google adwords

Aprenda o que é o Google Adwords, como ele funciona e você pode utilizá-lo

Os investimentos em marketing digital têm crescido cada vez mais. Com a evolução do mercado, as empresas precisam se atualizar e repensar os investimentos.

Uma das maiores procuras de estratégias de marketing digital feitas por empresas é de links patrocinados. Para conseguir seguir com essa ação da melhor forma possível, é preciso entender como funciona o Google Adwords.

O que é o Google Adwords?

O Google Adwords é um sistema do próprio Google onde empresas que querem anunciar seus produtos inserem publicidade nos resultados do mecanismo de busca e em sites de parceiros do Google através do Adsense.

Google Adsense é uma rede de parceiros que possuem espaço disponível no site voltado para anúncio de terceiros.

Ok, vamos lá!

Você percebeu a necessidade de iniciar o investimento em links patrocinados e precisa entender por onde começar.

Essa plataforma possui uma série de particularidades – são muitos detalhes interessantes que vão transformar a sua forma de fazer negócio.

Caso tenha alguma dúvida a respeito de questões técnicas no dia a dia, são muitas as fontes de informação para resolver o seu problema.

1. Como funcionam os links patrocinados

Links patrocinados (conhecidos também como PPC) significam pay per click, onde o anunciante paga apenas quando alguém clica no seu anúncio.

Essa condição é interessante para as empresas, uma vez que o clique é o que pode engatilhar uma venda, por exemplo.

Caso o seu anúncio apareça para um usuário e ele não clique, por exemplo, você não precisará pagar por ele. Isso permite que as empresas façam os chamados testes A/B.

Dessa forma, é possível testar dois tipos ou mais de anúncio e descobrir qual deles possui maior desempenho e investir mais numa opção mais certeira.

Nos testes podem variar as chamadas, os textos e os CTAs.

1.1 Como colocar um anúncio no Google

Os anúncios do Google AdWords funcionam em um sistema de leilão.

Várias empresas competem pela aparição de seus anúncios tanto no mecanismo de busca quanto em sites de parceiros do Google.

Nesse momento, cada anunciante apresenta um lance para determinados temas de busca.

A partir daí o Google confere todas as apostas e seleciona os anúncios que aparecerão em seus sites parceiros e nas buscas feitas no próprio Google.

A escolha da empresa “vencedora” é dada pelo valor do lance e pela relevância do site aos olhos do Google (por isso é interessante manter seu site sempre otimizado para o Google e para o usuário).

A classificação dos anúncios acontece com base no Ad Rank. O Ad Rank define os anúncios a serem exibidos com base em questões como a qualidade do anúncio versus lance no leilão de palavras-chave.

A pontuação que define a qualidade do anúncio nada mais é que uma métrica criada pelo Google para mensurar os fatores de relevância e qualidade de cada um dos anúncios.

Em suma, os anúncios com muitos pontos de qualidade e muito relevantes para o usuário podem ser pagos por um valor menor do que o lance dado pela empresa – por isso, é importante entender que o valor pode ser variável, tudo depende da qualidade dos anúncios da sua empresa.

Um dos benefícios mais incríveis dos links patrocinados é que, ao contrário da mídia tradicional, é possível fazer testes em tempo menor, controlar de forma mais próxima os resultados das campanhas e melhorar sempre que necessário os anúncios para que, ao fim da campanha, seus resultados sejam otimizados (além de ser mais barato, claro!).

2.  Entenda todos os itens da sua conta do AdWords

Agora que você já sabe como funciona o AdWords, é hora de entender o que aparece na sua conta e como cada item desses pode (e deve) ser acompanhado.

2.1 Suas campanhas

As campanhas são formadas pelo conjunto de grupos de anúncios no AdWords.

As campanhas possuem configurações próprias, além de uma organização específica e um budget definido. Elas podem ser definidas por, por exemplo, áreas geográficas e temas específicos – isso ajuda a otimizar o alcance de suas campanhas.

Por exemplo, se você quer fazer anúncios específicos para as cidades onde possui lojas, terá campanhas diferentes para cada um dos estados e elas serão bem direcionadas para cada um deles.

Outra opção de segmentação de campanhas é por temas.

Caso você tenha uma loja de sapatos, por exemplo, podemos separar por sapatos femininos, sapatos masculinos, sapatos unissex, sapatos infantis, etc.

Dessa forma fica mais fácil de acompanhar e configurar cada uma delas, conseguindo filtrar facilmente os resultados e desempenho de cada grupo de anúncios.

