

Com o Analytics, você poderá ver gráficos de comparação de um ano com o ano anterior, por exemplo. Neste caso, é só marcar a seção “Comparar” e conectar a data atual com a data do ano passado. Sob este ponto de vista comparativo, você vai ser capaz de ver as quedas que se repetem a cada ano e os períodos de ascensão.

Será possível visualizar as porcentagens em termos de tráfego, de usuários e em page views. Logo em seguida, você poderá ver dados muito importantes, como o número de páginas vistas por seção, o tempo gasto no local, a taxa de rejeição. Você poderá fazer algumas comparações de ano para ano em outras áreas, incluindo a língua falada pelos visitantes, a sua localização, o navegador que eles usam, sistema operacional, resolução de tela, entre outros fatores.

Dispositivos móveis vs. desktop

Outra métrica que você poderá verificar é a visualização que seu blog tem nos equipamentos de informática, divididos entre desktops, smartphones e tablets. Talvez o tráfego de seu blog não esteja alcançando um bom número de visitantes em dispositivos móveis e você tenha que melhorar o design aplicado a esta solução. Pode-se comparar a taxa de rejeição ou o número de visitação de páginas por seção entre o tráfego móvel e o desktop, e pensar em adaptações viáveis para aumentar a visitação nos pontos onde seu blog possa estar falhando.

2. Aquisição

Na seção de Audiência, pode-se constatar se há ou não crescimento para seu website. Na área de Aquisição, pode-se começar a analisar de onde o tráfego está vindo.

Percepção global de sua aquisição

Clique na “Visão geral” no menu para um olhar rápido sobre de onde o tráfego está vindo. Os resultados vão indicar os percentuais de visitantes que chegam até você por meio de buscas orgânicas, redes sociais, e-mail, tráfego direto, de referência ou outros casos.

Canais

Clicando no item “Canais” no menu à esquerda, você pode começar a olhar cada canal e, por sua vez, perceber as tendências. Na parte das mídias sociais, inclusive, verá índices excelentes e bem demarcados de onde possa ser atribuído mais tráfego social, em cores diferentes: se do Facebook, do Twitter ou do Pinterest, por exemplo, mostrando-lhe o quanto cada um é de fato responsável pelos seus visitantes.

Landing Pages sociais

Vale a pena ainda olhar para o relatório de Landing Pages, o qual vai lhe mostrar quais são as publicações de seu website que têm o maior tráfego de mídia social. Este relatório é algo para se passar um tempo significativo olhando, pois terá uma ideia do tipo de conteúdo que mais está sendo compartilhado, curtido e recebendo engajamento nas redes sociais.

New Call-to-action

3. Comportamento

Todas as páginas vs. Landing Pages

Há dois relatórios aqui que são bem interessantes: “Todas as páginas” e “Landing Pages”, visto que ambos mostram quantas vezes suas páginas estão sendo vistas, de modo que vale a pena vê-los (e entendê-los) juntos. Isso porque, embora pareçam semelhantes, essas informações podem produzir resultados bastante diferentes.

No relatório “Todas as páginas”, dá para perceber como os leitores veem todas as publicações e páginas em seu website. Outra informação útil é se as pessoas estão vendo justamente as páginas que você espera que elas vejam ou páginas que não terão efeito para os negócios, tais quais páginas de erro, por exemplo. Isso é ótimo não só para consertar falhas, mas também para o planejamento de conteúdo do futuro, porque esses relatórios dão base para entender sobre o que seus visitantes querem ler.

Escavando o relatório das “Landing Pages”, você vai entender por onde as pessoas entram ou descobrem o seu website, ou seja, um fator de alta relevância para se pensar em como fazer com que seu blog cresça.

Agora é com você

Todos os pontos acima podem parecer muita coisa, mas há que se enfatizar que é preciso que você desenvolva suas rotinas de análise do seu blog se quiser alcançar o sucesso. Se quiser, se paute em algumas áreas e se concentre em outras que não foram descritas aqui, mas lembre-se de que quanto mais você souber sobre como seu blog está posicionado, mais elementos vai ter para planejar seu crescimento futuro! O que você tem feito para analisar os resultados de seu website?

 
Autor(a)

Escrito por: Redator Rock Content Este artigo foi produzido por um dos mais de 5000 redatores da base da Rock Content. Quer conteúdo legal assim no seu blog? Fale com um consultor!



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!