Link building o principal fator de rankeamento no Google

Link Building: aprenda como usar essa estratégia

Trabalhar o SEO com perfeição requer bastante esforço, dedicação e muito estudo.

Um dos pontos mais falados quando uma equipe começa a planejar uma estratégia de SEO é o Link Building.

Se você não conhece nada sobre esta técnica ou quer obter mais conhecimento sobre o assunto, este post foi feito para você!

O que é Link Building?

Link Building é uma arte. É, sem dúvida, o trabalho mais árduo em SEO, mas é também o mais recompensador. E não há uma definição por si só, pois definir diminuiria o valor do Link Building.

Se formos falar a grosso modo, Link Building é trabalho/esforço/empenho/tática de adquirir links de outros sites. Fica até complicado falar assim pois é algo muito importante para todas as pessoas que trabalham com marketing e vai além de uma simples definição. Vamos explicar o porque.

Desde o surgimento, todos os motores de buscas sempre deram uma grande importância para os links. É através deles que eles encontram os mais diversos tipos de sites e são capazes de adicioná-los ao seu índice. Houve uma época em que eles eram o único fator na hora de rankear um site, mas isso já faz mais de 12 anos. Hoje eles são muito importantes, mas não são os únicos fatores de rankeamento.

Os motores de buscas tratam os links como votos e os usam para medir a popularidade e relevância de um site na internet.

É como na vida real: se alguém que você não conhece for apresentado a você por várias pessoas diferentes e todas elas a apresentarem dizendo: “Essa pessoa é excelente em fotografias”, você vai crer que essa pessoa desconhecida seja realmente excelente em fotografia.

Agora imagine a seguinte situação: ao invés de pessoas aleatórias o Barack Obama fale publicamente que essa mesma pessoa é excelente em fotografia. Você daria muito mais crédito a essa referência, pois ela tem mais autoridade.

Funciona da mesma forma com os motores de busca: eles atribuem valores através de vários algoritmos a todos os sites da internet, para saber sua relevância e popularidade. E um site sem esses conceitos não consegue um bom posicionamento no ranking do Google, o que impede que ele ganhe um tráfego considerável.

Link Building deveria ser um conceito assimilado por todo profissional de marketing digital. Quando isso acontecer, nenhuma oportunidade de ganhar um link bom será perdida e cada vez mais tráfego será gerado.

Fazer link building demanda criatividade e capacidade analítica.

Por que Links são importantes?

Como dito anteriormente, são eles os responsáveis por ditar a popularidade e relevância de um site. Um site sem links não consegue se posicionar bem nos motores de busca e consequentemente recebe pouco ou quase nenhum tráfego orgânico.

De 2 em 2 anos a Moz realiza uma pesquisa com os melhores profissionais de SEO ao redor do mundo em busca de elaborar a pesquisa mais conceituada e aceita no mercado sobre os Fatores de Rankeamento. A última foi em 2013 e os links estão presentes em 40% dos fatores de rankeamento citados na pesquisa.

O valor de um Link

Nem todo link é igual. Definitivamente. Cada um tem sua forma de ser avaliado pelo Google e atribuir valor positivo ou negativo para o seu site. Sim, alguns links podem prejudicar o seu site e até mesmo causar uma punição severa no Google, por isso tome bastante cuidado.

Na época em que os links eram os únicos responsáveis pelo rankeamento de um site, os motores de busca não eram bons em definir a qualidade de um link, eles simplesmente consideravam a quantidade e o texto âncora, a maior referência sobre o assunto da página linkada. Com isso os “spammers” criaram diversas ferramentas que podiam gerar milhares de links por dia em sites de baixa qualidade e com textos âncoras exatos.

A medida que os motores de buscas foram evoluindo, eles passaram a distinguir o valor de cada link e a sua importância para o rankeamento foi diminuindo, mas não ao ponto de ser extinta.

Hoje em dia é necessário ter um bom perfil de links. Isso quer dizer que você deve ter links variados e de qualidade. É necessário se preocupar com fatores além do link em si, como ter a palavra-chave no texto âncora. Esse tipo de detalhe ainda conta muito. Vamos aprofundar um pouco em o que é um bom perfil de backlinks.

Há duas coisas essenciais em um bom perfil de links: quantidade e qualidade.

