Deadpool mandando coração

Deadpool explica: por que o seu conteúdo é uma m…

*Nota: esse texto foi censurado pelos babacas da equipe do marketing dessa empresa, a versão sem cortes está na íntegra nesse site: www. deadpoolnaintegra.enganeitroxa.com

Quando você clicou nesse post provavelmente pensou “legal, mais um daqueles mashups incríveis que o Marketing de Conteúdo faz”, mas você errou.

Esse não é mais um texto super legal igual ao de Star Wars escrito pelo melhor autor dessa empresa, mas sim uma invasão!

Eu, Deadpool, hackiei o blog da Rocket Contente e vim fazer um favor para você, caro leitor, para você entender de uma vez por todas o porquê do seu conteúdo ser uma droga e não gerar nenhum resultado! Chimichanga!

De nada!

Bom se você está lendo esse texto é porque provavelmente assistiu o meu filme supervalorizado de orçamento baixo onde a Fox finalmente conseguiu não cagar em um ótimo personagem.

Se você ainda não viu pare o que está fazendo agora e vá assistir!

Não importa se você está no trabalho, viajando ou usando o mouse com a mão esquerda! Vá assistir.

Voltemos ao conteúdo.

Eu gosto muito de conversar com o público, por isso invadi esse site que tem um tráfego enorme. Chimichanga. E vou ensinar a você que já deveria saber há muito tempo como alcançar resultados melhores no seu lixo de blog.

Se prepare para o melhor post que esse blog já viu!

dead pool apontando o dedo

A importância do conteúdo

O primeiro motivo para o seu blog e seu conteúdo serem um lixo é que você não consegue entender o valor que o conteúdo tem.

Eu, por exemplo, sou o personagem mais feio dos quadrinhos, nada pode ser mais feio (a não ser que me misturassem com o Baraka do Mortal Kombat) e mesmo assim todo mundo me ama! Porque eu sou incrível! Eu faço o melhor conteúdo possível.

Ele faz toda a diferença.

dead-pool-quite-the-catch

Aparência só importa na vida. Pessoas são muito ligadas a essa coisa. Se você é bonito e sarado, vira web celebridade, mesmo sem nenhum conteúdo.

Maldita geração Pugliese.

Mas tanquinho não vende seu produto nem gera sucesso para sua empresa. E sim um conteúdo fodástico e que vai ser referência para todo mundo!

Repara esse logo da Rock! É uma bola com três riscos dentro. Até um velho cego com mal de Parkinson faz uma coisa mais legal!

Agora joga marketing digital ou marketing de conteúdo no Google e veja qual é o primeiro resultado a aparecer. Pois é! Faça um conteúdo excelente e o resto é secundário!

Eu nuca teria pegado ela se não fosse minha simpatia! Dá uma olhada:

morena bacarin tirando a blusa

RÁ!

É claro que o visual não é de todo inútil, afinal meu filme só saiu do papel porque o Ryan Reynolds é um pedaço de mal caminho e topou ficar nu.

Chimichanga!

ryan-reynolds-dead-pool

Que homem!

Regra 80/20

Você já deve ter ouvido falar no Princípio de Pareto ou regra do 80/20 não é!? Não? E ainda fica surpreso que suas leads não convertem.

Enfim, vamos dar a explicação que importa.

Uma coisa que você precisa colocar na sua cabeça é que ninguém se importa com você talvez sua mãe e o Professor Xavier, mas fora eles, ninguém quer saber de você.

Então pare de usar o seu blog como uma emulação de Narciso. Seu blog não é o instagram de uma menina de 15 anos. Ele não é sobre você. Ele é sobre a sua persona.

Pensa comigo. A sua filha foi sequestrada e você me liga:

Alô!

(WOW! Diálogo em um blog post! Esse Deadpool é incrível! Disse o seu cérebro nesse momento.)

Alô! Você deve ser o Deadpool. Correto?

Você deve estar de sacanagem comigo! Como você arrumou meu número?

Eu não arrumei! Eu sei, afinal eu sou uma personagem que você inventou para dar um exemplo. Meu nome é Persona.

Ah ta! O que você quer?

Minha filha foi sequestrada! Preciso que você me ajude. Eu tenho dinheiro.

