conteúdo para blog

Conteúdo para blog: como produzir os melhores textos da internet

Criar conteúdo para blogs bons o suficiente para alcançar as primeiras posições do Google não é uma tarefa nada fácil.

Mais difícil ainda é encher o blog com posts de grande qualidade e que geram um grande engajamento do seu público, rendendo compartilhamentos, comentários, etc..

Para alcançar isso você precisa criar um conteúdo original, que engaje e que responda todas as dúvidas da sua persona, se adequar às melhores práticas de SEO e, claro, ser melhor que a sua concorrência.

Hoje em dia mais de 70% das empresas brasileiras já investem em Marketing de Conteúdo.

Como então se destacar em meio a esse mar de produção de conteúdo?

Nesse post mostraremos um guia de produção de conteúdo para você aprender as melhores práticas para encantar o seu público, fazer com que eles leiam os seus textos até o final, otimizar a leitura, entre outras coisas.

Pronto para criar conteúdo perfeitos para o seu blog?

Confira!

*O post não é focado em SEO, mas na qualidade da produção de conteúdo para blogs. Confira tudo sobre SEO nesse post!

Como criar títulos: o principal fator para aumentar o seu tráfego

Falar que você precisa fazer bons títulos pode parecer uma dica óbvia e clichê. Todo mundo sabe que um bom texto começa por um bom título, não é?

Mas aqui vão duas informações que você não sabe:

  1. Você não dá o valor devido aos seus títulos
  2. Você não gasta o tempo que deveria na produção deles

De que adiante você produzir um texto maravilhoso, um conteúdo riquíssimo, se ninguém vai ler o que você escreveu?

Se você não chegou de outro planeta essa semana já ouviu a expressão “a primeira impressão é que fica”. E de fato, é.

Se você vir um título ruim, logo deduz que o conteúdo também será ruim.

O seu título é tão importante por que ele vai responder duas perguntas fundamentais para o leitor:

  1. Por que eu devo clicar nesse link?
  2. Por que eu devo ler esse conteúdo?

É por isso que eu disse que ele é o principal fator para aumentar o seu tráfego. É ele que vai definir o CTR — taxa de cliques — tanto em redes sociais, quanto nas SERPS — páginas de resultados do Google.

Como então melhorar os seus títulos?

Confira um série de regras que você precisa seguir:

Título interno e título para SEO

Primeira regrinha que quero compartilhar com você é essa: você precisa criar dois títulos. Lembra que eu falei que o título tem que responder a duas perguntas?

O SEO title é o título que você precisa convencer o seu leitor a clicar no conteúdo.

O título interno é o que você vai falar por que ele precisa ler o seu conteúdo.

E por que eles devem ser diferentes?

Bom, funções diferentes exigem métodos diferentes. Quando a sua persona clicar no link, ela espera o mesmo título dentro do texto, e aí você já o surpreende pela primeira vez.

SEO

O título de SEO tem limite de caracteres e não apresenta tão bem o estará no texto, além disso você precisa deixar sua palavra-chave mais à esquerda, para o leitor ver que você aborda o que ele buscou e uma boa prática aos olhos do Google.

Interno

Aqui você pode abrir a cabeça. Não tem limites de caracteres — favor ter bom senso, porém —; a palavra-chave deve estar presente, mas onde ficar melhor e você pode passar uma ideia melhor do que o leitor verá no conteúdo.

Geralmente são bonitos, profundos e instigantes do que um título de SEO.

Um exemplo produzido por nós aqui da Rock:

conteudo-para-blog

conteúdo para blog: exemplo de título interno

Regra do 10 para 1

Essa é uma regra que fez muita diferença para mim e para toda a nossa equipe de marketing.

A proposta é a seguinte: para todo o título que você for criar, faça pelo menos 10 sugestões de títulos e escolha a melhor.

No começo pode parecer chato, mas vocês verão como isso vai gerar uma visível melhora nos títulos do seu blog.

Com o tempo essa quantidade pode até diminuir, mas o ideal é que você dedique um tempo e quebre a cabeça em diversas opções.

O próximo passo vai facilitar as escolhas com o tempo!

Repita o que funciona

Quando você for testando diferentes estilos de títulos você começará a ver para quais o seu público responde melhor, o que gera mais cliques e engajamento com o público.

Esse será o seu termômetro para os próximos textos.

AIDA

Essa popular técnica para se criar títulos fala que um bom título precisa ter 4 elementos principais:

Atenção: O seu texto precisa despertar atenção de quem bate o olho nele. Alguns elementos são propícios para isso, por exemplo:

conteúdo para blog: exemplo de post

Definitivamente o número 103 chamou sua atenção, não é verdade? Números altos em listas, palavra-chave à esquerda, entre outros, são elementos que despertam essa atenção no leitor

Interesse: o seu título também precisa gerar o interesse para a pessoa ler o texto. Por isso “melhores bancos de imagem”. Isso desperta ainda mais o interesse.