São infinitas as opções de segmentação dentro das campanhas. Além disso, você não precisa se preocupar com a quantidade de campanhas criadas: não existe um número pré definido do máximo de campanhas que sua empresa pode ter.

Afinal, é possível pausar cada uma delas sempre que julgar necessário, e reativá-las a qualquer momento.

2.2 Grupos de anúncios

Os grupos de anúncios são as unidades menores dentro de uma campanha. Eles contêm as palavras-chave que serão trabalhadas em cada um dos anúncios da empresa.

Ao contrário das campanhas, os grupos de anúncio possuem estruturas um pouco mais complexas. Isso acontece porque as palavras-chave precisam ser muito bem definidas para que as coisas funcionem da melhor forma possível.

Isso influencia tanto na relevância para o Google (conforme dito anteriormente) quanto para atingir o público certo de forma mais otimizada.

Quantos às limitações do AdWords em relação à grupos de anúncios, você não precisa se preocupar: não existe um número máximo permitido de grupos de anúncios: cabe a você escolher cada um deles da forma que se organizar melhor.

2.3 Palavras-chave

As palavras-chave são um dos fatores mais importantes para os anúncios no AdWords.

Elas são as frases e palavras utilizadas para segmentar de forma precisa cada um dos anúncios.

Isso influencia o projeto do anunciante pois ele precisa considerar as palavras de maior busca pelos usuários para definir quais usará em suas campanhas. Dessa forma, conseguirá redirecionar melhor os anúncios para as pessoas e dúvidas certas.

Essas palavras-chave vão aparecer em diversas variáveis: Correspondência ampla, Ampla modificada, Frase e Combinação exata.

Cada uma delas com sua especificidade: Correspondência ampla não possui nenhum tipo de pontuação, Ampla modificada possui + entre no início das palavras, as frases aparecem entre aspas e Combinação exata dentro de colchetes.

Exemplo:

  • Correspondência ampla: marketing digital
  • Ampla modificada: +marketing +digital
  • Frase: “marketing digital”
  • Combinação exata: [marketing digital]

Vamos entender como funciona cada uma dessas variáveis:

Correspondência ampla

A correspondência ampla diz respeito a qualquer pesquisa feita pelo usuário que contenha esses termos ou seus sinônimos, independente da ordem.

Ampla modificada

É semelhante à correspondência ampla, mas possui a necessidade dos termos com “+” apareçam na pesquisa, eliminando os possíveis sinônimos.

Frase

A frase é a busca que os usuários precisam fazer para encontrar aquele resultado. Precisam estar com palavras nessa ordem específica, mas não podem ter outras palavras antes ou depois dessa frase.

Combinação exata

É a combinação mais específica que pode aparecer em uma busca.

Quando o anunciante vai escolher as palavras-chave para utilizar em suas campanhas, é fundamental considerar todas as possibilidades.

Por exemplo, a combinação ampla pode aumentar o tráfego para o seu site mas isso não significa grandes taxas de conversão, pois a amplitude da pesquisa pode (e vai) atrair pessoas que não são relevantes para o seu negócio.

Por conta disso, é preciso considerar todas as possibilidades durante a definição dessas palavras.

No entanto, uma das vantagens do Google AdWords é a possibilidade de negativar palavras-chave.

A negativação de alguns termos melhora os acessos dos usuários dentro do seu site – isso porque ele filtra os termos que você não quer que sejam associados ao seu anúncio, fazendo com que as pessoas que busquem por esses termos negativados não encontrem sua campanha.

2.4 Anúncios

Os anúncios são as unidades específicas dentro dos grupos de anúncios. Esses, ao contrário dos grupos e campanhas, possuem algumas limitações técnicas:

  • Headlines podem ter até 25 caracteres.
  • As linhas de descrição podem ter no máximo 35 caracteres por linha.
  • Displays de URL devem ter no máximo 35 caracteres.
  • URLs de destino não possuem um tamanho específico.

De modo geral, os anúncios são relativamente curtos.

Talvez a questão do tamanho dos anúncios seja o fator que dificulta a criação de cada um deles, pois o cuidado precisa ser dobrado para que em poucas palavras seu anúncio seja entendido e resulte em conversão para sua empresa.

É preciso criatividade para conseguir adequar toda a mensagem em um espaço tão pequeno.

Ao criar os anúncios, precisamos ter alguns cuidados e entender os detalhes.

