3 dicas fáceis de divulgação para fazer pessoas influentes repararem em você

3 dicas fáceis de divulgação para fazer pessoas influentes repararem em você

 

Este artigo é uma tradução do texto 3 Easy Outreach Hacks To Make Influential People Notice You, da BloggerJet

Imagine que Gary Vayneruchuk acabou de virar seu amigo próximo.

Você acha que isso mudaria sua vida de alguma forma?

Com certeza!

Gostemos ou não, nós somos muito influenciados pelas pessoas ao nosso redor.

Não há nada que nós possamos fazer para resistir a essa influência, mas, por sorte, nós temos a habilidade de escolher as pessoas que nos influenciam.

Me diga quem seus amigos são…

De acordo com Jim Rohn, nós somos uma média das cinco pessoas com as quais nós passamos a maior parte do nosso tempo.

“Você é uma média das cinco pessoas com as quais você passa maior parte do seu tempo”

Jim Rohn

Mas não se preocupe, eu não vou sugerir que você, de repente, afaste todos os seus amigos que não são bem sucedidos.

Em vez disso, eu quero te lembrar da importância de expandir sua rede de contatos e se conectar com novas e interessantes pessoas que te influenciarão de forma positiva.

Vamos ser ainda mais específicos — eu quero falar sobre “divulgação do seu blog

Existem algumas dicas muito eficientes que eu quero compartilhar com você e alguns exemplos de divulgação de blogs para exemplificá-los.

Mas, antes de começarmos, aqui está mais uma frase incrível para você tuitar. Desta vez, do senhor Richard Branson:

“Ser bem sucedido nos negócios se trata de fazer boas conexões”

Richard Branson

Nota: caso você esteja interessado, nós usamos o Tweet Button Generator para criar estas frases tuitáveis legais.

Dica #1: O efeito Ben Franklin

Você já ouviu falar do “efeito Ben Franklin”?

É um fenômeno psicológico engraçado, que sugere que uma pessoa que fez um pequeno favor a outra é mais suscetível a fazer outro favor para aquela pessoa do que ela seria se ela tivesse, de fato, RECEBIDO um favor daquela pessoa.

Eu aprendi essa lição de uma famosa autobiografia de Benjamin Franklin, onde ele compartilha a história de lidou com as desavenças com seu rival de uma forma surpreendente:

Tendo ouvido falar que ele teria, em sua biblioteca, um certo livro muito raro e curioso, eu escrevi a ele um recado, expressando meu desejo de lê-lo, e perguntando se ele poderia fazer o favor de me emprestá-lo por alguns dias.

Ele me enviou imediatamente, e eu o devolvi cerca de uma semana depois com outro recado, expressando fortemente minha gratidão pelo favor. Depois, quando nos encontramos, ele conversou comigo (algo que ele nunca tinha feito antes) com muita educação, e até manifestou interesse em me ajudar em todos os sentidos. Então, nos tornamos grandes amigos, e esta amizade continuou até a sua morte.

Quão engenhoso é isso?

Eu usei esta pequena dica para me conectar com Sue Anne Dunlevie, do “Successful Blogging”.

Enquanto eu verificava as pessoas que tinham tuitado meu artigos, encontrei o blog dela e eu fiquei impressionado pelos números que vi em seus botões de compartilhamento.

Então, imediatamente entrei em contato com ela:

dicas de divulgação

Olá, Sue!

Eu percebi que você tuitou alguns dos meus artigos no bloggerjet.com, então eu quis te procurar e agradecer pelo seu apoio! 🙂

Eu verifiquei o seu blog e eu adorei o quanto ele é bonito e agradável.

