caixas de resposta do google

Como aparecer nas caixas de resposta do Google?

O Google tem aprimorado cada vez mais o fornecimento de respostas às perguntas de seus usuários por meio das caixas de respostas.

O que é a caixa de respostas? São aquelas caixas com texto que aparecem entre os resultados pagos e orgânicos da primeira página de resultados.

Por exemplo: se você procurar no Google por Marketing de Conteúdo, aparece uma caixa trazendo a sua exata definição (que, por sinal, é da Rock Content).

Portanto, ao produzir conteúdos da sua empresa, é fundamental estar atento aos algoritmos das caixas de resposta do Google, pois só irão ranquear adequadamente os textos que tiverem o SEO otimizado, forem mais relevantes e responderem as perguntas que as pessoas inserem na barra de busca.

Afinal, a ideia dessa ferramenta é oferecer a resposta apropriada ao invés de fazer com que os usuários decifrem um artigo inteiro para encontrá-la por esforço próprio.

três modos de fazer o seu site aparecer na caixa de respostas: parágrafos, listas e tabelas. Agora vamos dar a você exemplos de cada um.

Parágrafos

Ao fazer a pesquisa por Marketing de Conteúdo que citamos acima, a resposta exibida é extraída deste artigo aqui do blog:

caixas de resposta do google

Essa resposta é bem objetiva a quem só estava interessado em saber a definição, mas aqueles que quiserem ir mais a fundo, com certeza farão um clique no link de onde a resposta foi extraída.

Por isso, é importante que o seu conteúdo tenha parágrafos bem estruturados, pois eles correspondem a 63% dos resultados em caixas de resposta.

Listas

Outra forma como uma resposta pode ser exibida é por meio de listas. Logo, quando uma pessoa fizer uma busca no Google poderá vê-la, geralmente organizada de forma pontual ou numérica na caixa de respostas.

Caso a lista seja muito grande, o Google exibirá somente os primeiros itens, por isso estes devem ser os mais importantes e relevantes.

Listas correspondem a aproximadamente 19% das respostas.

Tabelas

Por fim temos as tabelas que podem apresentar dados comparativos ou gráficos. Estes representam em torno de 16% das respostas.

E você deve estar se perguntando: “E como faço para aparecer nas caixas de resposta do Google?”

Bom, trazemos aqui neste artigo algumas boas práticas que podem fazer com que você consiga fazer isso. Vamos lá!

Identifique quais são as palavras-chave ligadas às perguntas

Para que suas respostas apareçam na caixa de respostas do Google, é necessário que as palavras-chave estejam relacionadas implícita ou explicitamente às perguntas.

Por exemplo, se alguém perguntar, “Qual é a capital do Brasil”, a resposta precisa ser “Brasília”. A pessoa que fez essa busca precisa saber o resultado de imediato ao invés de ser direcionado a Wikipedia ou qualquer outro site.

No caso, essa é uma pergunta explícita, mas também é necessário estar atento às questões que podem ser implícitas. Em outro exemplo, se a busca for por “ano do descobrimento do Brasil”, o resultado da caixa deve ser “1500” porque trata-se de uma pergunta implícita visto que quem fez essa pesquisa espera encontrar essa resposta.

Procure perguntas que já existam nas caixas de resposta do Google

Este é outro passo fundamental, pois se você identificar que os concorrentes estão fazendo um trabalho ruim ao disponibilizarem respostas para perguntas recorrentes do seu segmento, esta é uma oportunidade para você entrar em cena e fazer um trabalho melhor!

Contudo, lembre-se que se alguém já conquistou aquela posição, não foi por acaso. Por isso você deverá passar por cima deles oferecendo uma resposta bem formatada, mais completa e precisa.

Logo, se seu site ou blog estiver na posição número três ou quatro nos resultados orgânicos, você deve reformatar o seu conteúdo para que ele ganhe destaque e venha a ocupar a caixa de respostas. Mais adiante explicaremos como fazer isso.

Esse é um trabalho fácil quando os concorrentes têm resultados fracos, pois você terá mais condições de movê-los para baixo.

Ser o número um na busca orgânica ajuda, mas não é um requerimento

É claro que estar em primeiro lugar nas buscas do Google ajuda bastante, mas não é obrigatório. A caixa de resposta do Google virá de qualquer resultado que esteja presente nas suas páginas.

Verifique você mesmo. Ao fazer uma pesquisa que mostre uma caixa de respostas em seus resultados, note que o site mencionado nela pode aparecer bem mais abaixo, algumas vezes até mesmo na segunda ou terceira página.

