campanha de facebook ads

O Guia Prático para criar uma campanha efetiva de Facebook Ads

Esse post é o manuscrito do nosso ebook O Guia Prático para criar uma campanha efetiva de Facebook Ads. Se você prefere ter o material em mãos para consulta ou leitura, pode baixar ele por esse link.


Se alguma vez, ao longo da sua estratégia de marketing digital, algum amigo, conhecido, parente ou colega de trabalho te falou que você não devia investir em Facebook Ads, saiba que ele está completamente enganado.

É muito provável que o argumento usado por eles é relacionado a empresas que não estão tendo retorno em seus investimentos no Facebook, mas isso vai totalmente contra as mais de 1 milhão de empresas que investem cerca de 8 milhões de dólares em anúncios do Facebook por ano!

Entre 2010 e 2015, houve um crescimento de assustadores 680% em todo o investimento direcionado ao Facebook Ads.

Agora você deve estar se perguntando: o que diferencia as empresas que não obtiveram retorno sobre seus investimentos das mais de 1 milhão de empresas que investem constantemente em anúncios na rede social Facebook?

A resposta é relativamente simples: a qualidade da campanha.

Como toda campanha de marketing digital, existem pontos sensíveis e importantes que devem ser bem trabalhados, sempre levando em conta o seu público e o seu objetivo principal.

Agora, adivinhe: você vai aprender tudo o que você precisa para criar uma campanha efetiva de Facebook Ads neste e-book, certo?

Certíssimo!

Criamos um guia prático para você criar uma campanha efetiva de Facebook Ads para a sua empresa, montar os melhores anúncios que o seu mercado já viu e conseguir mensurar o seu retorno sobre o investimento realizado.

Agora, mãos à obra!

mulheres vendo um anúncio do facebook

Entendendo alguns termos importantes

Para começarmos, é preciso entender alguns termos básicos que vão ser usados ao longo do material.

Primeiro, é importante lembrar que você precisa ter uma fanpage criada!

Agora, vamos falar sobre termos comuns dentro da ferramenta de gerenciamento e criação de anúncios que são importantes e você deve estar familiarizado com eles.

Pixel de conversão

O pixel de conversão é uma pequena linha de código que permite o acompanhamento da efetividade dos anúncios fora do Facebook dentro de outras páginas web.

Feed de notícias

O feed já é um velho conhecido, é em torno dele que está o coração de toda a experiência de uso do Facebook.

É onde a sua audiência tem contato, procura e acha toda a informação que é do seu interesse.

Post de página não publicado

Ao criar Ads que possuem um direcionamento específico de público, eles não aparecem com uma postagem normal dentro da sua timeline.

Eles são exibidos diretamente no feed de notícias do usuário, com o mesmo formato de uma postagem.

ROAS (Return over Ad Spend)

O ROAS, ou Retorno Sobre Gasto em Ad, é o ROI das campanhas de Facebook Ads.

Ele mede a efetividade da campanha de marketing, calculando quanto de receita foi gerada para o negócio por cada dólar investido na campanha.

Conversion Lift

O Facebook Conversion Lift — com a tradução livre de Conversão Elevada — é uma ferramenta que permite acompanhar os negócios adicionais gerados pelos anúncios criados no Facebook para a empresa, tanto online quanto offline.

O Conversion Lift permite que o time de marketing acompanhe quanto de receita adicional está sendo gerada e como incluir isso no plano de marketing.

Do que é feito um anúncio, afinal?

Você já está familiarizado com os termos básicos (e também o funcionamento básico) do Facebook, certo?

O uso geral é bem intuitivo e, ao longo dos anos, o design, as funcionalidades e a experiência do usuário tiverem melhorias significativas.

Mas ao criar um anúncio, nos deparamos com mais alguns pontos com os quais não temos contato todos os dias e eles são partes importantes da construção do Ad.

Como um quebra-cabeças, eles se encaixam perfeitamente para criar a melhor experiência possível para o usuário ao interagir com o seu anúncio.

Eles são divididos em 4 partes e nós vamos dar uma olhada em cada uma.

