Anúncios PPC: Porque eles não estão te dando dinheiro (e o que fazer sobre isso)

Este post é uma adaptação do artigo de Neil Patel: Why your PPC ads aren’t making you any money and what to do about it.

Muitas empresas que anunciam na internet apostam mais em divulgação através do Pay Per Click (PPC) do que na realização de um bom trabalho de otimização dos anúncios nos motores de busca (SEO).

Mas o fato é que o PPC – mesmo que seja uma alternativa que depende do desembolso de algum valor – não quer dizer que seja uma ação mais simples e com um retorno garantido.

É claro que você ouve falar de muitas pessoas que têm obtido sucesso através do PPC, mas salientamos que existe uma série de cuidados na estratégia de divulgação que devem ser tomados ou os resultados realmente não virão como esperado.

Pensando nisso, trazemos neste artigo dicas valiosas para quem utiliza o PPC como forma de propagação da marca e deseja ficar longe do prejuízo de uma campanha malfeita.

Leia na íntegra e saiba tudo a respeito.

Não se atentar para a questão da segmentação

Sabe qual é o fator principal em uma campanha de sucesso? Conseguir oferecer seus produtos ou serviços para as pessoas certas.

Quem não está interessado no tipo de mercadoria na qual você trabalha dificilmente irá clicar em um anúncio feito por você.

As plataformas que mais utilizam o sistema PPC como forma de anúncio são o  Google Adwords e o Facebook Ads, que operam com diferentes perfis de segmentação que deverão ser respeitados caso você queira ter sucesso em suas campanhas.

Facebook Ads

No caso do Facebook Ads, lembre-se que as pessoas normalmente não estão em uma rede social com a intenção de comprar algo.

Ou seja, não dá para simplesmente “jogar” os seus anúncios na plataforma de qualquer jeito, ou você vai perder dinheiro com isso.

O fundamental nessa situação é ter domínio sobre esta parte de segmentação do Facebook Ads.

Busque tutoriais, artigos, converse com pessoas que possam lhe auxiliar nesse sentido, de forma que as configurações de visualização estejam voltadas para pessoas que realmente pareçam ter interesse no nicho de mercado do qual os seus produtos ou serviços estejam enquadrados.

Mesmo que não expliquemos com detalhes neste artigo – pois precisaríamos de um post exclusivo sobre este assunto para que você realmente aprenda a realizar estas configurações – adiantamos que ela está relacionada com as páginas que as pessoas curtiram, quem são seus amigos e todos os outros requisitos que possam fazer delas potenciais clientes.

Desta forma, desenvolva uma persona que potencialmente compraria as suas mercadorias e configure seu Facebook Ads de maneira que as pessoas que verão seus anúncios estejam com o perfil o mais próximo possível deste personagem desenvolvido por você.

E, assim, deixe de pagar por cliques de curiosos.

ebook de facebook ads

Google Adwords

O PPC no Google Adwords é eficaz a partir de quando você consegue “laçar” as pessoas que estão com a intenção de adquirir algo na internet.

Ou seja, seus anúncios podem aparecer para estes potenciais clientes a partir das buscas orgânicas que eles fazem em busca dos produtos ou serviços que desejam comprar através do Google.

Neste caso, o segredo está na configuração das palavras-chave corretas.

A questão da segmentação, aqui, está em saber exatamente como pensa a persona desenvolvida para as suas mercadorias.

Melhor dizendo, conseguir prever quais são as palavras que estas pessoas buscarão no intuito de procurar a melhor oferta.

A boa notícia é que o Google Adwords consegue lhe dar aquela força na hora de definir quais são as melhores palavras chave para aquilo que você está anunciando.

Existe uma ferramenta dentro do Google Adwords chamada “Keyword Planner” na qual você consegue obter sugestões de quais são as palavras-chave mais buscadas de acordo com o seu nicho de negócios, de acordo com a sua localização, inclusive podendo escolher se você deseja que sua marca ou seus anúncios apareçam nos motores de busca, ou a chamada “Rede de Display” exiba seus anúncios em sites onde os espaços de propaganda do Google estejam presentes.

