Como instalar wordpressblog corporativo é peça essencial para a estratégia de Marketing de Conteúdo da sua empresa. Ele é o principal canal para a produção de conteúdos que sejam úteis e informativos ao seu público, além de dar mais visibilidade à sua marca nos buscadores.

">

WordPress para iniciantes: aprenda a instalar e dar os primeiros passos

O WordPress é o CMS mais usado do mundo, mas você sabe como instalá-lo? Aprenda tudo sobre o assunto e como dar os primeiros passos neste post!

Um blog corporativo é peça essencial para a estratégia de Marketing de Conteúdo da sua empresa. Ele é o principal canal para a produção de conteúdos que sejam úteis e informativos ao seu público, além de dar mais visibilidade à sua marca nos buscadores.

O WordPress é a plataforma mais adequada para a criação de blogs profissionais, mas a dúvida de muitos é: como instalar o WordPress?

Para responder essa pergunta redigimos este post para que você aprenda a dar os primeiros passos no WordPress. Vamos lá?

Existe diferença entre WordPress.com e WordPress.org?

Sim! Apesar de ambos serem WordPress, existem diferenças que devem ser levadas em consideração na hora de escolher o seu blog.

O WordPress.com é uma plataforma de blogs que já provê um domínio .wordpress.com e hospedagem dentro da própria WP. É voltada à pessoas que querem focar mais nos conteúdos e menos na parte estética e funcional que envolvam plugins, instalação de novos temas e afins. Portanto, essa versão .com do WordPress é mais recomendada para blogs pessoais sem foco na monetização.

Já o WordPress.org é uma plataforma mais flexível por permitir uma maior personalização como instalação de temas, plugins e widgets. Por isso é a mais indicada para a criação de blogs e sites profissionais que, inclusive, possam exigir mais recursos como e-commerce.

Em suma, ter um blog no WordPress.com é como alugar uma casa: você não precisa se preocupar com mobília e estrutura, mas não pode modificá-la. Já o WordPress.org é a sua casa própria. Você precisa construí-la, o que é mais trabalhoso, e cuidar de toda a estrutura. Em contrapartida, pode personalizá-la da maneira que quiser.

Agora que a diferença está clara, vejamos como usar cada plataforma para a criação do seu blog.

Como criar um blog no WordPress.com?

Caso você opte por criar o seu blog no WordPress.com, o primeiro passo é criar uma conta. Para isso, acesse o site do WordPress e procure a opção “Sign Up”. Nela, você deve criar um nome de usuário, senha, informar um endereço de e-mail e, é claro, criar o endereço do seu blog.

Criando conta no WordPress

Nessa plataforma, ele terá a extensão .wordpress.com. Caso você queira um domínio personalizado .com ou .com.br, é necessário pagar um valor de 18 dólares por ano.

Após preencher os campos, basta clicar em “Create Blog”.

Crie o seu perfil

O WordPress lhe enviará um e-mail referente à etapa anterior a fim de confirmar que você é uma pessoa de verdade. Ao clicar no link de confirmação, o seu blog é ativado.

Email de confirmação do WordPress

Agora o que você deve fazer é escolher o tema a ser instalado. Porém, lembramos que essa é uma versão gratuita do WordPress e que não permite customização visual e instalação de plugins.

Escolha o seu tema

Se os seis temas exibidos não forem do seu gosto, você pode clicar em “Show More Themes” para escolher outros. Alguns são pagos, mas você pode optar por um de custo zero.

Temas no WordPress

Após a escolha, será mostrada uma tela com uma pré-visualização do tema. Se não lhe agradar, basta clicar em “Go back; I’ve changed my mind” para voltar à tela anterior e selecionar outro tema.

Como acessar o blog?

Pronto, seu blog está criado! O WordPress apresenta uma tela inicial para que você possa publicar seu primeiro post de forma simplificada. Para ter controle de todas as funções, você pode ir ao Painel de Controle (ou “Dashboard”).

O acesso ao seu blog ocorrerá no seguinte endereço nomedoblog.wordpress.com/wp-admin. Portanto, toda vez que você quiser fazer um novo post, é só acessar esse endereço e inserir login e senha.

Como criar um blog no WordPress.org?

Criar um blog no WordPress.org envolve uma quantidade maior de etapas, porém, não se preocupe. Vamos lhe guiar agora em casa uma delas.

Escolha um domínio

O primeiro passo é registrar um domínio já que o WordPress.org não provê isso.

Caso você queira um domínio de extensão .com, pode contratar via empresas como GoDaddy ou RedeHost. Se preferir um site .com.br, pode comprá-lo diretamente no Registro.br. Se o domínio estiver disponível, o preço pode variar de R$ 20 a R$ 60 por ano.