Criativo

A parte “criativa” de um anúncio é composta por todos os elementos relacionados à sua marca, sejam eles gráficos ou não.

A parte gráfica é o que compõe visualmente o seu anúncio — texto, imagens —, e nós vamos falar mais a fundo disso adiante, agora é importante entender que o Facebook também preza pela sua marca.

Os anúncios também são uma forma de criar um conexão emocional entre o seu público e o seu negócio, e tudo o que você fala e faz é tão importante em um Ad quanto na comunicação geral da sua marca.

Uma marca forte consegue transmitir a sua mensagem via anúncios e cria campanhas que conseguem atingir os seus objetivos.

Uma campanha é baseada em todos os esforços necessários para atingir um objetivo definido — cliques em um website, curtidas ou download de apps são exemplos de objetivos para uma campanha.

Segmentando o público

É uma das partes mais interessantes da plataforma de anúncios do Facebook.

Assim, é possível criar o público ideal para o seu anúncio, além da possibilidade de ter vários públicos diferentes para anúncios e objetivos diferentes.

Core Audiences (audiência principal)

É uma audiência criada a partir de dados demográficos: localização, estilo de vida, estágio da vida, características de compra, etc.

Esses dados são colhidos através das informações contidas no seu perfil e através do seu comportamento dentro da plataforma.

Audiências personalizadas

A personalização da audiência é uma opção dentro dos anúncios que permite que você encontre sua audiência já existente entre os usuários do Facebook.

Audiências similares

Se você possui uma lista de consumidores ou usuários que são importantes para o seu negócio e cujas características você já conhece, é possível criar audiências similares

Essa audiência pode ser similar a uma audiência personalizada que você criou.

Facebook Exchange

É possível utilizar plataformas externas de publicidade (demand-side platform ou DSP) para entender as características de comportamento do usuário fora da plataforma e utilizar esses dados para criar anúncios condizentes com esses comportamentos.

Partner Categories

O Facebook possui parceiros externos que fornecem dados através de pacotes de opções de segmentação, esses dados são baseados em atividades fora do Facebook e podem ser usados na criação de anúncios.

Compra de anúncios

Ao comprar publicidade online, existem alguns termos que são muito usados para definir a forma de pagamento e cobrança.

Custo Por Ação (CPA)

É o custo médio que você está pagando por cada ação que o usuário realiza nos seus anúncios.

Bons anúncios encorajam mais pessoas a interagir com a ação desejada, quanto mais ações (cliques/interações) houver no seu anúncio, menor vai ser o seu custo por ação.

Custo Por Clique (CPC)

O CPC já é um velho conhecido dos anunciantes online.

É o quanto você paga, em média, por cada clique realizado no seu anúncio. O CPC médio é calculado através do custo total do anúncio / total de cliques

Custo por 1.000 impressões (CPM)

O custo por mil mostra a média que você está pagando para cada mil impressões do seu anúncio.

Uma impressão é cada uma das vezes que o Ad é mostrado, havendo interação ou não. Ele pode ser calculado através da fórmula: custo total do ad / (total de impressões/1.000).

Impressões

É o número de vezes que o seu anúncio foi exibido.

Em mobile, uma impressão é contada na primeira vez em que é vista.

Nas demais plataformas do Facebook, um anúncio é impresso na primeira vez em que ele é exibido no Feed de Notícias, ou cada vez que é exibido na Coluna Lateral do Facebook.

Anunciando

Na hora de ter contato com os anúncios, alguns termos vão aparecer constantemente e é importante entender cada um deles ao criar a sua campanha.

Ad / Anúncio

Um anúncio inclui o seu criativo (imagem e textos), a sua audiência especificada e a forma de pagamento/preço pago por esse anúncio.

O seu ad é exibido junto com histórias que são relevantes para a sua audiência, então é importante que o seu anúncio também seja.

Cliques

Cliques equivalem ao número total de cliques no seu anúncio.

Dependendo do que você está promovendo, pode ser participações em um evento ou instalações de aplicativo.

Publicação impulsionada

Uma publicação impulsionada aparece no Feed e aumenta significativamente o seu alcance.

