celular mostrando o aplicativo do facebook

O guia básico de como criar anúncios no Facebook

Há onze anos atrás, um jovem estudante de Harvard colocava no ar um website de relacionamento para integrar a comunidade de sua faculdade sem saber do tamanho do fenômeno que sua criação, o Facebook, iria se tornar. A rede cresceu e atraiu pessoas: de 2004 até agora, o Facebook atingiu a marca de mais de um bilhão de usuários ativos, e o que antes tinha apenas o objetivo de concentrar as amizades no universo digital tornou-se um espaço para divulgação, tanto da vida pessoal como de eventos e negócios.

A plataforma percebeu que essas novas utilizações poderiam ser muito rentáveis. Além de oferecer um ótimo espaço para publicidade, o Facebook se tornou um canal vital de relacionamento entre empresas e seus clientes. É possível ter uma noção da importância atual da rede através de alguns números: só no Brasil, o Facebook possui  83 milhões de usuários, a empresa tem um lucro líquido anual de 1,5 bilhão de dólares, um valor de mercado de 151 bilhões de dólares e um volume de anúncios que gira em torno dos 4,8 bilhões (todos os números são do ano de 2013).

A não ser que você esteja vendendo um dos produtos mais específicos do mercado, existe uma grande chance da rede social auxiliar no crescimento da sua audiência. O Facebook oferece diversos tipos de soluções em publicidade que ajudam no engajamento do público-alvo. É exatamente esta diversidade de maneiras de se promover na rede que causa confusão em quem está dando os primeiros passos rumo à publicidade em redes sociais.

Existe uma solução mais adequada para cada comerciante, que têm diferentes budgets publicitários e públicos diferentes. Confira aqui quais são as melhores formar de criar anúncios do Facebook, tendo em vista que as dicas são relacionadas aos posts pagos, que oferecem vantagens em relação à publicidade orgânica, que é aquela feita através dos posts regulares na fanpage do seu negócio.

Vamos lá!

Primeiro passo

Antes de mais nada, é preciso criar uma página para o seu empreendimento. Selecione a categoria que mais se adéqua ao seu negócio.

anúncios no facebook

 

Existem seis disponíveis:

  • negócios locais ou local
  • empresa
  • organização ou instituição
  • marca ou produto
  • artista, banda ou figura pública;
  • entretenimento
  • causa ou comunidade

Depois de escolher a categoria, é hora de escolher o nome da sua página. Lembre-se de que podem existir outros estabelecimentos com nomes parecidos, por isso é bom diferenciar, mas sem fugir muito do nome original. Conectar o seu perfil pessoal à fanpage também é possível, basta selecionar a opção “já tenho um perfil no facebook” no momento de criar a página. Este recurso possibilita que você não tenha que realizar log out do seu perfil pessoal para administrar conteúdos no perfil do seu empreendimento.

Coloque informações complementares

Cada negócio tem a sua especialidade, seja ele um delicioso bolo de chocolate ou a negociação de imóveis no litoral. O Facebook permite ao empreendimento detalhar sua atuação através de tags, uma breve descrição do estabelecimento e um espaço para linkar o website oficial. É sempre importante ter uma página na internet para complementar sua visibilidade na rede. Ah, e não se esqueça de escolher uma boa foto para o perfil e para a capa da sua fanpage. Agora está tudo certo com a página e já é hora de começar a fazer os anúncios!

Começando a anunciar

Uma página comercial não tem obrigação de anunciar, mas utilizar este recurso pode auxiliar substancialmente no crescimento da exposição da sua marca e nos rendimentos do seu negócio. Existe uma maneira simples de promover uma publicação feita na página, que é clicando no botão “impulsionar publicação”. O preço deste tipo de anúncio vai depender da quantidade de pessoas que você quiser atingir.

anúncios no facebook 2

 

O Facebook desenvolveu um criador de anúncios e um plug-in para Google Chrome chamado Power Editor, ambas as ferramentas ajudam muito na produção de peças publicitárias bem montadas. Quem nunca se aventurou com a publicidade no Facebook deve começar pelo editor básico. Ele consegue dar conta de produções simples, mas quem deseja criar algo mais elaborado terá que usar o Power Editor. Ele oferece uma série de funções a mais que o editor básico.

