guia redes sociais

O guia definitivo das redes sociais: como aproveitar o melhor de cada uma?

Você já sonhou com um guia definitivo das redes sociais, com informações curiosas sobre as redes, hyperlinks para conteúdos completos e informações sobre a escolha da plataforma ideal para seu negócio?

Você já sonhou com um guia definitivo das redes sociais, com informações curiosas sobre as redes, hyperlinks para conteúdos completos e informações sobre a escolha da plataforma ideal para seu negócio?

Então você já pode parar de sonhar, porque é exatamente isso que o texto de hoje promete trazer para você!

O universo das redes sociais é fundamental para você conseguir bons resultados com sua estratégia de marketing digital, e não pode ser ignorado por nenhum tipo de negócio, independente da área ou do tamanho.

Entender as redes e saber usá-las ao seu favor é apenas o primeiro passo para o sucesso online.

Depois disso começa a sua longa jornada pela integração de contas em diferentes plataformas, nutrição de leads, gerenciamento de comunidades e produção de conteúdo novo e relevante para sua persona.

Tudo isso depende de um trabalho apurado e constante experimentação das mais diversas funcionalidades disponíveis no mercado.

Ficou curioso? Então não deixe de conferir o guia definitivo das redes sociais que preparamos para você!

Por que usar redes sociais no seu negócio? 10 razões incontestáveis

Se nos dias de hoje o seu negócio ainda não usa redes sociais, é hora de sair da caverna e criar sua primeira conta no Twitter ou Facebook – só para início de conversa.

Redes sociais são o melhor lugar para investir na exposição de sua marca, além de o canal mais fácil de contato com seus consumidores.

Hoje em dia são mais de 2 bilhões de usuários ativos diariamente em diversas plataformas, seja por smartphone ou computadores, com uma previsão de crescimento de 10% ao ano nesse número.

Antes de perguntar por que usar redes sociais, seria muito mais fácil perguntar por que não usar, já que isso parece ir contra toda a lógica de negócios com presença digital.

Não usar redes sociais significa que você recusa, conscientemente, a possibilidade de engajar com seus consumidores, de promover o seu negócio gratuitamente, de expor a sua marca para além de limites geográficos, de aumentar as compras e uma infinidade de outros benefícios para sua empresa.

Quer saber mais? Separamos abaixo as principais vantagens de se investir em redes sociais e  como isso impacta nos resultados do seu negócio:

1. Facilidade de acesso a insights em tempo real

Com o uso das redes sociais você tem acesso direto à sua persona, podendo checar, quando quiser, a respeito de seus hábitos, conteúdos de interesse, modo de agir online, preferências etc. e, com isso, moldar suas estratégias online para melhor abrangê-la.

Não só isso, em várias redes é possível acessar o Analytics da conta, tendo acesso a dados de interação, horário de maior fluxo de usuários, conteúdos mais populares etc.

2. Maior autonomia no manejo do engajamento:

Com as redes sociais você pode dialogar diretamente com seu público, respondendo tanto individualmente quanto de maneira generalizada, bastando escolher a rede e o tom de seu negócio.

Pelas redes sociais você pode gerar novos eventos, promoções e condições especiais para seus clientes e futuros clientes, auxiliando o seu negócio a estar sempre presente em suas rotinas.

3. Aumento de tráfego para seu site

Utilizar as redes sociais como canal de redirecionamento para seu site é sempre uma boa opção, e você nem precisava de um guia definitivo para as redes sociais para saber disso.

Você pode utilizar do perfil, de postagens, de links embutidos, vídeos, imagens e tudo mais que puder imaginar como linha de transmissão, e então fazer a divulgação do seu endereço virtual para conseguir mais tráfego.

Unir o marketing de conteúdo já praticado no seu blog com a capacidade de alcance aumentado das redes sociais só pode gerar bons resultados.

