Domine a arte do SEO com as 8 boas práticas de backlink que contamos nesse post!

Já falamos de backlink e link building aqui no blog algumas vezes. Reforçamos sua relevância em uma estratégia de marketing digital e SEO.

Mas este que já é um assunto que gera muitas dúvidas – e consequentemente vários mitos – está em evidência ainda maior depois da recente atualização do Penguin, já que agora as verificações de backlink pelas quais ele é responsável, agora acontecem em tempo real.

A ideia deste artigo é apresentar como manter sua estratégia de SEO saudável e dentro dos parâmetros legais do Google, com boas práticas de backlink que você pode aplicar agora.

Confira!

1. Tenha paciência

Tenha em mente que para uma boa estratégia de backlinks, é preciso paciência e muito trabalho.

Hoje, talvez mais do que nunca, não adianta conseguir uma tonelada de links de baixa qualidade e de natureza questionável. Isso aumenta suas chances de receber punições do Google e consequentemente perder tempo e dinheiro.

SEO leva tempo e funciona como um jogo de paciência entre você e os mecanismos de busca. Talvez seja exatamente por isso que é chamado de estratégia.

Desconfie de quem promete resultados milagrosos em pouco tempo. Atingir resultados maduros em SEO leva tempo, e a manutenção deles requer tanto esforço e disciplina quanto no início.

2.Defina objetivos e metas

Como em toda ação de marketing, você deve começar uma estratégia de link building definindo objetivos a serem alcançados por meio dela, antes mesmo de tentar conseguir backlinks e gerar conteúdo.

Com metas, o trabalho de paciência citado fica mais fácil de lidar, já que você terá KPI’s bem definidos para acompanhar e saber se seu trabalho rendeu frutos, ainda que não tenha atingido o objetivo final.

Além disso, é importante ressaltar que esses objetivos definidos devem estar diretamente relacionados com os objetivos de negócio da sua empresa.

Um exemplo de objetivo ruim é “conseguir 10 backlinks”. Isso não diz nada a respeito de métricas de negócio, por si só.

Já é um desafio provar o valor do SEO para muitas empresas, visto o prazo de sucesso citado anteriormente. E por conta desse desafio que é importante definir objetivos realistas e alinhados aos da empresa, e mais estratégicos do que “conseguir X backlinks”.

Por exemplo, você pode definir que quer conseguir backlinks para aumentar o tráfego orgânico em X% e reduzir o custo de aquisição de clientes em Y%, o que consequentemente aumentará o lucro em Z%.

Foque em grandes conquistas de longo prazo e não pequenas vitórias imediatas.

3.Verifique os backlinks de seus concorrentes

Uma das boas práticas de backlink mais eficaz, é usar ferramentas que avaliam quem está enviando um link para seus concorrentes digitais e então abordar esses sites e oferecer um link substituto, com conteúdo e informações melhores do que o que ele estava apontando antes.

Hoje, as principais ferramentas para isso são:

  1. SEMRush – Bem completa, com visão geral do domínio, palavras-chave indexadas e backlinks, o SEMRush é parte vital de praticamente qualquer estratégia de marketing digital. É paga, a partir de U$69,95, e é possível fazer uso gratuito, porém limitado;
  2. Monitor Backlinks – paga (a partir de U$25 por mês), porém disponibiliza um período de testes que é gratuito, e há bastante informação e conteúdo para ajudá-lo no começo;
  3. AHRefs – Outra excelente ferramenta, com algumas funções adicionais e maior robustez. Porém, é bem mais cara (a partir de U$99 por mês), com a única alternativa para testá-la sendo também paga – teste 7 dias por U$7.

Conseguir links de domínios que já apontam para seus concorrentes pode ser desafiador em diversos momentos, é preciso avaliar vários fatores antes de sequer abordá-los. Vamos dar algumas dicas.