Uma dica: trate de escolher um nome para o seu domínio que seja simples, fácil de redigir e que tenha uma palavra-chave inserida na URL.

Se você já tiver um domínio do seu site e quiser que seu blog esteja ligado à ele, basta criar um subdomínio como blog.nomedoseusite.com.

Escolha um provedor de hospedagem

Uma vez que o domínio já tenha sido criado, o segundo passo é contratar um provedor de hospedagem. Lembramos que ambos são coisas diferentes: enquanto o domínio é o endereço do seu blog, o host é o espaço virtual em que ele será hospedado.

Se você fizer uma busca na web por meios de hospedagem, com certeza encontrará muitas opções. Por isso, separamos aqui alguns que recomendamos:

  • Hostgator: é uma provedora mundial de hospedagem que também oferece outros serviços como revenda de hospedagem e e-mail profissional.
  • GoDaddy: além de registro de domínio, você também pode contratar com eles o serviço de hospedagem para o seu blog.
  • Uol Host: além de hospedagem de sites, o Uol Host também conta com criação de loja virtual e programas de parceria e afiliados.
  • Homehost: uma das primeiras empress a oferecer hospedagem em cPanel no Brasil.
  • Hostinger: oferece hospedagem 100% gratuita, porém, com limitações. Por isso recomendamos a contratação do plano pago.
  • Host1Plus: além da hospedagem padrão em servidor compartilhado, eles também têm hospedagem em servidor VPS. O preço por um servidor privado é mais alto, mas a performance do blog fica muito melhor.
  • KingHost: uma empresa nacional que conta com servidores 100% brasileiros.
  • Hostnet: dispõe de quatro serviços de hospedagem para criação de sites ou lojas virtuais.
  • RedeHost: empresa nacional que, além da hospedagem, também oferta soluções em Email Exchange, Email Profissional, Email Marketing e Automação de Marketing.

Após contratar o host, é necessário apontá-lo às configurações de DNS do seu domínio. Caso não saiba como fazê-lo, pode contatar o suporte do serviço de hospedagem que lhe informe os dados necessários e, depois, o suporte da empresa da qual você comprou o domínio para configurá-los. Geralmente, o tempo de apontamento varia de 4 a 24 horas.

Baixe o WordPress

Uma vez que as duas etapas acima estejam concluídas, chega o momento tão esperado: instalar o WordPress!

Para isso, é preciso acessar o site WordPress.org e baixar o instalador que vem no formato .zip. Uma vez feito o download, acesse o painel de controle da sua hospedagem e procure o Gerenciador de Arquivos.

Dentro dele há uma pasta chamada “public_html”, nela você deve subir o instalador zipado do WordPress e fazer a extração dos arquivos.

public_html wordpress

Após fazer isso, você já pode acessar o painel de instalação do seu blog em nomedoseublog.com/wp-admin. Contudo, antes de prosseguir, é necessário criar uma base de dados.

Crie o banco de dados

O banco de dados pode ser criada de duas maneiras: por meio do cPanel ou do phpMyAdmin.

Caso você opte pelo cPanel, basta seguir estes passos:

  • Entre no seu painel cPanel;
  • Clique no ícone MySQL Database Wizard dentro de Banco de Dados;
  • Em “Step 1. Create a Database”, insira o nome do banco de dados e clique em Next Step;
  • Em “Step 2. Create Database Users”, digite o nome do usuário e a senha. Depois, clique em Create User;
  • Em “Step 3. Add User to Database”, escolha a opção All Privileges e clique em Next Step;
  • Em “Step 4. Complete the task” os nomes do banco e do usuário são exibidos. Tome nota dos valores de hostname, username, databasename e a senha que escolher.

Se o seu servidor tiver o phpMyAdmin instalado, os passos a seguir são:

  • Clicar em “Create new database”, escolher um nome para o seu banco de dados e clicar em “Create”;
  • Criar um usuário para o banco de dados. Para isso, basta clicar em “Add a new user” para inserir o nome de usuário e senha.

Uma vez que a base esteja criada, você já pode partir para a última etapa da instalação do WordPress.

Instale o WordPress

Para concluir a instalação, você pode finalmente seguir as instruções que o WordPress lhe mostra em nomedoseublog.com/wp-admin.

Nas telas a seguir, você poderá inserir o título do blog, nome de usuário, senha, as informações do banco de dados e clicar em “Instalar WordPress”.

Uma vez que apareça a mensagem “Sucesso! O WordPress está instalado”, essa etapa da criação do blog está concluída.

Dica de ouro: use o Quick Install.