O impulsionamento é feito diretamente do Feed e o Facebook costuma sugerir que você impulsione as suas publicações com melhor desempenho.

Uma grande vantagem de impulsionar é conseguir direcionar o seu post para diferentes grupos, baseado na sua performance.

Publicação patrocinada

A publicação patrocinada é o meio termo entre um post comum e um ad.

Ao patrocinar um post, eles será mostrado como “Patrocinado” e a sua audiência será limitada às pessoas que curtiram a sua página e aos seus amigos.

Publicações patrocinadas aparecem mais alto no Feed de Notícias, então é mais provável que a sua audiência as veja.

Conversões

Conversões são ações completas realizadas pelo usuário, como compras ou adicionar produtos ao carrinho de compras em um site.

Visualizações de vídeo

É o número total de vezes que o seu vídeo foi visualizado por 3 segundos ou mais.

Para aprender ainda mais termos você pode consultar o Glossário de termos de propaganda e o Glossário geral de termos.

A estrutura básica de uma campanha

Todas essas informações são essenciais para criar uma boa campanha e um bom anúncio.

Mas, na prática, uma campanha é composta da seguinte forma:

campanha no facebook das

A campanha é o principal.

Lá, você decide os objetivos principais e a principal forma de engajamento do seu usuário.

Os Ad Sets são conjuntos de anúncios, neles é possível determinar a frequência de impressão dos anúncios, orçamento, forma de pagamento e localização do anúncio.

Por fim, os anúncios são o conjunto de tudo isso, além do texto, imagem, vídeos e call-to-actions que serão vistos pelo usuário.

Boas práticas para uma campanha efetiva

Você já percebeu que o Facebook é uma ferramenta intuitiva, bem direta e que procura facilitar todas as ações realizadas pelos usuários.

Pensando nisso, existem boas práticas focadas na criação dos anúncios que procuram levar essas ideias ao público da sua empresa.

As boas práticas são divididas em 3 partes:

  • Boas práticas para marcas;
  • Boas práticas criativas;
  • Boas práticas de planejamento;

E agora vamos ver cada uma delas!

Boas práticas para marcas

A maneira como os usuários descobrem e interagem com tudo ao seu redor mudou muito ao longo dos anos.

Ao inserir sua marca no mundo dos ads, você precisa usar a visão, o som e o movimento para capturar atenção e construir uma marca forte no mundo dos anúncios.

O chamado de “centro da descoberta” para os usuários é o Feed de Notícias.

Lá está concentrado todo o conteúdo que as pessoas terão contato, e o seu precisa se destacar!

É no Feed que você capta a atenção do usuário, sendo diferente, criando conteúdo que ele considera interessante e que vai fazê-lo assistir o seu vídeo até o fim.

A melhor forma de explorar os sentidos do seu usuário ao criar anúncios é usar vídeos.

Vídeos são interativos, diretos e mostram o conteúdo de uma maneira mais interessante e atraente.

dicas para o facebook ads

Mas, acredite, não são todas as pessoas no mundo que desejam ver os seus anúncios.

É triste, mas é uma realidade!

E ao contrário do que você está pensando agora, isso é excelente.

Imagine que o público da sua campanha é composto por 5 milhões de pessoas, mas, de todas elas, apenas 50.000 estão realmente interessadas no seu produto e estão dispostas a realizar uma compra.

Isso quer dizer que você teve 4.950.000 impressões que não geraram nenhum tipo de retorno para o seu negócio!

Não, isso não é bom.

Uma das ferramentas mais importantes para a sua marca ao anunciar no Facebook é trabalhar bem a segmentação e criação do público!

Não pense em falar com todos, pense em falar com aqueles que vão se identificar com a sua marca e a sua mensagem.

Boas práticas criativas

O método base de um anúncio através do Facebook é o “building for Feed”, que pode ser traduzido para “construindo para o Feed”.

Lembra que o feed de notícias é o centro de atenção de todos os usuários?