Eu também notei que seus artigos estão tento bons compartilhamentos no Pinterest… Existe algum artigo onde você compartilha o segredo do seu sucesso no Pinterest? 🙂

Abraços,

Tim Soulo

bloggerjet.com

Como você pode ver, eu não pedi muito — apenas para ela compartilhar comigo alguns links onde eu pudesse ler sobre suas estratégias.
Sue me respondeu em um e-mail bastante simpático e compartilhou comigo dois artigos incríveis sobre Marketing no Pinterest:

Até hoje, nós trocamos 16 e-mails com Sue, e eu aprendi várias coisas com ela (e ainda consegui um convite para fazer um guest post)

E eu tenho certeza de que o nosso contato não termina por aqui. Certo, Sue? 😉

Dica #2: O Argumento Perfeito

Vamos ser honestos. Na maior parte das vezes em que procuramos pessoas influentes é porque queremos que elas compartilhem nossos artigos, correto?

Mas aqui está uma questão importante:

POR QUE eles iriam querer compartilhar?

Existem milhões de artigos publicados em milhões de blogs todo dia. Por que você acha que o seu artigos é digno de um tweet deles?

Bom, talvez você tenha algum argumento perfeito?

Dê uma olhada em um e-mail recente meu para Jimmy Dale, da Vero, e veja se há algo que diz a ele que meu artigo é digno de sua atenção:

dicas de divulgação

Oi, Jimmy!

Eu sei que você é um grande fã de artigos épicos, e eu quero te mostrar um 🙂

Eu normalmente não faço esse tipo de aproximação, mas este monstro gigante de 7.000 palavras foi destaque na newsletter “Moz Top 10”.

Então, eu achei que fosse válido mostrá-lo a você 🙂

É tipo a técnica do Brian Dean “Técnica dos Arranha-Céu”, só que bombada!

Aqui está o link: bloggerjet.com/guide-to-strategy-writing/

Não estou pedindo nada, só tentando te impressionar mesmo! haha

Abraços!

Tim Soulo

bloggerjet.com

Na verdade, eu dei a ele 3 motivos diferentes para ele ver meu artigo:

1: “EU SEI QUE VOCÊ É UM FÃ DE ARTIGOS ÉPICOS”

Essa pequena frase diz ao Jimmy que eu realmente sigo o blog Vero, porque recentemente eles publicaram um guia para e-mail marketing e fizeram um follow-up sobre artigos épicos.

Então este foi o motivo que me fez aproximar dele. Eu sei que ele ama artigos épicos e eu apenas publiquei um deste tipo no meu blog.

DICA EXTRA: Você nunca deve usar frases como: “Eu venho seguido seu blog por um tempo”, ou “Eu sou seu leitor de longa data”, porque muitas pessoas já as utilizam. Mesmo que você esteja dizendo a verdade, você vai ativar um gatilho interno na pessoa que diz: “SPAM DETECTADO”.

Veja um exemplo:

dicas de divulgação

Oi, Tim!

Eu tenho seguido seu blog por um tempo — e sinceramente, você escreveu algumas coisas bem inspiradoras!

E é por isso que eu estou escrevendo para você hoje…

…Se você quiser mais detalhes ou quiser ouvir a história completa, me avise… Eu adoraria te ligar para conversar!

Abraços,

Andrea

 

Andrea começou o e-mail dela me dizendo que ela é uma leitora de longa data, que era o motivo pelo qual…

… eu nem cheguei a ler o seu e-mail.

Eu realmente duvido que uma pessoa que esteja “lendo meu blog há um tempo”, me mandaria um e-mail assim.

2- “…FOI DESTAQUE NA NEWSLETTER “MOZ TOP 10…”

Este é um perfeito exemplo de “prova social”.

Por que Jimmy deveria se importar com meu artigo? Porque a principal comunidade SEO deste planeta considerou ele bom o suficiente para inclui-lo em sua newsletter semanal!

Ok. Mas e se a MOZ não destacou o seu artigo?

  • Bem, talvez alguém influente tenha tuitado?
  • Ou talvez algum blog popular o linkou?
  • Ou ele foi votado loucamente no inbound.org?
  • Talvez tenha recebido mais de 200 compartilhamentos no Facebook?