4. Melhor atendimento ao consumidor

Você já ouviu falar sobre SAC 2.0? Essa é uma nova modalidade do Serviço de Atendimento ao Consumidor, que pode fazer maravilhas para o seu negócio. Essa alternativa utiliza de redes sociais com boa performance para troca de mensagens, como o Facebook, por exemplo, e permite que os usuários submetam suas reclamações, dúvidas e elogios pelo inbox da rede. Assim a troca de dados e a possibilidade de se trazer uma resolução para o problema são muito mais rápidas.

5. Manutenção de sua reputação e imagem

Deu algum problema com suas campanhas publicitárias? Vazou algum boato prejudicial sobre seu negócio? Então as redes sociais são o seu melhor meio de retratação.

A alta capacidade de compartilhamento e acesso direto ao seu público permitem que você tome ações imediatas na hora de corrigir algum problema, seja ele um recall ou apenas um simples mal-entendido.

Mas esteja atento: é fundamental que você esteja preparado para lidar com esse tipo de situação (especialmente importante ter um profissional de RP nesses casos!) para que ela não se volte contra você!

6. Reafirmação de autoridade no mercado

Por meio das redes sociais é possível que seu negócio se posicione como autoridade no mercado, independente de qual seja ele.

Para isso, bastará que você forneça sempre conteúdo de qualidade e seja capaz de articular com seu público, providenciando informações relevantes e atualizadas o tempo todo.

Uma boa estratégia de conteúdo será sua melhor amiga na hora de construir sua autoridade no mercado por meio das redes sociais.

7. Oportunidade de educação de leads

Aproveite de sua estratégia de marketing de conteúdo para uni-la às possibilidades oferecidas pelas redes sociais.

Essa é uma ótima chance para você educar suas leads e facilitar o processo de conversão, garantindo que toda informação relevante sobre seu negócio alcance seu público de maneira dinâmica.

8. Alternativa de geotargeting

Quer anunciar apenas para um determinado bairro ou cidade?

Com as redes sociais é possível concentrar os seus esforços de publicidade nesses locais, garantindo que o público atingido seja realmente relevante para seu negócio.

9. Ganho de velocidade no compartilhamento de informações

Como boa parte das pessoas está conectada às redes sociais por aparelhos smartphone, é uma boa utilizar a sensação de imediaticidade criada por essas plataformas para estar sempre presente na vida de seus usuários.

Tem alguma promoção relâmpago? Ou precisa avisar algo de última hora?

Pelas redes sociais é muito mais garantido que seus usuários tenham acesso a essas informações.

10. Avaliação de competidores em tempo real

Quer monitorar a concorrência? Pois fique sabendo que pelas redes sociais elas estão a apenas um clique de distância.

Por meio dessa alternativa é possível estar em contato constante com as publicações mais badaladas do seu mercado, e daí retirar alguns insights para suas próximas postagens.

Guia definitivo das redes sociais: 11 redes e o que você precisa saber sobre elas

Facebook

O Facebook é a rede social número 1 no mundo tudo, e é claro que isso você já sabia. Mas será que você também sabia que mais de 42% dos negócios do mundo todo consideram a rede crítica para o sucesso de sua empresa?

E não é só isso, são mais de 1.8 bilhões de usuários ativos todos os meses, com mais de 1.6 bilhões acessando também por alternativas mobile – 22% a mais que no último ano, com um público variando, principalmente, entre 25 e 34 anos na rede.

O Facebook ainda é o melhor lugar para você arriscar criar a primeira conta de sua empresa e, mesmo que não seja recomendado limitar-se a apenas uma alternativa, é bastante provável que esta se torne a sua primária na hora de organizar o gerenciamento do social media do seu negócio.

É possível organizar uma página, ou perfil institucional, específica para seu negócio, customizando o visual e as funcionalidades previstas.

Aqui no Marketing de Conteúdo você encontra uma série de postagens que ensinam desde o cadastro do site até a conversão da lead pela rede, bastante apenas digitar “Facebook” na caixa de pesquisa no topo.

