como ganhar inscritos no youtube

Siga essas 8 dicas práticas e ganhe mais inscritos para o seu canal do Youtube

Será que existe alguma fórmula para ganhar seguidores no Youtube?

Infelizmente, ainda não há mágica ou ciência exata que faça o número de inscritos de um canal alavancar.

No entanto, boas estratégias de marketing podem ajudar no aumento desse que é um dos principais indicadores de desempenho de um canal no Youtube.

Afinal de contas, quanto mais inscritos, maior será a visibilidade dos seus vídeos e, consequentemente, a quantidade de conversões.

O Youtube, no Brasil, está entre as 5 mídias sociais mais usadas para marketing, segundo a pesquisa Social Media Trends 2017.

Portanto, é possível sim usar essa plataforma de vídeos para impulsionar seus negócios. Mas, para começar a obter sucesso, você deverá atrair e reter uma audiência significativa em seu canal.

Pensando nisso, selecionamos 8 boas práticas que ajudarão a aumentar sua base de seguidores no Youtube. Confira a seguir!

1. Entregue um conteúdo procurado por sua audiência

Nesta dica, vamos bater em um dos pontos que mais reforçamos: criar um conteúdo útil e relevante para a sua persona.

Pode até parecer repetitivo, mas essa premissa também deve ser aplicada em seus vídeos.

Afinal, quanto mais conhecimento, entretenimento e outros valores seus posts agregarem, mais motivos sua audiência terá para se inscrever, acompanhar e indicar seu canal para outras pessoas.

Mas como vou saber o que público quer ver? Existem diversas maneiras para isso, mas resolvemos destacar as 3 principais:

  1. Criando personas. As informações levantadas na pesquisa de definição de personas ajudarão bastante na elaboração de uma linha editorial. Afinal, será possível descobrir os problemas, interesses e objetivos do público-alvo;
  2. Acompanhando os assuntos que são tendências no momento no Google Trends, nos trending topics do Twitter e nos vídeos em alta do Youtube. Esses temas, obviamente, precisam ter uma ligação com a sua área de atuação e com os interesses da sua persona;
  3. Utilizando o campo de busca do Youtube. Se você começar a digitar a expressão “como fazer”, provavelmente receberá sugestões populares de pesquisas. Portanto, comece digitando algo que tenha a ver com o seu canal e as preferências do público e se inspire nessas indicações.

2. Mantenha uma unidade temática para o seu canal

Um canal que fala de tudo um pouco acaba abordando um pouco sobre tudo, ou seja, não tem foco e não consegue dar a profundidade necessária para um tema. Além do mais, as pessoas ficam sem referências para se lembrar ou indicar o canal para amigos.

Um canal pode até falar sobre diversos assuntos, mas é preciso encontrar um elo entre eles.

Por exemplo, o Manual do Homem Moderno é um canal que aborda temas como relacionamento, estética, moda, cerveja, futebol, enfim, tudo que se volte para as questões do comportamento e estilo de vida masculino.

Logo, há uma unidade facilmente identificável.

O mesmo precisa ser feito com o seu canal. As pessoas precisam ter ele como uma referência em um determinado assunto – de preferência, algo relacionado a sua área de atuação.

3. Capriche na qualidade audiovisual

Ter conteúdos de qualidade e temas bem definidos já ajuda bastante. Entretanto, eles não ajudarão seu canal a ganhar mais inscritos se os vídeos forem difíceis de consumir.

Aqui, estamos nos referindo, mais especificamente, à qualidade do áudio e das imagens. E você não precisa se preocupar em alugar estúdios ou equipamentos caros.

Com uma produção simples, é possível entregar materiais profissionais ao público.

Primeiramente, para garantir que as pessoas consigam te escutar bem, faça alguns testes nos dispositivos que você for usar como microfone, como celulares ou gravadores.

Evite usar o captador de áudio das câmeras, pois a qualidade tende a ser inferior.

Se você tiver recursos, compre um microfone de lapela, que é o melhor modelo para evitar os ruídos externos.

Em relação às imagens, o principal foco de atenção é a iluminação. Confira se a câmera usada ou o ambiente de gravação não captam ou projetam muita sombra ou excesso de luz sobre as expressões de quem aparece na tela.

Caso você queira investir, um tripé para as câmeras (que filmem em HD, de preferência) também pode ser uma boa, pois garantirá mais estabilidade para o vídeo.

como ganhar inscritos no youtube

4. Varie nos formatos de suas postagens

No começo, pode ser difícil acertar no formato que mais agrade ao público e gere engajamento. Por isso, o indicado é variar nos estilos dos vídeos, até para tornar o canal mais dinâmico em relação aos conteúdos.

Em uma mesma semana ou mês, poste vídeos com demonstrações do seu produto, vídeos educativos sobre algum conceito do seu mercado, entrevistas, tutoriais (os famosos “como fazer…”), animações, bastidores de algum evento, etc.

Procure encontrar a linguagem ideal para os seus vídeos. Você pode variar entre tons mais coloquiais e formais até achar a linha mais adequada à sua audiência.