OK. Me descreve a sua filha para eu saber se vale a pena encontra-la ou se ela tá melhor sumida!

Enfim, você se importaria com os métodos que eu usaria para salvar sua filha, Sr. Persona? Não você não estaria nem aí.

Eu poderia desmembrar, torturar, espancar, ou qualquer outra coisa ruim que passe na sua cabeça. Você só quer ela de volta nos seus braços.

deade-pool-lutando

 

Então pare de usar a porcaria do seu blog para falar do quão legal é o seu produto ou do quão incrível sua empresa é!

Ninguém dá a mínima para isso.

Pessoas não compram o que você faz, compram o por que você faz. Eu não quis saber como o meu câncer seria curado, eu só queria ser curado.

Por isso use a regra do 80/20, use 80% do seu blog para ajudar a sua persona, Sr. Persona, e os outros 20% você se apresenta como a solução.

A regra pode variar, você pode ser sábio como o poeta brasileiro Wesley Oliveira da Silva, 99% ajuda para persona, mas aquele 1% você mete o seu produto neles!

Conteúdo tem que durar para sempre

Antes de explicar esse tópico preciso fazer um comentário para você guardar para a sua vida. Use metáforas. Elas são as melhores formas de fazer uma pessoa entender alguma coisa e nunca mais esquecer. Por exemplo…

Você já deve ter ouvido em conteúdo evergreen, Sr. Persona (se não, pesquise agora e finja que sabia).

Pois bem, conteúdo evergreen é aquele que o tempo não tira a sua a força. Se você ler esse meu post hoje ou daqui a 1 ano, ele será igualmente incrível e útil para a sua vida.

Para você entender melhor, lembre-se que conteúdo é como uma pipa. “Como assim Deadpool? Uma pipa? Que metáfora sem sentido!”

deade-pool-triste

Mas não! Pense comigo…

Quando você solta uma pipa você quer que ela fique no topo sempre, não é verdade? Ninguém gosta de uma pipa que não se mantém firme com o tempo e cai.

E ninguém aprova que você use cerol (técnicas chapéu preto) para tirar outras pipas do topo, correto!?

Se o seu conteúdo envelhecer e perder relevância com o tempo, você definitivamente não o verá mais nos céus do Google.

Afinal, a pipa do vovô não sobe mais.

dead pool batendo palmas

Obrigado Deadpool! (Mas vocês precisavam ver a metáfora original censurada pelos chineses do Marketing)

Outros exemplos evergreen são os filmes de Star Wars que continuam excelentes 40 anos depois e o meu filme, que eu assisti ontem e continua ótimo hoje!

Chimichanga

dead pool com comida na mão

Você deve ter reparado que espalhei pelo texto diversas vezes a palavra Chimichanga.

Bom, isso foi um exemplo do que não fazer. Eu fiz essa bobagem no meu conteúdo porque eu posso!

Diferente de mim e do carcaju que vocês tanto gostam, vocês não podem se regenerar e dar um tiro no próprio pé por diversão, ou nesse caso para ensinar uma lição.

Chimichanga seria uma palavra-chave. Antigamente utilizar uma palavra dessas várias vezes em um texto era o suficiente para ranquear bem. (Pois é! Até o Google já foi burro, há esperança para você).

É o que chamamos de Keyword stuffing, uma prática ilícita para se posicionar bem na busca do Google.

Por exemplo, eu queria ranquear para a duodeno e espalhava a palavra em uma grande receita de bolo. E dava certo!

Estou falando isso, Sr. Persona, porque um dos motivos do cocô do seu blog não dar resultados é você não saber usar palavras-chave.

Não adianta enfiar ela um monte de vez no seu texto se o conteúdo for uma porcaria.

E outra coisa, pelo amor de Thanos, não me use palavras-chave do tipo “usar roupas academia 2016”.

Você tá bem lendo um texto e se depara com: “sempre que for usar roupas academia 2016 se olhe no espelho”.

Qual o sentido dessa frase? Pois é! Mas como para ser burro basta nascer, as pessoas ainda não entendem que para o Google roupas ginástica, roupas de ginástica e roupas para ginástica são a mesma coisa.

Tamanho importa

morena bacarin chorando

Não importa o que te digam, não acredite. Tamanho faz diferença sim!

Mas claro, o mais importante é o que você faz com o seu tamanho.