Então, a parte criativa dos anúncios precisa ser otimizada para que os seus anúncios (e até mesmo os seus posts) sejam autênticos e transmitam as ideias que a sua marca deseja passar.

exemplo de anúncio no facebook

A ideia do “build for feed” é bem simples, mas funciona muito bem.

O objetivo é fazer conexões verdadeiras com a sua audiência, gerando engajamento com a sua marca e construindo boas ideias.

Por isso, a primeira coisa que você deve considerar é a sua audiência, ela é a base de tudo o que você vai fazer.

E por isso, você deve contar histórias, que vão ser entregues para as pessoas certas na hora certa.

Crie histórias para compartilhar com a sua audiência que vão refletir sua personalidade e incentivar as interações com a sua marca.

Além disso, crie conteúdo de apoio à sua principal história.

Não é possível criar conteúdo engajante e significativo 365 dias por ano, mas é possível criar conteúdo específico para certos momentos.

Lembra da visão, som e movimento?

O criativo dos seus anúncios precisa ter os três.

Você tem alguns poucos segundos para convencer o usuário a assistir o seu vídeo ou interagir com o seu anúncio e essa é a hora de mostrar que a sua marca e o seu produto são sensacionais, usando de recursos e elementos visuais que vão ajudá-lo a transmitir esse valor.

O seu conteúdo em si precisa ter relação com a sua marca.

Seja um vídeo, imagem ou foto, lembre-se de manter a temática ligada à sua marca e ao seu negócio, marcante e replicável em diferentes formatos e situações.

Para fotos e imagens, existe uma regra chamada de 80/20.

Você não pode ter mais que 20% de texto na foto, caso contrário o anúncio será reprovado.

Boas práticas de planejamento

Nós sempre falamos aqui na Rock que planejamento é a alma do negócio, ou pelo menos de uma campanha bem-sucedida.

Antes de criar o primeiro anúncio, tirar a primeira foto ou escrever a primeira frase é preciso planejar como será a sua campanha e o que você espera dela.

O primeiro passo é se perguntar “Quais são os meus objetivos e como o Facebook pode me ajudar a alcançá-los?”.

Sem saber claramente aonde você deseja chegar, fica bem difícil encontrar a melhor forma de chegar até lá.

Você pode escolher qualquer um dos objetivos abaixo:

opções no facebook das

Uma das principais maneiras de descobrir se você está no caminho certo é definir quais são os indicadores-chave de performance que você precisa acompanhar.

Os KPIs são a forma de acompanhar os resultados e ver se você está a caminho do objetivo definido.

Escolha indicadores que juntem os esforços em mídias digitais, acompanhamento a curto prazo e sucesso a longo prazo.

Um bom KPI fornece insights interessantes — é possível descobrir onde ocorrem mais conversões, qual o custo de um novo cliente vindo do Facebook e várias outras coisas.

Planejar também significa escolher bem o seu público.

Falamos anteriormente que segmentar os usuários é uma parte muito importante da sua estratégia de Facebook Ads, e continua sendo!

A sua audiência é diretamente relacionada ao seu objetivo.

Você pode criar uma campanha de remarketing, ou de novas curtidas ou até mesmo para oferecer ofertas a clientes da sua loja.

A cereja do bolo para planejar sua campanha é usar o pixel de conversão fornecido pelo Facebook.

O pixel de conversão é uma pequena linha de código fornecida para acompanhar a performance dos seus anúncios fora do Facebook.

Com ele é possível saber as atividades e conversões de usuários originais do seu ad.

Para criar um novo pixel, vá no Gerenciador de anúncios > Ferramentas> Pixels.

pixel de conversão

Agora você pode criar um novo pixel em “Pixel de rastreamento de conversão”:

rastreamento

E acompanhar os seus pixels atuais em “Pixel do Facebook”:

pixel de conversão

Dentro do anúncio é possível ativar o rastreamento do Pixel selecionando a opção “Rastrear todas as conversões do meu pixel do Facebook”.

rastreamento

Criando a campanha

Ok, já falamos muito da teoria, agora é hora de colocar a mão na massa!

Para você entender melhor como criar a campanha vamos criar uma juntos, passo a passo!

