marketing digital - o que é marketing digital

Marketing Digital: O que é isso, afinal?

O Marketing Digital já faz parte da vida de qualquer pessoa com acesso à Internet, e é difícil imaginar nosso cotidiano sem ele.

Apesar de ter surgido há pouco mais de 20 anos, esta vertente do Marketing revolucionou a maneira como empresas comunicam com seus consumidores.

Mas afinal, o que é marketing digital?

Em termos simplísticos, marketing digital nada mais é que promover produtos ou marcas por meio de mídias eletrônicas.

No entanto, para empresas, o marketing digital proporciona maneiras de se comunicar com seu público de forma direta, personalizada, e nos momentos mais oportunos.

Apesar de que originalmente esta modalidade de marketing foi adotada apenas por grandes empresas, hoje em dia ela é utilizada por empresas de todo porte, ecommerces, negócios físicos, indivíduos que vendem produtos online e até mesmo blogueiros que querem ampliar sua audiência.

Aliás, o marketing digital é, hoje em dia, a maneira mais econômica de promover produtos ou marcas, pois sua execução não demanda muitos recursos.

Atualmente, apostar no marketing digital é uma necessidade, pois certamente a maioria do seu público utiliza a Internet todos os dias. Além disso, pode ser a garantia de sucesso para sua empresa.

Portanto, continue lendo para saber tudo o que você precisa sobre marketing digital.

Confira!

Neste post, você aprenderá:

De onde surgiu o Marketing Digital?

Nos anos 90 surgiu a primeira versão da Internet, um pouco diferente da que conhecemos hoje, chamada de Web 1.0.

Ela não possibilitava a interação dos usuários com páginas da web, mas permitia que eles encontrassem informações em um sistema de busca simples.

Foi neste início da Internet que o termo marketing digital foi criado. No entanto, ele ainda era muito similar ao marketing tradicional, pois consistia apenas em promover uma marca no sistema de busca da Internet.

Ou seja, a comunicação era unilateral, feita somente pela empresa com o consumidor.

Em 1993, os usuários da Internet começaram a ter mais interação com as empresas que anunciavam na web, quando surgiram os primeiros anúncios clicáveis.

No entanto, foi apenas nos anos 2000 que o marketing digital como conhecemos hoje tomou forma.

O aumento exponencial do número de usuários da Internet levou ao crescimento do marketing digital, que continua expandindo até os dias de hoje.

Também conhecido como “marketing online”, “internet marketing” ou “web marketing”, o marketing digital já evoluiu muito desde sua criação.

Hoje ele caminha cada vez mais na direção da personalização, ou seja, entregar a mensagem certa para a pessoa certa na hora certa.

Afinal, o que é marketing digital?

Por definição o marketing digital é o conjunto de atividades que uma empresa (ou pessoa) executa online com o objetivo de atrair novos negócios, criar relacionamentos e desenvolver uma identidade de marca.

E não é à toa que os budgets estão migrando para esse “novo” marketing. Ele possui várias vantagens em relação ao marketing tradicional, que permitem um maior ROI (Retorno Sobre Investimento).

O marketing digital é mais fácil de mensurar, tem métricas mais claras e se tornou essencial para empresas de todos os mercados, sejam elas B2B ou B2C.

Hoje sabe-se que mais de 90% dos processos de compra tem início em uma busca online. Por isso, o marketing digital e o marketing de conteúdo vieram para ficar.

Download: Que tal baixar agora o ebook gratuito: Marketing Digital – O Guia completo da Rock Content!

As vantagens do Marketing Digital

Não é à toa que o marketing digital está crescendo vertiginosamente.

Além do fato de que o número de pessoas conectadas à Internet cresce aceleradamente – e que todo mundo está cada vez mais inserido no meio online – temos também todas as vantagens que o próprio meio digital oferece, como:

Comunicação

O marketing tradicional, realizado fora do ambiente online, não permite que os consumidores se comuniquem facilmente com as empresas.