Alguns servidores contam com uma ferramenta muito útil por facilitarem a instalação do WordPress e criação do banco de dados em poucos cliques: o Quick Install.

Por isso, após escolher o domínio e o servidor, verifique se ele tem o Quick Install. Assim, basta escolher nome de usuário e senha, clicar em instalar e tudo pronto para o próximo passo.

Escolha um tema

Ao fazer o seu primeiro login e acessar o Painel de Controle, o próximo passo é escolher a instalar o tema do seu blog.

No WordPress.org a variedade de templates é muito maior, tanto os gratuitos quanto os pagos. Para escolher um, você deve ir em “Aparência / Temas”. Se você já tiver um tema em formato zip que queira usar, é só clicar em “Upload novo”, subi-lo e instalá-lo.

Personalize o tema

Diferente do WordPress.com, aqui você pode personalizar o tema e deixar o seu blog com a cara que você quiser. Dentro de “Aparência / Personalizar” é possível fazer modificações como: usar outras cores, mudar o plano de fundo, usar fontes diferentes, inserir uma logomarca, escolher os itens e a ordem do menu, inserir informações no cabeçalho e rodapé, etc.

Quanto mais personalizado você deixar o seu tema, melhor. Afinal, você não quer que o seu blog seja exatamente igual outro que use o mesmo template, não é mesmo?

Alguns temas trazem mais opções dentro de “Nome do tema / Theme Options” logo abaixo do Painel. Se for o caso do seu, confira também as personalizações que você pode fazer por lá.

Ative plugins e widgets

Outra vantagem do WordPress.org é poder usar plugins e widgets que darão funções incríveis ao seu blog.

Primeiro, liste tudo o que o seu blog deve ter – formulários de contato, botões de redes sociais, caixa de comentários do Facebook, imagens em carrossel – que seguramente você encontrará plugins que atendem as suas necessidades. Para isso, é só ir em “Plugins”, fazer a busca e instalá-los. Se precisar de algumas dicas, confira esta relação de plugins para WordPress que preparamos.

Já os widgets são as funções que aparecem no seu blog, tais como: barra de pesquisa, tópicos recentes, categorias, arquivos, agenda, etc. Geralmente elas ficam disponíveis na barra lateral.

É interessante que o seu blog tenha algumas CTAs como widget para levar os visitantes ao seu site e também para gerar leads, ora convidando-as para assinar a newsletter ora para baixar um e-book.

Poste o primeiro conteúdo

Tendo concluído as etapas acima, chega a hora de redigir o primeiro conteúdo do seu blog!

Contudo, lembre-se que Marketing de Conteúdo não se resume em fazer texto bonito, mas sim estratégico para atrair o seu público e aumentar os seus resultados online.

Por isso, tenha em mente a sua persona na hora de escrever, pois é para ela que o artigo deve ser direcionado. E para que ele seja encontrado nos buscadores, faça uma pesquisa de palavras-chave para escolher aquela que servirá como base para o seu texto.

Também é fundamental que a palavra-chave seja inserida em pontos estratégicos como primeiro parágrafo, subtítulos e último parágrafo para ter um bom ranqueamento.

Lembre-se também de inserir links internos e externos no seu post, pois isso incentiva o leitor a continuar navegando.

Use o plugin Yoast

Yoast é muito útil, pois lhe ajuda a deixar o seu conteúdo otimizado para SEO.

Portanto, se o texto tiver uma quantidade baixa de palavras, não tiver a palavra-chave inserida em pontos estratégicos assim como no título e na meta description, o plugin vai lhe informar.

Um detalhe: o plugin é em inglês, mas você pode usá-lo para textos em português também.

Divulgue o seu blog

Agora que você já criou o seu blog e produziu o primeiro texto, chegou a hora de promovê-lo. Para isso, faça bom uso de todos os canais que estão ao seu dispor:

  • Redes Sociais: compartilhe o seu post nas redes sociais da sua empresa e também nos seus perfis pessoais. Para atrair uma quantidade maior de visitantes, crie uma chamada atrativa nessas redes de modo a incentivar as pessoas a ler o conteúdo.
  • Email: se você tem uma lista de contato, divulgue para ela o seu post. Aliás, enviar uma newsletter toda vez que você tiver produzido um novo conteúdo pode estimulá-la a visitar com frequência o seu blog.
  • Mídia paga: impulsionar o seu blog no Google Adwords e Facebook Ads é bom para trazer visitantes quando seu blog está começando. Por isso, aposte nesses canais para promover os seus melhores posts.

Agora que você já sabe como instalar WordPress e criar o seu blog, você deve mantê-lo vivo e em constante crescimento. Confira 5 dicas que separamos para você fazer isso!