  • Verifique a relação do seu concorrente com essa empresa. Use o whois para identificar quem é responsável por aquele domínio e se informe para saber se são empresas pertencentes ao mesmo grupo ou da mesma pessoa. Lembre-se, tempo é um ativo muito valioso aqui.
  • Verifique a qualidade dos backlinks do seu concorrente. Links externos de má vizinhança não valem seu esforço para conseguir. Tenha em mãos um checklist para verificar a  qualidade de um link, e se ele não se enquadra em estratégias black hat que podem vir a te prejudicar no futuro.
  • Procure especialmente por backlinks para conteúdos educativos que seu concorrente esteja recebendo, faça algo mais atualizado e completo, e informe o veículo que você possui uma fonte de informação mais robusta e atualizada para que ele torne o artigo dele também mais completo. Além disso, links de conteúdos valem mais para o Google do que outros tipos de links.

Conseguir backlinks envolve muito relacionamento também. Simplesmente sair por aí pedindo links dificilmente vai te gerar bons resultados.

Personalize seus e-mails, mantenha follow-ups e trate essa prática como uma prospecção de backlinks, quase que como uma prospecção de vendas, com toda a documentação e acompanhamento necessária.

Pesquise, crie relacionamentos, produza conteúdos e então vá atrás backlinks!

4.Faça Guest Posts inteligentes

Já mencionamos que gerar conteúdo de qualidade e publicá-los em sites de qualidade e relevância é uma boa prática bastante recomendada, pois você conquistará um backlink saudável e natural.

Porém, é importante ressaltar alguns pontos que você deve observar antes de de procurar oportunidades de Guest Posting:

Variação de textos-âncora

Você pode ler mais sobre textos-âncora e entender qual seu real valor em estratégias de SEO, mas basicamente eles ajudam a guiar os robôs do Google com as palavras-chave que levam a outros links.

Com essa percepção, muitos profissionais decidiram abusar da prática de guest posting com repetição de textos-âncora, o que depois da inclusão da nova versão do Penguin, colocam esses guests posts na mira da penalização do Google.

Por isso, procure:

  • Usar variações da palavra-chave ao invés da mesma palavra ou frase repetida diversas vezes;
  • Não usar excessivamente o nome da marca ou empresa;
  • Fazer um texto mais fluído e natural, evitando tudo que dê um aspecto de “só estou aqui para SEO”;
  • Produza conteúdo relevante e informativo.

Faça posts em domínios relacionados

Pense bem a respeito de guests posts e em seu propósito final.

Receber links de domínios mais fortes que o seu, mas muito distantes do seu ramo ou público vai acabar sendo mais prejudicial do que benéfico.

Agora ainda mais, já que o Penguin procura por links suspeitos que soem como spam ou puramente voltados para SEO.

5.Fuja de redes privadas de blogs

Ainda existem pessoas que caem em práticas de “link farming” e redes privadas de blog que prometem muitos backlinks que aumentarão seu tráfego e rankings no Google. Isso é um problema por vários motivos, como:

  • O Google oficialmente condena a prática de compra de links e essas redes não são nada além disso;
  • A qualidade desses backlinks é baixíssima e irá atrapalhar muito mais do que ajudar sua estratégia;
  • Ficará escancarado para o Google que você está realizando uma tentativa de manipulação de seus mecanismos de busca, e todos nós sabemos o quanto ele odeia e penaliza isso.

Se você está buscando maneiras de como conseguir mais backlinks, opte pelo caminho natural das coisas: faça infográficos excelentes, conteúdos educacionais de alta qualidade, casos de sucesso e consiga citações e links que façam sentido.

6.Seja interessante

Para receber backlinks você precisa ir além de ter um excelente website ou nome no mercado.

Existem diversas formas para você construir autoridade, fazendo com que outros sites decidam apontar para o seu por meio de backlinks.

Alguns exemplos do que você pode fazer para seu site conseguir backlinks mais facilmente:

7.Procure por links quebrados

Sim, a página 404 pode ser usada ao seu favor! Não apenas como descrevemos no artigo linkado, mas também para sua estratégia de link building.