Portanto, um benefício muito importante do marketing digital é que ele possibilita a comunicação entre empresas e consumidores de forma fácil, 24 horas por dia e muitas vezes em tempo real.

Quando um consumidor se comunica com uma marca, as duas partes estão criando uma relação de confiança.

Por esta razão, é essencial que as empresas que realizam marketing na internet tenham canais de comunicação eficientes com seus consumidores.

Desta forma, a resolução de problemas se torna muito mais eficaz, levando com que a marca crie uma boa reputação entre seus consumidores e, em troca, os consumidores sejam mais propensos a comprar os produtos da marca várias vezes e se tornar clientes fiéis.

Alcance Global

Se você já estudou marketing sabe que um dos famosos 4 Ps do Marketing é “Praça”, ou seja, o lugar ou região em que você irá executar suas ações.

Se você está fazendo uma campanha que envolve, por exemplo, outdoors ou flyers, a limitação geográfica impacta diretamente no custo e tamanho da ação, afinal, são peças que estão no mundo “real”.

Já no mundo virtual qualquer empresa pode ter alcance global, já que não existem distâncias a serem percorridas e nem limites geográficos.

Interatividade

Uma das grandes vantagens do marketing na Internet é que ele deixa de ser uma via de mão única.

Com a comunicação deixando de ser unilateral várias possibilidades se abrem e agora as empresas podem criar interações mais ricas e aprofundadas com seu público.

A grande vantagem disso é que, além de você conseguir chamar mais a atenção do público, toda vez que ele interage com uma ação de marketing ele também está gerando informações (comportamentais e demográficas) que podem ajudar a empresa a entender melhor seu público-alvo e criar ações cada vez mais eficientes.

Métricas

Como diz o ditado, “informação é poder“. Uma das maiores vantagens do marketing digital é a disponibilidade de dados provenientes dos usuários.

Informações sobre o comportamento dos usuários em sites, blogs, redes sociais e motores de busca são essenciais para que os profissionais de marketing possam criar campanhas eficientes e embasadas em dados.

O real benefício de utilizar dados no marketing digital é economia de tempo e dinheiro.

Assim, evita-se que uma campanha seja criada com base em suposições, e assegura-se de que a mensagem comunicada estará de acordo com o público, e que os canais utilizados são acessados pelo público.

Desta maneira, empresas reduzem a taxa de erros e campanhas que não funcionam, e acabam economizando tempo e dinheiro.

Vantagem Competitiva

Empresas que utilizam marketing digital já estão um passo a frente dos seus competidores que ainda utilizam apenas marketing tradicional, por se beneficiarem com alcance global, interatividade, métricas e comunicação nas suas campanhas.

Desta forma, elas garantem maior alcance do seu público, maior eficácia na sua comunicação e redução de risco de campanhas que não são baseadas em dados.

Mesmo entre empresas que utilizam marketing digital, aquela que sabe utilizar esta estratégia a seu favor consegue criar vantagem competitiva.

Isto ocorre pois o marketing digital é composto por diversos elementos, e quem sabe utilizá-los corretamente consegue reduzir seus investimentos em publicidade e aumentar sua receita.

Portanto, para uma estratégia de marketing digital que gera vantagem competitiva é necessário entender não só os conceitos básicos, mas também todas as ferramentas disponíveis, para selecionar o que gera mais resultados com seu público.

Tempo real

Como na Internet tudo pode ser mensurado em tempo real, os profissionais de marketing podem se adaptar rapidamente de acordo com a performance de uma campanha, evitando assim desperdiçar dinheiro em algo que não está funcionando.

Enquanto um anúncio de jornal não pode ser mudado depois de impresso e é complicado medir sua performance, o texto de uma campanha no AdWords pode se ajustar automaticamente centenas de vezes ao dia.

Segmentação

Essa vantagem é diretamente relacionada ao fato de ser possível coletar uma enorme quantidade de dados sobre as pessoas na Internet, o que possibilita que as empresas façam investimentos de marketing extremamente direcionados para seu público-alvo.

