Google Acadêmico

Google acadêmico: como usar essa rica ferramenta de pesquisas do Google

O Google Acadêmico é uma ferramenta rica do Google que possibilita uma pesquisa avançada para projetos acadêmicos!

Se você nasceu antes da popularização da internet, deve se lembrar que o acesso à informação era bem mais difícil. Trabalhos acadêmicos dependiam das grandes enciclopédias, livros e jornais. Muitos desses materiais eram caros e parte dos estudantes dispunham de um bom tempo nas bibliotecas para que fosse possível produzir suas pesquisas.

Alguns desses “costumes” ainda são levados até hoje, mas é inegável que a internet mudou completamente o a vida e o modo de estudo dessas pessoas.

Além da informação ser facilmente encontrada em sites, portais e mecanismos de busca, há ainda páginas especializadas para a procura de materiais de estudo, como no caso do Google Acadêmico.

Nesse post você vai conhecer mais da ferramenta e como você pode se beneficiar com ela.

O que é o Google Acadêmico

Se você ainda não conhece, o Google Acadêmico é mais um dos diversos serviços oferecidos pela Google. Em 2004 foi lançado como mais um dos serviços de busca do Google, já em 2006, a plataforma começou a realizar pesquisas também em língua portuguesa e rapidamente se transformou em um poderoso mecanismo de busca de materiais acadêmicos muito ricos e úteis em informação.

A ferramenta é um buscador de livros, teses, resumos, literatura escolar, entre outros tipos de publicações. O layout da página é bem parecido com famoso mecanismo de busca do Google e ele ordena os resultados por ondem de relevância.

É uma excelente ferramenta de auxílio em pesquisas e trabalhos acadêmicos, mas como tudo que está na rede, precisa de cautela em sua utilização.

Quais as vantagens do Google acadêmico?

Sem contar com a grande vantagem de poder fazer suas pesquisas de forma mais eficiente e facilitada, sem a necessidade de sair de casa em busca de bibliotecas e até mesmo sem precisar investir em materiais de estudo.

O Google acadêmico possui diversas funcionalidades que justificam as vantagens de seu uso.

Abaixo vamos mostrar algumas delas, mas antes, é importante destacar, que em algumas das funcionalidades citadas abaixo, é necessário que se tenha uma conta no Google. O cadastro e os serviços são gratuitos. Veja:

  • Busca avançada: apesar de ser bem parecido como a ferramenta de busca da Google, o Google Acadêmico possibilita que você refine ainda mais suas buscas, conseguindo resultados mais satisfatórios. Isso porque a ferramenta dispõe da “Busca Avançada” que permite que você faça suas pesquisas de maneira mais precisa, como por exemplo, focando os resultados de um único autor ou periódico;
  • Minha biblioteca: com essa funcionalidade, você pode armazenar trabalhos acadêmicos que foram encontrados em suas pesquisas, caso queira ter acesso posteriormente;
  • Minhas citações: nessa opção você pode criar um perfil público. Dessa forma ele será exibido nos resultados de pesquisa do Google Acadêmico. Assim é possível também acompanhar de uma maneira simples quem cita suas publicações;
  • Minhas atualizações: essa funcionalidade recomenda artigos para você de acordo com seu histórico de buscas;
  • Alertas: aqui você pode criar alertas referentes a determinadas palavras-chave ou temas, desse modo, quando novas publicações forem indexadas segundo esses critérios, você é avisado;
  • Métricas: possibilita que você faça consultas dos periódicos mais relevantes por área, hierarquizados por número de citações recebidas.

Quais as desvantagens do Google acadêmico?

Como podemos ver, o Google Acadêmico oferece muitas vantagens, mas como nada é perfeito, a ferramenta tem também suas desvantagens. Elencamos abaixo quais são elas:

  • Falta de resultados para determinadas áreas: infelizmente a ferramenta não dispõe de muitos resultados para todas as áreas de conhecimento. A parte de “Humanidades”, por exemplo, é bastante defasada;
  • Forma de hierarquização dos resultados: os primeiros resultados que aparecem em uma busca são aqueles que foram mais citados. Mas àqueles que não são bem rankeados de acordo com as técnicas de otimização de sites, podem ter mais dificuldade em aparecer nos melhores resultados. O que quer dizer que algumas fontes relevantes podem ficar de fora, pois são são adequadas a esses critérios;
  • Resultados de buscas: de vez em quando, em algumas buscas aparecem resultados de fontes que não são acadêmicas ou mesmo não confiáveis ou desatualizadas.
  • Sem garantia de acesso: apesar de o Google Acadêmico ser uma ferramenta gratuita, ele apenas indica as fontes, o que não garante acesso a todos os resultados, pois alguns artigos e publicações cobram uma taxa para que seja possível o seu acesso.

Como usar o Google acadêmico?

Agora que já mostramos a você como tudo sobre o Google Acadêmico, vamos te ensinar a como utilizá-lo. Conforme já explicamos, a ferramenta é bem parecida com o mecanismo de buscas do Google, mas há alguns detalhes na plataforma que podem facilitar e melhorar sua busca.