A primeira coisa a se fazer é ir na barra de pesquisa do Facebook e digitar “Power Editor”.

O PE é uma ferramenta de criação de anúncios completa e é onde você vai criar e alterar a sua campanha!

facebook power editor

Ao entrar no Power Editor, essa é a primeira tela que você vai ver:

facebook power editor

Na parte superior temos a área para gerenciar os anúncios, ad sets e ads, públicos salvos previamente, uma biblioteca com imagens usadas anteriormente, relatórios de rendimento, as publicações em cada uma de suas páginas vinculadas e mais algumas ferramentas, pixel de conversão e configurações gerais da conta.

Na parte superior também é onde você cria as campanhas, ad sets e ads.

gerenciar anúncios

A esquerda temos Campanhas, Ad Sets e Anúncios:

anúncios no facebook

Para selecionar as campanhas, Ad sets e Ads que você deseja acompanhar (ou a que você está criando), é preciso utilizar os filtros do Power Editor.

Para isso, na barra superior, selecione Filtros:

filtros

Se você acabou de criar uma nova campanha, será aplicado um filtro automático para acompanhar apenas a nova campanha criada.

O mesmo vale para novos conjuntos de anúncios (Ad Sets) e novos anúncios.

Nas versões anteriores do Power Editor era necessário fazer o download das suas campanhas logo ao entrar na ferramenta, assim como salvar as alterações e fazer o upload novamente ao concluir a campanha e sair do PE.

Mas agora isso foi alterado, ao realizar qualquer alteração é preciso selecionar se você deseja “Descartar as alterações” ou “Revisar as alterações” e aí sim confirmar as mudanças realizadas.

Você acessa essas opções na barra superior, ao lado direito:

revisar as alterações

Lembre-se de sempre revisar as alterações para que elas sejam aplicadas!

Você também pode exportar uma planilha em Excel com todas as suas campanhas, tanto como forma de backup quanto para sempre ter seus anúncios atualizados caso precise fazer o upload no Power Editor.

Na barra superior seleciona o ícone de “Exportar e Importar”:

gerenciar anúncios

exportar e importar anúncios

Agora que você já conhece todas as funcionalidades básicas do Power Editor, vamos começar a criar uma campanha.

Para aproveitar as funcionalidades mais atuais dos anúncios no Facebook, vamos fazer dois exemplos hoje!

Uma campanha de cliques no site (para criarmos anúncios para o Instagram também) e anúncios para gerar leads.

Vamos começar com cliques no site.

criando uma campanha no facebook das

Crie um nome para a sua campanha e selecione o objetivo desejado.

Você pode escolher dois tipos de compra, através de Leilão e Preço Fixo.

leilão de anúncios

O mais indicado é manter o leilão, já que ele se aproveita de informações valiosas e você vai pagar menos por clique com certeza!

Aproveite para criar um conjunto de anúncios (Ad Set) e um Novo Anúncio.criar uma campanha no facebook das

Ao selecionar “Criar” você verá essa tela, onde é possível definir um limite de gasto máximo para a campanha, caso seja necessário:

criar uma campanha no facebook das

Ao clicar no ícone de gráfico, é possível ver gráficos de desempenho da campanha e gastos detalhados ao longo do tempo:

criação de anúncios no facebook ads

Próximo passo: Conjuntos de Anúncios.

É só selecionar a segunda opção no lado esquerdo:

anúncios no facebook

E você verá essa tela:

criação de anúncios no facebook das

Aqui começa a diversão.

O primeiro passo é definir o orçamento, ele pode ser por dia ou vitalício para toda a campanha.

Se você está realizando testes, pode separar uma quantia definida para fazer testes por alguns dias, caso tenha um budget definido para a campanha e já realizou seus testes, pode inserir o orçamento vitalício!

O orçamento vitalício também permite que você programa o horário de exibição dos seus anúncios.

programação de anúncios

Agora vamos entrar na parte do público e é bom avisar que vamos falar disso por um bom tempo!

Pegue um café, coloque uma boa música para concentrar e vamos nessa!

