brand equity

O que é Brand Equity e como utilizá-lo no Marketing Digital

Quem conhece o mundo dos negócios sabe que nem só de dinheiro é feita uma empresa de sucesso. Não são poucos exemplos de empreendimentos com recursos de sobra que falharam em se sustentar no mercado.

Qual o motivo disso? Em muitos casos, a causa principal do fracasso é a falta de atenção ao brand equity.

Por outro lado, empresas que investem pesado nisso têm obtido resultados cada vez mais expressivos, ano após ano.

Mas, o que é brand equity, afinal de contas? E mais, como usá-lo no marketing digital?

Veja tudo que você precisa saber para fortalecer a sua marca e ver isso se traduzir em lucros!

O que é brand equity, afinal de contas?

A expressão brand equity pode ser traduzida de forma simples como valor de marca, pois é exatamente isso que ele representa. Mas, aí surge outra dúvida: como medir o valor de uma marca?

Por se tratar de algo intangível — diferente do valor do patrimônio físico de uma empresa — o valor de uma marca segue vários critérios abstratos de avaliação.

No fim das contas, não se trata apenas de ter uma identidade facilmente reconhecida. Afinal, há muitos exemplos de marcas que são reconhecidas de forma negativa.

O que importa é como os clientes encaram a marca, pois é essa percepção que fará a maior diferença nos lucros e na valorização da empresa como um todo.

Visto que o branding tem o papel de fortalecer a marca, podemos dizer que o bom trabalho de branding gera o brand equity.

Em outras palavras, quanto mais forte a imagem da empresa, maior o seu valor no mercado.

A importância da força de uma marca

Será que faz tanta diferença assim ter uma marca forte no mercado? Com toda a certeza! O brand equity afeta demais a capacidade de uma empresa de lucrar e se manter relevante diante dos consumidores.

Há pelo menos 3 fatores importantes que são impactados pelo brand equity:

Poder de influência no mercado

É fato que as marcas mais fortes são as que ditam o ritmo do mercado. E quando falamos em mercado, não se trata apenas dos consumidores.

Isso envolve também competidores, distribuidores, parceiros, veículos de imprensa e, de modo geral, todos que têm alguma participação nos negócios da empresa.

Seja para decidir a data de lançamento de um produto, a melhor forma de distribuição, os preços ou até a estratégia de marketing, são as marcas mais fortes que lideram e ganham a preferência.

Naturalmente, isso dá a elas uma enorme vantagem frente aos concorrentes, e aumenta grandemente as chances de sucesso junto aos clientes.

Percepção de valor dos clientes

Além do poder de influência nós podemos citar, de forma mais específica, o grande efeito que o brand equity acaba tendo sobre a percepção de valor dos clientes.

Quanto mais forte a marca, maior o valor que o cliente dará a ela. Mas, o que significa isso, na prática?

Em alguns casos, a empresa pode cobrar mais caro por produtos que em certos aspectos são similares — ou até inferiores — aos da concorrência, e ainda assim ter a preferência dos clientes.

Além disso, o maior prestígio junto ao público se refletirá em um alto grau de confiança no trabalho realizado, dando à empresa mais espaço para inovar e para tomar decisões estratégicas importantes.

Lealdade à marca

Um dos maiores trunfos que uma marca pode ter é a lealdade dos clientes, e isso certamente acontece com quem se dedica ao brand equity.

Essa lealdade começa com o retorno do cliente, que com o tempo se transforma em defensor, interagindo nos canais de comunicação da marca e recomendando a outros o produto ou serviço.

Nem precisa de muito esforço para entender que isso representa um lucro bem maior, não é mesmo?

Afinal, além de trazerem novos clientes de forma orgânica e gratuita, os defensores de marca tendem a ter um ticket médio mais alto.

Exemplos práticos de brand equity em ação

Para que você consiga entender ainda melhor o papel do brand equity para uma empresa, vamos considerar apenas dois exemplos dele. Veja:

Apple

A Apple é um dos maiores símbolos de quanto o poder de uma marca faz diferença em cada um dos aspectos que citamos acima.

A marca se diferencia das demais em cada detalhe, a começar pelos nomes dos produtos: Nada de notebooks, tablets ou smartphones, a Apple vende macbooks, iPads e iPhones!

Além disso, comparando as especificações de seus aparelhos com os concorrentes, a Apple nem sempre leva a melhor. 

Mesmo assim, seus produtos — que custam um valor bem mais alto — continuam entre os mais vendidos e desejados do mercado.

