lista de emails

Guia para construir sua Lista de Emails e multiplicar os seus assinantes em pouco tempo

Sempre que falamos em geração de leads, existe uma dúvida que preocupa e tira o sono de muitos profissionais de marketing e empreendedores: como construir uma lista de emails.

Além disso, este ponto também costuma ser uma das partes onde mais pessoas têm dificuldades. Embora não exista uma receita de bolo para criar uma lista de emails, você encontra facilmente centenas de sites com receitas milagrosas para o sucesso.

Apesar de não existir esse passo a passo perfeito que funciona para qualquer negócio, há alguns caminhos que te auxiliam a chegar ao sucesso. E é disso que vamos falar aqui.

Se criar uma lista de emails é um problema para você ou se você simplesmente não tem ideia do quão importante isso é para o seu negócio, neste post nós vamos te auxiliar a compreender a necessidade desta lista e também como criar a sua própria lista de emails.

Confira!

Por que ter uma lista de emails?

Antes de mais nada, compreender qual é a importância disso vai nos auxiliar a te explicar como criar a sua própria lista. Afinal, de que adianta este post se você acha que o email morreu?

Segundo estudos de mercado, em 2015 o uso do email bateu recordes. Para que você tenha ideia do quão grandiosa esta ferramenta ainda é, no ano passado foram disparados mais de 205 bilhões de emails diariamente em todo o mundo.

Considerando uma população mundial de 7 bilhões de pessoas, seria como se cada habitante da Terra mandasse quase 30 emails todo dia. Mas, obviamente, este número de usuários não é tão alto, então podemos jogar essa média de emails disparados diariamente para casa dos 100 ou até 200 emails todos os dias.

Até aí tudo bem, já deu para ter uma perfeita noção do quanto o uso do email ainda é relevante para qualquer negócio. Seja ele pequeno, médio ou grande, trabalhar o relacionamento com pessoas interessadas no seu negócio, prospectos e até mesmo clientes através do email é o caminho mais fácil para o sucesso.

Sem a sua própria lista de emails, dificilmente você conseguirá manter um contato tão próximo dessas pessoas, para que:

  • Elas desenvolvam mais empatia e interesse pelo seu negócio ou marca
  • Sejam nutridas com conteúdos relevantes para auxiliá-las a caminhar no seu funil de vendas
  • Quando clientes, você possua um canal direto e pessoal de comunicação com cada um deles

O outro principal benefício de ter sua própria lista de email

Certamente se você está lendo este conteúdo, sua presença online já está estabelecida ou ela está começando a se desenvolver. Certo?

Por isso, mais do que certo, sua empresa precisa possuir uma página nas redes sociais que sejam essenciais para a persona do seu negócio. Não entraremos ma discussão de como escolher a rede social ideal para o seu negócio, para isso, leia este material sobre como escolher uma rede social para sua empresa.

Estar presente em redes sociais é mais do que essencial. Lá você consegue ter contato com pessoas que tenham interesse na sua marca, conteúdos que produz e outros motivos que possam fazer alguém seguir seu perfil.

Isso é extremamente relevante, mas existe um pequeno problema: quem segue sua empresa nas redes sociais não é um contato seu.

Ao contrário do que alguns profissionais de marketing acreditam, métricas de vaidade como número de curtidas no Facebook e seguidores no Instagram não são tão importantes assim.

Vale lembrar que, apenas no Facebook, menos de 5% dos seus seguidores conseguem ver os conteúdos de sua página de forma orgânica.

De qualquer forma, o ponto em questão nem é este. O que queremos dizer é que uma pessoa que te segue no Facebook não necessariamente é uma lead para o seu negócio.

Você não possui informações vitais como:

  • Nome
  • Email
  • Telefone
  • Cidade
  • Empresa onde trabalha

Apesar de todas estas informações serem exibidas no Facebook dos seus seguidores, você não consegue exportar essa lista de pessoas para fora da rede social.

No final das contas, os seus seguidores não são seus. Eles são do Facebook.

Compreendeu onde queremos chegar?

Por onde começar a construção da sua lista de emails

Agora que você compreendeu que o ponto mais importante desta lista é que ela é completamente sua, podemos dar continuidade ao conteúdo deste guia.