Quantidade:

Ter quantidade de links envolve ter:

  • diversidade de domínios que linkam para você
  • diversidade de tipos de domínios de links para você

Diversidade de domínios que linkam para você: cada domínio tem uma força para os motores de busca e, quanto mais força seu domínio receber, melhor.

Diversidade de tipos de links para você: não adianta ter vários sites de notícias linkando para o seu site e não ter nenhum outro tipo de site. Diversificar o tipo de domínio se refere a conseguir links de vários tipos de sites.

Um perfil de links têm vários tipos de sites como blogs, notícias, diretórios, empresas e etc, e um bom equilíbrio entre domínios e quantidade de links. Não é um bom perfil de links um site que tem 1000 links de um único domínio, por exemplo.

Qualidade:

Mensurar a qualidade de um link envolve diversos fatores. O texto âncora de um link é um dos principais fatores que indicam para os motores de busca do que o site linkado se trata. Por mais que depois do Update do Google, chamado de Pinguim, o texto âncora exato passou a ser considerado um fator forte de spam, conter a palavra-chave em alguma parte do texto âncora é bem válido.

Para os motores de busca, os melhores links são os naturais e qualquer link que tentamos conseguir deve soar o mais natural possível aos motores de busca. Ter milhares de links com o mesmo texto âncora não é nada natural, por isso é passivo de punição.

Os melhores links são os de domínios com métricas altas, os sites com muita autoridade. Quando mais relevante é um site no seu nicho, melhor será o link que ele te enviar.

Elementos de uma página que afetam a qualidade de um link

Como dito anteriormente, os motores de busca não olham simplesmente para o total de número de links apontando para o seu site. Eles consideram diversos fatores e tentam atribuir a qualidade de um link e a força que o mesmo deve passar para a página linkada. Vamos aprofundar nos principais elementos do valor de um link:

Número de links apontando para fora da página

Se a página que está tentando conseguir um link já linka para vários outros sites é melhor deixar de lado e procurar outra página para conseguir um link. Cada página possui uma força ou um valor. Quanto mais links saindo dela menos valor ela passa para cada um.

A qualidade dos sites que estão sendo linkados na página

É o conceito de má vizinhança. Se uma página somente linka para sites pornôs, o seu link no meio disso passa ter um valor baixo e quase chega a ser negativo.

Número de links para aquela página

É bem simples, quanto mais links uma página tem, mais valor ela tem. E com isso mais valor o seu link terá naquela página.

Número de links para aquele domínio

O mesmo conceito anterior só que agora no nível do domínio. Cada página tem um valor e cada domínio tem um valor. Eles são diferentes e precisam ser analisados assim. Quanto mais links externos você conseguir de sites que tenham muitos links no nível do domínio mais força você receberá.

Idade do domínio

Não é um senso comum entre os profissionais de SEO, mas o que se sabe é que com a idade vem a autoridade. Domínios antigos tendem a ter mais força e por isso conseguir links deles é valioso.

A página ser acessível aos motores de busca

Se os motores de busca não podem indexar a página, um link nela não vale de nada. Isso vale para sites em Flash, iFrames e alguns outros tipos de páginas que impedem os motores de busca de indexarem.

Elementos de um link que afetam a sua qualidade

Antes de analisar isso, vamos entender a anatomia de um link.

link building - qualidade do link

Com isso vamos analisar os elementos de um link que podem o tornar mais valioso para os motores de busca.

URL:

Tenha certeza de linkar para uma URL que seja acessível aos motores de busca e que não faça nenhum redirecionamento, pois isso diminui o valor recebido de um link. Isso inclui evitar adquirir links com parâmetros na URL.

Posição do Link:

Um usuário tende a clicar mais em links no meio do conteúdo do que em link no rodapé, por exemplo. Os motores de busca conseguem determinar o posicionamento de um link e atribuir um valor menor ou maior para ele. A moz escreveu um post muito bom sobre isso e outros fatos ligados a um link. link building 2

Um link no meio de um conteúdo passa mais valor do que um link na sidebar e no rodapé.

Nofollow x Dofollow:

Nofollow é um atributo que pode ser adicionado em um link, como vimos na anatomia de um link, que foi adotado por todos os motores de busca em 2005. O termo Dofollow é uma gíria criada para os links que não possuem o atributo Nofollow.

Se um link tem o atrtibuto Nofollow ele não deveria passar nenhum valor para o site linkado e não fazer nenhuma diferença nos resultados orgânicos.