Escolhendo objetivos

Os anúncios do Facebook têm objetivos diferentes. Alguns são feitos para conseguir mais curtidas para a página, outros são bons para engajar a sua audiência já estabelecida ou servem para transferir a navegação para o seu website. Confira alguns dos objetivos disponíveis:

  • Promover posts
  • Conseguir curtidas
  • Clique para website
  • Conversão ao website (permite que o público realize alguma ação específica na página do seu negócio)
  • Estimular instalação de aplicativo (para mobile e desktop)
  • Estimular uso de aplicativo
  • Estimular presença em eventos
  • Criar ofertas

Definindo público e budget

É bom ter em mente quanto você quer gastar com uma campanha e quais são as pessoas que devem ser atingidas pelo anúncio. Assim que sua peça estiver pronta, é necessário dimensionar a verba a ser utilizada nesta campanha. O tempo de exposição e o tamanho do público a ser atingido são alguns fatores que irão encarecer a sua publicidade, por isso fique de olho nesses números.

anúncios no facebook 3

Não adianta nada gastar rios de dinheiro e tempo com peças publicitárias direcionadas para o público alvo errado. Devido à possibilidade de reconhecer a audiência certa para cada negócio, o Facebook se tornou uma ótima plataforma de divulgação. A rede tem uma habilidade fantástica de segmentação, confira algumas que estão disponíveis para realizar a filtragem do público:

  • Localização
  • Idade
  • Interesses
  • Gênero
  • Idioma
  • Nível de escolaridade
  • Status de relacionamento
  • Visão política

O Facebook ainda permite o upload de suas informações para que seja possível hipersegmentar as ações.

Localizando sua publicidade

Existem três locais de exposição de publicidade no Facebook.

São eles: O feed de notícias, o feed de notícias das plataformas mobile e a coluna da direita da página. Cada um tem sua peculiaridade quanto ao formato e preço.

Entendendo o marketês

É importante identificar e entender o significado de algumas siglas que habitam o universo do marketing digital. O CPC, ou custo por clique, define o valor a ser pago ao Facebook para cada clique realizado na sua campanha. O CPM (custo por mil impressões) é o valor estipulado para cada mil exibições do seu anúncio (com ou sem cliques ou interação).

O CPA é o mais caro e complexo meio de cobrança de anúncios. Trata-se do custo por aquisição, sendo que o termo aquisição representa diferentes tipos de ações, como compra efetuada, preenchimento de formulário ou assinatura de newsletter.  O Custo por visualização define o valor pago por cada visualização de vídeo e o CPE – Custo por engajamento – é o valor que o anunciante deve pagar por cada interação feita em seu anúncio, seja ela uma curtida, um compartilhamento ou um comentário. Ter essas siglas e seus significados em mente ajuda a escolher qual o melhor tipo de taxa que você prefere inserir sobre seu anúncio. Uma campanha que tem como objetivo apenas mostrar um novo produto pode se sair melhor no CPM do que com CPC, por exemplo.

De olho no painel 

Não adianta nada fazer campanhas no Facebook e não acompanhar seus resultados. No painel de administrador de uma página é possível mensurar a abrangência e sucesso de seu anúncio. Fique de olho nos números para conseguir boas interpretações do comportamento e preferências de seu público alvo.

Não dá mais para ficar de fora das novas maneiras de anunciar na internet. Renegar o Facebook ou utilizá-lo apenas para lazer é um tiro no pé de qualquer negócio, por isso é bom ter em mente que a visualização de marcas na rede só cresce e as facilidades para criar anúncio também estão em franca expansão. Já utilizou o Facebook para promover seu negócio?

E se ainda tem alguma dúvida de como definir seu público-alvo dê uma olhada nosso gerador de personas, uma ótima ferramenta que pode te ajudar também no Facebook

Então conte nos comentários para nós qual foi sua experiência e as práticas que você adotou no momento de anunciar!

Quer saber mais? Baixe nosso ebook gratuito!

Marketing no Facebook_CTA para o blog (com botão de dl) 630x300

 
Autor(a)

Escrito por: Redator Rock Content Este artigo foi produzido por um dos mais de 5000 redatores da base da Rock Content. Quer conteúdo legal assim no seu blog? Fale com um consultor!



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!