Aqui na Rock Content nós gostamos de falar que existem três etapas básicas para que você consiga criar e aumentar o tamanho da sua lista de emails. São pontos que nós mesmos passamos e continuamos a aprimorar até hoje.

Você precisa se preocupar com:

  • Criar uma oferta relevante
  • Possuir uma página de captura (Landing Page)
  • Site e páginas otimizadas para conversão

Agora vamos explicar detalhadamente cada um destes pontos para que você compreenda o passo a passo do processo.

Criar uma oferta relevante

Talvez essa seja uma etapa um pouco complexa para algumas pessoas. Criar uma oferta relevante pode gerar muitas dúvidas e, principalmente, um medo tremendo de não ter uma ideia magnífica que engaje o seu público.

Antes de mais nada, pare e pense na persona do seu negócio. A representação fictícia do cliente ideal do seu negócio tem problemas assim como nós e, sem dúvida, você consegue descobrir qual é a maior dor dessa pessoa.

Uma vez que você consiga identificar este problema, a próxima etapa é criar o conteúdo ideal. Nem sempre ele virá no formato de um ebook. Este também é um ponto um pouco confuso para algumas pessoas.

Quando falamos em ofertas relevantes, tenha em mente que, para atrair novos visitantes (aumentar sua lista de emails pode ser considerada a etapa inicial do funil de vendas, o topo do funil) você precisa de conteúdo que chame a atenção do maior número de pessoas:

O que ditará o formato ideal para a sua oferta definitivamente será a principal forma como a sua persona obtém novas informações.

Se ela é uma pessoa que lê blogs e gosta de formato de texto, talvez os ebooks e white papers sejam a resposta.

Caso seja uma pessoa que goste de ouvir conteúdos ou ver conteúdos em mídias diferentes, os webinars, podcasts e uma certificação em vídeo podem ser a melhor opção.

Neste ponto, existe uma infinidade de possibilidades que você pode testar. O que vale frisar é: sem conhecer sua persona e produzir o conteúdo que seja relevante para ela, possivelmente sua oferta não trará resultado algum.

Então, antes mesmo de começar a escrever, gravar o vídeo ou planejar um webinar, entenda quem é a persona do seu negócio e o que ela precisa.

Possuir uma página de captura (Landing Page)

Uma vez que a sua oferta esteja criada, a próxima etapa é criar o local ideal para que ela seja promovida. Neste caso, estamos falando das Landing Pages ou páginas de captura.

O objetivo dessas páginas é bem claro: transformar um visitante em lead.

Quando pensamos em landing pages, alguns pontos precisam ser esclarecidos.

  • Estas páginas têm um único objetivo: transformar visitantes em leads (vale repetir)
  • Elas não têm o objetivo de mostrar sua marca para o visitante
  • Elas não têm o objetivo de fazer com que o visitante conheça suas redes sociais
  • Landing pages não são um lugar para apresentar conteúdos que não tenham o objetivo de aumentar a conversão da página
  • As páginas de captura devem ser criadas com extrema atenção para convencer o visitante de preencher seu formulário, independente do tamanho dele

Gostamos de expor a importância desses pontos por alguns motivos simples. Muitas landing pages não possuem um resultado interessante de conversão por erros básicos.

Elas acabam contando com links que podem tirar o visitante da página, ou o copy do conteúdo não está bem trabalhado e não convenceu o usuário sobre a qualidade e o quanto relevante aquele conteúdo pode ser para ele.

Enfim, a criação de uma landing page pode ser muito mais trabalhosa do que parece.

A estrutura de uma landing page de sucesso

Agora, vamos explicar ponto a ponto algumas partes relevantes da estrutura ideal de uma página de captura campeã:

  • Imagem de capa: Deve indicar ao visitante o objetivo daquela página. Seja ela para se inscrever em um webinar, baixar um ebook ou se cadastrar para uma certificação.
  • Conteúdo: Títulos, subtítulos e todo o restante do conteúdo devem convencer o visitante a realizar a ação desejada. Em quase 100% das vezes, essa ação é preencher o formulário para receber o conteúdo em troca.
  • Formulário: Apesar de algumas pessoas não gostarem de formulários longos, o que definirá o tamanho do seu é a sua própria necessidade. Em alguns casos nós utilizamos formulários de dois campos, mas a grande maioria dos nossos possui 6 campos. São grandes, mas para a Rock Content faz sentido.
  • Thank you page: A página de obrigado é a próxima etapa – após a conversão – que deve ser criada junto com a página de captura. É nela que o usuário receberá o conteúdo ou as indicações para usufruir da oferta que ele acaba de obter acesso. Seja receber um email, marcar na agenda a data do webinar ou clicar em um link para baixar o conteúdo.