O nofollow é usado nos links de comentários de blogs (alguns) e pode ser atribuído a sites que não tem confiança para serem linkados.

Sempre que conseguir um link, verifique se ele está com nofollow e, se tiver, faça o possível para retirar, Mas se não conseguir tudo bem, a final link é link.

Link de Texto vs Link de Imagem:

Motores de buscas não conseguem ler imagens, eles só conseguem ler o texto alternativo (alt text) que o dono do site coloca. Com isso fica fácil entender: links de texto valem muito mais do que links de imagens. Isso também vale para seus links internos.

Texto âncora:

Os motores de busca sempre consideram o texto âncora de link para identificar do que a página linkada se trata. Hoje é preciso ter links com textos âncora exatos e variados. É preciso buscar um equilíbrio entre âncoras variadas.

Texto em volta do link:

Há uma certa crença (baseada em alguns testes feitos por profissionais de SEO ao redor do mundo) de que o texto em volta do link pode influenciar a sua qualidade.

Ferramentas de Link Building

Existem inúmeras ferramentas de Link Building para ajudar a fazer um bom trabalho. É algo que realmente precisa de auxílio, afinal é um trabalho bem complicado e que não pode ser feito sem algumas boas ferramentas.

O que você precisa ter em mente é que não se pode gerar um link 100% de qualidade somente com ferramentas. A melhor ferramenta de link building ainda é e sempre vai ser seu cérebro.

Vamos listar as ferramentas que julgamos ser atualmente as mais importantes e que funcionam para o Brasil razoavelmente.

Análise de Links

Majestic

O que ela faz: a Majestic tem o seu próprio “crawler”, o sistema de encontrar e indexar novos sites. Com isso ela possui a maior base de dados sobre links tornando ela uma ferramenta essencial para qualquer link builder. O principal uso da Majestic é a análise dos links para o seu site.

É possível ver os links Novos, os links Perdidos, quais domínios estão linkando para você, quantos domínios estão linkando para você e por ai vai.

A Majestic é também responsável por criar duas métricas muito importantes na hora de avaliar um site: o Trust Flow e o Citation Flow.

O sua velocidade de atualização e o grande número de links em seu índice faz dela uma das melhores ferramentas de SEO do mundo.

Custo: planos iniciando em $49,99

Artigos relacionados:

http://blog.majesticseo.com/how-to-videos/

http://www.435digital.com/blog/2014/03/12/review-majestic-seo-software/

Open Site Explorer

O que ela faz: assim como a Majestic, o OSE é uma excelente ferramenta de análise de links externos, mas o número de links que eles encontram é bem abaixo das outras ferramentas. O maior uso do OSE para mim são as métricas que ele possui sobre um site: o Domain Authority e o Page Authority.

A interface do OSE é superior a da Majestic e por isso muitos ainda preferem o OSE.

Custo: grátis com limite de dados. O OSE faz parte do pacote de ferramentas da Moz que tem um plano Trial de 30 dias e depois o plano inicial é de $99,00.

Artigos relacionados:

https://moz.com/help/guides/research-tools/open-site-explorer

https://moz.com/webinars/using-open-site-explorer-to-uncover-new-marketing-opportunities

Ahrefs

O que ela faz: ela é a mais recente das ferramentas de análise de links mas sua facilidade de uso fez com que ela conquistasse um bom espaço no mercado. A Ahrefs não tem a quantidade de links que a Majestic tem mas é bem superior ao Open Site Explorer.

Assim como as outras ferramentas ela serve para analisar os links que você possui e tem lançado novas funcionalidades mas essas ainda não funcionam muito bem para o mercado brasileiro.

Custo: grátis com limite de dados. Os planos na Ahrefs são a partir de $79,00.

Artigos relacionados:

http://searchenginewatch.com/sew/how-to/2359151/link-building-with-ahrefs-a-how-to-guide

https://blog.monitorbacklinks.com/seo/ahrefs-vs-majestic-vs-moz-compared-to-monitor-backlinks/

Excel

O que ela faz: te economiza um tempo absurdo! Sem excel não tem como fazer um bom trabalho de link building. Você sempre vai precisar exportar um CSV e analisar muitos links e sem o Excel é impossível fazer isso.

Custo: a versão live do Excel é grátis mas a versão para Desktop é R$ 319,00 para um PC somente.

