analista de mídias pagas

Analista de Mídias Pagas: o profissional que vai trazer mais resultados com menor orçamento

Dentro de uma estratégia de Marketing Digital é fundamental trabalhar com as duas formas de mídia: orgânica e paga.

O Marketing de Conteúdo tem se tornado uma das formas mais eficientes de trabalhar a mídia orgânica, já que cada artigo publicado no blog aumenta a sua visibilidade no Google.

Já a mídia paga refere-se aos anúncios que você precisa pagar para que sua empresa apareça nos resultados das buscas online. Os principais canais para isso são o Google Adwords e Facebook Ads.

Enquanto no Google Adwords você pode criar uma campanha de links patrocinados para que os usuários lhe encontrem entre os primeiros resultados a partir da inserção de palavras-chave no mecanismo de buscas do Google, no Facebook Ads é possível fazer variadas ações, como:

  • Curtidas na página;
  • Visualização de uma publicação específica;
  • Cliques no site;
  • Conversões no site;
  • Instalações de aplicativos.

A vantagem da mídia paga é que ela pode dar visibilidade à sua empresa e posicioná-la bem nos resultados num curto espaço de tempo.

Logo, se você tem urgência e precisa fazer com que seu público lhe encontre na web o mais rapidamente possível, os ads são o melhor caminho.

Contudo, para que essa estratégia seja usada da melhor forma, é preciso criar campanhas em cada um desses canais, além de um acompanhamento constante para ter certeza de que elas estão gerando os resultados esperados e dentro do orçamento que foi investido.

O responsável por isso é o Analista de Mídias Pagas, foco deste artigo.

Mas, o que esse profissional tem de tão especial? Detalhadamente o que ele faz?

Como posso ser um Analista de Mídias Pagas?

O que preciso saber para contratar um Analista de Mídia Pagas?

Continue lendo este post para encontrar todas as respostas!

Aqui você vai saber:

O que faz um Analista de Mídias Pagas?

Uma campanha de mídia paga não deve ser focada somente em visibilidade, mas também nos resultados de na  cada ação.

Para isso é necessário ter claro quais são os objetivos de negócios que devem ser conquistados por meio dessa estratégia.

O Analista de Mídias Pagas é o encarregado disso, suas principais tarefas são:

  • Criar;
  • Gerenciar;
  • Mensurar;
  • Atualizar.

Agora veja como cada uma delas é colocada em prática.

Planejamento

O primeiro passo é o planejamento das campanhas que serão criadas nos canais pagos.

Para isso, é preciso levar em conta o orçamento total, as palavras-chave que serão usadas e seus respectivos CPC (custo por clique).

Afinal, o orçamento deve estar alinhado com o preço que cada palavra e clique tem, pois essa falta de cuidado pode fazer com que você gaste muito dinheiro numa campanha ou o use todo de uma só vez.

Por exemplo: se você investir R$ 5 mil por mês numa campanha e o custo médio de seu CPC for R$ 5, é importante estar atento à quantidade de cliques por dia, pois se num só dia seu site tiver mil cliques, ele perderá a visibilidade durante o resto do mês.

Tanto no Google Adword quanto no Facebook Ads você pode limitar o orçamento diário das suas campanhas para que o dinheiro investido dure por todo o período estabelecido.

Criação

Após o planejamento, é hora de partir para a ação e dar início a criação das campanhas no Google Adwords e Facebook Ads.

Vamos falar primeiro sobre Google Adwords. Para criar um anúncio é preciso ter uma conta do Google e fazer login no Google Adwords a partir dela. Em seguida, você pode escolher o tipo de campanha que pode ser:

  • Rede de Pesquisa com exibição em Display
  • Apenas na Rede de Pesquisa
  • Apenas na Rede de Display
  • Google Shopping
  • Vídeo

Depois, é preciso escolher o período da sua campanha. Muitas empresas optam pelo período mensal pelo simples hábito de medir resultados mensalmente, mas nada impede que você opte por períodos menores ou maiores.

Por último o orçamento precisa ser alinhado juntamente com as palavras-chave conforme explicamos mais acima.

No Facebook Ads o procedimento é similar, porém os anúncios criados serão vinculados unicamente no Facebook que podem ser:

  • Impulsionar suas publicações;
  • Promover sua página;
  • Alcançar pessoas próximas a empresa;
  • Aumentar o reconhecimento da marca;
  • Enviar pessoas para o seu site;
  • Obter instalações para o seu aplicativo;
  • Aumentar a participação no seu evento;
  • Obter visualizações do vídeo
  • Adquirir cadastros para o seu negócio;
  • Aumentar conversões no seu site;
  • Aumentar o envolvimento com o seu aplicativo;
  • Fazer as pessoas obterem sua oferta;
  • Promover um catálogo de produtos;
  • Fazer com que as pessoas visitem sua loja virtual.