Esse tipo de segmentação faz com que a eficiência das campanhas aumente consideravelmente.

Os 8 P´s do Marketing Digital

Um dos conceitos mais básicos do Marketing tradicional é o “mix de Marketing”, que é composto pelos 4 P´s: Produto, Preço, Praça e Promoção.

Estes são os elementos que mais influenciam a percepção dos consumidores e que determinam o sucesso de uma marca.

Eles garantem que a empresa venda o produto certo para o seu público, com o preço que irá otimizar a vendas, nos melhores pontos de venda e com as melhores táticas de promoção.

No entanto, diferentemente do Marketing tradicional, o Marketing Digital possui outros elementos que influenciam a percepção dos consumidores, além dos 4 P´s.

Isto ocorre porque a Internet é um meio mais interativo e com mais pontos de conexão do que meios “offline” como a televisão e o rádio.

Sendo assim, para executar e monitorar suas ações de marketing você precisa entender os 8 P´s do Marketing Digital:

1. Pesquisa

Pesquisar sobre seu público-alvo é essencial para saber aonde estão as melhores oportunidades de divulgação e que tipo de conteúdo vai gerar mais resultados para você.

Algumas ferramentas gratuitas, como o Google Analytics e o Google AdWords podem revelar tanto dados demográficos e comportamento de quem visita seu site, como que tipo de informações seu público pesquisa no Google.

2. Planejamento

Como você já deve ter percebido, uma estratégia de Marketing Digital pode ter diversas táticas e ações diferentes.

Por exemplo, sua estratégia pode contar, ao mesmo tempo, com marketing em redes sociais, mídias pagas como o AdWords e estratégias de SEO.

Para que você não se perca em meio a tantas vertentes, precisa apostar no planejamento de marketing.

Ter um plano de ação é essencial para que sua estratégia de Marketing Digital tenha coesão e para que você possa medir os resultados e otimizar a promoção da sua marca.

3.Produção

As melhores estratégias de Marketing Digital são voltadas para a produção de conteúdo.

Independente de que canais você utilizar para promover sua marca online, é essencial entregar conteúdos que sejam úteis e relevantes para o seu público.

Sejam eles em texto, vídeo ou áudio, os materiais produzidos pela sua marca irão aumentar sua visibilidade online e entregar valor para seus consumidores ou possíveis clientes.

4. Publicação

Uma vez que você tenha conteúdos relevantes, é preciso publicá-los nos canais mais relevantes.

Se você produzir artigos, por exemplo, publique-os em seu blog. Se for apostar em vídeos, publique em plataformas como YouTube ou Vimeo.

Pode parecer algo extremamente simples, mas a publicação dos conteúdos envolve mais do que copiar e colar um texto, por exemplo.

Sempre que for publicar algo na Internet, lembre-se de otimizar seu conteúdo para SEO.

Isto vai garantir que seus conteúdos sejam encontrados em motores de busca, como o Google, e consequentemente aumentar a visibilidade da sua marca.

5. Promoção

Após publicar seus conteúdos, é necessário promovê-los para que eles sejam acessados pelo maior número de pessoas possível.

Neste momento, é necessário utilizar as informações que você coletou durante a fase de pesquisa para evitar que você desperdice seu tempo e recursos promovendo seus conteúdos em lugares que seu público não acessa.

Nunca se esqueça de promover seus conteúdos, caso contrário todo seu trabalho será desperdiçado.

6. Propagação

Uma das principais características do Marketing Digital é a interação entre empresas e consumidores.

Quando você promove sua marca online, está criando uma oportunidade de se relacionar com sua audiência.

O maior benefício deste relacionamento é que se você entregar valor para seus consumidores, eles podem se tornar um mecanismo gratuito de promoção da sua marca.

Portanto, crie conteúdos que irão estimular sua audiência a compartilhar e comentar sobre sua marca.

