analista de produção de conteúdo

Analista de produção de conteúdo: tudo o que você precisa saber sobre essa profissão

Mais do que nunca, a produção de conteúdo tem sido o propulsor de muitas empresas para atrair clientes e rentabilizar seu negócio.

Você provavelmente já ouviu a expressão “Content is King”, ou “O Conteúdo é Rei”, em português.

Especialistas de marketing e estudiosos da psicologia do consumidor apontam que o conteúdo vai fazer cada vez mais diferença na escolha de produtos e serviços.

No centro desse processo está o Analista de Produção de Conteúdo, profissional responsável por garantir a criação dos materiais certos, com a qualidade e estratégias necessários para atender os objetivos da empresa.

Mas o que esse profissional tem de tão especial? O que ele faz na prática?

Como posso ser um Analista de Produção de Conteúdo?

O que preciso saber para contratar um Analista de Produção de Conteúdo?

Continue lendo para encontrar todas as respostas!

Aqui você vai saber:

;

O que faz um Analista de Produção de Conteúdo?

A produção de conteúdo vai muito além de fazer alguns posts em redes sociais ou escrever o que você bem entender no blog da empresa.

Para ter sucesso, você precisa definir quem é seu público, conhecer sua jornada de compra, ter um calendário editorial, planejar os materiais a serem produzidos e executar tudo com excelência.

E não pense que estamos falando só de textos. Os conteúdos podem variar de acordo com o perfil do público e com a estratégia definida.

O Gerente de Conteúdo tende a focar mais nas estratégias gerais de cada cliente e na coordenação de todo o processo de produção, incluindo a gestão da equipe de analistas, designers, redatores, etc.

Já o Analista de Produção de Conteúdo costuma planejar as pautas dentro do calendário editorial e comandar a execução das tarefas. Para isso, ele:

  • Planeja;
  • Cria;
  • Analisa;
  • Entrega;
  • Monitora.

Veja a seguir como cada uma dessas funções ocorre na prática.

Planejamento

Como mencionamos, geralmente acima do Analista de Produção de Conteúdo existe a figura do Gerente de Conteúdo.

Por isso, a divisão das funções de planejamento pode variar de uma empresa para outra. Em alguns casos o gerente ficará encarregado dessa parte. Em outros, o analista será o responsável.

Entretanto, é comum que haja uma divisão onde o analista cuida de questões mais relativas ao dia a dia.

De modo geral, dentro da etapa de planejamento, o Analista de Produção de Conteúdo será responsável por:

  • Definir a persona e montar a jornada de compra;
  • Colaborar para o desenvolvimento do calendário editorial para a empresa ou cliente;
  • Desenvolver planejamento de conteúdo, entre pautas, postagens e materiais ricos;
  • Propor conteúdos que sejam relevantes para a empresa ou o cliente.

Criação

Depois de planejar, o Analista de Produção de Conteúdo passa para a etapa de execução. É nesse momento que são desenvolvidos textos, posts, ebooks, infográficos, podcasts, vídeos, entre outros.

Nessa fase o Analista de Produção de Conteúdo poderá atuar de duas formas:

  1. Criando os conteúdos pessoalmente, isto é, redigindo, reunindo ideias e editando os materiais.
  2. Coordenando o trabalho de outros profissionais, como redatores, revisores e designers. Neste caso, o Analista de Produção de Conteúdo deve delegar as pautas para os responsáveis e garantir que estes entendam perfeitamente como cada material deve ser criado. Também deve cobrar prazos e informar o cliente (ou o superior responsável na empresa, caso seja um trabalho interno) sobre qualquer possível mudança no que foi combinado previamente.

Basicamente, esta é a fase em que os conteúdos ganham forma. Blog posts são redigidos com base nas pautas planejadas, postagens são publicadas de acordo com o calendário editorial, e assim por diante.

Análise

Uma vez que um conteúdo esteja pronto, chega o momento de avaliá-lo.

Esta é a hora de conferir, por exemplo, se o redator seguiu a pauta corretamente, incluindo todos os tópicos esperados.

Também é necessário checar se a palavra-chave foi utilizada corretamente, se a formatação está adequada, se o CTA (call-to-action) está correto, e assim por diante.

Outro ponto essencial na análise é garantir que o trabalho siga o tom, a linguagem e a linha editorial da empresa em questão. Cada cliente ou empresa possui um estilo de escrita adequado ao seu público e ao seu posicionamento no mercado.

