dicas marketing digital

As 10 melhores dicas do Mestre Peçanha sobre marketing digital!

Quem não quer receber dicas de um mestre? Pois é, já faz algum tempo que Vitor Peçanha, co-fundador e CMO da Rock Content, vem compartilhando seus conhecimentos na forma de dicas valiosas, lá no nosso canal do Youtube.

Para você que ainda não assistiu esses vídeos, nós fizemos uma compilação das dez melhores dicas de marketing digital. 

Não perca mais tempo, e confira um pouco do que o Mestre Peçanha tem a ensinar!

Para criar seu blog

Dica #01: Use o WordPress

Quando você estiver criando seu blog, uma das primeiras perguntas que irão surgir é: qual plataforma usar? O Mestre Peçanha dá a dica.

O WordPress é a melhor escolha, graças à praticidade e flexibilidade.

Você mesmo pode instalar no seu servidor. Depois, é possível fazer uma série de ajustes, adaptando o site à sua estratégia e necessidades.

Comparado com outras plataformas, como o Blogspot, o WordPress é muito mais interessante a longo prazo. O WordPress é a plataforma mais usada do mundo, é versátil e seguro, e não tem nenhum motivo forte o bastante para você procurar outra alternativa.

Dica #02: Compre um tema

Não há dúvidas de que o aspecto visual é muito importante para o sucesso de um site ou blog. Muitas pessoas que não são da área de marketing digital ainda acham que a única solução para criar um site com aparência profissional é contratando um designer.

O que será que o Mestre Peçanha tem a dizer sobre isso?

Realmente, contratar um designer é uma excelente alternativa – desde que seja um profissional que entenda do assunto.

Ele precisa decodificar as suas necessidades e demandas em técnicas de programação e web design. No entanto, existe uma alternativa muito boa e que vai custar bem menos.

Trata-se dos temas. Se você estiver usando a plataforma WordPress, então, fica ainda mais fácil. Os temas são estruturas “pré-montadas” para o visual do site.

Existem vários temas feitos por profissionais, ou seja, de alta qualidade. Basta comprar e instalar. E, claro, os temas ainda podem ser customizados.

Peçanha ainda indica um site onde você pode comprar temas para WordPress: o ThemeForest.net.

Dica #03: Simplifique o servidor

A questão do servidor assusta muitas pessoas na hora de montar um blog.

Afinal, para quem não é profissional de TI, parece um aspecto muito técnico e complexo.

Mas o Mestre Peçanha tem uma recomendação legal: na Rock Content, a hospedagem do site é feita através da WPEngine.

Este é um serviço voltado especificamente para a hospedagem de WordPress. Uma solução prática e que vai liberar você de qualquer preocupação.

Para produzir conteúdo

Dica #04: Monte um calendário editorial

Não basta ter um lindo blog no ar! Ele precisa de conteúdo para gerar interesse, atrair visitantes, produzir leads.

Então, para colocar o motor do Marketing de Conteúdo em funcionamento, a primeira dica do Mestre Peçanha é que você monte um calendário editorial.

Essa é uma ferramenta essencial de organização, que determina qual tipo de conteúdo será publicado em cada momento.

O resultado é um ritmo melhor para a publicação no seu blog.

O calendário editorial precisa levar em consideração a sua capacidade para produzir conteúdo.

Como o próprio Peçanha aponta, é muito difícil escrever um artigo de 3 mil palavras todo dia.

Por isso, ele sugere misturar os tipos de conteúdo. Por exemplo, você pode publicar, em dias alternados, artigos, listas “top 10” e outros conteúdos mais simples de produzir.

Você também pode contratar uma agência para ajudar na produção de conteúdos.

E vale a pena lembrar que não é preciso publicar todos os dias. Liberar conteúdo às segundas, quartas e sextas-feiras já forma a base para um bom calendário editorial.

Dica #05: Siga um checklist para seus conteúdos

Mestre Peçanha diz que escrever não tem segredo.

Quanto mais você pratica, melhor é a qualidade do resultado. Mesmo assim, ele tem uma dica para compartilhar: crie um checklist para seus conteúdos.

Existem várias coisas que você precisa lembrar na hora de produzir um conteúdo e algum detalhe pode acabar passando em branco.

Com o checklist, porém, você sempre poderá garantir que seu texto está perfeito antes de apertar o botão “publicar”.

Alguns exemplos de itens que devem entrar nesse checklist são:

Dica #06: Siga um checklist para a divulgação

É um engano pensar que, se o conteúdo estiver lá, as pessoas vão vir.

Afinal, elas não podem vir se não souberem que o conteúdo existe – ou seja, você precisa divulgar. Para essa divulgação, a dica do Mestre Peçanha é outro checklist.

Nesse checklist, você pode incluir vários canais e ações. Por exemplo:

  • Facebook e outras redes sociais
  • Parceria com outros blogs para link building

Esse checklist é ainda mais importante para quem está começando a desenvolver um blog agora e ainda não possui uma audiência cativa.

Dica #07: Considere o Funil de Vendas

O Funil de Vendas é o processo ou caminho que qualquer pessoa atravessa, desde a descoberta da sua marca até a efetiva decisão de compra.

Ele é composto de seis estágios: descoberta e interesse, no topo; consideração e intenção, no meio; e avaliação e compra, na base.

Mestre Peçanha tem uma dica importante em relação ao funil. Cada estágio exige um tipo de conteúdo diferente!

No topo de funil, artigos de blog, newsletter, vídeos e e-books vão fazer o trabalho de apresentar sua marca e despertar curiosidade.

Já no meio de funil, a pessoa busca informações mais específicas e aprofundadas. Por isso, webinars e cases de mercado são tipos de conteúdo mais eficientes.

O blog e e-books também podem ser úteis nesse estágio.

