5 dicas incríveis para melhorar o engajamento de campanhas no Facebook ADS

5 dicas incríveis para melhorar o engajamento de campanhas no Facebook ADS

Você tem investido em campanhas no Facebook, mas não está satisfeito com os resultados?

Então você está seguindo algum caminho errado.

Afinal, o Facebook ADS já provou ser uma ferramenta capaz de aumentar exponencialmente a relevância de marcas e o engajamento das pessoas com diversos conteúdos.

Basta navegar por alguns minutos na sua timeline e você vai ver vários anúncios de grandes marcas. Se não funcionasse, elas não investiriam na plataforma.

Mas o que você pode fazer para reverter este cenário, renovar a sua campanha e ter melhores resultados? Como criar anúncios inteligentes com boas taxas de cliques e conversões?

Nós listamos 5 dicas para ajudar você neste objetivo e a primeira  delas é muito importante, capaz de mudar o jeito que você enxerga os anúncios do Facebook, colocando sua estratégia na direção certa.

1. Facebook ADS é conteúdo e não propaganda

Facebook Ads é mais do que atingir as pessoas certas com a mensagem certa na hora certa. Um anúncio no Facebook é um meio para você oferecer um conteúdo exclusivo e altamente relevante para o seu público.

Para você entender melhor este raciocínio, vamos usar a newsletter como exemplo.

Quando uma pessoa assina o seu e-mail em uma lista de um blog, ela espera receber um conteúdo relevante para ela e não simplesmente um lembrete de que um novo post foi para o ar.

Quem usa a newsletter de uma forma entediante, é esquecido e pode ser taxado como spam facilmente.

Mas se você usa sua lista de e-mail para oferecer um conteúdo que ninguém mais pode oferecer, como por exemplo um e-book, você chama mais a atenção das pessoas e tem mais engajamento.

New Call-to-action

É preciso enxergar o Facebook Ads da mesma maneira: ao invés de simplesmente lembrar aos usuários que sua marca existe e está ali na rede social, é mais inteligente usar o anúncio como um meio de transmitir um conteúdo exclusivo.

Assim você engaja mais, pois ao invés de falar que você tem um conteúdo relevante, você prova que tem um conteúdo relevante.

Então tenha sempre em mente na hora de colocar uma campanha no ar: Facebook ADS é conteúdo e não propaganda.

2. Explore o Website Custom Audiences

Se você nunca usou esta ferramenta do Facebook ADS, basta entrar em Ads Manager > Audiences > Create Audience > Custom Audience.

Para quem conhece, esta funcionalidade é uma das dicas de ouro para ter uma campanha de sucesso no Facebook.

Lembrando que para ativá-la é preciso colar um código em seu site, permitindo que o Facebook colete informações de acesso.

Na hora de criar uma Audiência Customizada (Custom Audience), você pode criar um perfil de audiência de pessoas que já acessaram o seu site ou algumas páginas específicas.

Você pode até ser mais específico e direcionar sua campanha para pessoas que acessaram seu site um determinado número de vezes em um período de tempo, pessoas que acessaram seu site há mais de 180 dias ou até pessoas que acessaram apenas uma determinada página.

Com esta ferramenta, você pode ser mais assertivo nos seus anúncios, pois você pode usar o conteúdo certo para as pessoas certas.

Por exemplo, você pode criar um anúncio falando sobre beleza direcionada para as pessoas que acessaram o post sobre beleza do seu blog.

Ou pode ter uma mensagem direta como “Estamos sentindo a sua falta” para aquelas pessoas que não acessam seu site há algum tempo. Usar esta ferramenta pode aumentar e muito o seu engajamento.

3. Identifique quem não quer visualizar mais os seus anúncios

Você pode usar o Facebook ADS para identificar quem não tem nenhum interesse em seu conteúdo e assim criar uma audiência mais refinada e com maiores chances de conversão no futuro.

Como? Criando seu próprio anúncio de exclusão.