Neste caso, se você não deu a atenção necessária para as configurações do Google Adwords, principalmente em se tratando das palavras-chave, provavelmente perdeu uma quantidade considerável de dinheiro acreditando que apenas contar com esta ferramenta sem conhecê-la e operá-la de forma profunda seria o suficiente para se obter sucesso.

Ledo engano.

download google adwords ebook

Encaminhar os potenciais compradores diretamente para as páginas de vendas

A chamada “jornada do cliente” não é algo tão simples quanto possa parecer. Dificilmente um usuário irá se deparar com um anúncio uma vez e logo se decidir se irá compra-lo ou não.

O processo de vender um produto ou serviço na internet requer comparações, verificações de detalhes, análise das soluções que aquela mercadoria poderá trazer e etc.

Desta forma, um erro gravíssimo e que é cometido por boa parte dos novos vendedores da internet é “linkar” seus anúncios diretamente à sua página de vendas.

O resultado disso são campanhas se utilizando do PPC com um retorno em investimento baixíssimo.

Uma solução que normalmente dá muito certo é a utilização de “Landing Pages”, ou seja, páginas de destino que ao invés de colocar o usuário em contato direto com as opções de compra e pagamento, oferece mais detalhes sobre a empresa, sobre as mercadorias, as soluções que elas podem oferecer ao comprador, etc.

O melhor das Landing Pages é a possibilidade de conseguir contatos altamente segmentados através do preenchimento de campos contendo as informações necessárias para iniciar um relacionamento com aquele potencial cliente, como o endereço de e-mail, por exemplo.

Isso garante que os potenciais clientes, os chamados “Leads”, são pessoas realmente interessadas em seus produtos ou serviços, aumentando consideravelmente as possibilidades de um contato inicial, que começa através de um anúncio de Google Adwords ou Facebook Ads, se convertendo em uma venda e consequentemente no fortalecimento da relação do cliente com a marca.

Dicas para uma Landing Page eficiente

  • Lembre-se que o propósito da Landing Page é conseguir o contato do cliente, portanto ela deve ser o menos poluída quanto possível.
  • Dê destaque para a sua chamada para a ação, ou seja, para as instruções sobre o que o Lead deverá fazer após ser direcionado para aquela página. A utilização de molduras, botões de cores diferentes, setas e recursos do tipo são altamente recomendáveis.
  • Testes, testes e mais testes! Você tem conseguido muitos cliques para o redirecionamento, mas com poucas aquisições de Leads? Altere cores, conteúdos, localizações de botões e textos, etc. Isso fará com que você consiga decidir quais são as opções mais atraentes ao usuário.
  • Muito cuidado com as políticas de publicidade de cada plataforma. Normalmente em campanhas de PPC são inadmissíveis o direcionamento para páginas que contem fotos com mais de 20% de texto, conteúdo ofensivo, ou apologias a ideologias ou práticas ilegais.

Não caprichar no processo de conversão

Vamos supor que você já conseguiu obter algum sucesso, fazendo com que as pessoas que clicaram em sua campanha de PPC de diferentes plataformas deixem seu contato para que você continue a trabalhar no processo de conversão daquele Lead em vendas.

Mas acontece que as conversões não têm ocorrido conforme você imaginou, resultando um retorno em investimento ainda insatisfatório. O que pode estar acontecendo?

O principal meio de contato entre o vendedor e o potencial comprador na internet é o e-mail marketing.

Acontece que este meio de contato carrega alguns segredos em sua eficácia:

  • Um erro comum entre os anunciantes é ser muito afobado, já tentando vender seu produto ou serviço no primeiro contato.
    Lembre-se que esta pessoa que recebeu o e-mail provavelmente pouco conhece sobre sua marca ou os seus produtos, e desta forma, antes de partir para a fase das compras, ele vai querer saber mais sobre você.
  • Uma dica valiosa para um bom “cartão de visitas” a respeito da sua marca e suas mercadorias é a formação da autoridade, ou seja, oferecer conteúdo relevante para que aquele usuário sinta que está considerando uma compra de alguém que conhece o assunto dentro do contexto da mercadoria a ser vendida. Isso transmite uma credibilidade que vai ajudar muito na formação do interesse do possível comprador.
  • Após introduções sobre você e sua marca, e com uma autoridade relativamente consolidada, sinalize que você pode apresentar soluções que resolvam os problemas relacionados com os assuntos mencionados, através da aquisição dos produtos que você oferece.
  • Outra dica relevante é evitar tratar com impessoalidade o seu contato. Converse com ele em uma linguagem próxima, explicando todos os termos muito técnicos, o chamando sempre pelo primeiro nome.
    Estas atitudes o farão pensar que ele está sendo tratado com exclusividade e que a relação entre ele e você será algo descomplicado.
  • Pense também em todos os spams que você jamais abriu. O que eles têm em comum? Campos de assunto nada atraentes. Perceba que termos como “grátis”, “ganhe dinheiro”, “mude sua vida”, entre outros, claramente parecem ser algo incômodo a quem o recebe.
    Desta forma, formule com o máximo de cuidado o seu campo de assunto, de modo a convencer o lead a abri-lo e interagir através de links.
  • Capriche também no conteúdo. Lembre-se que muitas pessoas acessam seus e-mails através de celulares e tablets. Procure encaminhar textos e imagens no formato ideal para que a leitura destes seja facilitada nestes gadgets.
  • E novamente, testes, testes e mais testes. Utilize as versões com as maiores taxas de abertura, redija um CTA matador e assim as vendas começarão a aparecer.

Tentar comercializar o “produto errado”

Os anúncios de PPC são feitos para que os vendedores na internet ganhem dinheiro, fazendo os anúncios aparecerem para quem deseja comprar os produtos ou serviços oferecidos.

Nota: “…para quem deseja comprar os serviços oferecidos. ”

Se o seu produto não é algo desejável, pouco adiantam ajustes, palavras-chave bem elaboradas, geração de leads, etc.

O que deve ser feito antes de se aventurar na internet comercializando produtos ou serviços é uma pesquisa de mercado para que você consiga saber quais são as soluções das quais o seu nicho de negócios mais necessita.

Inovar é algo fundamental para quem deseja fazer sucesso na internet, pois as pessoas desejam artigos que facilitem suas vidas de forma eficaz, independente de como trabalham ou vivem.

Mas saiba que se estabelecer no mercado é algo bastante complexo quando ninguém conhece sua marca ou o seu nome, ou quando você opta por um produto que não traz novas perspectivas, modos de produção, ou facilidades para o consumidor, ou até mesmo quando suas aplicações são realizadas de forma complexa ou ineficaz.

Desta forma, antes de empregar seu dinheiro em campanhas de PPC e tudo aquilo que deverá vir depois disso, se dedique exaustivamente ao desenvolvimento do seu produto, desde sua apresentação, qualidade, aplicabilidade e diferenciais.

Como já dissemos, assim como nenhum produto se vende sozinho, nenhum marketing é eficaz o bastante quando o produto a ser vendido é algo difícil de defender.

Conclusão

Os motivos dos quais a utilização do PPC, como visto neste artigo, podem ser vários.

O que fica claro, é que se trata muito mais de uma questão de trabalho árduo de aprendizado a respeito das plataformas, utilização das ferramentas de PPC, conhecimentos sobre marketing de conteúdo e do mercado em que você está envolvido.

Apesar da importância dos materiais educativos, e de todo o conhecimento extremamente necessário que eles podem proporcionar, estar atento ao que acontece ao seu redor é algo muito mais relevante do que seguir receitas de bolo com a finalidade de obter sucesso.

O seu jogo de cintura e a sua experiência contarão muito na hora de elaborar as maiores campanhas envolvendo o PPC.

Agora que você conhece alguns segredos valiosos, vá à luta, estude bastante sobre as novidades do mercado e da tecnologia e procure utilizar isso em seu favor.

E principalmente, conte com a gente sempre que precisar. Estamos aqui para compartilhar nosso conhecimento, e também para fazer o possível no intuito que você seja um verdadeiro mito das vendas na internet!

Ainda tem dúvidas sobre como utilizar com maestria as ferramentas de PPC, e o que fazer para gerar mais conversões e obter um retorno em investimento mais do que satisfatório? Aproveite os comentários abaixo e converse com a gente!

Até a próxima!

 
Autor(a)

Escrito por: Redator Rock Content Este artigo foi produzido por um dos mais de 5000 redatores da base da Rock Content. Quer conteúdo legal assim no seu blog? Fale com um consultor!



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!