Ou seja, são muitas opções que a ferramenta lhe proporciona. Apesar do CPC ser mais barato que no Google Adwords, o mesmo cuidado em relação ao orçamento se faz necessário. E em ambos os casos, lembre-se de colocar prazo para as campanhas ou, do contrário, ela continuará ativa e você terá que pagar por elas.

Gerenciamento

Para evitar que isso aconteça é essencial fazer o gerenciamento das campanhas de mídia paga, de preferência diariamente.

Afinal, somente criá-las no início do mês e conferir os resultados no final não é suficiente e nem eficiente. Sobretudo porque o custo das palavras-chave pode variar nesse meio tempo e / ou outras mais importantes podem entrar aparecer.

Portanto, para que as campanhas tenham a sua melhor performance, esse acompanhamento constante é muito necessário.

Mensuração

E é claro que não podemos nos esquecer dos resultados que essas ações geram, portanto mensurá-los é outra tarefa que o Analista de Mídias Pagas precisa cumprir.

O Google Adwords e Facebook Ads contam com relatórios que você pode gerar de forma bem fácil e ver quais foram as performances das campanhas desde a sua criação.

Atualização

O mercado está sempre mudando e no mundo digital não é diferente, sobretudo nos dias de hoje em que a informação se propaga de forma muito rápida.

Portanto, se manter informado sobre tudo o que anda acontecendo é fundamental para compor as campanhas e adaptá-las sempre que preciso.

Quanto ganha um Analista de Mídias Pagas?

De acordo com o site da Love Mondays, o salário médio de um Analista de Mídias Pagas gira em torno de R$ 3.494,00, sendo o mínimo registrado R$ 1.950,00 e o máximo R$ 6.000,00.

Qual a qualificação necessária para ser um Analista de Mídia Pagas?

  • Graduação ou experiência de trabalho na área;
  • Conhecimento profundo dos diferentes tipos de canais de mídia paga, tecnologias, busca paga, retargeting, anúncios em redes sociais e distribuição de conteúdo por redes;
  • Ser um excelente comunicador, com habilidade para vender e convencer;
  • Manter um bom relacionamento com os envolvidos nas ações de marketing;
  • Experiência em lidar com orçamentos de marketing, dados e resultados;
  • Certificação em marketing de conteúdo.

Quais as habilidades que um analista de mídia paga deve ter?

  • Gerenciar a estratégia e configuração de todas as campanhas de mídia paga;
  • Mensurar e otimizar mídias pagas com o uso do Google Analytics e de ferramentas de automação de marketing;
  • Pesquisar e testar parcerias com novas empresas para expandir o alcance online;
  • Colaborar com membros do time de marketing para manter uma voz e mensagem consistentes em todas nossas plataformas de mídia paga;
  • Criar landing pages e formulários de geração de leads para distribuição de conteúdo através de campanhas revelantes;
  • Se manter atualizado com as maiores tendências de marketing digital, novos canais e estratégias, para garantir que a empresa esteja sempre à frente da concorrência. Isso inclui publicações em redes sociais, atribuições e compra de mídia.

Como contratar um analista de mídia paga?

Para contratar o Analista de Mídias Pagas adequado para a sua empresa, você precisa estar atento à alguns pontos necessários na hora de contratar o candidato correto.

Preparamos aqui um modelo de anúncio de vaga que pode lhe ajudar na busca, além da tarefa pré-entrevista e as perguntas a serem feitas no processo seletivo.

Template de descrição da vaga

DESCRIÇÃO DA VAGA: O Analista de Mídias Pagas será responsável pelo planejamento, criação, acompanhamento e mensuração e otimização de resultados das campanhas dos canais pagos de Marketing Digital.

Esse profissional também deve Criar landing pages e formulários de geração de leads para distribuição de conteúdo por meio das campanhas.

Outra função dele é fazer parceria com novas empresas a fim de expandir o alcance da empresa e diminuir nosso custo por aquisição, além de estar em conexão com a equipe de marketing para manter a voz e consistência das mensagens em todos os canais de mídia paga.