Segmentação é a palavra-chave para um anúncio e uma campanha de sucesso, você precisa otimizar os seus gastos e atingir o usuário certo.

Se você já possui um público salvo, pode acessá-lo aqui (e também na barra superior):

público

Se você não tem um público salvo, ou deseja criar um novo, clique em editar público.

Você vai se deparar com a tela base de edição.

Aqui, é possível trabalhar o seu público e atingir as pessoas que você deseja!

editar o público

Para exemplificar, vamos imaginar que o público que queremos atingir se interessa por marketing digital e procura por agências que oferecem esse serviço.

Vamos começar com a localização.

segmentação de público

Vamos supor que nosso público está localizado em Belo Horizonte.

É possível definir um raio além dos limites da cidade escolhida, assim, é possível abranger públicos próximos à cidade, mas que residem em municípios próximos.

localização no facebook das

Também é possivel escolher qual característica das pessoas relacionadas a essa cidade você deseja que seja contabilizada. Abaixo do mapa, selecione todos nessa localização:

localização no facebook das

Se você está em uma cidade turística, pode criar anúncios com promoções específicas para visitantes que se encontram na cidade no momento, por exemplo. As opções são infinitas!

Gênero e idade vão variar de acordo com o seu negócio e com o seu público atual.

idade no facebook das

É possível selecionar mais dados demográficos, e eles são muito interessantes!

É possível criar públicos através do seu status de relacionamento (solteiro, casado, etc), sua formação profissional, ocupação, geração, país e vários outros dados.

Alguns deles estão disponíveis apenas para os EUA, mas você pode usar a maioria!

segmentação no facebook das

Vamos selecionar formação como um dado demográfico do nosso público e também o cargo que ele ocupa.

segmentação no facebook das

segmentação no facebook das

Se a sua empresa possui ou administra mais fanpages além da sua própria, é possível criar conexões incluindo ou excluindo esses usuários. Os tipos de conexão são:

segmentação

segmentação

segmentação

segmentação

Também é possível criar combinações avançadas, usando conexões diferentes de páginas diferentes, o que é bem interessante!

combinações avançadas

Se o seu negócio precisa que o usuário tenha conhecimento de alguma língua específica, é possível selecionar um idioma como filtro dos usuários.

Aqui na Rock nós produzimos conteúdo em Português e Espanhol, portanto vamos filtrar para essas duas línguas:

idiomas

idiomasidiomas

Chegamos em mais uma parte muito interessante, que vai ajudar no desenvolvimento do seu público. Todos nós temos interesses, certo?

E no Facebook, quando gostamos de algo, costumamos dar like em fanpages ou marcar livros e filmes que já assistimos, certo de novo, não é?

Essas informações mapeiam os nossos interesses e é possível usá-las para segmentar o seu público.

interesses

Como você pode ver, podemos escolher os mais diversos interesses do nosso público.

O importante aqui é não se deixar levar pelas opções, pense na sua persona!

Para o nosso exemplo, vamos procurar por pessoas que se interessam por: marketing digital, inbound marketing, marketing de conteúdo, blogs, redes sociais, e-mail marketing e mídias sociais.

interesses

interesses

Assim como Interesses, podemos selecionar comportamentos dos usuários que são similares ao do nosso público e persona.

interesses

Existem diversos comportamentos, alguns disponíveis apenas para os EUA também, mas são muito interessantes para negócios que desejam ser específicos.

Sugerimos que você dê uma olhada em cada um deles!

Por fim, você pode salvar esse público para usá-lo novamente depois.

interesses

E aqui vai uma dica de ouro: antes de confirmar, confira o seu público em potencial!

público

Ele está lá no começo do seu público.

Se o número é muito pequeno, pare e repense a sua segmentação.

O objetivo é atingir as pessoas certas, mas um número muito pequeno não é legal.

Ao terminar nossa segmentação, vimos que o alcance potencial era de apenas 50 pessoas e esse não é um bom número.

Depois de alguns testes, percebemos que o nível educacional e cargo estavam tirando nosso alcance, então reduzimos apenas para formação universitária.

Agora você já pode definir o posicionamento dos seus anúncios.