Caso você falhe na criação de qualquer uma das etapas acima, a taxa de conversão da sua página (a métrica que comprova o resultado de seus esforços) será bem abaixo do que você deseja.

O que definirá qual é a melhor imagem, conteúdo ou tamanho do formulário dependerá única e exclusivamente dos testes A/B que você realiza nas suas landing pages.

No início deste post, nós falamos sobre o aprimoramento das técnicas que são feitas e refeitas. É exatamente isso que nos possibilita obter resultados expressivos com o aumento da nossa lista de emails.

Sempre estamos testando oportunidades de melhoria para descobrir se conseguimos melhorar as conversões de nossas páginas de captura.

Seguem alguns exemplos de landing pages da Rock Content:

  • http://materiais.rockcontent.com/marketing-de-conteudo

lista de emails

  • http://materiais.rockcontent.com/inbound-marketing-definitivo

lista de emails

  • http://materiais.rockcontent.com/guia-seo-rockcontent

lista de emails

Site e páginas otimizadas para conversão

Outra incrível fonte de captação de emails é independente de tudo isso que falamos até agora. Ao tornar as suas páginas otimizadas para conversão, ou seja, otimizadas para gerar leads, você consegue potencializar (e muito) o número de emails que chegam na sua base.

Imagine que o site da sua empresa, ou o blog, já possui uma quantidade considerável de acessos. Neste exemplo diremos que, mensalmente, suas páginas somam 100 mil acessos. Além disso, você utiliza uma ferramente de captura de emails como Hellobar, Summome, LeadIn e também conta com um campo para assinatura de newsletter na sidebar do seu site.

Até aí, tudo bem?

No final do mês, o seu site obteve 100 mil acessos de forma orgânica. O SEO do seu site está em dia, os links estão chegando e o tráfego de custo zero (tráfego orgânico) começa a impulsionar sua geração de leads.

Como é possível?

Nesta situação específica, os seus esforços de geração de leads, como o Pop-up e a sidebar, estão gerando 5% de conversão de visitantes em leads. No final do mês, isso representa 5.000 novos emails sendo gerados de forma orgânica para o seu negócio.

Sabe o que é o mais interessante dessa estratégia? Ela é extremamente real e possível de alcançar.

Como gerar leads utilizando a Hellobar

Aqui na Rock Content, nós utilizamos a Hellobar em nossos três blogs. Marketingdeconteudo.com, saiadolugar.com.br e escrevaparaweb.com.br.

Em cada um dos nossos blogs, esta ferramenta de captura de emails possui um formato distinto, com uma chamada diferenciada e uma promessa diferente.

Na grande maioria dos casos, estamos convidando o visitante do site a se cadastrar na nossa newsletter para receber em primeira mão os principais conteúdos do blog.

No caso do blog marketingdeconteudo.com, o pop-up aparece de forma instantânea assim que um novo usuário acessa nosso domínio:

lista de emails

Esse é o pop-up que surge na tela do usuário. O conteúdo tem o objetivo de chamar a atenção do visitante com uma promessa incrível, apresentando um case de sucesso da Rock Content.

Esse tipo de conteúdo pode ser otimizado e testado para obter resultados incríveis.

Ficou curioso para saber qual é nossa taxa de conversão com esse pop-up?

lista de emails

Criamos este popup há quase um ano e já realizamos diversos testes para encontrar a melhor receita. Atualmente, nossa conversão é de 4.6% de visitante em lead.

Mensalmente, contamos com quase 500 mil vistantes por mês. Aí deixo a matemática com você para estimar o quanto estamos gerando mensalmente com essa estratégia.

Apesar da Hellobar ser uma ferramenta paga, ela também possui uma versão gratuita, onde você pode utilizar uma estratégia semelhante. O importante é encontrar a ferramenta que mais funciona para você e a forma que este pop-up será exibido.

Depois de quase um ano realizando testes, comprovamos que o formato que mais gera resultado para a Rock é este que cobre a tela toda. Para o seu negócio pode ser diferente e, para descobrir isso, você precisa testar por conta própria.