O título, por exemplo, é o que aparece no topo do anúncio e deve ser adaptado de acordo com as palavras-chave e do tema do grupo de anúncio do qual faz parte.

Na parte de descrição do anúncio, é fundamental conseguir sintetizar todas as informações: os benefícios do produto ou serviço que você está tentando converter, os pontos de venda e uma chamada para conversão.

No caso da URL de visualização, é interessante que o domínio do seu blog apareça nesse momento. Finalizando, a URL de destino não aparece no anúncio, mas é o destino do usuário ao clicar no anúncio.

Não existe uma quantidade máxima de anúncios dentro de cada grupo de anúncios.

No entanto, uma recomendação interessante é que se mantenha dois anúncios dentro de grupo para que você consiga fazer testes e encontrar as opções que possuem maior potencial de conversão.

2.5 Métricas

Pensar em métricas quando trabalhamos o Adwords é fundamental.

Assim como todas as estratégias de marketing digital, os links patrocinados também precisam de acompanhamento constante dos resultados para otimizar os números da empresa ao fim de cada campanha.

Das métricas mais comuns trabalhadas, podemos encontrar: cliques, impressões, conversões e receita.

De modo geral, essas métricas são as mais importantes dentro de uma campanha de links patrocinados.

As impressões significam quantas vezes o seu anúncio foi mostrado. Cada vez que um usuário encontra seu anúncio durante uma pesquisa, é registrada uma impressão. Caso o usuário clique nesse anúncio, você ganha um clique.

Os resultados dessas métricas aparecem de acordo com a palavra-chave trabalhada, anúncio, grupo de anúncio e campanha.

Assim, é possível mensurar os resultados específicos de cada palavra ou anúncio e entender onde está o potencial máximo de performance.

Importante ressaltar que, cada vez que um usuário clica em um anúncio e mantém o fluxo de ações até a página de final, o Google Adwords contabiliza uma conversão.

Com isso é possível ter em mente quantas vezes um anúncio impulsionou uma venda para a sua empresa ou gerou algum tipo de lead.

Com essa métrica também é possível descobrir qual o custo por conversão ou por aquisição e levantar dados para saber se o investimento está sendo positivo para a empresa.

Para acompanhar as métricas, é possível utilizar o próprio código de acompanhamento do Adwords. Algumas pessoas, no entanto, optam por importar os dados para o Google Analytics.

3. Trabalhando no Google Adwords

Uma das maiores dificuldades iniciais é acostumar-se com a interface.

Para isso, recomendamos sempre que você desbrave toda a sua conta: vá em todos os links, entenda como tudo funciona, realmente procure por coisas novas enquanto navega pelo Google Adwords.

Isso certamente vai ser uma das atividades mais proveitosas para quando começar a gerenciar seus anúncios.

Além disso, no momento inicial é interessante alterar alguns intervalos de gráficos, datas e métricas. Isso ajudará a entender como tudo funciona e otimizar seu acompanhamento das campanhas.

É possível, inclusive, acompanhar o histórico de alterações realizadas dentro de cada grupo de anúncio. Por isso, não se acanhe: é hora de fazer testes e comparar resultados!

Agora que já temos em mente o contexto básico do Google Adwords, é hora de entrarmos em questões mais específicas. Que tal conhecermos um pouco mais sobre os tipos de campanha?

4. Tipos de campanha

Para criar campanhas cada vez mais otimizadas, é interessante conhecer todos os tipos oferecidos pelo Google Adwords. São eles: campanhas de rede de pesquisa, rede de display, rede de pesquisa com exibição em display e google shopping.

4.1 Rede de pesquisa

As campanhas de rede de pesquisa são aquelas cujo os anúncios aparecem nos mecanismos de busca (Google e em sites parceiros). Esse tipo de campanha comporta apenas anúncios no formato de texto com uma certa limitação de caracteres.

Esses anúncios são filtrados com base na palavra-chave que o usuário está pesquisando.

Esses anúncios aparecem nas páginas de resultados de busca no Google com um indicativo de anúncio, em amarelo, no canto superior esquerdo.

exemplo de anúncio no google adwords

4.2 Rede de display

Os anúncios de campanhas do tipo rede de display aparecem exclusivamente na rede de displau do Google. Essa rede é composta por inúmeros websites parceiros, como Uol, Terra, etc.

Para descobrir em qual tipo de site seu anúncio vai aparecer, é fundamental fazer uma boa segmentação e separar corretamente as palavras-chave.

A rede de display é capaz de exibir anúncios em diversos formatos – vídeo, gráfico, texto ou rich media.