A grande novidade aqui é que é possível anunciar direto no Instagram!

anúncios no instagram

Você pode criar um conjunto de anúncios para cada uma das posições e testar qual o seu público prefere. Hoje vamos usar todas elas.

Também é possível escolher dispositivos móveis específicos (apenas iOS ou Android), e se os anúncios serão exibidos apenas quando conectados no Wi-Fi.

O preço pode ser definido de várias formas.

Como falamos antes, é possível escolher entre CPM, CPC, CPA, Impressões e Alcance diário. O Facebook recomenda o custo por mil.

orçamento

Também é possível definir quanto você deseja pagar por clique no link.

Vamos supor que você tem uma Landing Page que está performando muito bem e a taxa de conversão é alta.

Como a maioria dos visitantes da sua LP são convertidos, optar pelo CPC pode ser uma boa solução para otimizar o seu investimento.

orçamento

A veiculação padrão dos anúncios é feita ao longo do dia, para que mais pessoas tenham a oportunidade de ver seu anúncio.

Porém, é possível acelerar os anúncios para que eles sejam mostrados muitas vezes. Nós (e o Facebook) recomendamos deixar no Padrão.

orçamento

A maior parte do conteúdo que mostramos para você aqui visa o próximo passo: criar o anúncio.

Essa é a hora de colocar em prática todas as boas ideias que o seu time teve ao longo do planejamento da campanha. Você vai encontrar a tela assim:

facebook ads

Selecione a fanpage que você deseja veicular ao anúncio e conecte a sua conta do Instagram.

Se você não tiver, pode criar uma dentro do próprio Facebook.

anúncios no instagram

A composição do seu anúncio é feita aqui.

Você deve inserir a URL de destino para quem interagir com o anúncio (pode ser uma landing page criada especificamente para essa campanha ou uma seção do seu site).

Para você identificar cada um dos campos, vamos preencher com diferentes textos:

anúncios no facebook das

Temos a opção de criar anúncios com múltiplas imagens — excelente para e-commerces e lojas de roupa — e também conferir como o anúncio se comporta em cada um dos formatos escolhidos.

Para completar o criativo, você pode escolher entre usar imagem ou vídeo. Existem características ideais para cada um deles:

anúncio em video anúncio em imagem

Caso não tenha imagens próprias (o que é um erro!), é possível utilizar algumas grátis, fornecidas pelo Shutterstock:

banco de imagens

É possível criar uma chamada para ação dentro do anúncio.

Ela é uma excelente forma de incentivar uma ação por parte do usuário, principalmente se for alguma ação específica. Os botões podem ser usados para ajudar o usuário a entender o que ele fará na página de destino e qual ação básica ele deve executar:

chamada para ação

No final do anúncio, é possível ativar o Pixel que falamos anteriormente, para monitorar as conversões:

pixel de conversão

E esse é o nosso anúncio final:

anúncios finais

Calma! Quase esquecemos do mais importante: para ativar as modificações e enviar o anúncio para análise é preciso revisar as alterações:

notificações

Agora sim! 🙂

Calma! Não nos esquecemos dos anúncios para gerar leads.

A construção é a mesma de um anúncio com outro objetivo, mas existem algumas opções a mais que são bem interessantes.

Primeiro, selecione o objetivo que você deseja:

gerar leads

Siga os mesmos passos necessários para criar uma campanha, conjunto de anúncios e anúncio. Para os anúncios com leads é preciso confirmar um pequeno termo de anúncios, por isso, leia com atenção e confirme no final!

termos de leads

Por enquanto, os anúncios de geração de leads estão disponíveis apenas para o Feed e dispositivos móveis. As demais configurações permanecem as mesmas, porém agora os anúncios são otimizados para gerar leads.

leads

A grande novidade nesse tipo de anúncio é a possibilidade de criar um formulário de leads, muito parecido com o já conhecido form de contato que é usado em landing pages.