Ou seja, o Google está captando as respostas que sejam mais relevantes à pergunta, independente de que posição tenha nos resultados. Portanto, se o seu site estiver na décima página, não se preocupe. Ainda há chances de aparecer na caixa de respostas.

Atente-se à linguagem e ao formato

Use termos e frases baseados em outras palavras-chave, pois o Google gosta mesmo de exibir resultados precisos à busca. Isto é, se você puser “o que é Inbound Marketing“, ele lhe mostrará logo de cara um artigo com esse mesmo título.

Também precisamos ter certeza de que o parágrafo, lista ou tabela que usamos para a resposta estejam bem formatados. Afinal, ela pode estar no título da sua página, na descrição de uma imagem, num blogpost e assim por diante.

Por exemplo: imaginemos que o seu site tenha uma imagem que ilustra o que é o Funil de Vendas. Para que ele possa aparecer na caixa de respostas, não apenas a figura precisa estar bem estruturada, mas toda a página em si em que ela estiver inserida.

Seja preciso em suas respostas

O Google costuma priorizar os resultados precisos, portanto os seus conteúdos também devem ser assim.

E como saber o quão precisos eles são?

Bom, o Google tende a conferir as fontes que são mais confiáveis e com uma informação estruturada na escolha de palavras e frases para exibi-las em seus resultados.

Além disso, ele cruza os dados dos sites a fim de saber qual é o mais relevante.

Portanto, fique atento à precisão de suas informações para que o seu site ganhe relevância também.

Por exemplo: se alguém fizer uma busca por “número de habitantes da cidade de São Paulo”, o Google dará preferência à fontes como Wikipédia ou Censo.

Se o seu site apresentar uma resposta diferente à essas fontes, ele terá menos credibilidade no Google, o que afeta as suas chances de aparecer na caixa de respostas.

Obtenha cliques tirando proveito do limite de caracteres das respostas

Como a caixa de respostas a oferece sem a necessidade da pessoa clicar no seu site, isso pode fazer com que você perca tráfego orgânico, sobretudo se o seu posicionamento no ranqueamento for zero.

E visitas no site é o que todos nós queremos, não é verdade?

Para evitar que as pessoas apenas leiam a resposta e acabem não clicando no site, tire proveito da limitação de caracteres do Google tem para as respostas.

Se você, por exemplo, tem em sua resposta uma lista de oito itens, o Google deverá exibir os primeiros seis, fazendo com que a pessoa clique no seu site para ver os outros dois.

O mesmo vale para parágrafos, pois se estiver claro que ele possui uma continuação, aqueles que o visualizarem na caixa de respostas clicarão no link para ler o restante.

Tenha um checklist para aparecer nas caixas de Respostas do Google

Por último, aprontamos um checklist que você precisa levar em conta para que o site da sua empresa possa aparecer nas caixas de respostas:

  • Tenha um site com design responsivo tanto para desktop quanto mobile;
  • Seja objetivo, isto é, não forneça respostas que são muito longas, vá direto ao ponto;
  • Estruture as Heading Tags dos seus conteúdos, pois qualquer uma delas pode ser pertinente à caixa de resposta;
  • Fique de olho no seu Google Analytics para ter certeza de que o seu site está bem segundo as métricas: taxa de rejeição, tempo médio de navegação no site, páginas visitadas, etc;
  • Embora ranqueamento não seja um critério, estar entre as 20 primeiras posições nos resultados de busca pode ajudar.

Pegando carona nesse último ponto, é essencial seguir boas práticas de SEO para que o conteúdo do site ou artigos do blog possam ranquear bem.

Um blog pode trazer muito mais chances da sua empresa aparecer na caixa de respostas, pois cada artigo publicado é uma nova página indexada no Google, não é pra menos que hoje 80% das empresas têm um blog corporativo na sua estratégia de Marketing.

Portanto, trate de ter um blog constantemente atualizado com conteúdos que sejam relevantes ao seu público alvo e palavras-chave mais usadas nas buscas online.

É recomendável que você tenha na sua empresa uma pessoa encarregada somente da produção de conteúdos no blog para que essa tarefa seja feita de forma assertiva.

Se você quiser saber mais detalhadamente como é o trabalho desse profissional, confira o nosso post sobre analista de blog corporativo!

caixas de resposta do google

 
Autor(a)

Escrito por: Ivan de Souza Jornalista, publicitário, marketeiro e blogueiro nas horas vagas. Também gosta de heróis japoneses e pão de queijo.



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!