Marketing de nicho

O que é marketing de nicho e por que você deveria se importar?

De uns anos para cá, estamos cada vez mais ouvindo falar de diferentes tipos de marketing. E isso não é à toa.

Novas empresas, tecnologias e tendências surgem a cada dia, ou seja, é preciso adaptar as estratégias de marketing para garantir que diferentes grupos recebam a sua mensagem.

Uma dessas adaptações de estratégia deu origem ao marketing de nicho, que pode ser muito útil para pequenas empresas que estão começando agora ou até mesmo para grandes empreendimentos que querem atingir uma nova audiência.

Neste post, você verá por que deve se importar com isso. Acompanhe:

O que é marketing de nicho?

O marketing de nicho segue uma ideia bem simples: quanto mais específico for o público, maiores são as chances de a empresa se dedicar a atender às necessidades daquela audiência. Tudo isso pensando nos mínimos detalhes.

Quais são as vantagens do marketing de nicho?

Reduzir custos de divulgação

Quem trabalha com anúncios online sabe que quanto mais segmentado o anúncio, menor é o custo do clique. Ter um público bem específico funciona como uma garantia de que os seus custos com divulgação online sempre serão os menores dentro do possível.

Menor competitividade

A grande ideia do marketing de nicho é explorar uma audiência por meio de necessidades específicas.

Não é muito difícil, por exemplo, achar uma sorveteria. Mas a coisa muda de figura quando falamos de uma sorveteria vegana.

Os 2 tipos de estabelecimento ainda são sorveterias, mas não há realmente uma concorrência entre eles por conta do foco do produto.

Consumidores fiéis que promovem a marca

Há alguns fatores que garantem essa vantagem. Ter uma concorrência menor faz com que a atenção do público fique menos fragmentada, ou seja, você terá mais chances de conquistar clientes.

O 2º fator é que, uma vez que você prove a qualidade do seu produto e do seu atendimento, a própria comunidade fará a propaganda para você, visto que as opções de mercado são mais escassas.

Um exemplo disso é a divulgação de uma sorveteria vegana em São Paulo por um portal para veganos. Pessoas de um determinado nicho geralmente têm amigos com gostos parecidos, então, isso pode acontecer em conversas casuais, em grupos do Facebook ou em portais como o mencionado.

Por fim, como a sua empresa é uma das poucas opções que se destaca naquele segmento, é normal que o seu público volte a fazer compras com ela.

Fácil adaptação de acordo com a audiência

Ao resolver focar em uma audiência específica, você não precisa se preocupar em agradar o maior número de grupos diferentes ao mesmo tempo.

Isso significa que o seu negócio pode dar mais importância às críticas e às sugestões do público para continuar inovando e fazendo o seu nome dentro da comunidade.

Como aplicar o marketing de nicho em seu negócio?

É até difícil de acreditar que uma estratégia com todas essas vantagens funcione para pequenas e grandes empresas, não é? Para que tudo dê certo, no entanto, é necessário seguir alguns passos:

  • definir o público que você considera como ideal por meio de personas;
  • encontrar o nicho em que esse público está presente;
  • pensar em um produto do interesse desse público;
  • elaborar uma maneira de promover esse produto.

Encontrar um nicho pode parecer complicado, mas uma boa forma de evitar toda essa complicação é procurando por problemas dentro de algum dos seus hobbies.

A marca Hand Band Pro, por exemplo, surgiu porque uma atleta de crossfit pesquisou por luvas que protegessem as mãos sem prejudicar a eficácia dos exercícios e não encontrou nada satisfatório no mercado.

É exatamente por isso que pequenas ou grandes empresas podem usar o marketing de nicho. Tudo que precisa ser feito é encontrar um grupo de pessoas que não teve uma certa necessidade atendida e tentar resolver os seus problemas.

A melhor opção, no entanto, é aquela que mostra alguma possibilidade de escalar o seu negócio no futuro.

A Hand Band Pro pode ter começado apenas com luvas para crossfit, mas isso serviu como um pontapé para vender outros produtos relacionados à ginástica ou ao dia a dia de quem frequenta a academia.

O nicho que você escolheu apresenta essa possibilidade? Pense bem nisso.

Quais são as estratégias do marketing de nicho?

Depois de ver muitos processos, finalmente chegamos à parte final: as estratégias do marketing de nicho. Algumas delas são velhas conhecidas, mas não deixe de prestar atenção em tudo, OK?

Educar os usuários

Como já vimos, uma das principais características dos nichos é a formação de comunidades que se ajudam por meio de dicas de produtos, técnicas, estabelecimentos, entre outras coisas relacionadas ao segmento.

A melhor forma de entrar nessas comunidades é fazendo com que a sua empresa também participe dessa troca de experiência promovida pelo público, ou seja, você precisa produzir conteúdos.

Essa é uma ótima forma de expandir o alcance do seu negócio, já que há uma grande tendência de compartilhamento entre o público.

Além disso, a produção de conteúdo também serve para inserir no nicho pessoas que têm algum tipo de curiosidade sobre o tema.

Identificar influenciadores do nicho

Se nichos gostam de compartilhar, pode ter certeza de que há alguém que ficou bastante conhecido no meio por sempre dar muitas dicas e trocar experiência com outros apreciadores do nicho.

Em alguns casos, pode ser o dono de um grupo no Facebook, um youtuber ou até alguém que quer criar um blog ou um portal para falar a respeito do assunto.

O que importa é que você entre em contato com essa pessoa para fechar algum tipo de propaganda ou ação de divulgação dos seus produtos.

A sorveteria vegana, por exemplo, poderia fechar uma parceria com o portal para anunciar a chegada de novos sabores.

Storytelling

Toda a comunicação da sua marca deve ser feita de forma que as pessoas do nicho sintam que fazem parte daquilo.

Uma loja estrangeira que vende bicicletas casuais usa frases e imagens que mostram que os seus clientes são pessoas que andam de bicicleta para se locomover com estilo e se divertir com amigos em encontros na praia ou em cafeterias.

Crie uma comunicação forte e que deixe bem claro o perfil do seu público logo de cara. Não se esqueça de adotar essa mesma postura nas redes sociais.

Essas são algumas das estratégias do marketing de nicho. Curtiu as nossas dicas? Então é provável que você goste deste post: “Explicamos as leis da Persuasão para você aprender a convencer e converter“.