Marketing de Conteúdo no e-commerce

Utilize o Marketing de Conteúdo no seu e-commerce e faça com que os consumidores encontrem sua loja primeiro!

Muitos consumidores online estão procurando produtos através dos motores de busca. É importante adotar estratégias de Marketing de Conteúdo no seu e-commerce para fazer com que eles cheguem até você.

Que o Marketing de Conteúdo é uma estratégia que pode trazer bons resultados para uma empresa, você provavelmente já sabe.

Apesar de ser uma ótima opção para diversos segmentos de negócio, quando falamos de e-commerce, o conteúdo mostra-se ainda mais importante no momento de conquistar o consumidor.

Quer saber porquê?

Nesse artigo, você vai conferir a importância do Marketing de Conteúdo para e-commerce e como utilizá-lo em seu negócio. Acompanhe!

O consumidor online e o comportamento de pesquisa

Quem nunca fez uma pesquisa no Google antes de efetuar uma compra, seja online ou off-line? Esse é um hábito que o avanço tecnológico trouxe para os consumidores e que influencia muito no momento de decidir uma compra.

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Sebrae em parceria com o E-commerce Brasil, em 2016, 68% das vendas realizadas em lojas virtuais foram originadas em buscas orgânicas.

O que isso significa? Que esses sites conseguiram converter vendas simplesmente aparecendo bem posicionados em pesquisas no Google, sem a necessidade de links patrocinados.

É aí que começamos a perceber a importância do Marketing de Conteúdo para e-commerce!

Antes de começar a detalhar quais são as estratégias que você pode utilizar e a importância de cada uma, devemos relembrar algo óbvio, mas muito importante quando falamos de e-commerce: o consumidor que compra online precisa confiar na loja virtual.

Seu futuro cliente não poderá pegar a mercadoria, sentir o peso, textura, ligar e desligar, entre outros testes que podem ser realizados em lojas físicas.

A compra será feita apenas baseada no conteúdo disponibilizado no seu site — e isso envolve texto, imagens, vídeos, entre outros formatos (falaremos mais ao longo do artigo).

Portanto, o papel do conteúdo no e-commerce vai muito além de divulgar um produto ou educar o consumidor — ele precisa trazer segurança.

Conheça a persona

Você já tem seu público alvo e já sabe para quem vender, certo?

Mas o lojista pode aprofundar um pouco mais o olhar para seu cliente, por meio da criação de personas.

Você pode acessar nosso guia definitivo de personas para entender cada detalhe sobre o assunto, mas resumindo, trata-se do seu cliente ideal, com uma definição específica de carreira, hábitos e necessidades.

A definição desse perfil pode te ajudar em diversos aspectos, por exemplo: na estratégia de Marketing de Conteúdo, na escolha do estoque, no design da loja virtual, entre outros.

Quanto mais de nicho for o seu negócio, mais a persona poderá te ajudar a conquistar bons resultados.

Dito isso, vamos às principais estratégias de Marketing de Conteúdo que podem ajudar o seu e-commerce, confira!

Descrição dos produtos

Quando falamos de e-commerce, precisamos dar uma atenção especial à descrição do produto e é por isso que essa será a primeira estratégia a ser abordada.

Geralmente, ao fazer uma pesquisa de preço, os consumidores costumam ser bem objetivos, digitando apenas o nome do produto e a marca, não é mesmo?

Faça um teste: digite no Google “tênis de corrida” e observe os primeiros resultados orgânicos que aparecem. Abra esses links e clique em qualquer modelo de tênis.

Observe como as descrições são detalhadas, especificando até mesmo o tipo de amarração e o peso.

O que essas lojas virtuais fizeram é colocar em prática o bom e velho SEO, investindo nas palavras-chave (nomes do produtos e marcas), tanto na descrição como nas imagens.

Blogs

Quando falamos de Marketing de Conteúdo no geral, a criação de um blog é uma das principais estratégias para alcançar bons resultados.

De acordo com a Content Trends 2017, pesquisa realizada pela Rock Content, 43,2% dos e-commerces utilizam os blogs como estratégia de venda.

Assim como a descrição dos produtos, esse conteúdo pode ajudar os robôs do Google a considerarem o seu conteúdo relevante e posicionar melhor sua loja virtual, trazendo mais acessos.

Além disso, você pode utilizar o blog para trazer mais credibilidade ao seu negócio, aumentando a segurança do cliente ao comprar online.

Por exemplo: se a sua loja virtual é do segmento de moda, você pode pedir para os clientes mandarem fotos utilizando as peças e darem dicas de looks.

Essa é uma ótima maneira de estreitar o relacionamento e ao mesmo tempo divulgar o produto. Lembre-se da sua persona, das suas necessidades e produza um conteúdo que vá ao encontro do que o seu cliente ideal busca.