OS OBJETIVOS INCLUEM:

  • Planejar, criar, otimizar as campanhas de mídia paga para a empresa;
  • Pesquisar novas parcerias com empresas;
  • Aumentar o alcance online da empresa e diminuir o CPA;
  • Analisar o desempenho que as campanhas de mídias pagas têm gerado na estratégia;
  • Mensurar os resultados das campanhas.

RESPONSABILIDADES:

  • Criar campanhas de mídias pagas que sejam efetivas;
  • Compreender bem a missão da empresa a ponto de criar campanhas que tenham a mensagem mais adequada;
  • Manter-se constantemente atualizado quanto às novas tendências do mercado;
  • Ter um bom relacionamento com colegas de trabalho da equipe de marketing.

REQUISITOS:

  • Graduação ou experiência de trabalho na área;
  • Conhecimento profundo dos diferentes tipos de canais de mídia paga, tecnologias, busca paga, retargeting, anúncios em redes sociais e distribuição de conteúdo por redes;
  • Ser um excelente comunicador, com habilidade para vender e convencer;
  • Ser responsável por manter o relacionamento com vendedores, para garantir sempre o menor custo possível;
  • Experiência em lidar com orçamentos de marketing, dados e resultados;
  • Certificação em marketing de conteúdo.

Tarefa pré-entrevista

Depois de analisar os currículos dos candidatos, portfólio e experiências anteriores, é hora de avaliar quem tem mais qualificação para a vaga.

É sugerível fazer atividades que ajudem a avaliar as capacidades criativas e analíticas que o profissional precisa ter para essa posição.

Planejamento: desenvolver a estratégia das campanhas de Google Adwords e Facebook Ads tomando como base o objetivo da empresa.

Criação: em seguida criar as campanhas respeitando o orçamento proposto e as palavras-chave mais relevantes.

A partir destas atividades, veja se o candidato seguiu efetivamente as instruções de cada tarefa, apresentou soluções efetivas, soube projetar os resultados e terminou tudo dentro do prazo.

 

Perguntas para a entrevista

Se o candidato tiver sido aprovado nas provas técnicas, é o momento de marcar a entrevista e testar se a pessoa tem rapidez de raciocínio, pensamento estratégico e compatibilidade com o perfil da empresa.

Por isso, separamos perguntas que podem lhe ajudar a fazer essa avaliação.

  • Após saber o objetivo da empresa, como você planejaria a estratégia de mídias pagas?
  • Depois de levantar as palavras-chave, como você as organizaria dentro das campanhas?
  • Levando em conta o orçamento que a empresa tem disponível para investir em mídias pagas, como você o aplicaria nas campanhas?
  • Quais campanhas de mídias pagas você fez que teve bons resultados e por quê?
  • Foi você mesmo quem armou sozinho essas campanhas ou teve ajuda?
  • Quais critérios usou para a escolha das palavras-chave?
  • Caso uma campanha de mídia paga não atinja o resultado esperado, como você lidaria com a situação?

Mas, afinal, por que é importante ter um analista de mídia paga?

Mesmo que você já tenha entendido como fazer ações de mídias pagas por meio deste post, provavelmente terá muitas dificuldades se for fazê-lo sozinho.

Por isso o Analista de Mídias Pagas deve ser o responsável por essa função que é fundamental a qualquer empresa.

Afinal, as campanhas pagas lhe possibilitam encontrar o seu cliente no momento certo de compra, pois uma vez que ele faz a busca por meio das palavras-chave, verá logo de início os resultados nos anúncios do Google e ainda poderá receber ver posts impulsionados do Facebook Ads.

Outra vantagem é poder alcançar o seu público a nível regional, o que é fundamental para negócios locais.

E se você precisar fazer diversos tipos de campanhas para ter mais resultados ou mesmo especificá-los, o Google Adwords e Facebook Ads lhe dá essa possibilidade.

Portanto, ter uma pessoa encarregada de cuidar dessa parte da sua estratégia de marketing é essencial.

Gostou deste conteúdo? Esperamos que ele tenha lhe ajudado a entender o que um Analista de Mídias Pagas faz.

Para procurar oportunidades de trabalho para Analista de Mídias Pagas ou para contratar esse profissional, visite o RockJobs!

E se você quiser saber qual tipo de ação é a mais apropriada ao seu negócio, Google Adwords ou Facebook Ads, confira o post que escrevemos sobre isso.

Confira os outros posts da Série Carreiras em Marketing aqui!

 
Autor(a)

Escrito por: Redator Rock Content Este artigo foi produzido por um dos mais de 5000 redatores da base da Rock Content. Quer conteúdo legal assim no seu blog? Fale com um consultor!



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!