Por fim, é imprescindível que o material cumpra o objetivo proposto na estratégia. Se a intenção é crescer o tráfego orgânico do blog, o trabalho de SEO deve ser bem feito.

Já se a meta é aumentar os compartilhamentos, o conteúdo deve ter potencial viral, além de incentivar o próprio compartilhamento no call-to-action.

Entrega

Finalmente, chega o momento em que o conteúdo está pronto, podendo ser entregue ao cliente ou ao superior responsável dentro da empresa.

Nessa etapa o Analista de Produção de Conteúdo colhe feedbacks e providencia os ajustes.

Se necessário, o profissional deve acionar redatores, revisores e designers para fazer as alterações pedidas.

Sempre que houver mudanças a serem feitas no conteúdo, o analista deverá revisá-lo novamente ao fim do processo para garantir que tudo está de acordo.

Monitoramento

A tarefa de monitorar os resultados da empresa e dos clientes pode ficar a cargo de vários profissionais, como o gerente/atendimento da conta, o gerente de conteúdo, e assim por diante.

No entanto, todo profissional realmente comprometido com o sucesso do cliente deve ficar de olho nos números e métricas.

Para isso, o Analista de Produção de Conteúdo deverá conhecer os KPIs (indicadores de desempenho) de seus clientes e garantir que os conteúdos entregues estejam cumprindo os objetivos.

Os objetivos mais comuns relacionados à produção de conteúdo costumam ser:

  • Geração de leads;
  • Qualificação de leads;
  • Aumento de tráfego no site;
  • Aumento dos compartilhamentos;
  • Aumento da base fãs nas redes sociais.

Quanto ganha um Analista de Produção de Conteúdo?

Segundo um levantamento feito pela Love Mondays, o salário médio de um Analista de Produção de Conteúdo é de R$ 2.141,00, sendo o mínimo registrado R$ 1.000,00 e o máximo R$ 4.110,00.

Qual a qualificação necessária para um Analista de Produção de Conteúdo?

 

Quais as habilidades que um Analista de Produção de Conteúdo deve ter?

  • Excelente comunicação verbal e escrita;
  • Domínio da língua portuguesa;
  • Ser guiado por uma intuição criativa;
  • Boa capacidade de gestão de tarefas e cumprimento de prazos;
  • Capacidade de trabalhar em equipe e se relacionar com colegas e clientes;
  • Ser curioso e estar constantemente estudando sobre marketing de conteúdo.

Como contratar um Analista de Produção de Conteúdo?

Para contratar o Analista de Produção de Conteúdo ideal, é necessário ficar atento a alguns pontos específicos e saber distinguir o candidato certo.

Para ajudar você nessa tarefa, preparamos um modelo de anúncio de vaga, uma tarefa pré-entrevista a ser pedida e as perguntas a serem feitas no processo seletivo.
;

Template de descrição da vaga

ANALISTA DE PRODUÇÃO DE CONTEÚDO

DESCRIÇÃO DA VAGA: Reportando ao Gerente de Conteúdo, o Analista de Produção de Conteúdo será responsável por refinar e ampliar nossa missão e visão editorial e ajudar a planejar, produzir e analisar o conteúdo escrito que produzimos.

Esse profissional ajudará a construir nosso calendário editorial e determinar fontes para conteúdo interno e externo. Também poderá ajudar a criar uma rede de freelancers e influenciadores na indústria, formatar nosso conteúdo e linha editorial.

OS OBJETIVOS INCLUEM:

  • Fortalecer a linha editorial da empresa;
  • Planejar, produzir e analisar conteúdos de excelência para nossa empresa;
  • Entregar conteúdos de alto valor para nossos clientes;
  • Gerar satisfação e resultados para nossos clientes por meio de conteúdos de qualidade.

RESPONSABILIDADES:

  • Construir nosso calendário editorial e guias de escrita;
  • Determinar fontes para a produção de conteúdo interno e externo;
  • Servir como um redator exemplar, capaz de transmitir nossa missão e tom
    de voz;
  • Escrever conteúdo claro, objetivo e de qualidade;
  • Editar conteúdo produzido por seus colegas de time;
  • Manter-se atualizado com as tendências da indústria e desafios dos clientes para criar um calendário editorial mais efetivo.

REQUISITOS:

  • Graduação ou experiência de trabalho na área;
  • Experiência em gerenciar um calendário editorial para um time de marketing;
  • Excelente atenção aos detalhes para manter a consistência de texto, estilo e tom no nosso conteúdo;
  • Certificação em marketing de conteúdo.