Por conta disso, separamos logo abaixo os principais tipos de conteúdo que podem ser criados no Facebook para o perfil de sua empresa, destacando-a das demais na guerra pela atenção do usuário em sua linha do tempo:

  • Textos longos ou curtos;
  • Imagens estáticas;
  • Gifs;
  • Fotografias 360 graus;
  • Vídeos;
  • Linkagem incorporada de conteúdo externo;
  • Album seriado de imagens e vídeos;
  • Postagens colaborativas;
  • Concursos, promoções e sorteios;
  • Jogos em formatos específicos para a rede;
  • Apps próprios;
  • Posts patrocinados;
  • Grupos para discussão;
  • Grupos de Venda;
  • Eventos;
  • Transmissões ao vivo;
  • Ofertas.

Claro que o Facebook não se limita a essas alternativas. A partir delas é possível misturar e criar novos formatos de conteúdo que podem ou não dar certo com o seu público.

O segredo aqui é não ter medo de experimentar e estar sempre atento às principais novidades entre os grupos de interação de sua persona.

Twitter

O Twitter, também conhecido por aí como uma plataforma de microblogging, é uma das redes sociais mais utilizadas nos dias de hoje, sendo constantemente comparada ao Facebook por conta da irreverência e diferenciação das outras alternativas no mercado digital das redes.

O Twitter funciona como uma espécie de linha do tempo de constante atualização, aceitando o envio de mensagens com até 140 caracteres de texto, além de links, imagens, vídeos e, recentemente, gifs.

Na sua tela inicial você visualiza o conteúdo em ordem cronológica, com algumas raras intervenções com tweets de pessoas com quem você interage que talvez você tenha perdido.

A grande vantagem do Twitter, além do seu formato rápido e vantajoso para viralizações, está na possibilidade de utilizar Hashtags, palavras acompanhadas do símbolo da cerquilha (#), para a categorização do conteúdo.

Isso auxilia, e muito, na hora de buscar usuários com interesses semelhantes, colocando o seu negócio na rota da seda do mundo digital.

Não só isso, o Twitter também é uma conhecida ferramenta para o SAC 2.0, aquela alternativa de atendimento ao consumidor que faz uso de redes sociais para melhorar o relacionamento e acelerar as respostas.

Bancos, faculdades e empresas de todos os tamanhos já utilizam o Twitter para identificar usuários que estejam tendo problemas com os seus serviços, garantindo que a experiência do consumidor seja muito melhor a partir de sua intervenção.

Abaixo, separamos algumas das principais vantagens de se adotar o Twitter como alternativa de rede social para seu negócio:

  • É gratuito;
  • Tem opção para patrocinar tweets;
  • Facilidade de viralização de conteúdo;
  • Rede rápida e com grande índice de atualização;
  • Facilidade de monitoramento da concorrência;
  • Acesso a estatísticas de usuários;
  • Possibilidade de gestão de uma comunidade;
  • Auxílio na divulgação de novidades e links do seu website;
  • Ótimo para encontrar usuários que tenham feito negócio com sua empresa;
  • Possibilidade de organização de listas de usuários;
  • Facilidade no uso de Hashtags;
  • Referência em ‘temas do momento’ com o Trending Topics;
  • Possibilidade de customização do visual;
  • Variedade de formatos aceitos;
  • Fácil integração com websites e outras redes sociais.

Instagram

O Instagram passou por uma série de mudanças nos últimos anos, e você deve bem lembrar da briga que deu quando anunciaram o modo Stories, bastante similar às funcionalidades do (até então) rival Snapchat.

Para bem ou para mal, a rede conseguiu recuperar os usuários que haviam migrado para o “outro lado” e hoje ainda mantém o posto de uma das principais alternativas de redes sociais para negócios.

Isso porque o Instagram, baseado no compartilhamento de imagens e vídeos, também faz parte do grupo que coordena o Facebook, dividindo atualizações, integrações e modo de anúncio, além de, é claro, oferecer um ótimo boost em suas campanhas e rankeamento dentro da rede.

O Instagram é uma das melhores alternativas para negócios baseados na produção de conteúdo visual, como moda, culinária, arte, turismo e tudo o que dependa de fotografia. Claro que isso não impede que outras vertentes do mercado também invistam nessa rede social, bastando um pouco de criatividade para saber fazer bom uso do Instagram.