4.3 Rede de pesquisa com exibição em display

Esse terceiro tipo de campanha é uma junção dos dois primeiros. É possível criar anúncios que aparecerão na rede de pesquisa e na rede de display do Google.

Apesar de parecer uma forma mais prática de fazer campanha, fazê-las separadamente ainda soa como uma ideia mais interessante.

Isso porque é mais fácil acompanhar os resultados de cada uma delas.

Assim, você consegue perceber de forma mais eficaz qual tipo de campanha corresponde melhor ao seu público e otimizar os investimentos naquela que dá mais retorno.

4.4 Google Shopping

Com o Google Shopping é possível criar campanhas que apresentam uma lista de produtos que sua empresa está comercializando.

Esse tipo de campanha funciona como um comparador de preços do Google, auxiliando o usuário a fazer a melhor escolha.

5. Busca

5.1. Configurações de campanha

Rede

Para campanhas de busca, você pode optar por exibir seus anúncios em Pesquisa Google Partner Network: Google Maps, Google Vídeos e outros sites semelhantes.

Dispositivos

Durante a criação de campanhas, você pode escolher aparecer em três categorias de dispositivo: computadores, dispositivos móveis com browsers completos e tablets também com navegadores completos.

O importante ao escolher os dispositivos é conhecer os hábitos de consumo do seu público. É interessante fazer testes para saber em qual tipo de plataforma você deve otimizar seus esforços.

Locais

Nesse ponto você define onde gostaria de mostrar seus anúncios – ou não.

Isso permite que você anuncie para diferentes cidades com diferentes mensagens, selecione as cidades mais interessantes para o seu negócio e negativar aquelas regiões que não são prioridade para aquela campanha.

Idiomas

O poder de segmentação de campanhas no Adwords abrange também o idioma de pesquisa / padrão de cada usuário. Nesse momento você escolhe para qual idioma gostaria de exibir seu anúncio.

O Google considera o idioma que o usuário definiu como padrão, o idioma da consulta de pesquisa ou das páginas recentemente visitadas pela Rede de Display.

Licitação

O Google Adwords apresenta três métodos de licitação: foco em cliques, foco em conversões ou estratégia de oferta flexível.

Dessa forma, você define o tipo de licitação mais específico para o seu negócio. Se seu foco é em cliques, você pode manualmente definir seus lances – isso faz com que você tenha mais controle. Porém, é possível solicitar que o próprio Adwords os defina.

Além disso, existe também o CPC otimizado – ele pode aumentar ou diminuir o lance em até 30%, dependendo da probabilidade e cliques que vão converter.

No entanto, vale a pena lembrar que maximizar os cliques não significa necessariamente maximizar a receita e as leads. Par ausar a opção de otimização de conversões do Google Adwords, sua campanha precisaria ter pelo menos 15 conversões nos últimos 30 dias.

Método de entrega

Quando pensamos nos métodos de entrega, encontramos duas opções: padrão e acelerado.

O método de entrega padrão exibe anúncios de forma uniforme ao longo do tempo. Por outro lado, o método acelerado faz com que os anúncios sejam vistos rapidamente.

Para escolher qual método usar, é preciso considerar o caixa disponível para o investimento. Se você possui um grande valor para aplicar em Google Adwords, é uma boa ideia utilizar a entrega acelerada, por exemplo.

Entrega dos anúncios

A rotação determina qual anúncio será exibido pelo Google a cada momento.

Uma vez que seus anúncios são otimizados por cliques e conversões, o Google opta por aquele com maior desempenho. Por isso, é necessário acompanhar seus anúncios e otimizar cada um deles.

Suas chances de garantir a exibição são bem maiores!

6. Exibição

6.1 Opções de segmentação

Segmentação através de palavras-chave:

O Google Adwords utiliza as palavras-chave com fator de segmentação contextual para exibir os anúncios da sua empresa nos sites mais relevantes para aquele mercado.

Posicionamento

Nessa opção é possível visualizar os sites em que o Google Adwords têm exibido automaticamente os seus anúncios – ou criar canais gerenciados (selecionando os sites de interesse).

Tema

Os tópicos são relacionados aos temas do site. O único trabalho, nesse ponto, é escolher quais tópicos deseja alcançar com os seus anúncios e a partir daí o Google trabalha para alcançar esse resultado.

Interesses e Remarketing

O Google confere as páginas que o usuário visitou para entender quais são seus interesses. A partir daí, consegue auxiliar na seleção dos anúncios corretos para aquela pessoa.

