Conceitos centrais de marketingcriar um blog ou criar um site, uma série de detalhes tem de ser levada em consideração para que não tenhamos problemas no futuro.

">

Entenda 7 conceitos centrais de Marketing Digital e como aplicá-los

Muito se fala em Marketing Digital e seus benefícios para os negócios.

Mas com tantos conceitos novos e nomenclaturas gringas, é fácil se perder às vezes, não é mesmo?

Se você se sente assim, seus problemas acabaram!

Neste post, fizemos uma lista para te ajudar a entender os conceitos centrais de marketing, como:

  1. Branding;
  2. Inbound;
  3. Outbound;
  4. Funil de vendas;
  5. Nutrição de leads;
  6. Remarketing;
  7. Teste A/B

Assim, você poderá planejar estratégias eficientes para suas campanhas.

Vamos começar?

1. Branding

De forma simplificada, podemos dizer que branding são ações para fazer a gestão de uma marca.

O objetivo disso é que a sua marca seja reconhecida, desejada e lembrada de forma positiva. Ela deve traduzir os valores e identidade da sua empresa e dos seus produtos.

É importante manter uma constância ao longo do tempo nas campanhas de Marketing da sua empresa para que o conceito da marca seja consolidado. Obviamente, isso demanda tempo e esforço.

Para exemplificar, pense nos produtos da Apple. Quando um usuário quer comprá-los não o faz pelo aparelho em si, mas por ideais e mensagens que a marca passa, como qualidade, desempenho, estilo, design e ter sempre os produtos que todos querem comprar.

Sendo assim, uma boa estratégia de branding leva o consumidor a comprar o produto não apenas pelas suas características e benefícios, mas também pela ideia que o acompanha.

O branding pode ajudar a melhorar seus resultados ao estabelecer um DNA da sua marca, com um nome forte e ideais identificáveis. Isso fortalece sua marca e cria vínculos com os consumidores.

2. Inbound Marketing

Inbound Marketing (ou Marketing de Atração) são estratégias para atrair o interesse de um público-alvo específico que tem interesse de consumir seus serviços ou produtos.

Para isso, podem ser usadas inúmeras estratégias para produção e divulgação de conteúdo útil e relevante. Conheça alguns:

O Inbound Marketing pode ajudá-lo a ter melhores resultados por:

Para atingir resultados incríveis, é necessário atrair o usuário com conteúdo de qualidade, considerando as  necessidades do seu público-alvo.

3. Outbound Marketing

Enquanto o Inbound são práticas para atração, o Outbound se caracteriza por ser uma estratégia de Marketing que vai atrás dos consumidores. Na verdade, esse tipo de marketing tem como objetivo ganhar clientes oferecendo seus serviços ou produtos.

Essa estratégia consegue atingir muitas pessoas e traz resultados de forma mais rápida. Além disso, não depende tanto de variáveis não mensuráveis e consegue ter retorno sobre investimento (ROI) rapidamente.

A desvantagem, no entanto, é que uma estratégia Outbound exige mais investimento financeiro do que uma Inbound.

O Marketing Outbound opera de forma direta através das mais diversas plataformas. Para atrair a atenção dos possíveis clientes, são aplicadas estratégias como:

  • Folhetos e panfletos sobre produtos e promoções;
  • Divulgação em TV, rádios, revistas e jornais;
  • Envio de emails com promoções (mala direta);
  • Telemarketing.

O Outbound trabalha com a possibilidade: mesmo que nem todas as pessoas que vejam o anúncio estejam, de fato, interessadas no produto ou serviço, algumas se sentirão atraídas por eles.

4. Funil de Vendas

O funil de vendas, ou pipeline, consiste numa série de processos para acompanhar as leads do momento em que ele toma conhecimento da empresa até a compra.

Podemos entendê-lo como uma forma estratégica para mostrar as etapas pelas quais um consumidor passa até concluir a compra de um serviço ou produto.

O funil pode ser dividido em três etapas: topo, meio e fundo de funil.

Enquanto na primeira etapa — o topo — a lead está começando a entender sobre o assunto e ainda não tem interesse em adquirir um serviço ou produto, na última etapa — o fundo — ela está pronta para a conversão.

Com essas informações, é possível fazer conteúdo para cada uma das fases, respondendo às perguntas dos potenciais consumidores com o objetivo de levá-los ao próximo nível.

As principais vantagens de empregar o método são:

  • Melhor conhecimento e cooperação entre as equipes de marketing e vendas;
  • Maior produtividade do time;
  • Melhor aproveitamento das oportunidades de negócios;

Outro conceito ligado a esse é o de nutrição de leads.

5. Nutrição de leads

Nutrir leads significa enviar sequências de emails de maneira automatizada relacionados à conteúdos aos quais a lead mostrou interesse.

O principal papel da ferramenta é deixar as leads mais preparadas para chegar à próxima etapa do funil de vendas. Dessa maneira, eles amadurecem e recebem novos conteúdos úteis ao seu dia a dia.

Outra vantagem é o tempo! Sim, os vendedores perdem menos tempo com leads que ainda não estão prontos para consumir os produtos e serviços da sua empresa.

Além disso, você pode melhorar seus resultados com:

  • Maior volume de oportunidades;
  • Oportunidades mais qualificadas;
  • Vendas mais assertivas;
  • Ajustes no processo para melhorá-lo.​

Pesquisas da Forrest Research comprovam os benefícios dessa automatização: as vendas podem subir em até 50% com um custo 33% inferior para empresas que investem em nutrição de leads (Forrester, 2014).

6. Remarketing

Remarketing ou retargeting é uma estratégia que visa impactar uma mesma pessoa diversas vezes a fim de levá-la à conversão. Como a maioria das pessoas (97%) não compra depois de ver um anúncio ou produto pela primeira vez, apresentar anúncios personalizados pode ser muito útil.

Além de levar ​anúncios aos usuários enquanto eles ainda estão pensando no assunto, a estratégia de remarketing faz com que eles continuem com a marca e produtos na mente.

Alguns dados nos mostram sua eficiência:

Na prática, quando alguém procura por seus serviços a partir de um anúncio pago, o sistema utiliza um cookie (que funciona como um carimbo) para identificá-lo.

Então, quando o usuário estiver em outras páginas vinculadas à plataforma utilizada, um anúncio personalizado poderá ser exibido a ele.

7. Teste A/B

Os testes A/B consistem na divisão do tráfego de alguma página em duas versões e são muito eficientes em demonstrar o que funciona ou não em uma página.

O objetivo é verificar se alguma diferença na página resultaria em maiores conversões ou interações com a marca.

Algumas modificações que acontecem com frequência são em:

  • Títulos da página;
  • Imagens e vídeos;
  • Descrições de ofertas;
  • Informações e botões de call-to-action (botões que levam a alguma ação específica);
  • Tamanhos ou campos de formulários.

Assim, podem ser feitas várias mudanças, desde que haja planejamento e que elas não sejam simultâneas.

E agora?

Agora que você conseguiu entender esses 7 conceitos centrais em Marketing e como aplicá-los, é hora de botar a mão na massa!

Que tal usar esses conceitos para criar a sua própria estratégia e gerar mais leads para sua empresa?

Para isso, leia nosso artigo: Pesquisas de Marketing – Como planejar, executar e gerar leads para sua empresa e chegue mais próximo dos seus objetivos.