19 estratégias que podem ser utilizadas para construir e aumentar sua lista de email

Após passarmos pelos pontos básicos de uma estratégia para criação de uma lista de emails, é hora de colocar a mão na massa.

O que não faltam são estratégias que você pode utilizar para começar sua lista do zero e também aumentar sua lista já existente.

Muitas dessas dicas podem parecer até básicas, mas na maioria dos casos, são detalhes que deixamos passar e, consequentemente, oportunidades que estamos perdendo.

1. Indicação de Clientes

Todo cliente do seu negócio é uma pessoa potencial para trazer novos contatos. O boca a boca sempre foi uma estratégia extremamente relevante e você deve utilizar isso a seu favor.

Sempre que fechar um contrato com um novo cliente ou realizar uma venda de produto, comunique com o cliente por email e pergunte se ele não teria interesse em indicar seu produto ou serviço para algum conhecido.

Pode ter certeza que pelo menos uma pessoa conhecerá algum interessado!

2. SEO

Você se lembra do exemplo que demos agora a pouco sobre como geramos leads para a Rock Content através do tráfego orgânico?

Pois é, utilizar as otimizações para motores de busca a seu favor pode ir muito além de apenas trazer tráfego para seu domínio. É extremamente relevante lembrar que tráfego sem conversão é uma ótima forma de não fazer seu investimento valer a pena nesta estratégia.

Então, sempre que for pensar em aumentar o tráfego do seu site, considere o que pode ser feito para gerar leads: sidebar para conversão, ferramentas de captura de email, CTAs no blog e assim por diante.

3. Mídia paga (PPC)

Utilizar estratégias de compra de mídia pode ir muito além da promoção das suas páginas finais de venda.

O que acontece na maioria dos casos é que algumas empresas focam apenas nas palavras-chave, que representam exatamente o fundo do funil de vendas. Ou seja, as palavras-chave que linkam diretamente para ação de compra.

Neste caso, utilize tanto Google Adwords como o Facebook Ads para promover landing pages de materiais únicos que você já possua ou que tenha acabado de criar.

Uma ótima dica para essa estratégia é utilizar as audiências customizáveis do Facebook Ads para encontrar pessoas que possuam gostos e interesses semelhantes a outras pessoas que já estejam na sua base.

Aqui na Rock Content nós utilizamos essa estratégia e temos resultados incríveis. Pode testar!

4. Co-marketing

Pode ter certeza que você não é a única pessoa interessada em aumentar ou criar sua própria lista de emails. Saiba que neste exato momento existem pessoas que também estão lendo este post e outros conteúdos na internet com o mesmo objetivo que você.

Como utilizar isso a seu favor?

Encontre empresas que tenham objetivos, personas e interesses semelhantes ao seu. Torne-se parceiro destas empresas e desenvolva projetos e ofertas em conjunto. Isso é chamado de co-marketing e é uma das formas mais incríveis de obter resultados com geração de leads.

Quase qualquer formato de conteúdo pode ser utilizado para realizar um co-marketing. A Rock Content sempre realiza, pelo menos uma vez por mês, uma parceria a fim de conquistar novas leads e alcançar um público que talvez ainda não conheça nossos serviços.

O alinhamento é essencial para o sucesso dessa estratégia. Para aprender mais sobre co-marketing, leia este artigo.

5. Guest posting

Assim como a parceria de co-marketing, a troca de guest posts também é uma forma muito interessante de aumentar sua lista de emails.

Apesar desta prática ter um foco principal na troca de links, pensando numa estratégia de Link Building, os guest posts também podem te auxiliar a gerar leads.

Sempre que você produzir um conteúdo que vai ser publicado em um blog diferente do seu, lembre-se de procurar parceiros que falem de assuntos semelhantes ou que estejam ligados ao seu (aqui vale a mesma regra do co-marketing).

Quando você publica um artigo em um blog diferente, a possibilidade de comunicar com públicos que ainda não te conhecem é bem maior.

Por isso, sempre que for publicar um artigo num blog terceiro, lembre-se de utilizar CTAs que levaram para alguma landing page com oferta ou convide o leitor a assinar sua newsletter.

6. Crie uma Newsletter

Uma das formas mais fáceis de criar sua lista de emails do zero é através de newsletters.