Se não tivesse a palavra melhores, poderia parecer apenas um compilado de bancos de imagens avulsos.

Pode parecer bobo, mas é um elemento que faz toda a diferença.

Desejo: “gratuitos”. De graça a gente não recusa nada. Ainda mais soluções para os nossos problemas. Não somente bancos de imagem, mas não se paga nada. Isso desperta o desejo em qualquer pessoa.

Ação: a ação nesse título fica clara — o que nem sempre acontece — “você precisa conhecer”.

Não é à toa que o conteúdo viralizou e já passou dos 9.000 likes no Facebook, como você pode conferir.

conteúdo para blog: vegeta dizendo "it's over 9000"

Outro título legal para dissecar é esse post do Yoast SEO:

conteúdo para blog: exemplo de título

Ele chama atenção do leitor pois fala do plugin de interesse “Yoast SEO”.

Gera o devido interesse pois revela que é um tutorial

E depois desperta o desejo de qualquer pessoa que busca um plugin de SEO: deixar o conteúdo perfeito aos olhos do Google.

Como eu disse, nem sempre a ação ficará clara no título. Mas o título é obviamente convidativo quanto ao conhecimento do plugin e para depois colocar o aprendizado em prática.

Não prometa o que não pode cumprir

Para fechar essa sequência sobre títulos, outra dica que parece simples, mas que vemos como um erro recorrente em diversos blogs.

Isso é absolutamente frustrante para o leitor e tira totalmente a credibilidade do seu blog. Você pode até gerar um alto número de cliques, mas a que custo?

Nada de “guia completo” com 500 palavras, “ganhe 1 milhão em um mês”, ou “perca gordura sem dieta e sem sair de casa”.

A promessa dada tem que ser cumprida.

Introdução: prenda o seu leitor até o final do seu post

A introdução é o momento do seu texto em que você pode ganhar o seu leitor totalmente para o seu conteúdo, ou fazer com que ele clique em voltar e não leia todo o texto.

Muitas pessoas escrevem uma introdução de qualquer jeito apenas para chegar ao assunto e não parecer que está faltando um pedaço no texto, mas ela é muito mais do que isso.

Elas precisam cativar os leitores e convencê-los de que aquele conteúdo valha a pena ser lido até o final. Aumentando assim o tempo de permanência do leitor na sua página — o que poder ser um importante fator para o rankeamento do seu blog: entenda!

Para você fazer boas introduções compartilharemos uma ótima técnica que aprendemos com Brian Dean, da Backlinko, um dos maiores especialistas em SEO do mundo.

Fórmula APP

A fórmula APP é semelhante à AIDA para títulos.

APP é um acrônimo para: Agree (concordar), Promise (prometer) e Preview (prévia).

Esse três elementos precisam estar na introdução do seu post. Eles engajarão o seu leitor e farão com que ele permaneça até o final da leitura — somados a outros elementos que veremos à frente.

Agree (concordar)

Eu não sei se você se recorda, mas foi assim que eu iniciei o meu texto:

Criar conteúdo para blogs bons o suficiente para alcançar as primeiras posições do Google não é uma tarefa nada fácil.

Sabe por que eu fiz isso?

Para concordar com a dor da minha persona, no caso, você.

Se você está lendo esse conteúdo é porque sabe o quão difícil é alcançar as primeiras posições do Google e está muito interessado nisso.

Dessa forma você consegue gerar uma conexão com a sua persona. Já de cara ele percebe que você o entende. Que você conhece a dor dele, logo poderá ajudá-lo.

Promise (prometer)

Para alcançar isso você precisa criar um conteúdo original, que engaje e que responda todas as dúvidas da sua persona, se adequar às melhores práticas de SEO e, claro, ser melhor que a sua concorrência.

Ainda na introdução eu fiz uma promessa.

Existe uma forma de alcançar essas primeiras posições. A criação de um conteúdo conquistador para o seu público que supere a concorrência.

E se logo após a leitura dessa frase você se perguntou, “mas como eu faço isso?”.

Eu te dei a resposta:

Preview (prévia)

Nesse post mostraremos um guia de produção de conteúdo para você aprender as melhores práticas para encantar o seu público, fazer com que eles leiam os seus textos até o final, otimizar a leitura, entre outras coisas.

Nessa frase eu dei uma prévia de tudo o que será abordado no post.

Com essa preview, o leitor sabe exatamente o que esperar do texto e como resolver o seu problema. E sabe que post vai ensiná-lo.

Agora ele sabe exatamente o que o espera e permanecerá firme até o final da postagem.

Escaneabilidade: pense na experiência do usuário

Preciso que você seja sincero.