Você pode compartilhar o por trás das câmeras, insights de produtos, fotos da empresa, imagens inspiracionais, vídeos de feedback,  tutoriais e tudo mais que sua criatividade permitir.

A rede social conta com uma infinidade de filtros, cores e edições possíveis de serem feitas em suas fotos, transformando simples selfies de celular em verdadeiras obras de arte.

Não só isso, você também pode utilizar hashtags para ser encontrado em qualquer parte do mundo virtual, redirecionando usuários com interesses semelhantes aos seus para o seu negócio. Quer maneira mais fácil de conseguir novas leads?

E não se esqueça: assim como o Facebook, O Instagram também abre possibilidade para se investir em conteúdo patrocinado, colocando todas as suas postagens na linha do tempo de usuários relevantes para o seu mercado.

Quer mais motivos para usar o Instagram? Então confira outras vantagens da rede:

  • Fácil de ser encontrada;
  • Permite CTAs que levem ao contato com a empresa;
  • Garante acesso aos Analytics da rede;
  • Conteúdo patrocinado;
  • Facilidade para trabalhar sua identidade visual;
  • Ótimo para conseguir UGC;
  • Auxilia no aumento da conversão e tráfego no site;
  • Pode ser automatizado;
  • É divertido!

Snapchat

O Snapchat surgiu em meados de 2011 e teve o seu ápice entre os anos de 2015 e 2016 aqui no Brasil, até o lançamento do já mencionado Instagram Stories.

Apesar do baque sofrido, a rede ainda se mantém no ar, contando com usuários fidelíssimos que se recusam a abandonar os famosos filtros exclusivos e a sensação de privacidade que a rede oferece.

Caso você não saiba, o Snapchat é uma rede social visual que trabalha com a postagem de conteúdo com data de expiração. Ou seja, cada foto ou vídeo postado tem apenas 24h até ser excluído para sempre do sistema.

Os conteúdos são organizados em uma tela envolta por conteúdo patrocinado e, apesar da popularidade, não é tão simples de mexer.

A vantagem da rede, porém, está na possibilidade de criar conteúdos irreverentes, informais e capazes de alcançar a parcela jovem da população, com boa aceitação entre jovens de 17 a 26 anos no Brasil.

A ferramenta é uma ótima alternativa para mostrar bastidores de sua empresa, preview de produtos, reviews, novidades, códigos promocionais com data de expiração, sua relação com influenciadores da marca, cobrir eventos e, claro, brincar um tanto com os filtros e stickers do app.

Lembre-se, porém, de que o Snapchat não permite que você busque por contas de maneira aleatória, portanto, o ideal é combinar essa rede com outra já em funcionamento, ou, ao menos, divulgar o nome da conta no seu blog ou website.

E se ficar na dúvida na hora de escolher entre o Snapchat e o Instagram, considere dar uma olhadinha nesse post aqui!

LinkedIn

O LinkedIn é uma rede social voltada para negócios, e o tom sisudo pode acabar assustando marqueteiros que ainda se recusam a utilizar de todo o potencial da rede para fazer suas divulgações.

Claro que aqui não é o melhor lugar para compartilhar memes e vídeos de animais, mas isso não significa que você não possa brincar e trazer um tanto de leveza para suas postagens.

Saber dosar é o essencial para conseguir bons resultados no LinkedIn, e a plataforma oferece um bom suporte para o compartilhamento de textos explicativos, conteúdos institucionais, dados sobre sua empresa, atualizações do negócio, textos opinativos e, claro, vagas de emprego.

Essa rede é especialmente indicada para negócios B2B, uma vez que a chance dos seus clientes ou fornecedores terem algum perfil nesse site é bastante grande. Daí, é uma ótima alternativa para construir o relacionamento e estreitar o laço entre marcas.