O Remarketing permite, no entanto, segmentar os usuários que já estiveram em seu local através de um cookie colocado no browser.

Isso permite a criação de campanhas específicas e direcionadas para pessoas que já visitaram o seu site.

7. Extensão dos anúncios

As extensões de anúncio vão mostrar a classificação dos anúncios do seu grupo de anúncios, a posição de cada um deles, etc.

É importante utilizar as extensões de anúncios para conseguir visualizar o posicionamento dos seus anúncios e informações sobre o seu site (como relevância).

Links do site

Os links do site vão mostrar links adicionais para o seu site na parte de baixo do seu anúncio.

Extensões de chamada

As extensões de chamada permitem que os usuários que entram em contato com o seu anúncio cliquem no CTA utilizando seu celular – trata-se de uma otimização para dispositivos móveis.

Extensões de revisão

Nessa opção você pode acompanhar os sites em que seus anúncios estão sendo veiculados. No caso de não estar seguro a respeito de cada uma dessas opções, é interessante utilizar o suporte do Google Adwords.

Extensões de localização

Na extensão de localização, o Google Adwords permite que os usuários encontrem facilmente sua loja.

Por exemplo, no caso de uma loja física, o endereço aparecerá para os usuários, e poderão facilmente encontrar as direções para chegar até lá.

Geralmente essas extensões de localização aparecem apenas para usuários que estão nas proximidades da sua loja ou à procura do seu endereço.

8. Otimizações básicas de anúncios

Conhecendo então algumas propriedades do Google Adwords, está na hora de entender um pouco mais sobre as otimizações básicas que a ferramenta permite que você faça.

Relatórios de pesquisa

Nesses relatórios conseguimos analisar quais foram os termos que mais geraram cliques em seus anúncios.

Isso pode ajudar a garantir que apenas usuários com intenções claras de compra, por exemplo, cheguem até a sua empresa; Ele também te ajuda a encontrar palavras-chave que também são oportunidades para o seu negócio.

Lances e orçamentos

Otimizar os lances de cada anúncio é fundamental para garantir que o investimento está sendo feito da forma correta.

Com essa opção, é possível ajustar os orçamentos semanais e mensais para ter mais controle de como o dinheiro investido tem sido gasto.

Ajustes BID – Estratégia Básica

É muito importante acompanhar os resultados dos investimentos em adwords.

As palavras-chave, por exemplo, precisam ser acompanhadas de perto para entendermos onde estão nossas maiores oportunidades de conversão e, claro, onde estão aquelas que não geram tantos números positivos para a empresa.

A estratégia básica, nesse momento, é fazer o download do relatório de palavras-chave oferecido pelo próprio Google Adwords para analisar quais deram mais resultados.

A partir daí, otimizamos os investimentos nas de mais destaque e reduzimos nas que não estão dando tanto retorno assim.

Uma outra estratégia interessante é a filtragem por custo de conversão.

É preciso acompanhar o CPA de cada palavra-chave para reajustar, sempre visando a otimização do investimento.

Dimensões TAB

As dimensões de aba podem apresentar várias informações relevantes para a sua conta. A maior dica que podemos dar em relação ao Google Adwords é a análise de dados.

A ferramenta permite que muito seja extraído a respeito do comportamento do usuário e resultados das campanhas.

Por isso, é importante sempre mensurar os resultados, para fazer ajustes pontuais e capazes de melhorar os números do investimento.

9. Remarketing

Remarketing é a possibilidade de criar campanhas de marketing específicas para pessoas que já estiveram em seu site.

Isso significa que, em algum momento, aquele usuário estava em busca de algo em seu site e acabou abandonando a página por algum motivo.

Nesse momento, é possível criar campanhas para tentar fazer esse usuário retornar ao site. Isso é possível graças a um código de remarketing.

Esse código é instalado em todas as páginas do seu site, e funciona como cookie.

Dessa forma é possível traçar quais usuários estiveram no seu site através da página de audiência disponível na sua conta do Adwords. Depois disso, é possível criar uma lista de remarketing.

10. Segmentação do público

Após iniciar sua campanha de remarketing, é preciso fazer otimizações.

Importante entender que esse tipo de campanha é diferente das campanhas de display e rede de pesquisas explicadas no início do texto e, por isso, precisa de uma atenção especial.

Para otimizar os resultados da sua campanha de remarketing, assim como as campanhas de rede de display, é preciso analisar os resultados provenientes de cada estratégia.