Artigos relacionados:

https://www.distilled.net/excel-for-seo/

https://builtvisible.com/seogadget-for-excel/

http://seotoolsforexcel.com/

Google Search Console (Google Webmaster Tools)

O que ela faz: o Search Console, antigo Google Webmasters Tools, é uma ferramenta do Google para os webmasters. Ele possui diversas funções e dentre elas uma específica para links externos. É possível através dele descobrir quais links o Google considera para o seu site.

Custo: grátis.

Artigos relacionados: nós temos um Ebook completo sobre o Search Console escrito recentemente e com MUITA informação, que pode ser encontrado aqui: Guia completo do Google Search Console.

Plugins para Navegadores

Se você precisar saber as métricas principais de um domínio ou o número de links que ele possui, os plugins para os navegadores foram criados para facilitar essa tarefa.

Imagine que você está procurando novos sites para conseguir um link e a cada site que descobrir você precise checar em cada uma das ferramentas as métricas para avaliar.

Bem chato, não? Com os plugins você tem acesso aos números bem mais rápido e poupa muito tempo com isso.

Majestic Toolbar:

Link: https://chrome.google.com/webstore/detail/majestic-seo-backlink-ana/pnmjaflneibolacpepklokkjnakmikmg

Navegador: Chrome

O que ele faz: permite você ter acesso as principais métricas da página que está navegando

Custo: grátis.

Artigos relacionados:

https://blog.majestic.com/development/chrome/

 

Moz Toolbar

Link: https://moz.com/tools/seo-toolbar

Navegador: Chrome e Firefox

O que ela faz: é uma mini versão do suite de ferramentas da Moz e é grátis. Com ela instalada você tem acesso a diversos dados sobre a página que está navegando e quando está pesquisando algo no Google você tem acesso a informações valiosas sobre os sites e a palavra-chave pesquisada.

Custo: grátis.

Artigos relacionados:

http://www.poweredbysearch.com/mozbar-seo-extension-chrome-firefox/

http://www.pageonepower.com/linkarati/using-mozbar-to-analyze-link-prospects

5 técnicas de link building

1- Guest Post

Definição: É o processo de escrever e publicar um post para um outro blog. Geralmente outros blogs aceitam que você coloque um link no conteúdo ou ao menos na descrição do autor.

Recentemente o Google falou através do seu funcionário responsável pelo time de webspam, o Matt Cutts, que essa técnica deveria ser abolida por todos pois se tornou uma prática comum de spam e qualquer blog que faça isso com excesso corre o risco de ser considerado spam. Então tome cuidado, faça mas não exagere.

Tipos de link que consegue: um grande benefício de fazer guest post é poder escolher a âncora do link para o seu site e qual página você quer linkar.

Outro benefício é poder focar somente em sites de alta qualidade e conseguir links que realmente vão fazer diferença para sua autoridade e posicionamento.

O Processo: o mais difícil em fazer guest post é escolher os sites dos quais você quer um link. Definir esses sites demandam bom uso das ferramentas de Link Building mas muito mais do seu cérebro.

O processo em si é bem simples:

  1. Descubra novos blogs
  2. Consiga os contatos dos proprietários
  3. Priorize os melhores domínios
  4. Envie um email de abordagem
  5. Se conseguir um sim, escreva um post
  6. Envie o conteúdo para o outro blog
  7. Compartilhe o guest post nas redes sociais

Links para estudo:

http://www.viperchill.com/guest-blogging/

http://www.quicksprout.com/the-advanced-guide-to-link-building-chapter-10/

http://marketingdeconteudo.com/fim-do-guest-blogging/

2- Links dos Concorrentes

Definição: essa técnica consiste em você rodar uma análise dos links dos seus concorrentes e descobrir oportunidades que eles já conseguiram um link e você ainda não. Quando fizer isso sempre use o Excel para ver os domínios com os maiores Trust Flow e Domain Authority.

Tipos de link que consegue: depende muito de como os seus concorrentes estão, mas você só deve focar nos links de domínios importantes. Uma dica é só conseguir links de domínios com métricas maiores do que as suas.

O Processo: é um processo simples mas pode levar um bom tempo analisando os links que seus concorrentes têm e que sejam de verdadeira qualidade.

  1. Analise os links dos seus concorrentes e os que estão melhores posicionados para sua palavra-chave.
  2. Use o Excel para filtrar os domínios com Trust Flow e Domain Authority maiores do que os seus.
  3. Navegue nos sites que encontrou e veja se é possível conseguir um link lá também.

