dicas para manter um blog vivo

5 dicas para manter seu blog vivo: mantenha seu blog em constante crescimento

Originalmente, os blogs nasceram para abrigar produções pessoais.

Funcionavam como uma espécie de diário virtual, no qual os autores compartilhavam fatos do seu dia a dia.

O formato caiu no gosto popular e, a partir daí, conquistou cada vez mais espaço na internet. Ter um blog hoje é fundamental para quem resolveu investir em produção de conteúdo.

Mas, para ter sucesso, a oferta de conteúdos relevantes deve ser tratada como tarefa prioritária. Afinal, o consumidor mudou muito e não admite mais abordagens intrusivas das marcas. Tem interesse em se relacionar com elas, mas exige algo em troca.

Reside aí a importância conquistada pelos blogs. A partir desse formato, conseguimos não apenas atrair a atenção dos clientes da marca, como também temos mais chances de fazer a almejada conversão.

Para que tudo dê certo, porém, é preciso ter uma orientação estratégica adequada, uma vez que não é fácil, depois de certo período, manter um blog com elevado grau de atratividade.

Interessado em dicas para fazer com que seu blog se mantenha atrativo para o seu público e rentável para o seu negócio? Confira as recomendações que separamos para você nesse post!

1. Faça uma planilha de pautas

Você já sabe que Marketing de Conteúdo exige atenção com planejamento. No caso do blog, é preciso ter disciplina para manter o foco, respeitar o direcionamento que foi determinado para aquele canal.

Parece fácil na teoria, mas no dia a dia é comum vermos as empresas “saindo da linha” no momento de organizar os conteúdos do blog. Principalmente em períodos mais críticos, de perda de audiência, por exemplo, há quem descuide da qualidade do material publicado.

Hoje há muita concorrência pela atenção do usuário e ele não tem muita paciência. Entrou no blog, encontrou um assunto fora de contexto ou mal trabalhado e pronto: ele pode demorar a visitá-lo novamente.

Uma boa estratégia para assegurar a consistência necessária é elaborar uma planilha de pautas. O modelo pode ser simples: indique os temas que serão trabalhados e a data de publicação.

Preparada com antecedência, ela vai ser planejada de acordo com as necessidades da sua empresa, fazendo uma oferta de conteúdo que atende às exigências do negócio, mas também responderá às demandas do consumidor.

Lembre-se de que, na elaboração dessa planilha, você pode considerar como fontes de inspiração para as pautas, por exemplo, as dúvidas mais comuns dos seus clientes.

Elas podem ser encontradas em vários canais, desde redes sociais e comentários no próprio blog até em conversas com as equipes de vendas e de atendimento ao cliente.

Uma última dica em relação à criação da planilha de pautas: tente mantê-la atualizada! Muitas vezes, as boas ideias surgem quando menos se espera, então esteja pronto para incluir as novas sugestões.

2. Publique notícias

É fato que o consumidor nunca teve acesso a tanta informação. Ele é impactado o tempo inteiro por mensagens provenientes de vários canais e fontes de informação.

Em um primeiro momento, isso parece positivo, mas não é. As pesquisas mostram que muitos têm dificuldade de reter informações do seu interesse. Vemos tanta coisa que, de repente, não nos lembramos de mais nada.

Mas essa saturação de mensagens pode ser aproveitada pelas empresas. Um blog atualizado (e reconhecido como tal) funciona para fazer a curadoria dos conteúdos de interesse daquele público.

Ter um blog que reúna as notícias mais importantes para determinado público ajuda a transformá-lo numa referência do setor.

Publicar notícias é uma boa estratégia, principalmente para quem atua em mercados mais segmentados e que exigem especialização. A grande imprensa nem sempre dá a devida atenção aos temas mais “nichados”, o que significa que os seus posts podem explorar essa lacuna para conquistar mais audiência.

Lançamento de produtos, novidades em termos de legislação e medidas governamentais que vão impactar o setor podem render bons artigos e comprovar para o seu leitor que sua empresa está devidamente atualizada.

3. Analise sua audiência com uma ferramenta de Web Analytics

Aperfeiçoados os critérios utilizados na seleção e publicação dos materiais, é o momento de avaliar as reações dos usuários. Fique atento: não é opcional fazer a análise da audiência com uma ferramenta de Web Analytics. Ter um blog de sucesso exige muita atenção com esse tipo de monitoramento.

Para explorar melhor esse tipo de recurso, é importante avançarmos em nossas análises, deixando de considerar apenas os dados básicos. Ferramentas como o Google Analytics ou o RD Station fornecem dados, por exemplo, sobre os interesses dos seus visitantes, além dos dados mais quantitativos sobre acesso.

Quer forma melhor para orientar o conteúdo do seu blog do que mapear o que deu mais resultados?

4. Busque informações e estatísticas sobre o seu mercado

A vida seria bem mais fácil se não tivéssemos concorrência e precisássemos apenas buscar formas de manter o nosso consumidor devidamente encantado. Mas esse cenário é impossível no ambiente empresarial.

Para minimizar suas dificuldades em lidar com esse universo mais complexo, você precisa acompanhar de perto a movimentação do seu mercado. Mais uma vez, a boa notícia é que a própria web é um canal excelente para isso. Temos como monitorar tudo o que acontece no nosso setor e também cada ação dos concorrentes.

Com uma boa pesquisa na própria internet, é possível reunir dados excelentes sobre qualquer assunto. Ao organizarmos essas informações, temos como entregar algo de valor inestimável para o público: conteúdo de qualidade que vai ser útil para o seu dia a dia.

Na hora de preparar a apresentação desse material, não esqueça que é preciso tornar o conteúdo atrativo inserindo gráficos e, se possível, também materiais multimídia. Vídeos hoje são muito valorizados pela audiência, assim como as imagens!

5. Publique de forma regular

Manter um blog ativo exige consistência. Na prática, isso quer dizer que além da qualidade do conteúdo e do monitoramento adequado, você vai precisar de muita disciplina para estabelecer (e seguir) o fluxo de atualizações.

Como toda estratégia de Marketing de Conteúdo, não há uma regra sobre isso, uma vez que cada empresa precisa adotar ações que sejam pertinentes ao seu negócio e, claro, aos objetivos traçados para a marca. Porém, os estudos realizados nessa área comprovam que as publicações precisam ser feitas com uma frequência determinada.

A empresa pode estabelecer o critério que for mais conveniente, mas deve seguir o que foi definido na sua planilha de pautas. Isso vai ajudar o seu leitor a habituar-se com o seu blog, a entender como ele funciona.

Como você deve ter notado, nem sempre precisamos de estratégias muito sofisticadas para manter um blog ativo. O mais importante é a relevância que você confere ao canal, o que vai assegurar que você o trate com o profissionalismo exigido.

Quer saber mais sobre blog corporativo? Baixe nosso eBook sobre o assunto e mãos à obra!

*Conteúdo produzido pela equipe da Resultados Digitais.

 
Autor(a)

Escrito por: Autor Convidado Esse artigo foi um guest post escrito por um de nossos parceiros especialistas no assunto. Quer conteúdo legal assim no seu blog? Fale com um consultor!



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!