Existe QUALQUER COISA sobre seu artigo que prove que você não é a única pessoa que pensa que ele é legal?

3. “…TIPO A “TÉCNICA DO ARRANHA-CÉU” DO BRIAN DEAN, SÓ QUE BOMBADA!…”

Eu percebi que Jimmy mencionou a famosa “Técnica do Arranha-Céu”, de Brian Dean, o que indica que ele gostou dela.

Bom, meu artigo “Guia para Escrita Estratégica” foi meio que um “olhar mais aprofundado sobre a Técnica do Arranha-Céu”. O que poderia indicar que Jimmy gostaria dele tanto quanto ele gostou do artigo de Brian Dean.

Então, enquanto você perceber que algum blogueiro está defendendo algum conceito, você pode usá-lo como motivo para mostrá-lo a sua própria versão do mesmo.

Dica #3: Crítica cruel

Na verdade, você vai fazer vários inimigos se você simplesmente sair e criticar outros blogueiros.

Então, por que eu estaria sugerindo isso como uma dica efetivo de divulgação?

Bom, aqui estão duas formas de fazer a crítica funcionar para você:

1 ESPERE ATÉ QUE ELES PEÇAM POR ELA

Dainis Graveris, o orgulhoso dono do 1stwebdesigner.com, é um amigo bem próximo.

E a nossa amizade começou a partir do meu comentário neste artigo, no qual Dainis estava pedindo para que seus leitores criticassem seu site:

dicas de divulgação

“O que você acha que nós poderíamos melhorar em design, conteúdo, funcionalidade? — Nos critique! Nós realmente queremos melhorar!”

Eu deixei para ele um comentário gigante de 500 palavras e disse a ele que eu tenho ainda mais conselhos se ele estiver interessados.

E adivinhe só? Isso foi há 5 anos e nós somos amigos desde então!

Nós nos encontramos algumas vezes (apesar de vivermos em países diferentes) e nos falamos frequentemente pelo Skype para discutir estratégias de negócios.

Mas e se nenhum dos blogueiros que você segue está pedindo que você os critique?

2 PEÇA PERMISSÃO

Aqui está uma lista de 7 vídeos, onde Derek Halpern está mostrando a alguns blogueiros de sucesso o que está errado com o site deles.

Ao dizer “blogueiros de sucesso”, eu falo de caras grandes, como Chris Brogan, Pat Flynn, Jay Baer, etc.

É óbvio que eles não pediram que ninguém criticasse o site deles, foi o Derek que os procurou e os ofereceu o conselho. E pelo que eu sei, Derek conseguiu muita credibilidade por fazer isso, e ele ainda é amigo de todos estes blogueiros.

Aqui está outro bom exemplo onde Matthew Woodward permitiu que Stuart Walker criticasse publicamente seu blog:

E aqui está Mitro Patrikainen dando alguns conselhos para Ana Hoffman em seu próprio blog:

Então, sempre que você perceber que um blogueiro está fazendo alguma coisa errada (ou não está fazendo uma coisa que você sabe que é certa),  se aproxime e peça permissão para criticá-lo.

Sempre. Seja. Autêntico.

Para falar a verdade, você não pode forçar as pessoas a gostarem de você.

E não há forma de manter um relacionamento com alguém se você planeja apenas usá-lo para benefício próprio e não se importar realmente com essa pessoa.

É por isso que eu escolho os alvos de minhas divulgações muito cuidadosamente. Eu apenas me aproximo de uma pessoa com quem eu continuaria mantendo contato, mesmo sabendo que ela nunca tuitaria meus artigos.

E quanto a vocês, amigos?

 
Autor(a)

Escrito por: Autor Convidado Esse artigo foi um guest post escrito por um de nossos parceiros especialistas no assunto. Quer conteúdo legal assim no seu blog? Fale com um consultor!



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!