Quer mais razões para usar a rede? Aqui vão elas:

  • LinkedIn é a terceira rede mais utilizada por perfis de negócios;
  • Possibilidade de mensuração de resultados;
  • Oportunidade para recrutamento;
  • Facilidade para engajar em discussões construtivas;
  • Ótimo para conseguir contatos profissionais;
  • Rede altamente eficiente para o lançamento de produtos;
  • Ótima rede para gerar leads.

Pinterest

O Pinterest é A rede social visual do momento, e é indispensável para qualquer empresa no ramo de decoração, artes e moda.

Isso porque o público mais interessado nesse tipo de assunto está muito presente na rede, que já conta com mais de 100 milhões de usuários ativos – sendo que 85% desse número se declarou como sendo do gênero feminino.

A rede permite que você agrupe imagens linkadas a conteúdos em um enorme quadro de referências que pode ser organizado em pastas e categorias diferentes.

É quase que como uma aba de Favoritos do seu navegador completamente visual, com acesso rápido e a alternativa de ser compartilhada por qualquer usuários da rede.

Não só isso, é possível também colocar uma área do Pinterest no seu site, mostrando os principais Pins e convidando os usuários a participar.

O Pinterest é uma das ferramentas mais populares para a divulgação de produtos, e tem ótima aceitação entre os usuários de conteúdo patrocinado.

O Pinterest também tem a opção de ser para negócios, com estatísticas e acesso melhorado para negócios.

A rede também é ótima para entender o que está ou não fazendo sucesso no momento, e auxilia na hora de pensar em novos conteúdos e otimizar os resultados do negócio. Para isso, basta digitar algumas palavras de interesse na busca e conferir o que vem em primeiros.

Conteúdos mais populares, ou com melhor SEO, virão em primeiro, e, consequentemente, gerarão mais tráfego.

Quer saber mais sobre a rede? Então confira nosso guia do Pinterest!

Youtube

O Youtube é hoje uma das redes sociais mais populares, e uma das plataformas mais indicadas para o upload de vídeos de qualquer tipo.

Seu competidor mais forte, o Vimeo, ainda está longe de ter todo o apelo que essa ferramenta tem, principalmente no que tange a criação de comunidades e gestão de públicos.

A rede tem uma média de 1 bilhão de visitas mensais, com mais de 100 horas de vídeos carregadas no servidor do site a cada 60 segundos e uma presença enorme em dispositivos mobile.

Ainda não se convenceu? O Youtube é considerado a segunda maior fonte de buscas online, perdendo apenas, é claro, para o Google. Isso significa que um bom SEO pode garantir as primeiras posições e aumentar, e muito, suas chances de ser encontrado na rede.

As vantagens de utilizar essa rede são inúmeras para qualquer modelo de negócio, mas vamos listar abaixo as principais:

  • Possibilidade de se tornar viral;
  • Integração com outras redes sociais;
  • Acessibilidade otimizada e funcional ao redor de todo o mundo;
  • Possibilidade de incorporação do conteúdo em websites;
  • Alternativa de integração com outros meios para além do vídeo;
  • Possibilidade de colocar CTAs variados;
  • Auxilia no aumento de conversão;
  • Importante para a educação das leads;
  • Possibilidade de integração com o Google Adwords;
  • Gere renda com o Adsense para vídeos;

Por fim, o Youtube faz parte dos produtos Google e, por conta disso, tem chances melhoradas de rankeamento na rede quando comparado com outros serviços de vídeo.

Para você que trabalha com SEO e já entende a sua importância, o Youtube é mais do que essencial para melhorar a qualidade do seu conteúdo (variando o modo como ele é apresentado) e as chances de aparecer em primeiro nas buscas.

Mas esteja atento: Antes de escolher o Youtube como sua próxima rede social, é fundamental que você estude os usuários mais populares e encontre um modo único de produzir os seus vídeos.

As opções são infinitas, você pode trabalhar com animação, programas seriados, webinários etc., mas qualidade e conteúdo relevante devem sempre andar juntos.

Invista em áudio e imagem de primeira e não se esqueça de estudar sua persona antes de começar a produzir qualquer novo vídeo.