Ou seja, textos muito pequenos e com conteúdo resumido, não tem autoridade, não conseguem desenvolver muito bem um tema (seu mente pervertida).

Por outro lado, você não precisa fazer um blog post com 5000 palavras para explicar o que é chimichanga. Bastam 500 ou 1000 (para colocar a receita).

Claro que o tamanho não será o fator mais decisivo para você ranquear bem, embora influencie bastante.

O importante é a qualidade desse tamanho, se você faz um bom link building, e claro, a autoridade do seu blog.

Afinal, se você quisesse aprender a atirar você ia confiar no meu blog ou no blog de um Stormtrooper?

Portanto, se você quer se dar bem em palavras-chave disputadas, faça um conteúdo mais rico e se diferencie da concorrência na sua qualidade.

Lembre-se séries de 12 episódios são muito mais bem desenvolvidas do que filmes de 2 horas, mas séries de 24 episódios tem muita encheção de linguiça.

Avalie seu próprio conteúdo

Bom uma coisa muito interessante é saber avaliar sua própria performance.

Por exemplo, em Wolverine Origem eu estive péssimo, e admito. Já minha nova versão cinematográfica é fantástica.

Saiba avaliar o seu próprio conteúdo e veja onde ele se encontra na escala Deadpool de qualidade:

Conteúdo Tiradentes Sem pé nem cabeça

Conteúdo Lula Nota 9

Conteúdo Cicarelli — Nota 11

Conteúdo Fábio Assunção Viciante. Impossível ler uma vez só!

Conteúdo Rock Content Vai ranquear bem

Conteúdo Memory Card Salva a persona

Conteúdo termos e condições Ninguém vai ler

Conteúdo Groot Qualidade em poucas palavras

Conteúdo Deadpool Qualidade em muitas palavras

Conteúdo Ryan Reynolds Muito atraente

Conteúdo Religioso Converte qualquer lead

Conteúdo Big Brother Todo mundo odeia, mas lê

Conteúdo Político Promete, mas não cumpre

Veja a lista completa aqui!

Planejamento estratégico

Você está quase pronto para dar uma melhorada nesse amontoado de texto desconexos que você chama de blog.

Um grande problema que você tem é produzir conteúdo por produzir “quero ter um monte de textos no meu blog.

Vou falar sobre tudo”, aí você faz cagada, desperdiça dinheiro e depois fica difícil limpar.

Não produza conteúdo por produzir. Não adianta você criar um blog post apenas para deixar ele lá.

Ele vai ficar mais perdido no meio da internet que surdo em bingo.

Trace um plano!

Fluxo de nutrição

Lembre-se a sua persona é iniciante no assunto e você vai guia-la em sua primeira experiência.

Para isso você vai precisar de um fluxo de nutrição.

Não adianta nada ir direto ao ponto, você tem que ir com jeitinho mostrando cada necessidade dela, para enfim, ser a grande solução!

Seria tipo Spoiler! Ninguém gosta de spoiler. Imagina se eu viesse aqui para falar que no final eu mato o Francis (hahaha), mas que infelizmente eu deixo a gata morrer? Seria ridículo! (ah, ficou boladinho? Eu mandei ver o filme antes).

dead pool fazendo joinha

CAMEO GRATUITO! Não pode ter texto da Marvel sem o Stanley né!?

ToFu, MoFu, BoFu… SiFu!

Completamente relacionado ao tópico acima, sua estratégia precisa ser dividida em conteúdos de topo de funil, meio de funil e fundo de funil.

“Pera aí Deadpool! Por que BoFu? Não deveria ser FoFu?” Sim! Aí em vez de Deadpool você me chama de Piscina da Morte!

Enfim, você precisa criar tipos de conteúdo para guiar a persona em toda a jornada do cliente. Um ligado ao outro.

Topo de funil Conteúdo de atração. O cliente começa a identificar que tem um problema.

Meio de funil Sabe que tem o problema e precisa entender e encontrar a solução.

Fundo de funil Decisão. Mostrar que a sua solução é a melhor pra ele.

Eu descobri que tinha câncer, pesquisei sobre a doença e escolhi o produto que ia me curar. Ta vendo? Até o Departamento H faz marketing de conteúdo certo e você não!