Basicamente, você deve buscar por websites que estão com links para fontes quebradas, levando o usuário para uma página que não existe.

Produza um conteúdo ou procure no seu blog conteúdos que forneçam a informação que o site linkou, entre em contato com o webmaster responsável e oferecer esse novo link.

Pronto! Você conseguiu um backlink de qualidade ao mesmo tempo em que ajudou um possível parceiro.

Para facilitar a vida, sugiro que você instale a extensão “Check My Links”, que varre sites e apresenta um formulário marcando todos os links quebrados em vermelho, automatizando o processo.

Depois, para conseguir encontrar mais facilmente sites interessantes para o seu nicho que podem ter links quebrados, use o Google e faça uma busca utilizando os parâmetros:

“Palavra-chave” + inurl:links e

“Palavra-chave” + inurl:resources

Veja o exemplo abaixo:

boas práticas de backlink

Logo o primeiro resultado é um site que cita links interessantes relacionados aos termos de busca. Veja a lista dos 10 primeiros sites que aparecem, use o Check My Links nos que forem mais atraentes para seu objetivo e mapeie os links quebrados.

Uma boa prática é manter uma documentação e controle, tornando isso um processo.

Use planilhas para organizar os sites e links quebrados, por ordem de relevância. Isso vai ajudar a direcionar seus esforços e poupar tempo.

8. Esteja entre os links da semana

Já reparou que vários portais ou blogs especializados tem costume em realizar uma reunião semanal ou mensal de melhores links e fontes para leitura e informação acerca de um tema ou nicho específico?

Bom, essa é uma das melhores formas de conseguir backlinks de qualidade.

Caso você tenha publicado um super-post-fodástico sobre um assunto específico, e tem autoridade no meio, você pode esperar ser citado por esses veículos naturalmente.

Mas, claro, existem boas práticas para conseguir backlinks como este e facilitar o processo (a parte de produzir conteúdo excelente continua, é claro!)

Se você enviar um conteúdo pedindo um backlink de um blogueiro de alta relevância para um nicho, provavelmente vai ouvir um sonoro não.

Mas se você encontrar portais ou blogueiros que fazem posts semanais com indicações de leitura, suas chances são mais altas porque ele precisa de material para posts desse tipo.

Para encontrar domínios interessantes que produzam conteúdo dessa forma, vá até o Google e faça buscas usando as seguintes variações:

  • Palavra-chave +
    • Links da semana
    • Artigos da semana
    • Posts da semana
    • Blogs da semana
    • Melhores links
    • Melhores posts
    • Melhores blogs
    • Melhor conteúdo

E variações similares, como contendo a palavra-chave “mês” ao invés de semana. Veja o exemplo abaixo:

boas práticas de backlink

Certifique-se de usar o botão ferramentas de busca e visualizar apenas resultados do último mês, para ter certeza que esse tipo de post ainda está ativo.

Novamente, execute um processo: verifique os resultados, analise a relevância, documente tudo e parta para a aproximação!

Não custa reforçar que tudo que o Google quer punir são aquisições de backlinks suspeitas e de má qualidade.

Agora, especialmente com a atualização do Penguin, ele vai prestar cada vez mais atenção em links com caráter de spammer, textos âncoras repetindo palavras-chave ou quaisquer outras práticas de manipulação de seus mecanismos de busca.

Já falamos isso diversas vezes nesse artigo, mas procure manter uma produção de conteúdo excelente, atualize-os sempre que possível, e faça um bom link building (e por “bom” entenda-se com muito trabalho duro, métricas e processos bem definidos).

Outra dica é ficar sempre atualizado: aproveite e se informe quanto as atualizações e mudanças nos fatores de rankeamento do Google!

 
Autor(a)

Escrito por: João Dobbin Gerente de Implementação na Rock Content. Part time marketer, full time dad.



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!