Reviews

A opinião de terceiros pode influenciar muito a decisão de compra do consumidor.

Claro que qualidade, marca e preço dos produtos são fatores importantes, mas nem sempre são relevantes no momento da escolha.

Se você pesquisar um produto no Google, vai acabar encontrando diversos produtos com valores e marcas variados, o que por si só pode não ser suficiente para decidir qual você deve comprar.

Mas se você acessar as lojas virtuais e ler mais comentários positivos em determinado e-commerce, isso pode ajudar a decidir a compra, não é mesmo?

Apesar de não ser um conteúdo produzido por você, é o lojista que determina de que forma os comentários são disponibilizados no site. Você pode criar uma página específica para os reviews ou contratar uma plataforma de comentários.

Sabemos que nem sempre os reviews serão positivos, e essa é uma preocupação compreensível dos lojistas em relação à essa estratégia.

Mesmo assim, é importante que você não “censure” as avaliações negativas, já que esses clientes podem se sentir ofendidos e reclamar em outros locais — nas redes sociais, por exemplo — o que pode afetar a reputação do seu e-commerce.

Ao receber críticas, enxergue como uma oportunidade de solucionar o problema e melhorar seus serviços. Os consumidores sabem que toda loja pode cometer erros — a disponibilidade em resolvê-los será o seu diferencial.

Imagens

Quando o consumidor está realizando suas pesquisas no Google, além de informações, ele também busca boas imagens.

Junto com a descrição, as fotos são como os vendedores da sua loja virtual, pois é por meio desse conteúdo que o consumidor terá contato com o produto.

Por isso, é muito importante que as fotos também apareçam em destaque nas buscas. Para chegar a esse resultado, você também pode utilizar algumas técnicas de SEO. Confira as principais:

Além disso, claro, é necessário produzir imagens de boa qualidade, em que o consumidor possa verificar todos os ângulos do produto como se o visse pessoalmente.

Vídeos

De acordo com uma pesquisa divulgada pela Cisco, até 2020 os vídeos serão responsáveis por 85% do tráfego de internet no Brasil. Esse dado mostra como esse formato de conteúdo vem crescendo cada vez mais.

Por exigir um esforço cognitivo menor, é comum que as pessoas prefiram assistir vídeos para se informar sobre qualquer assunto, inclusive no momento de decidir uma compra.

Você pode produzir vídeos detalhando o funcionamento dos produtos, suas principais características e dar dicas de uso. Uma estratégia muito interessante é gravar vídeos que aproximem a sua empresa dos clientes. Veja alguns exemplos simples:

  • Dar a sua opinião ou dos colaboradores do e-commerce sobre os melhores produtos (afinal, vocês são especialistas no assunto).
  • Utilizar a estratégia de storytelling nos vídeos, ou seja, contar a história de algum consumidor que comprou na loja virtual e que cause identificação na sua persona.
  • Fazer Imagens dos “bastidores” (novidades do estoque, escritório, reuniões com parceiros).

Esse tipo de conteúdo tem o poder de engajar o consumidor de maneira rápida, atraindo vendas e fazendo com que ele se torne um defensor da sua marca.

FAQ

Investir em estoque, design e divulgação do produto, mas não oferecer respostas para as dúvidas dos clientes no site é o mesmo que abrir uma loja física e não ter vendedores para atender.

FAQ é a abreviação de Frequently Asked Questions, traduzindo, perguntas mais frequentes. É por meio desse conteúdo que você pode trazer segurança ao cliente, esclarecer suas principais dúvidas e até mesmo otimizar o tempo do seu SAC.

Muitas dúvidas que as lojas virtuais recebem por meio de email, redes sociais ou outros canais de contato podem ser respondidas em uma FAQ.

Aqui, o importante é produzir um conteúdo simples, objetivo e com uma linguagem leve (ou de acordo com a necessidade da sua persona).

Torne a leitura simples e informativa, para que possa chamar a atenção do consumidor. Sempre que possível, utilize vídeos, imagens ou infográficos para detalhar informações como prazo de entrega, acompanhamento do pedido e procedimento de troca.

Vender na internet é um grande desafio para um lojista, que precisa vencer a concorrência online e offline e conquistar a confiança do cliente.

Para ter uma boa conversão, o Marketing de Conteúdo para e-commerce torna-se mais do que uma opção, é algo que pode ser decisivo para o sucesso do seu negócio.

Nesse artigo, você conferiu quais são as melhores estratégias e como colocar em prática cada uma delas.

Agora que você já sabe como utilizar o Marketing de Conteúdo, confira quais são os 10 principais erros que pode estar cometendo no seu e-commerce para melhorar sua estratégia.