Então lembre-se ToFu, MoFu e BoFu, se não… SiFu!

dead pool louco

Não esqueça o que você já produziu

Outra coisa estúpida que você faz, Sr. Persona, é esquecer seus posts antigos. Você postou alguma coisa, você precisa melhorar aquilo constantemente, atualizando o conteúdo, fazendo link building, etc.

Assim você aumenta suas chances de aparecer no topo!

Assim você não fica igual o Capitão América, um velho fora de época que ninguém se importa e não é referência para ninguém.

Não deixe seus posts congelados por 40 anos!

dead pool lendo com lanterna

Tools (ferramentas, mas eu gosto como soa em inglês)

Você já deve ter reparado que além de uma boca grande eu tenho um talento enorme para utilizar minhas tools (viu só como soa legal?).

Eu não uso uma só. Eu mato com espadas, revólveres, metralhadoras, bazucas, entre outras coisas. Um repertório tão grande quanto o dilma minhoca! (Outra referência incrível. Sinto cheiro de post histórico. Pulitzer para Deadpool!).

Enfim, para fazer uma campanha efetiva você tem um bundilhão de ferramentas fantásticas ao seu alcance. Conhece Adbeat, KeywordCompetidor, SEMRush, RD Station, etc.?

Enfim, opções não faltam!

Se quiser melhorar seus resultados, use as ferramentas ao seu alcance. Não seja um Wolverine glutão que não usa as garras no filme por causa da censura!

deade pool arma

Divulgue

dead pool pedindo carona

Você teria visto meu filme se não fossem os trailers? Ou a divulgação incrível que eu fiz durante todo esse tempo?

Pois é! Meu filme já é a maior abertura para maiores de 18 anos no EUA!

dead pool chocado

Divulgar seu conteúdo é bom.

Compartilhe nas suas redes sociais, faça os seus seguidores fazerem o mesmo e alcance mais pessoas.

Eu até gosto de trabalhar sozinho, mas as vezes uma ajuda cai bem.

Então, tenha parceiros. Fazer um guest post, contar com alguém que vai linkar para o seu blog e compartilhar o que você produz pode ser bastante proveitoso.

Por mais que o Colossus tenha irritado com os seus discursos politicamente corretos, ele foi de certa forma útil para eu derrotar o Francis… hahaha… FRANCIS!

Título

Eu nem ia falar disso, mas por falar em Francis, eu lembrei que é muito importante você escolher bons títulos para os seus posts.

Eles precisam ser atraentes e despertar a curiosidade dos leitores. Se o meu nome fosse FrancisPool em vez de Deadpool, ninguém assistiria meu filme, ou compraria meus quadrinhos.

Ou então imagina se vocês BRs traduzissem Wolverine para carcaju! O nome seria tão ruim quanto os filmes!

Pelo menos você seria poupado de assistir. Os quadrinhos são bons, especialmente quando tem a participação de um Mercenário Tagarela que usa vermelho. No caso, eu!

dead pool deitado

Talvez agora você consiga melhorar sua produção de conteúdo, ou não.

Pouco me importa. O caminho eu já te dei.

Chamada pra ação 😉

Ah! Faltou falar de CTA. Faça um call-to-action irresistível sempre.

Não faça por fazer, tipo: “comenta aí vai”, “segue minhas rede social legal”.

Não! Seja convincente, não fique parecendo um mendigo rico.

Agora compartilhe o meu post em todas as suas redes sociais ou eu sequestro sua família e obrigo eles a cozinharem chimichangas para mim até você postar em todas, até no seu instagram, Google mais, Orkut, não me importa!

Compartilha!

Não me faça perder a cabeça com você!

DEAD POOL SEM CABEÇA

Hahaha!

Fui!

dead-pool-quadrinho

Plágio

Ah é droga!

Marvel… tem que ter tópico pós-CTA.

Enfim… Não copie os outros. Copiar é feio! Persona má!

Você pode até satirizar. Aí é legal!

dead pool rei

#peideiesaí

 
Autor(a)

Escrito por: André Mousinho Cristão, formado em Publicidade, viciado em quase tudo de cultura Nerd e bacon. Embarcando na jornada pela exploração do Universo do Marketing Digital e em busca de se tornar um Mestre Jedi na arte da escrita.



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!