Como melhorar os resultados no Youtube

Como melhorar os resultados no Youtube

Você com certeza já deve ter visto os nossos materiais sobre vídeos (ainda não? Então tá na hora! Clique aqui  e aqui). Mas e agora? Você já tem uma câmera legal, o microfone já está ajustado no volume certo… E agora? Deu branco?

Se você tem dificuldade em fazer a sua campanha começar a rolar, nós fizemos um texto com diversas dicas para ajudar naquela fase em que você já começou, mas ainda não está tendo os resultados desejados.

Ai vão elas:

A pré-produção é importante

Sair filmando qualquer coisa não é o objetivo! Se você acompanha o nosso blog com regularidade, já sabe que é muito importante planejar as suas ações. Não adianta nada baixar um espírito de cineasta e achar que você vai virar um astro de Hollywood! Primeiro você tem que saber o que você quer conseguir produzindo os vídeos para o YouTube e como eles vão te ajudar a chegar lá.

Planeje os vídeos que você quer fazer com antecedência e tenha em mente os seus objetivos estratégicos na hora de escolher os assuntos que serão tratados. Falar com o seu pessoal de vendas sobre as dificuldades deles pode ser bem interessante: se os seus potenciais clientes já sanaram as dúvidas que tinham no YouTube, as vendas ficam muito mais fáceis.

E claro, nada de ficar balbuciando em frente a câmera: escreva um roteiro e saiba o que você vai falar. Quando dizemos que o seu conteúdo tem que ser de qualidade, isso quer dizer que o que você produz tem que ser de interesse dos seus clientes. Tenha certeza de que quem assistir o vídeo vai achar ele útil quando terminar (e ainda compartilhar no Facebook ou em outras redes sociais).

Hora de gravar

Uma das coisas mais importantes que você tem que lembrar na hora de gravar os seus vídeos é o áudio! Pois é, muitas vezes ficamos até paranóicos com a qualidade da imagem, contando os pixels das câmeras e esquecemos de usar um bom microfone (como os de lapela). Lembre-se que, se um vídeo tem imagem e som, isso quer dizer que o som é metade do seu produto final.

Quanto a câmera, evite as complexas: é melhor usar direito uma que você sabe como operar do que uma câmera de cinema profissional em que até acertar o foco é complicado. É melhor usar um celular legal do que um equipamento muito complexo e com as configurações todas erradas (e elas podem ser muitas: balanço de branco, sensibilidade, abertura, obturador, formatos, entre outras, muitas outras). O mesmo vale para a edição: um software profissional, além de ser caro, pode dar dores de cabeça com detalhes que você nem sabia que existiam!

Quanto ao local, procure um lugar calmo (carros passando ao fundo podem bagunçar o áudio). Ambientes internos são ideais, pois é mais fácil controlar a luminosidade e os ruídos, por exemplo. Preste atenção para ver se há eco no som e se a iluminação está adequada. Cuidado com a imagem: se ela estiver clara demais o resultado não vai ficar muito bom.

Colocando no YouTube

Você já deve desconfiar que não basta apenas sair postando no YouTube e sair fazendo sucesso, não é? Enfim, você não vai virar um vlogueiro com 10000 acessos por dia do nada! Assim que você postar os seus vídeos, compartilhe-os em suas redes sociais e no seu blog, para conseguir mais visibilidade. Também é bom postar em grupos de discussão que você acha que podem gostar do conteúdo, e claro, ouvir os comentários.

E não basta apenas fazer o upload e deixar lá: leia os comentários e tente responder as dúvidas e os questionamentos mais relevantes. É importante entender que tudo isso não é um processo automático: você tem que desenvolver relacionamentos com outros profissionais e clientes. Não é por que é um vídeo que só você vai falar!

Estimule a sua audiência a deixar comentários nos vídeos e compartilhá-los nas redes sociais. A medida que você ganhar mais autoridade, os usuários começarão a compartilhar o seu conteúdo nas redes e discutirão por eles mesmos, pois é algo que consideram interessante.

Criar conteúdo em vídeo é algo muito bacana para atrair pessoas, ainda mais no Brasil, em que muitas não tem o costume de ler (e as que tem já estão lotadas de trabalho e com pouco tempo para o seu conteúdo), fazer um vídeo pode ser uma maneira de prender a atenção das pessoas por algum tempo.

Por último, você não pode esquecer de acompanhar os seus resultados: veja a aceitação do que você faz e procure sempre melhorar! Peça a colegas e funcionários por dicas para os próximos vídeos também. Procure sempre manter a sua frequência, afinal ficar sem produzir só vai fazer você acabar sendo esquecido mais rápido!

Então hora de por a mão na massa!

PS: Se você se empolgou, pode acompanhar no nosso canal no YouTube aqui.

 
Autor(a)

Escrito por: Renato Mesquita Jornalista apaixonado por Marketing de Conteúdo, futebol americano e paçoca.



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!