Qual dos dois conteúdo abaixo você prefere ler, avaliando só pela forma?

conteúdo para blog

Não tenho dúvidas que a sua resposta foi o primeiro.

É por isso que a escaneabilidade de um texto é tão fundamental. Você precisa sempre pensar na experiência do seu leitor, e torná-la o mais fluida e prazerosa possível.

Isso nos leva à nossa primeira dica:

Use parágrafos e frases curtas

A imagem acima deixa bem claro o porquê disso. Parágrafos curtos facilitam a leitura e não espantam o leitor. Ninguém que ler um blocão de texto.

Geralmente aqui na Rock Content nós procuramos utilizar uma ou duas frases em cada parágrafo, deixando eles com no máximo 4-5 linhas.

Isso facilitou a sua leitra até aqui, não foi?

Faça o mesmo com os seus leituras.

Utilize também frases curtas. Isso facilita a leitura das pessoas e torna as frases muito mais fáceis de serem entendidas.

Evite passar das 20 palavras em uma frase e otimize a leitura do seu leitor.

Utilize intertítulos

O nome escaneabilidade não é em vão.

Toda página que você abre, antes da leitura você passa o olho — escaneia o texo. A partir dessa olhada você decide se vale ou não a pena ler.

Geralmente eu passo o olho em todo o conteúdo, e você?

Os intertítulos são fundamentais nesse aspecto.

Eles deixam o texto mais vistoso, mostram a hierarquia das informações e o que será abordado no texto sem que o leitor leia o post.

Isso facilita quem veio por apenas uma informação específica  — por exemplo melhorar títulos — leia apenas o que ele necessita. Ainda assim eu resolvi o problema dele. A função do post foi concluída.

E isso não é tudo!

Mais à frente veremos como fazer bons intertítulos para prender o seu leitor.

Use imagens

Outra dica essencial para otimizar a experiência do leitor enquanto ele dá essa escaneada no seu texto é o uso de imagens.

Elas facilitam o entendimento do leitor, quebram longos períodos de texto, deixam o conteúdo mais leve e mais vistoso, entre outros benefícios.

O guru do Marketing Digital, Neil Patel, recomenda uma imagem a cada 300 palavras para um post mais longo.

Claro que isso não é uma regra e nem sempre será possível.

Mas boas imagens podem alavancar  sucesso dos seus posts.

Conteúdos que possuem imagens tendem a ser mais compartilhados e a gerarem mais engajamento.

Para escolher excelentes imagens para o seu texto veja a nossa lista com os 103 melhores bancos de imagem gratuitos.

Como criar bons Intertítulos que mantenham os leitores presos ao conteúdo

Como eu disse, escaneabilidade não a única função importante dos intertítulos no texto.

Além dessa função visual eles também são importantes na hierarquia dos textos, por isso utilizar a palavra-chave e outras long-tail é um fator importante para SEO.

Como o nosso foco aqui não é SEO, veja o nosso checklist para o post perfeito.

Bom, vamos ao que interessa.

Essa outra função a qual me refiro é a de prender o leitor na leitura do texto e instigá-lo a ler o conteúdo até o final.

Na maioria dos conteúdos para blogs que vejo os intertítulos são simples. Por exemplo, no texto de hoje, eu poderia ter usado apenas:

  • Título
  • Intertítulo
  • Escaneabilidade

Você saberia sobre o que aquela parte do texto trataria. E é aí que entra a minha valiosa dica de hoje: use intertítulo que apresentem benefícios claros para o leitor.

Apenas “título” é muito menos chamativo do que “título: o principal fator para aumentar o seu tráfego”.

Talvez você não imaginasse que eles eram assim tão importante e fizessem tanta diferença, e isso fez com que você lesse o tópico.

Gostando das dicas? Ainda temos outras para você elevar o nível dos seus conteúdos.

Instigue o leitor

Quer prender o leitor no seu post?

Use frases instigatórias, constantemente durante o conteúdo para ir prendendo e despertando o interesse e a curiosidade dos leitores.

Algumas dessas frases são:

  • E isso não é tudo
  • Quer melhorar ainda mais os seus conteúdos?
  • Mas você deve estar se perguntando
  • E a melhor parte é
  • Como veremos mais à frente

Você deve ter percebido que usei algumas dessas durante o texto não é verdade? Essas frases serão fundamentais para aumentar o tempo de permanência do leitor na sua página!

Agora vamos ver como aumentar ainda mais a conexão de um conteúdo para blogs com as suas personas!

Use easter eggs: aumentando a conexão com a persona

Você pode estar se perguntando: o que é um easter egg?

A expressão quer dizer ovos de páscoa, e remete à tradição americana de esconder os ovos para as pessoas procurarem na data.