Por exemplo, você cria um anúncio com a mensagem “se você não quer mais visualizar este anúncio, clique aqui”,

Quando a pessoa clicar ela será direcionada para uma página onde você exibe uma mensagem padrão como “pronto, você não vai visualizar mais anúncios deste conteúdo”.

Quando você fizer isso, você terá um grupo de audiência para retirar da sua próxima campanha.

Na hora que você colocar seu anúncio no ar, basta você excluir o grupo de pessoas que clicaram naquele anúncio antigo de exclusão.

Assim, você garante que não vai desperdiçar impressões com as pessoas erradas e aumentar as chances de mostrar seu anúncio para as pessoas certas.

É verdade que o Facebook já oferece este tipo de ação para seus usuários.

Se você clicar na setinha no canto superior direito do post, você pode cancelar a visualização de anúncios. Mas se você fizer isto por sua conta, você pode refinar esta separação.

Por exemplo, de quem não gosta de receber anúncios sobre tecnologia, mas gosta de receber sobre atualidades e por aí vai. Vai depender do foco do seu conteúdo e o objetivo da sua campanha.

4. Fique de olho na duração da sua audiência

Na hora de criar uma audiência para seu anúncio, o Facebook te dá também a opção de selecionar a duração deste grupo de pessoas a serem atingidas.

A mensagem que a rede social mostra é a seguinte: “o número de dias que as pessoas vão continuar em sua audiência após visitar seu site.

Pessoas só serão removidas após o final do tempo de duração determinado.”

Isso significa que seu anúncio pode aparecer para a mesma pessoa duas vezes e esta pessoa pode clicar no seu anúncio duas vezes.

Com certeza é melhor para sua campanha atingir duas pessoas diferentes ao invés de atingir a mesma pessoa duas vezes. É isso que a duração faz.

Quando você define, por exemplo, como 1 dia, significa que a cada 24h o grupo de pessoas da sua audiência é renovado, dando oportunidade de novas pessoas clicarem em seu anúncio.

Então, na hora de definir sua audiência, fique de olho na duração dela. Quanto maior o tempo de duração, menos relevante será sua audiência.

5. Materialize os seus resultados com o Conversion Tracking

Se você não acompanha os números reais dos seus resultados, você está trabalhando com palpites e “achismos”, o que não é saudável para sua estratégia de comunicação.

O ideal é sempre usar o Conversion Tracking do Facebook.

Você também pode suar o Google Analytics para obter acessos do Facebook, mas o ideal é você usar a própria ferramenta da rede social.

O Conversion Tracking é um código que você coloca no seu site e que permite o Facebook colher uma diversidade de informações de resultado da sua campanha.

O grande diferencial dele é que ele oferece diversas formas de mensurar este números. Por exemplo, quando você cria um anúncio através do Power Editor, você pode criar diversos códigos para cada objetivo.

Um código coleta dados se as pessoas acessaram uma determinada página, outro pode coletar dados de quem assinou sua newsletter e assim por diante.

Com o Conversion Tracking você tem mais certeza nos resultados da sua campanha e mais precisão na hora de descobrir o que realmente funciona e o que não funciona.

Dever de casa!

Agora que nós demos estas super dicas para você, é hora de você testar cada uma delas.

Acesse sua página, identifique onde está cada função citada acima e experimente navegar pelas opções. Depois, conte pra gente aqui nos comentários o que você descobriu.

Aos poucos você vai aprender mais sobre o Facebook ADS e descobrir que ele tem muito a oferecer para otimizar suas campanhas. E se você quer se aprofundar mais do assunto recomendamos que leia também nosso ebook completo sobre o Facebook Ads.

ebook de facebook ads

Bom trabalho!

 
Autor(a)

Escrito por: Redator Rock Content Este artigo foi produzido por um dos mais de 5000 redatores da base da Rock Content. Quer conteúdo legal assim no seu blog? Fale com um consultor!



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!