homem trabalhando

Marketing da sua agência: 3 pontos que você não pode se esquecer

Entra ano, sai ano, é a mesma coisa.

Você promete que vai se dedicar mais para cuidar do marketing da sua agência, mas nunca sobra tempo.

Você vive ocupado gerenciando sua empresa, mal dá tempo de planejar os próximos passos. Sempre fica na promessa que será diferente na próxima rodada de planejamento mas esse dia nunca chega.

Essa “falta de tempo” para planejar seu marketing afeta o desenvolvimento da sua agência.

Dificuldade para atrair novos clientes, aumentar o ticket médio, reter bons clientes e talentos na agência são alguns dos sintomas de não cuidar do seu próprio marketing.

Não deveria ser assim, afinal você tem a faca e o queijo na mão.

Sua agência domina todas as ferramentas e táticas para fazer o marketing dos clientes e não deveria sofrer na hora de resolver os próprios problemas de marketing.

Pare de utilizar a falta de tempo como desculpa para não colocar o marketing da sua agência no topo da sua lista de prioridades.

Vamos mudar essa situação?

Confira agora alguns pontos que você não pode se esquecer na hora de fazer seu próprio marketing.

Trabalhe seu ponto de diferenciação

Você consegue dizer o que torna sua agência a melhor solução para o cliente? Qual é a sua proposta de valor? Como diferencia sua empresa no mercado de agências?

Não vale dizer que seu diferencial é ser uma agência focada em resultados para o cliente ou qualquer coisa do tipo.

Todas dizem isso. Além do mais, é o mínimo que seu cliente espera – que a agência escolhida traga resultado e que seu dinheiro seja bem gasto.

Não seja mais uma na multidão, igual a todas outras que estão no mesmo mercado.

Quando você não consegue comunicar o que te torna única, seu cliente não hesitará em ir para a concorrência. Afinal, na visão dele, se todas as agências se posicionam da mesma forma, devem entregar o mesmo resultado.

Sem diferencial reconhecido, o valor dado para sua agência continuará sendo baseado no preço dos seus serviços. Sabemos que essa é o pior cenário possível para uma empresa que deseja crescer.

Outro grande problema em não conseguir se diferenciar do seu concorrente é que você está perdendo uma grande oportunidade para reforçar sua autoridade como solucionador de problemas de marketing (ou qual seja sua área de atuação).

Seja seu próprio caso de sucesso

Você acha que dizer que é especialista em marketing é o suficiente para convencer seus clientes?

É preciso provar que é bom. Mostrar que é capaz de fazer aquilo que tanto diz ser autoridade.

Qual é a melhor forma de provar que é bom em oferecer resultado, tal como clientes e aumento de receita? Fazendo para você mesmo!

Trate sua própria agência como se fosse o cliente mais importante do mundo.

Seja seu próprio caso de sucesso e invista tempo e recursos no desenvolvimento do seu próprio marketing.

A melhor estratégia para lidar com as objeções de venda do seu cliente é mostrar como suas ferramentas e expertise trouxeram resultados para sua agência.

Isso dará segurança ao seu cliente quanto aos resultados esperados.

Afinal, para o cliente, se você consegue cuidar do seu próprio ganha-pão, conseguirá também cuidar do ganha-pão dele.

Cuide dos seus canais

Sua agência vende serviços digitais e afirma que é expert em cuidar dos canais de comunicação de seus clientes.

A primeira coisa que ele fará é procurar seu site ou suas redes sociais no google. Irá avaliar como você trata seus canais e se é capaz de resolver os problemas dele.

Os canais da agência estão refletindo suas habilidades para resolver esses problemas?

Seu site está desatualizado? Suas redes sociais estão abandonadas? O blog, que supostamente deveria educar o seu cliente, parece um disco arranhado – sempre falando sobre você mesmo?

Belo cartão de visitas, hein?

Você pode argumentar que a situação não é tão ruim assim. Afinal, se olhar pelo lado bom, sua agência ainda tem alguma coisa online.

Sinto te informar que isso não é suficiente.

Ter presença online hoje não é um diferencial competitivo, e sim o mínimo que se espera de uma empresa.

Além disso, ter canais mal trabalhados é quase tão ruim do que não ter algum.

Seja seletivo em relação a sua presença digital – não faça perfis em redes sociais aleatórias se não pode cuidar de cada uma com a devida atenção.

Seja estratégico – não torne seu site um grande folheto digital da sua agência.

Aproveite seu maior ativo digital para educar seu cliente sobre você e cativá-lo com seu conteúdo.

Se deseja ser achado pelo seu potencial cliente, diminuir o custo de aquisição ou aumentar a retenção, comece a arrumar a casa e colocar seus canais em dia.

Mãos a obra

Para começo de conversa, reserve um tempo em sua agenda para estudar situação do seu marketing e conferir seus pontos de contato com os clientes.

1) Arrumando a casa

Vamos pensar no seu site (e no blog, caso tenha). Reveja todos os aspectos relacionados – conteúdo, código, otimização para mobile, atualização de conteúdo. etc.

  • Seu site foi feito em flash ou tabela? Demora para carregar as imagens?
  • Seu conteúdo institucional é genérico?
  • Você produz conteúdo que educa e entretêm seu cliente? Ou é 100% sobre sua agência, seus prêmios, suas novas contratações?
  • Está otimizado para dispositivos móveis?
  • Está utilizando blackhat para conseguir aparecer nos motores de busca?

Quando seu site está mal das pernas, o google o penaliza e você terá dificuldade em se posicionar bem nas buscas orgânicas.

Dedique tempo para cuidar desse canal tão importante. Seu blog e seu site são seus vendedores 24 horas. Se devidamente cuidado, sempre será seu braço direito na hora de prospectar e reter clientes.

2) Cuidando da vizinhança

De nada adianta ter dezenas de perfis nas redes sociais espalhados pela internet se você não tem tempo para dar a devida atenção a eles. É preciso foco nessa hora.

  • Seu cliente está em todas as redes sociais que você tem perfil?
  • Você está produzindo conteúdo para todas? Com que frequência e qualidade?
  • Tem alguém gerenciando suas redes sociais?
  • Você deixa seu cliente falando sozinho?

Seja sincero quando estiver avaliando cada perfil da sua agência.

É melhor para sua agência ter poucos pontos de contato bem trabalhados do que dezenas de perfis fantasmas. Seu cliente agradece.

Esses foram somente alguns dos pontos para não se lembrar na hora de pensar no desenvolvimento do marketing da sua agência. Sabemos que não é fácil separar um tempo para cuidar da sua agência mas é essencial se deseja crescer.

Tem mais algum ponto que você gostaria de acrescentar no artigo? Deixe seu comentário abaixo.

 

 
Autor(a)

Escrito por: Redator Rock Content Este artigo foi produzido por um dos mais de 5000 redatores da base da Rock Content. Quer conteúdo legal assim no seu blog? Fale com um consultor!



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!