O que vale ressaltar aqui é que não estamos falando de uma newsletter estilo Submarino, Netshoes ou RicardoEletro (não temos nada contra as empresas!).

lista de emails

Diferente do que algumas empresas costumam fazer, newsletters devem ser uma forma de se comunicar com suas leads. Não necessariamente utilizar este canal apenas para promoção e ofertas.

O ponto importante para que sua newsletter seja um sucesso e que muitas pessoas tenham interesse nela é simples: o conteúdo que você compartilha precisa ser sensacional.

Se você já tem um blog, melhor ainda!

Selecione os melhores conteúdos do seu blog em um mês e mande-os para as pessoas da sua base ou os interessados na newsletter. Assim você consegue gerar valor para essas pessoas e também aumenta o tráfego de email do seu blog.

Outro ponto que precisa ser discutido aqui é que, na hora de criar seu formulário para uma newsletter, tome muito cuidado com os campos que você incluirá para a conversão.

O que quero dizer é o seguinte: uma newsletter não é uma oferta que requer uma troca tão grande com o usuário. Isso significa que você não precisa incluir 5 campos para que a pessoa se inscreva.

Idealmente, você só vai pedir o email do visitante para que ele comece a receber seus emails mensais.

Parece muito pouco?

Muitas vezes, o usuário que aceita entrar na sua newsletter pode estar tão longe da realização de uma compra ou contratar seu serviço, que você pode perder vários contatos que, um dia, podem se tornar um cliente.

A newsletter é uma ferramenta incrível, porque mantém você em contato com pessoas que podem despertar interesse no seu serviços meses depois da primeira conversão.

Por isso, quando for criar sua newsletter pense no seguinte:

  • Crie um conteúdo incrível
  • Compartilhe apenas os melhores posts, serviço ou qualquer coisa que você queria promover
  • Lembre-se sempre de promover alguma oferta. Essa oferta terá um formulário completo e, assim, você terá todas as informações desse usuário.

Ao fazer isso todo mês, consequentemente, aquele usuário pode acabar convertendo em uma segunda oferta e, assim, você terá todas as informações sobre ele para que possa começar a trabalhá-lo no seu funil de vendas.

7. Faça palestras e participe de eventos

Por mais estranho que isso possa parecer, quando você está em eventos presenciais como palestrante – ou apenas como um participante comum – você tem uma enorme possibilidade de gerar leads.

Como palestrante, você gera uma tremenda autoridade e pode ter certeza que qualquer coisa que você promova poderá gerar bons resultados. Seja promover seu blog, site, newsletter ou até mesmo uma oferta que seja relevante para aquele público.

Se você for para um evento como um participante, coloque em prática suas habilidades de networking e troque cartões, conversando com o máximo de pessoas possível.

8. Crie uma pesquisa

Desde 2015, a Rock Content começou a focar muito na criação de pesquisas para o mercado brasileiro. Desde explicar como o marketing de conteúdo tem sido aceito no mercado, como empresas de tecnologia utilizam ferramentas de marketing ou como as instituições de ensino estão se adaptando às mudanças recentes em marketing.

Pesquisas são uma incrível forma de geração de leads, pois geram muita autoridade para o seu negócio e são facilmente promovidas por terceiros.

Elas dão um trabalho danado para serem criadas, mas valem a pena!

Caso você tenha ficado curioso, confira algumas das pesquisas da Rock Content:

Crie um desafio (promoção) online

Quem é que não gosta de ganhar um prêmio?

E a premiação pode ser qualquer coisa. Uma camisa, adesivo, caneca ou uma viagem pra Disney (isso você pode ter certeza que todo mundo vai querer).

De qualquer forma, utilizar sorteios, promoções e desafios são uma ótima maneira de aumentar sua lista de emails. Eles têm um potencial para viralização muito maior, já que as pessoas estão concorrendo a um prêmio e tudo que elas precisam fazer é deixar o email em troca.

Simples, não é?

9. Crie mais de um tipo de subscrição de email

Newsletters são a parte mais básica de qualquer estratégia de email marketing para aumento de uma lista de emails.

Caso você queria levar isso mais adiante, que tal criar tipos diferentes de assinaturas para sua lista de emails, que segmentarão diretamente cada pessoa para o tipo de conteúdo que elas tem mais desejo de receber via email?