Dessa maneira, você começará a notar as abordagens que mais funcionam com o público.

Para isso, avalie os resultados de algumas métricas, como porcentagem do tempo de vídeo assistido, visualizações, número de likes, compartilhamentos e conversões.

5. Publique seus vídeos regularmente

Variabilidade pode até ser importante, mas consistência é fundamental. Manter uma frequência regular de publicações é uma boa atitude porque cria hábito na audiência.

Por exemplo, se você posta rigorosamente um vídeo novo às segundas, quartas e sextas às 18hs, as pessoas terão o costume de abrir o Youtube no momento exato para ver o vídeo.

Isso, claro, se os usuários não ativarem as notificações do seu canal, o que dispararia, automaticamente, avisos de vídeos novos sempre quando forem lançados.

A frequência de posts dependerá do tempo em que cada produção consome para ficar pronta. É preciso avaliar o tempo livre das pessoas que apresentam os conteúdos ou fazem a edição do material.

Em função disso, não podemos afirmar um intervalo ideal para as publicações. No entanto, tente não passar mais de duas semanas sem subir algum vídeo para o Youtube, pois as pessoas podem começar a se esquecer do seu canal.

6. Interaja bastante com o público

Você consegue imaginar o quanto seria frustrante para um usuário ver um vídeo do seu canal, expressar suas dúvidas nos comentários e não obter alguma resposta sua?

Exemplos assim não são raros de acontecer e isso, muitas vezes, acaba afastando um potencial seguidor do seu canal.

Ao participar junto com o público nos comentários, você estará demonstrando que está atento ao que eles opinam. Isso passa uma percepção de que os espectadores estão sendo valorizados.

Tal prática também motiva as pessoas a se inscreverem em seu canal e a continuarem acompanhando seus conteúdos.

Além do mais, os comentários podem apontar pontos que podem ser melhorados em seus vídeos e gerar novas ideias para os próximos conteúdos.

Aliás, pense no quão gratificante seria, para a sua audiência, criar um vídeo com um tema escolhido por uma parcela relevante dela.

Enfim, essa interação com o público pode ser uma fonte enriquecedora de bons relacionamentos, novos seguidores e otimizações nos vídeos.

7. Cuide do SEO dos vídeos

Assim como há otimizações de textos e imagens para os motores de busca, também existem uma série de boas práticas de SEO para vídeos.

Afinal, o Youtube tem o segundo motor de busca mais usado do mundo e seus resultados costumam aparecer com frequência nas pesquisas feitas pelo Google.

Algumas técnicas, inclusive, são bastante parecidas, como o uso de títulos contendo a palavra-chave mais à esquerda e de meta descrições que despertem o interessem do público.

Por outro lado, existem técnicas mais próprias de SEO para Youtube, como:

  • A utilização de imagens atrativas, com ou sem legendas, como miniaturas dos vídeos;
  • A inserção de links para o seu blog e outras páginas de redes sociais na descrição;
  • O uso de legendas no vídeo, o que facilitaria a compreensão de deficientes auditivos e pessoas com problemas em seus fones;
  • A inserção de tags que retratem os conteúdos dos seus vídeos. Recomenda-se o uso de 6 a 8 tags por publicação.

8. Não compre seguidores

Infelizmente, tem quem resolva gastar dinheiro para comprar visualizações para os vídeos e inscritos para os seus canais.

Os efeitos negativos são parecidos com as compras de listas de e-mails, como a aquisição de uma audiência sem segmentação e prejuízos à imagem da sua marca.

Aliás, você consegue ter noção do aborrecimento das pessoas que forem inscritas em um canal sem a sua autorização?

Além disso, a conta que praticasse isso correria o risco de ser banida do Youtube. Isso pode acontecer caso descubram o uso de bots (robôs) para manipular suas métricas.

Em suma, a compra de seguidores é um atalho que, além de antiético, tem um péssimo custo/benefício. O investimento é grande para comprar uma audiência de baixa qualidade e que dificilmente converterá as ofertas.

Para gerar mais resultados para o seu negócio usando o Youtube, você não precisará ter uma popularidade de canais como Porta dos Fundos ou do Whindersson Nunes, muito menos utilizar os mesmos estilos dos vídeos deles.

A principal indicação, aqui, é criar uma conexão própria com a sua audiência e fazer disso algo constante.

Você não precisa copiar os outros, mas sim identificar os interesses do seu público, entregar materiais valiosos que abordem essas questões e se mostrar atento às participações dos espectadores.

Enfim, quanto maior for a qualidade dos conteúdos do seu canal – em termos de relevância, SEO e clareza audiovisual, mais chances eles terão de atrair e saber como ganhar seguidores no Youtube.

Uma outra boa maneira de conseguir mais inscritos para o seu canal é usando as táticas de marketing para promover seus vídeos. Por isso, recomendamos a leitura do post: Descubra como fazer Marketing no Youtube e conseguir bons resultados!