;

Tarefa pré-entrevista

Após analisar o currículo do candidato, seu portfólio e experiências anteriores, é hora de aplicar uma tarefa pré-entrevista.

Esta será uma prova técnica que ajudará você a avaliar se o candidato é realmente qualificado para a vaga. Por isso, procure cobrir as habilidades necessárias para o cargo.

  • Blog post: após passar uma pauta para o candidato, peça para ele redigir um blog post de 500 a 700 palavras utilizando princípios básicos de SEO.
  • Planejamento de conteúdo: peça ao candidato para planejar uma pauta de conteúdo a ser redigido por um redator da equipe. O candidato deverá definir pontos como título, palavra-chave, descrição da tarefa, referências e CTA.
  • Calendário editorial: peça para o candidato desenvolver um exemplo de calendário editorial de um mês. Esse calendário deve incluir conteúdos relativos à área de atuação da empresa.

Além da qualidade geral do trabalho, observe se o candidato seguiu as instruções do teste, se apresentou soluções criativas, se pensou de forma estratégica e se cumpriu o prazo combinado para a entrega.
;

Perguntas para a entrevista

Uma vez que o candidato tenha sido aprovado na prova técnica, é hora de marcar a entrevista.

Procure observar se a pessoa têm raciocínio rápido e pensamento estratégico, além de possuir um perfil alinhado com o da empresa. Para facilitar, também separamos algumas perguntas que podem ajudar você nesta etapa.

  • Depois de identificar as palavras-chave com maior potencial dentro de um nicho de mercado, como você estruturaria um blog post para ranquear nas primeiras posições do Google?
  • Que tipos de conteúdos você criaria para um cliente que deseja gerar mais leads com seu blog? Como você estruturaria esses conteúdos?
  • Qual conteúdo você já produziu e que teve bons resultados (tanto em termos de satisfação do cliente como em ranqueamento no Google)?
    • Em quais etapas da produção deste conteúdo você participou (planejamento, redação, revisão, análise)?
    • Foi você mesmo que otimizou o SEO dele ou você teve alguma ajuda?
  • Se uma peça de conteúdo do seu calendário editorial não foi entregue no dia pelo redator ou revisor da equipe, como você lidaria com essa situação?

Mas afinal, por que é importante ter um Analista de Produção de Conteúdo?

A maneira de se fazer marketing mudou. Pense na maneira como você próprio fazia compras até alguns anos atrás. Provavelmente você ia direto nos estabelecimentos ou empresas que já conhecia por meio de publicidade, indicações de amigos, etc.

Hoje em dia, quando alguém precisa de uma solução para algum problema ou simplesmente pretende adquirir um produto, a primeira fonte de pesquisa é a internet. Geralmente, o Google.

O Analista de Produção de Conteúdo é o profissional que vai fazer com que seu conteúdo seja encontrado justamente pelas pessoas que precisam dele. Não só isso: vai garantir que esse conteúdo seja relevante, que agregue alto valor na vida do potencial cliente e que gere ação (o que também é fundamental).

No cenário atual, a discussão não é mais se você deve ou não criar conteúdo. Afinal, todo mundo já está fazendo e você não vai querer ficar para trás.

A grande questão é: como se destacar em meio a uma tonelada de informações, textos, postagens, vídeos e imagens que as pessoas recebem todos os dias?

Sem dúvida nenhuma, contar com um profissional especializado no planejamento, criação e análise dos seus materiais vai fazer toda a diferença.

Lembre-se que o marketing mais eficaz é aquele que gera conexão e confiança com os potenciais clientes. E nada melhor do que ter um calendário editorial consistente e estratégico para tornar isso possível.

Gostou deste conteúdo? Temos um outro post que vai ajudar você a montar sua equipe dos sonhos: Como contratar equipes de Marketing: aprenda a formar um verdadeiro Dream Team.

E se você quer estar qualificado para o mercado ou saber como avaliar melhor os candidatos para escolher o profissional certo para a sua empresa? Não deixe de tirar sua certificação gratuita em Marketing de Conteúdo!

analista de produção de conteúdo

 
Autor(a)

Escrito por: Redator Rock Content Este artigo foi produzido por um dos mais de 5000 redatores da base da Rock Content. Quer conteúdo legal assim no seu blog? Fale com um consultor!



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!