Muitos filmes usam isso, veja alguns da Pixar aqui:

São referências escondidas, ou piadas internas que quando descobertas pelo leitor geram uma grande satisfação aos leitores.

Eu usei algumas em textos antigos, veja esse exemplo que usei no quiz da Liga da Justiça, na descrição do Superman:

conteúdo para blog: easter egg

Esse parágrafo é todo feito baseado em uma fala do Jor-el no filme. Quase ninguém deve ter percebido, mas quem percebeu sentiu uma conexão ainda mais forte com o conteúdo.

Quem não entendeu, continuou a leitura tranquilamente.

Outro exemplo é a imagem do Vegeta lá no começo do texto. Se você conhece Dragon Ball, provavelmente gostou da referência

Existem outros espalhados pelos meus textos, mas aí deixarei por sua conta tentar encontrá-los. Os que faço baseado em filme de herói estão cheios.

Faça um índice

Veja esse conteúdo do nosso blog, “Como criar um blog”:

conteúdo para blog: índice

De cara você já sabe tudo o que será abordado nesse conteúdo, e melhor que isso, se você quiser ler apenas alguma dessas partes do texto, basta você clicar no intertítulo que quer e você pula para aquela parte.

Melhora a usabilidade do leitor, ele logo sabe tudo o que será abordado e enriquece o seu conteúdo.

Esse mês soltaremos um tutorial de como fazer um índice no WordPress. Fique ligado! Depois atualizo aqui com o link!

Atualize seu conteúdo

Quer melhorar o seus posts ainda mais?

Atualize sempre! Revisite os seus conteúdos antigos e veja o que você pode melhorar e acrescentar.

Além disso, muitas informações que usamos em nossos posts podem se desatualizar com o passar do tempo. Por exemplo, temos esse conteúdo com o tamanho de imagens para Redes Sociais.

As medidas estão sempre mudando e nosso post também!

Além disso, você aprendeu diversas dicas para otimizar o seu conteúdo hoje, volte nos seus antigos e aplique isso. Principalmente naqueles que levam maior tráfego para o seu blog e nas palavras-chave mais importantes para você

E o tamanho do conteúdo? Importa ou não importa?

A resposta é: sim!

Então qual o tamanho ideal?

Depende!

Muitas pessoas tendem a pensar que os conteúdos curtos são melhores porque ninguém tem paciência de ler um conteúdo enorme. Isso não se mostra uma realidade no Marketing Digital.

Conteúdos mais longos tendem a ser mais compartilhados pelos leitores e geram maior credibilidade.

Mas o grande detalhe é que tudo depende do tema e da persona.

O conteúdo de tamanho ideal é aquele que responde à dúvida da persona!

Não importa se ele tem 500 ou 10.000 palavras, o importante é que ele responda tudo aquilo que a sua persona procurava quando achou o seu conteúdo.

Não tente encher linguiça para ter muitas palavras e nem tente simplificar demais.

Outro detalhe é estudar aquilo que faz mais sentido com a sua persona, se conteúdos maiores geram maior engajamento, invista mais neles, caso contrário, mantenha os conteúdos menores.

A única regra absoluta aqui é resolver o problema ou dúvida que o seu público tenha!

Faça CTAs criativos e difíceis de recusar

Por último, e não menos importante, estão os calls-to-action.

As chamadas para ação não precisam necessariamente estar no final do texto. Você pode fazer CTAs durante, no início, usar um Hello Bar (essa tela que pulou na sua frente quando você entrou no blog), entre outras opções.

Exemplos:

CTA de imagem:

como criar um gif

Hello Bar:

conteúdo para blog

conteúdo para blog

CTA em texto:

conteúdo para blog

Como você pode ver é preciso aproveitar as oportunidades (ou criá-las) para utilizar boas chamadas. Use CTAs diferentes e criativos como o do Guia do Marketiro das Galáxias.

Outra ideia legal com esses CTAs de Hello Bar é um opção peculiar para o leitor fechar a aba. Por exemplo, se for um convite para baixar um ebook de SEO, coloque a opção de recusa: “Não, eu não quero aparecer na primeira página do Google”.

Isso pode abalar um pouco a hora de fechar o seu conteúdo.

Bom, por hoje é só! Aplique essas dicas nos seus conteúdos para blog e me conte os resultados que ele trouxe pra você!

Agora, quer compartilhar o conteúdo e ajudar os seus amigos também? Se sim, clique nos botões de compartilhamento aqui do lado, se não, assista a uma maratona de Crepúsculo dublado enquanto escuta o CD novo Latino!

A escolha é sua!

 
Autor(a)

Escrito por: André Mousinho Cristão, formado em Publicidade, viciado em quase tudo de cultura Nerd e bacon. Embarcando na jornada pela exploração do Universo do Marketing Digital e em busca de se tornar um Mestre Jedi na arte da escrita.



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!