Para criar um, vá em seu anúncio:

formulário de lead

leads

É possível customizar as informações que serão solicitadas ao usuário e também quais perguntas adicionais você deseja que ele responda. É possível inserir até 3 perguntas e você pode criar perguntas customizadas.

anúncio de lead

Para criar uma campanha de geração de leads é preciso que a sua empresa tenha uma política de privacidade declarada (e com um link de acesso).

Você também pode direcionar o seu usuário para o seu site ou para uma landing page específica após ele preencher o formulário.

anúncios de leads

anúncio de leads

anúncio de lead

Essa é a cara do seu anúncio final!

anúncio final

Lembre-se de clicar em avançar e revisar as alterações!

anúncio final

Agora vamos dar uma olhada no funcionamento do gerenciamento de anúncios.

Gerenciando seus anúncios

É importante acompanhar o desenvolvimento das campanhas, ad sets e anúncios.

Para isso, vamos usar o Gerenciador de Anúncios, a ferramenta que fornece uma visão geral de como os anúncios estão performando. Ele pode ser acessado diretamente do seu feed de notícias:

gerenciador de anúncios

E essa é a carinha dele:

gerenciador de anúncios

Selecionando uma campanha é possível ver a performance geral:

gerenciador de anúncios

A performance do conjunto de anúncios:

performance dos anúncios

E a performance de um anúncio específico:

performance dos anúncios

Lembre-se sempre de selecionar o período correto, no topo direito da página:

gerenciador de anúncios

A principal função do gerenciador de anúncios é mostrar a performance geral da sua campanha, de cada grupo e de cada anúncio.

Através dele é possível acompanhar os gastos diários, qual o tipo de pagamento (CPM, CPC, etc), alcance diário estimado, segmentação, ou seja: tudo o que configuramos na criação do anúncio! Procure acompanhar sempre o gerenciador, de preferência diariamente.

Otimizando a sua campanha

Tudo que nós falamos aqui tem como objetivo te ajudar a criar uma campanha matadora.

Mas nós sabemos que nem tudo funciona como estado da arte de primeira.

Por isso, não é nenhuma vergonha otimizar suas campanhas, alterar o que for necessário e descobrir o que gera resultados.

O gerenciador de anúncios fornece informações realmente valiosas, principalmente sobre o desempenho de diferentes anúncios, o que funciona e o que precisa ser melhorado.

Mas a melhor dica que a gente pode dar é a seguinte: teste sempre. Realize testes A/B em todos os seus anúncios (ou sempre que possível) e mantenha aquele com os melhores resultados.

Otimize o seu gasto, afinal, temos que lembrar sempre do ROI!

Relatórios e análise

Dentro dos times de marketing é importante ter relatórios que mostrem o desempenho das campanhas.

Dentro do Power Editor é possível criar relatórios personalizados que mostram diferentes aspectos das campanhas.

análise

É possível personalizar as colunas, de acordo com a análise que precisa ser feita:

análise

E também por alguma característica específica do público:

análise

análise

Lembre-se sempre de conferir a data de verificação e também exporte os relatórios sempre que necessário. Eles podem ser exportados em .xls e .csv.

Conclusão

Ter sucesso com Facebook Ads é um processo constante.

Os resultados chegam conforme melhorias são feitas e testes são realizados por você e sua equipe.

Mas não há dúvidas de que você precisa começar uma campanha de ads no Facebook hoje mesmo! Com mais de 1 bilhão de usuários, as possibilidades de crescimento da sua marca, engajamento social e ROI são muito grandes.

Lembre-se sempre de que, antes de qualquer coisa, a sua marca precisa deixar claro qual a sua posição, qual é o seu público e como ela deseja se comunicar com eles.

Agora é a hora de criar a sua campanha de sucesso.

Esperamos que você tenha gostado.

Até a próxima!

Se você gostou desse material e quer ter ele sempre em mãos para uma consulta futura, não esqueça de baixar o ebook!

ebook de facebook ads

Aprenda também a fazer marketing no Facebook!

ebook marketing no facebook

 
Autor(a)

Escrito por: Redator Rock Content Este artigo foi produzido por um dos mais de 5000 redatores da base da Rock Content. Quer conteúdo legal assim no seu blog? Fale com um consultor!



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!