Acesso

Para acessar o Google Acadêmico, basta entrar no link:  https://scholar.google.com.br/

Pesquisa

No campo de busca, digite o que você deseja pesquisar. Assim como no buscador tradicional do Google, aqui você também pode filtrar os resultados. Por exemplo, por período de tempo da publicação, por relevância ou data e, se você quer que a pesquisa seja feita em toda a web ou somente em páginas em português.

Busca avançada

Para usar a busca avançada, clique na seta que está localizada no canto direito do campo de busca. A seguir, preencha os campos que podem te auxiliar a ter mais precisão na pesquisa. Você pode encontrar artigos das seguintes formas:

  • Com todas as palavras;
  • Com a frase exata;
  • Com no mínimo uma das palavras;
  • Sem determinadas palavras;
  • Onde as palavras devem ocorrer, em qualquer lugar do artigo ou no título do artigo;
  • Exibir artigos de autoria de determinado autor;
  • Exibir artigos publicados em determinado periódico;
  • Exibir artigos entre datas a sua escolha.

Minha biblioteca

Para começar a usar a biblioteca é bem simples, basta clicar em “Minha biblioteca” e no botão vermelho “ativar”. Quando quiser utilizar a ferramenta para guardar artigos e livros e facilitar o acesso recorrente, basta clicar em “salvar” embaixo de cada resultado de pesquisa .

Se desejar ver todos os artigos salvos na sua biblioteca, basta clicar em “Minha biblioteca”.

Se você tem um perfil no Google Acadêmico, todos os artigos de sua autoria serão inclusos automaticamente na sua biblioteca. É possível também ver todo o conteúdo que tiver citado.

Minhas citações

Para usar a funcionalidade de “Minhas citações” e assim monitorar as citações das suas publicações que aparecerão nos resultados de pesquisa, você precisará fazer um perfil, preenchendo um pequeno cadastro com dados como: nome; afiliação; email para verificação; áreas de interesse e página inicial.

Caso não tenha um site ou e-mail referente a uma instituição, é só deixar o espaço em branco.

O próximo passo é adicionar os artigos que você escreveu para adicionar a seu perfil. Se houver necessidade, você poderá depois editar, excluir ou adicionar mais artigos. Se preferir, pode pular essa etapa e fazer isso depois.

Por último, você deverá escolher como a ferramenta deverá proceder nos seus artigos que são atualizados. Se deverá atualizar automaticamente — esse é o recomendado — ou se antes de ocorrer a atualização, enviarem um e-mail a você para analise e confirmação.

Alertas

Para receber atualizações recentes é simples. Clique em “Criar alerta”, digite a palavra-chave, seu endereço de e-mail e depois clique no botão vermelho “criar alerta”. Você pode criar quantos alertas desejar.

Os alertas serão recebidos por e-mail, e se, posteriormente, você não quiser receber sobre determinado assunto, você poderá cancelar.

Métricas

Se você deseja analisar a visibilidade e influência de artigos publicados recentemente, é só utilizar a ferramenta “Métricas”.

A ferramenta exibirá uma relação com os 100 periódicos mais citados, enquanto as colunas “Índice h5” e “Mediana h5” organizam o ranking com média de referências que seus artigos obtiveram, ou seja, permite que você faça um exame mais minucioso nos índices métricos dos artigos exibidos, pois oferece diversos hyperlinks para isso.

Além disso, exibe resultados em um ranking organizado pelo número de referência.

Você pode visualizar a análise métrica de periódicos com nove idiomas diferentes (inglês, chinês, português, alemão, espanhol, francês, italiano, japonês e holandês). Essa opção fica no canto esquerdo da tela.

É possível  também fazer uma busca mais apurada nos periódicos em inglês. Você pode escolher entre oito categorias temáticas diferentes.

Configurações

Se você quer alterar algumas configurações como número de resultados por página, idiomas, entre outros dados da sua conta, clique em configurações.

Extensão no navegador

É possível adicionar a Extensão do Google Acadêmico no seu navegador do Google Chrome ou Mozilla Firefox. Assim você terá acesso fácil e rápido a plataforma a partir de qualquer página da web.

Pronto! Agora você está preparado para utilizar todos os recursos do Google Acadêmico de maneira eficiente. Lembre-se de que apesar de ser uma ferramenta com artigos, documentos e publicações ricos em dados e informações, é preciso estar sempre atento ao que você utiliza como fonte.

Assim como há outras ferramentas que dispõe de fontes falsas ou desatualizadas, com o Google Acadêmico por ocorrer o mesmo. Portanto, sempre cheque e esteja atento as informações disponibilizadas.

Agora que você já sabe tudo sobre o Google Acadêmico, que tal aprender sobre o Google Drive? Essa ferramenta também pode te ajudar muito nos seus estudos. Veja aqui o guia do Google Drive com dicas para aproveitar o que de melhor a ferramenta oferece.