Redes sociais de perguntas e respostas

As redes sociais de pergunta e resposta tiveram o seu boom no início dos anos 2000 com plataformas como o FormSpring e, mais tarde, o Ask.fm. Essas redes são extremamente voláteis, e costumam fazer mais sucesso entre o público com 12 a 20 anos.

Elas funcionam da seguinte maneira: você tem um perfil público e escolhe se quer receber perguntas anônimas ou apenas de usuários cadastrados. Todas as perguntas vão para uma caixa de entrada, e lá você pode escolher se as responde ou não.

Todas as respostas ficam expostas em uma espécie de linha do tempo, visíveis para qualquer usuário que queira acessá-las, e pode acabar se tornando um novo modelo de FAQ, bem mais dinâmico e passível de ser incrementado com a ajuda de outros usuários.

Lembre-se sempre de customizar esse tipo de rede social e, caso o seu público seja mais jovem, é ideal que você esteja presente na rede do momento.

Atualmente a mais popular é a Curious Cat, que desfruta de um layout bem simples e todo temático de gatos.

O diferencial dessa rede é que ela tem um mural bem similar ao “Moments” do Twitter, mas apenas com o conteúdo mais popular da rede.

Outros nomes já se destacaram nessa categoria, como o Kiwi, Spring.me, Formspring e Ask.fm. Muitos deles ainda estão ativos, e podem ser uma alternativa caso prefira uma versão mais estável que a do Curious Cat.

O que importa, na verdade, é o destino que você dará a essa rede. Ela é um ótimo termômetro para captar insatisfações de usuários, uma vez que permite a manifestação anônima, mas também pode ser a solução que você precisava para a recorrência de perguntas básicas sobre seu negócio.

Esteja atento na gestão de redes sociais de perguntas e respostas, principalmente porque é possível que hajam trolls ou usuários maliciosos com intenções escusas também fazendo uso do campo de perguntas.

Deixe que um profissional treinado seja responsável por sua gestão e estabeleça códigos de conduta para manter todo posicionamento bem regulado.

A última coisa que você quer é manchar o nome de sua empresa em uma rede como essa.

Tumblr

Apesar se não ser tão popular para os negócios, o Tumblr é uma ferramenta única e com acesso direto a comunidades e conteúdos relacionados à cultura pop, principalmente.

A rede está entre a versatilidade do Twitter e a potência de criadores de blogs tradicionais, com a possibilidade de customização gratuita de templates, edição de funcionalidades do site e o melhor: fácil compartilhamento de conteúdo em uma infinidade de formatos que vão desde vídeo, imagem, texto, gifs, podcasts e tudo mais que você quiser experimentar.

O Tumblr conta com uma média de mais de 400 milhões de visitantes únicos por mês, mas é preciso estar atento ao tipo de público que aqui circula. Como já dissemos, sua persona precisa combinar com a persona da rede social. De nada adianta criar uma conta em alguma plataforma se o seu público não está ali.

Esperar que ele migre para outra rede apenas para consumir o seu conteúdo é um tiro no próprio pé.

O público do Tumblr é ávido pelo consumo de conteúdo de qualidade, mas, principalmente, os relacionados a questões visuais e artísticas, como textos de literatura ou reflexivos, fotografias conceituais, moda, ilustração, artesanato e, claro, tutoriais.

Essa é uma boa plataforma para explorar o conteúdo gerado pelo próprio usuário (UGC) e garante recompartilhamento rápido e sem data de validade para expirar.

O Tumblr também conta com um serviço de patrocínio de postagens, inserindo-as na timeline dos usuários de maneira inteligente e integrada de acordo com os gostos pessoais e interesses de cada usuário.

Com um conteúdo relevante, é inevitável que qualquer um pare a rolagem da tela para dar uma olhadinha naquela nova postagem, garantindo, em pouco tempo, o recompartilhamento massivo do seu conteúdo.

Medium

O Medium é uma plataforma de auto publicação que vem ganhando destaque aqui no Brasil nos últimos anos.