Um exemplo bem interessante disso é criar uma lista das pessoas que gostariam de receber as atualizações do seu blog, outra para as pessoas que têm interesse em serem notificadas sempre que uma nova oferta for criada ou ainda uma opção para aqueles que queriam saber de novidades de produtos ou serviço que você oferece.

10. Crie novas ofertas mensalmente

Isso é aqui é o pote de ouro!

Apesar de requerer um esforço considerável para criar uma nova oferta todo mês, uma vez que isso se torne uma rotina, seus resultados de geração de leads podem alcançar níveis incríveis.

Aqui não tem segredo. O ideal é testar formatos diferentes, conteúdos segmentados ou até mesmo bem abrangentes.

Na Rock Content nós realizamos pelo menos três lançamentos por mês. Um deles é bem abrangente e fala sobre um assunto bem topo de funil para conseguir atrair novos contatos para nossa base. As outras ofertas do mês costumam ser mais segmentadas para um público específico afim de auxiliar no processo de venda.

11. Use seus canais de social media

Agrupar todas as práticas aqui, assim fica uma coisa mais uniforme. Imagine que, assim como a Rock Content, o seu negócio possua 6 canais de social: Facebook, Twitter, LinkedIn, Instagram e Google +.

A ideia aqui é utilizar todos esses canais a seu favor para aumentar sua lista de emails. Promova as landing pages dos seus materiais, webinars, podcasts e até mesmo a sua própria newsletter nos seus canais sociais.

Além disso, utilize as Bios (os pequenos resumos sobre você no seu perfil) em cada uma das redes sociais para inserir links que sejam relevantes para seus seguidores.

12. Promova ofertas em grupos do Facebook e Linkedin

Além dos seus próprios perfis em redes sociais, existem alguns canais que vão te auxiliar e encontrar um grupo específico de pessoas com interesses em comum. Grupos no Facebook e LinkedIn são locais importantíssimos para você explorar.

Encontre um grupo que seja relevante para o seu público, um lugar onde você sabe que suas personas estarão e promova suas ofertas nesses canais.

Vale lembrar que o bom senso sempre será seu aliado nesse caso. Não adianta ficar postando a mesma coisa milhares de vezes com o objetivo de alcançar o maior número de pessoas ou para melhorar seus resultados. Isso pode ser visto de forma negativa e até mesmo te prejudicar.

13. Exporte seus contatos do LinkedIn

Aposto que você não sabia disso, acertamos?

O LinkedIn é a única rede social que permite que os usuários exportem os emails de todos os seus contatos. Utilize isso a seu favor!

Utilize este grupo de pessoas que já estão conectadas com você para utilizar como uma possível audiência customizada no Facebook Ads para promover alguma oferta específica que você pretende lançar.

14. Utilize seu canal no Youtube para gerar leads

Se você também possui um canal no Youtube e já produz alguns vídeos com certa regularidade, comece a utilizar este canal para promover suas ofertas.

Tanto com calls to action dentro dos vídeos em formato de texto que o Youtube permite, como também nas próprias descrições do vídeo, onde você pode selecionar diversos materiais complementares para que os seus seguidores possam baixar.

15. Utilize Pop-ups de entrada, saída e específicos para páginas especiais

Já passamos por esta parte de páginas otimizadas para conversão, mas neste ponto vamos falar especificamente dos pop-ups e diferentes tipos que você pode utilizar.

Nós utilizamos pop-ups de entrada, ou seja, assim que um novo usuário acessa nossos blogs, ele receberá aquela tela com a chamada para fazer parte da nossa newsletter. Essa é apenas uma das possibilidades do uso dos pop-ups.

Caso você não goste desta estratégia — ou ela não esteja dando resultados que você gostaria — também existe a opção de criar pop-ups que serão exibidos assim que o usuário demonstrar a intenção de sair da sua página.

16. Pop-ups de saída

Este formato possui uma particularidade. Já que você consegue identificar quando o usuário vai fechar a página de acordo com o caminho que o cursor dele vai percorrer até o X do navegador, você pode se aproveitar disso.