Assim, podemos otimizar os investimentos em anúncios de remarketing que estão dando mais retorno e reduzir os valores nas campanhas que não estão dando conversões para a sua empresa.

Para analisar a eficácia dos anúncios que estão sendo utilizados, é preciso acompanhar os relatórios de Alcance e Frequência disponibilizados pelo Google Adwords.

A partir desse relatório é possível segmentar o números de vezes por dia, semana e mês que um usuário entra em contato com seus anúncios de remarketing.

11. Segmentação avançada

Para entender cada vez mais os resultados do seu investimento em Google Adwords, é preciso acompanhar com atenção os relatórios disponíveis na plataforma: clique, desempenho de extensões, relatório geográfico, etc.

11.1 Tipo de clique

O relatório de tipo de clique permite que você identifique o que potencializou cada um desses cliques: headline, link do site, CTA, direções para a loja, etc.

11.2 Performance geográfica

Um dos relatórios mais interessantes de se acompanhar é o de performance geográfica.

Com esses números, é possível entender o comportamento dos usuários de diferentes regiões e encontrar novas possibilidades de segmentação e investimento.

12. Cross-Device Atribution

A atribuição Cross-Device permite que você acompanhe o comportamento do usuário com base nos dispositivos que utiliza para acessar o seu site.

Vivemos em um mundo conectado, onde celulares, tablets e computadores são utilizados diariamente para acessar os mais diversos sites.

Por isso, é importante acompanhar esse tipo de relatório para conhecer cada vez mais o seu público e fazer campanhas mais direcionadas para essas pessoas.

Além disso, o relatório permite entender como o usuário chegou ao seu site: através de e-mails, tráfego direto, anúncios ou pesquisas orgânicas, por exemplo.

12.1 Estimativa total de conversões

O relatório que estima o total de conversões começou a ser fornecido pelo Google justamente para melhorar o entendimento a respeito do comportamento do usuário quando analisamos as conversões.

Por exemplo, é possível calcular as conversões feitas de um dispositivo (computador), mesmo que o clique inicial para essa conversão tenha sido feito por um celular.

Apesar de ser um tipo de métrica com transparência limitada devido à complexidade, ela ajuda a entender em quais dispositivos os clientes estão tendo a tendência ao primeiro clique e quais os clientes têm utilizado para realmente finalizar a conversão.

Para entender como cada dispositivo tem acrescentado para o seu negócio, é preciso analisar os relatórios de segmentação por dispositivo, que apresentarão o desempenho em cada uma das plataformas de acesso: tablets, dispositivos móveis e desktops.

13. Reports

Imaginando uma rotina corrida, onde você não possui disponibilidade para acessar a plataforma do Adwords todos os dias, os relatórios automáticos são uma boa opção para acompanhar o desempenho das campanhas.

Eles são simples de serem acessados no Adwords e podem ser acompanhados diariamente.

O recomendado, no entanto, é que você realmente acompanhe de perto os resultados dos anúncios. Mas em casos extremos, essa é uma solução possível para lidar com a falta de tempo.

13.2 Regras

As regras do Google Adwords permitem que você faça alterações automáticas em sua conta.

Por exemplo, é possível fazer alterações do seu orçamento diário de acordo com informações como os dias com maior volume de compras; ativação de anúncios para dias específicos; modificação dos lances máximos de custo por clique, sempre considerando a taxa de cliques ou as conversões já realizadas.

Esse tipo de regra automatizada ajuda a melhorar o desempenho das campanhas com base em relatórios que retratam o comportamento do usuário no dia a dia na internet.

A importância é a otimização das campanhas em prol do aumento dos resultados para a sua empresa.

Utilizar o Google Adwords, assim como qualquer estratégia de marketing digital, exige acompanhamento frequente dos resultados. Isso é fundamental para que a empresa consiga otimizar suas campanhas e melhorar seus resultados.

Entender a plataforma do Adwords é um dos maiores desafios.

No entanto, existem muitos links de apoio que podem ajudá-lo a otimizar sua experiência na interface.

Se você quer ter mais entendimento no assunto, recomendamos também que leia nosso ebook gratuito e completo sobre a ferramenta.

download google adwords ebook

Tem alguma dúvida? Não deixe de comentar!

 
Autor(a)

Escrito por: Gabriela Leroy Apaixonada por literatura e escrita, não vive sem caneta e papel. Descobriu no marketing de conteúdo sua profissão. Gosta de batata frita e acredita no melhor das pessoas.



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!