Outro detalhe é que o valor de mercado dos produtos da Apple quase não cai, mesmo depois de estarem desatualizados há anos. Tudo isso por que a marca é uma das mais valiosas do mundo!

Dudalina

A Dudalina é uma das marcas mais famosas e desejadas da moda brasileira na atualidade, graças ao trabalho de branding e valorização dos produtos que a empresa vem fazendo.

Por meio desse trabalho, as camisas da Dudalina saíram de Santa Catarina para o Brasil todo e agora estão espalhadas em lojas de todo o mundo.

Além disso, a marca é uma das mais pirateadas do Brasil, tamanha à procura pelos itens altamente detalhados, que viraram sinônimo de luxo e sofisticação.

Será que a Dudalina tem uma estratégia agressiva de venda direta online? Não, mas tem um posicionamento acertado, focando no nicho a que busca atender.

Apesar das empresas citadas venderem produtos mais caros, essa é só uma demonstração do que o brand equity pode fazer, e de forma alguma exclui empresas que lidam com itens mais baratos.

Até porque achar que o papel do brand equity é aumentar o preço dos produtos é um grande engano.

Prova disso é que algumas das marcas mais valiosas do mundo são de produtos baratos e extremamente populares.

O objetivo final é fazer com que a marca seja vista por outros como é vista internamente, e que se destaque nisso. Como assim?

Se a ideia é vender produtos premium, o público precisa enxergar a marca como premium. Se a mira é nas massas, tem de ser vista como acessível.

Brand equity no marketing digital

Você consegue imaginar uma marca forte que não tenha qualquer tipo de presença digital hoje em dia? Por isso, o marketing digital é indispensável para um bom brand equity.

Então, esteja atento aos seguintes aspectos que deixarão sua marca mais forte no mundo virtual:

A mensagem certa

Toda marca que se preze precisa passar uma mensagem forte e que crie uma identificação com o público.

Assim, descobrir qual é a mensagem certa no seu caso é o primeiro passo para desenvolver um relacionamento achegado com sua audiência e fortalecer a sua marca.

Isso requer a elaboração de um planejamento de marketing de conteúdo, a fim de estabelecer uma linha de comunicação adequada, que seja relevante e interessante para as pessoas que a empresa deseja atrair.

Escolha de canais

Depois de descobrir qual a melhor mensagem e elaborar um planejamento de conteúdo para transmiti-la é importante escolher os canais em que a marca vai estar presente.

A ideia de que é preciso estar em todas as redes sociais para ter sucesso online é um grande mito. É importante ir aonde o seu público está, ou seja, usar as redes sociais que ele utiliza.

Além disso, o blog corporativo é o melhor canal para manter o seu acervo de conteúdo e estreitar a relação com as personas.

Voz e tom da conversa

Muitas empresas falham em criar uma imagem forte perante o público, mesmo investindo seriamente em produção e distribuição de conteúdo através de canais populares. Por quê?

Porque um elemento fundamental é a maneira como essa conversa com a audiência é conduzida. Em outras palavras, a voz e o tom devem ser cuidadosamente pensados para provocar reações positivas.

Imagine uma conversa pessoal. Ninguém gostaria de falar com alguém que muda de humor de uma hora para a outra, não concorda?

Da mesma forma, a marca precisa ser consistente na forma de se comunicar para não acabar espantando os fãs.

Atividade frequente

Outro ponto essencial é a frequência com que o conteúdo é apresentado ao público. Produzir um material a cada seis meses não é suficiente para fidelizar o público e criar uma ideia positiva da marca.

É preciso ser regular e ter uma produção contínua, que alimente o interesse desse público e o permita se aproximar da marca a cada dia para aprender mais.

Por apresentar uma mensagem forte e coerente, com regularidade, em canais bem escolhidos, a sua marca poderá usar todo o poder do marketing digital para se tornar a primeira escolha dos clientes em potencial.

Investir no brand equity é de vital importância para transformar um negócio comum em uma potência de mercado. Se planejar bem e fazer bom uso do marketing digital são tudo que a sua empresa precisa para abrir o pote de ouro que só as grandes marcas conseguem alcançar.

Outra qualidade das grandes marcas é envolver emocionalmente o público em torno de valores e temas específicos. Quer saber mais sobre isso? Entenda o que é design emocional e qual o seu papel no marketing!

 
Autor(a)

Escrito por: Redator Rock Content Este artigo foi produzido por um dos mais de 5000 redatores da base da Rock Content. Quer conteúdo legal assim no seu blog? Fale com um consultor!



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!