O mais comum são pop-ups com textos, que falarão algo neste sentido:

  • “Opa, já está indo? O que você acha de baixar um ebook gratuito sobre o assunto x? CLIQUE AQUI”
  • “Que pena que você está indo embora. Antes de sair, você gostaria de assinar a nossa newsletter e receber nosso conteúdos em primeira mão?”
  • “O que? Você está indo embora? Antes disso eu gostaria de te dar essa oferta gratuita para que você aprimore seus conhecimentos sobre o assunto X”
  • As opções são diversas e tudo vai depender da sua criatividade e testes para encontrar o melhor conteúdo.

Aqui vai um exemplo de pop-up de saída que encontramos durante as pesquisas para escrever este post:

lista de emails

Bem esperto, não é?

16. Pop-ups especiais

Como você já deve ter visto, quase todas as páginas dos nossos blogs possuem o mesmo Pop-up. Isso é interessante e consegue atingir um grande número de pessoas. Apesar disso, começamos a realizar alguns testes nos últimos meses criando variações do pop-up exclusivo para alguns conteúdos.

O que descobrimos? Os resultados são surpreendentes!

lista de emails

Neste print, temos quatro exemplos simples que já foram realizados para o blog marketingdeconteudo.com.

Cada um deles é uma opção única que é exibida apenas em uma página. Isso quer dizer que esses pop-ups possuem cores, textos e uma chamada diferente dos demais e isso os torna extremamente especiais e relevantes.

Nosso post sobre O Guia do Marketeiro das Galáxias é um caso a parte. Desde o seu lançamento, obtivemos uma incrível marca de 11.9% de conversão de visitantes em leads. Apesar do baixo volume de contatos que isso representa, foi uma ótima comprovação de que este formato funciona bem.

lista de emails

Neste caso, o conteúdo utilizado também está diretamente ligado ao conteúdo do post.

Sempre que criamos alguma coisa bem única, pensamos em uma forma de criar uma conversão que chame a atenção do leitor.

17. Utilize CTAs nas top 50 páginas mais acessadas do seu blog

Acesse sua conta do Google Analytics e descubra quais são as 50 páginas mais acessadas do seu site ou blog.

Certifique-se que pelo menos as 50 mais acessadas possuam um CTA que levará um visitante a uma possível oferta ou possibilidade de conversão.

Assim você consegue criar diversas opções de conversão para um visitante do seu site.

18. Inclua CTAs ao longo do seu texto

Assim como a dica anterior, este ponto é extremamente relevante. Sempre que você estiver produzindo um artigo para seu blog, lembre-se de criar calls to action para landing pages de ofertas relevantes e que façam algum sentido.

Não adianta rechear suas páginas com CTAs que não façam sentido!

19. Crie ferramentas que auxiliam sua persona

Essa é outra tática que utilizamos com bastante frequência aqui na Rock Content. Assim como a criação de pesquisas, criar ferramentas não é uma tarefa tão simples. Apesar disso, os resultados são fantásticos.

Atualmente, contamos com algumas ferramentas que ajudam muito nossas personas. Algumas delas são:

Todos os quatro projetos acima são ferramentas que agregam muito valor para nossa audiência. Além disso, todas as quatro foram criadas em parceria com outras empresas. O co-marketing nos auxilou a potencializar os resultados de forma ainda mais expressiva.

Identifique o principal problema da sua persona e pense se existe alguma maneira de auxiliá-la criando uma ferramenta que gere valor, seja gratuita e que também possa ser utilizada várias vezes.

Construir uma lista de emails é impossível?

Definitivamente não.

Neste post nós explicamos detalhadamente o processo para que você consiga gerar seus primeiros emails e trilhar seu caminho para o sucesso.

Alguns dos exemplos podem não fazer sentido para o seu negócio caso você tenha uma equipe muito reduzida, mas de qualquer forma é interessante sempre conhecer outras possibilidades de geração de leads.

Leads são oportunidades!

Por isso elas são tão importantes. Quando você gera uma lead, basicamente você está adquirindo informações de uma pessoa que demonstrou, de forma espontânea, interesse por algo relacionado a sua empresa (conteúdo, produto ou serviço). E você não passa informações suas para qualquer pessoa, não é?

Para saber tudo sobre geração de leads, confira o nosso ebook completo:

Geração de Leads: O Guia Completo

lista de emails: download ebook geração de leads

 
Autor(a)

Escrito por: Renato Mesquita Jornalista apaixonado por Marketing de Conteúdo, futebol americano e paçoca.



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!