Apesar de, em um primeiro momento, ele mais se parecer com um blog, o Medium desfruta de uma série de recursos que fazem com que ele possa ser considerado um novo modelo de rede social.

No Medium é possível compartilhar textos (e ilustrá-los!) e, em cada nova postagem, receber comentários, recompartilhamentos, textos de respostas e, o melhor, tornar-se destaque e ficar na página principal do site.

Você pode seguir os seus perfis favoritos e manter-se a par de suas principais atualizações e, com alguma sorte, receber menções e sugerir novos conteúdos.

Uma das vantagens de se adotar o Medium para seu negócio é, principalmente, poder trabalhar a questão de autoridade de marca.

Com textos bem fundamentados, é possível que seu conteúdo chegue a novos usuários e conquiste boas posições dentro da rede, abrindo cada vez mais caminho para que o usuário chegue à sua marca.

A rede é ideal para o compartilhamento de textos opinativos ou estatísticos, além de guias e artigos de cunho mais científicos.

Saiu alguma novidade no mercado do seu negócio? O governo fez alguma mudança decisiva em algo que afeta sua empresa?

Então o Medium, assim como o LinkedIn, são ideais para o compartilhamento da posição da sua marca.

Essa é uma boa oportunidade para trabalhar sua fanbase e se reafirmar acerca de qualquer tema de relevância para o negócio, gerando buzz nas redes e trabalhando o engajamento público.

Como escolher a rede social para minha empresa?

Você pode ler guias, conseguir graduações e até buscar cursos profissionalizantes em redes sociais, mas a verdade é que você só aprenderá a usá-las quando realmente colocar a mão na massa.

Vale a pena criar perfis de teste para experimentar todas as funcionalidades das redes antes de colocar o nome do seu negócio em exposição, mas saiba que não é necessário ter uma conta em cada opção disponível e, na verdade, é recomendado que você não faça isso – a menos que sua equipe de social media seja consideravelmente extensa.

Isso porque a gestão dessas contas demandará de atenção, testes contínuos, otimização e geração constante de conteúdo para que não caiam no esquecimento. Com apenas uma pessoa na equipe fica praticamente impossível fazer um trabalho impecável em mais de uma rede de maneira simultânea.

Portanto, antes de escolher sua primeira rede, avalie a presença de seu público ali, e se as funcionalidades dela serão suficientes para atender à demanda de conteúdo que geralmente acontece em sua área.

O Facebook ainda é a opção mais popular por concentrar a maior parte dos usuários, mas também pode aceitar uma enorme variedade de formatos de conteúdo, que facilitam na hora de encaixar ali qualquer modalidade de negócio.

Mas lembre-se que é preciso avaliar outros pontos antes de escolher sua próxima rede social. Abaixo listamos algumas questões que podem ser de relevância para seu negócio:

  • Densidade demográfica;
  • Tempo de expiração de um conteúdo;
  • Quantidade de usuários ativos mensalmente;
  • Presença de sua persona na rede;
  • Presença de concorrência na rede;
  • Formatos permitidos para publicação;
  • Possibilidade de integração com site e outras redes;
  • Tamanho da sua equipe de social media;
  • Preços e condições de investimento em patrocínio;
  • Possibilidade de SEO na rede;

Com isso em mente fica muito mais fácil decidir em qual rede investir.

Você tem um negócio descolado voltado para jovens e jovens adultos? Facebook, Youtube Instagram, Snapchat e Tumblr são ótimas pedidas.

Seu negócio é mais sisudo e com linguagem formalíssima? Considere perfis no LinkedIn, Medium e, quem sabe, até no Google+.

Sua empresa está no ramo da moda, artesanato ou culinária? Então Instagram e Pinterest são absolutamente necessários para você.

Avalie seu nicho, avalie sua concorrência e avalie sua expertise na área. Esses três fatores podem ser o seu guia definitivo das redes sociais nesse primeiro momento.

Curtiu? Então aproveite para descobrir mais sobre o mundo das redes sociais com o nosso guia com mais de 170 termos da área!