Finalmente, no fundo de funil, a pessoa precisa tirar suas dúvidas finais para tomar a decisão de compra.

Assim, conteúdos que façam a demonstração do produto e cases de sucesso com clientes são os tipos de conteúdos que devem ser adotados.

O blog ainda tem um papel aqui, com um formato diferente: blog corporativo.

E aqui vai mais uma dica do Mestre Peçanha sobre o Funil de Vendas: quanto menor for o contato do time de vendas com o cliente, ao longo deste caminho, melhor.

Tenha em mente que o funil de marketing é automatizado. Porém, uma equipe de vendas é formada por pessoas e, portanto, é cara.

No caso de uma empresa B2B, é possível desenvolver o topo e o meio de funil apenas através do marketing digital e inbound marketing.

Já no caso de uma empresa B2C, como um e-commerce, é viável fazer todo o processo através do marketing, sem nenhuma interferência de uma equipe de vendas!

Dica #08: Sempre insira CTAs nos textos

Se você quer gerar mais leads com seu blog, Mestre Peçanha recomenda que você não esqueça dos CTAs – sigla de Call to Action.

É uma chamada para que a pessoa tome alguma ação após ler seu conteúdo.

Esse CTA deve ser interessante para você, ao mesmo tempo que oferece valor para o leitor.

Alguns exemplos simples de CTA poderiam ser: “Gostou do assunto? Então leia nosso e-book / baixe nosso aplicativo / faça o download do nosso paper”.

Se a pessoa realmente gostou, ela vai preencher um formulário simples para obter acesso ao que você está sugerindo.

Pronto, um lead foi gerado! E, como essa pessoa te deu alguma informação sobre si mesma, você poderá trabalhar com ela de maneira ainda mais segmentada e direcionada.

Dica #09: Desenvolva uma newsletter

Nas palavras do Mestre Peçanha, uma newsletter é “essencial”.

Porém, acabe com a sua concepção de que a newsletter é simplesmente um e-mail marketing promocional, cheio de ofertas.

Em vez disso, a newsletter precisa ser um canal para oferecer à sua audiência um conteúdo ainda superior ao que é distribuído abertamente no blog.

Afinal, a sua lista de contatos são pessoas que te deram autorização de enviar e-mails diretos, e isso precisa ser valorizado.

Outro tipo de newsletter que vale à pena é a mensal, agregando os melhores conteúdos do seu blog ao longo do último mês.

Mas não basta desenvolver uma estratégia de conteúdo para newsletter excelente, se você não tiver assinantes.

Então, Peçanha recomenda que você coloque formulários de “adesão” no seu blog. Alguns lugares onde você pode posicionar esses formulários são:

  • Fixo no topo da barra lateral
  • No meio do texto, com um layout mais discreto, para não atrapalhar a leitura
  • Popups que aparecem quando a pessoa passa algum tempo na página

Não existe uma fórmula exata para conseguir o melhor resultado com os formulários de newsletter.

Por isso, Peçanha ressalta: é importante que você teste várias possibilidades e analise o que funciona melhor com seu blog e sua audiência.

Para garantir o sucesso

Dica #10: Crie uma estratégia de Marketing de Conteúdo em cinco passos

Até agora, falamos sobre dicas de marketing digital bastante práticas, para colocar seu blog no ar com conteúdo.

Porém, começar uma ação de marketing sem estratégia é como ir à guerra sem um plano. Portanto, antes de qualquer coisa, você precisa de uma estratégia de marketing de conteúdo.

Felizmente, Mestre Peçanha ensina como é possível traça-la em apenas cinco passos!

Primeiro, defina seu objetivo. Existem várias possibilidades: aumentar brand awareness, gerar leads, conquistar mais vendas, melhorar a reputação do seu negócio.

Depois, defina quem você está tentando atingir. Você provavelmente já tem uma boa noção de quem é o seu cliente, seu público-alvo.

Porém, formalizar essa informação vai ajudar na hora de produzir conteúdo alinhado com sua estratégia.

Peçanha menciona, nesse passo, a criação de personas como uma técnica útil que você pode aplicar.

Em seguida, escolha as ferramentas que farão parte da sua estratégia de conteúdo. Você pode usar um blog, redes sociais, e-books e até materiais impressos.

Cada um deles tem pontos fortes e fracos – por exemplo, em relação a custo, abrangência, versatilidade. Por isso, uma boa estratégia mescla várias ferramentas.

O próximo passo é, efetivamente, colocar sua estratégia para funcionar. É importante que você se atenha a ela o máximo possível, diz Peçanha, a fim de avaliar se ela funciona.

Por exemplo, lembra-se do calendário editorial da dica 04?Se você criou um (e esperamos que sim), siga-o à risca.

E lembre-se de você deve constantemente avaliar a execução. Será que ela está aproximando seu negócio do objetivo que você definiu no primeiro passo?

O quinto e último passo é a verificação dos resultados. Isso é feito através da análise de KPIs.

Neste momento, você vai descobrir se atingiu suas metas. Se a resposta for “não”, é a hora de avaliar quais foram os erros e começar o processo novamente.

Mas, se a resposta for “sim”, o trabalho ainda não acabou. Peçanha garante que sempre tem algo a melhorar!

E então, qual das nossas dicas de marketing digital foi mais útil para você? Você pode conferir o Mestre Peçanha falando sobre os temas que abordamos aqui nos seguintes vídeos:

Quer aprender ainda mais? Então, aproveite e confira também nosso artigo com 20 Dicas para Criar Conteúdo de Qualidade para seu Site!

 
Autor(a)

Escrito por: Redator Rock Content Este artigo foi produzido por um dos mais de 5000 redatores da base da Rock Content. Quer conteúdo legal assim no seu blog? Fale com um consultor!



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!