Links para estudo:

https://moz.com/blog/competitor-analysis-for-linkbuilding-a-guide-for-people-who-hate-linkbuilding

https://www.distilled.net/blog/seo/the-potential-pitfalls-of-competitor-analysis/

3- Links dos seus clientes

Definição: essa técnica é bem simples, os seus clientes são potenciais sites para linkar para você pois já confiam em você. O que você precisa fazer é descobrir os sites dos clientes com as melhores métricas e descobrir uma forma de ganhar um link deles. Muitas agências fazem isso ao desenvolver um site novo e por isso elas têm domínios muito bons.

Tipos de link que consegue: dependendo do seu mercado você pode conseguir links de alta qualidade e com métricas altas. Esses links tendem a ser mais fáceis de conseguir.

O Processo: é algo simples, mas se você tiver muitos clientes pode levar um bom tempo.

  1. Coloque todos os sites dos seus clientes em uma planilha de Excel
  2. Use o Bulk Trust Flow e Citation Flow para checar as métricas dos domínios
  3. Encontre os domínios com métricas altas
  4. Navegue nos sites que definir e pense em uma forma de conseguir um link lá

4- Menções da marca sem Links

Definição: é muito comum as pessoas citarem as marcas ou até mesmo o nome do dono da empresa ou um funcionário famoso sem fazer nenhum link para a empresa. Essa técnica bem simples consiste em monitorar todas essas menções e entrar em contato com todos que citarem e não linkarem para a empresa.

Tipos de link que consegue: varia muito, pois pode acontecer de blogs de autoridade mencionarem você, assim como blogs de baixa qualidade. Sempre faça um filtro na hora de entrar em contato, levando em consideração as métricas dos sites que mencionaram a marca.

Uma outra oportunidade é criar uma página para cada funcionário que faz palestras ou escreve para outros blogs. Assim, todas as vezes que citarem esses funcionários, você pode pedir um link para as suas páginas.

O Processo:

  1. Configure um alerta no Google para cada palavra-chave que quer monitorar
  2. Quando você receber os alertas no seu email, entre no site que mencionou e veja as métricas do domínio com os plugins para navegadores.
  3. Se não houver link, entre em contato com o proprietário solicitando o mesmo

Links para estudo:

http://blog.raventools.com/google-alerts-for-link-building-and-social-monitoring/

http://www.searchenginejournal.com/the-ninjas-guide-to-google-alerts/48068/

5- Traduzir conteúdos de outras línguas

Definição: em alguns mercados é complicado achar boas idéias e pautas em português e as melhores referências são em outras línguas. Normalmente usamos essas referências de base para nossos artigos mas e se ao invés disso entrarmos em contato com o autor e pedir autorização para traduzir para nossa língua? Se ele autorizar você pode pedir ele depois para adicionar um link para a versão do texto em português =)

Tipos de link que consegue: geralmente são links de muita qualidade pois são as suas principais referências do seu nicho. Os domínios vão ter boas métricas e serão do mesmo nicho de atuação do seu site.

O Processo: é bem simples e leva pouco tempo:

  1. Entre em contato com os blogs que você considera ser as referências do seu nicho em outras línguas
  2. Entre em contato solicitando autorização para traduzir alguns posts específicos
  3. Caso seja aceito, após publicar em seu blog entre em contato novamente avisando que publicou e peça um link para seu post, referenciando que o post tem versão em outra língua.

Espero que você tenha compreendido tudo sobre Link Building e que agora esteja pronto para tocar a sua própria estratégia! Caso você tenha alguma dúvida ou sugestão, utilize a aba de comentários abaixo!

Vídeo Bônus: como fazer link building em 2016

Material Gratuito: O guia de SEO da Rock Content

Esperamos que este conteúdo tenha te auxiliado a compreender mais sobre o assunto.

Se você deseja aprender ainda mais sobre SEO, não deixe de baixar o nosso material gratuito!

New Call-to-action



 
Autor(a)

Escrito por: Henrique Lara Consultor de vendas na Rock Content, apaixonado por marketing online, futebol e sempre disposto a ajudar quem está começando sua estratégia. Posso dizer que respiro Marketing de Conteúdo e se me perguntarem o que eu mais gosto nisso, vou responder: “ Enfrentar o dia-a-dia de empresas que tem dificuldades nos setores de marketing e poder ajudá-los “.



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!