7. Personalização

No ambiente da Internet, é possível acompanhar o comportamento de cada usuário que visita sites, blogs, redes sociais e outras plataformas.

O benefício disso para quem pratica Marketing Digital é a possibilidade de personalizar mensagens de acordo com o perfil do seu público.

Desta maneira, você pode criar estratégias diferentes para diferentes tipos de consumidores da sua marca.

Isto assegura que seus conteúdos serão relevantes, bem recebidos e que você estará otimizando seus resultados.

8. Precisão

Como mencionamos acima, é possível medir vários comportamentos do seu público na Internet.

Quem ignora estes dados acaba desperdiçando tempo e recursos em estratégias que não são eficazes.

Portanto, acompanhe os dados de todas as suas ações de Marketing Digital para ter certeza de que elas estão gerando os resultados que você espera.

Utilize estes aprendizados para suas estratégias futuras e você estará otimizando a presença online da sua marca cada vez mais!

Voltar ao topo

Os vários canais do marketing digital

Assim como o marketing tradicional, o marketing digital possui centenas de ferramentas, canais e formatos que podem ser utilizados para se alcançar os resultados desejados.

Seguem abaixo algumas das estratégias e ferramentas que todo profissional deve conhecer para entrar nesse mercado:

Blogs

O blog é um dos canais mais importantes do marketing digital.

Por meio dele, sua empresa tem a possibilidade de estabelecer autoridade no mercado, conectar com seu público e, principalmente, transformar visitantes do seu blog em possíveis clientes.

Um dos grandes benefícios do blog é que você tem controle total do que acontece nele.

Assim, você dita que tipo de conteúdo vai ser publicado, o tom de voz a ser utilizado, de qual maneira vai abordar seu tema e se vai promover seus produtos ou não.

Além disso, criar um blog requer poucos recursos financeiros e pode ter um retorno muito grande para você.

Duas ferramentas principais estão relacionadas ao sucesso do seu site ou blog:

SEM (Search Engine Marketing)

O Search Engine Marketing envolve qualquer ação de marketing digital focada em trazer resultados através de sites de busca, como o Google.

O SEM é de extrema importância pois hoje os sites de busca são o canal de entrada de quase todo mundo na Internet e trazem um tráfego extremamente qualificado.

Toda vez que uma página é encontrada em algum site de busca, já havia um interesse por parte do usuário no assunto (afinal, foi ele que fez a pesquisa), o que aumenta muito a chance desse tráfego ser de qualidade.

Dentro do SEM nós temos duas principais maneiras de se trabalhar: SEO e PPC.

SEO (Search Engine Optimization)

O SEO é uma das principais práticas de marketing na Internet e tem como objetivo melhorar sua posição na busca orgânica do Google e outros sites de busca.

Um bom trabalho de SEO envolve dezenas de diferentes ações, que vão desde otimizar seu site para que ele carregue rápido e funcione em celulares até a criação de bons conteúdos.

Aparecer no primeiro lugar do Google é uma ótima maneira de trazer visitas qualificadas e “grátis”, afinal, você não paga para aparecer lá.

Não é à toa que eu coloquei o grátis entre aspas na frase anterior, pois apesar de não ser possível comprar sua posição no Google ainda é necessário fazer investimentos no seu próprio site.

A base de qualquer SEO bem feito é ter um conteúdo de qualidade, sem isso de nada adianta otimizar à perfeição seu site, pois a principal missão do Google é entregar o melhor conteúdo para seu público e ele se tornou muito bom nesse quesito ao longo dos anos.

Tendo o conteúdo como base há várias ações que podem ser tomadas, como pesquisas de palavras-chave para te ajudar a rankear para termos mais importantes, otimização do HTML do site, etc.

New Call-to-action

PPC (Pay per Click)

Nem só de resultados orgânicos vivem os sites de busca, afinal, eles precisam ganhar (muito) dinheiro de alguma maneira.

A principal fonte de receita desses sites são os anúncios patrocinados, ou PPC (Pay per Click) em que o anunciante paga para aparecer no topo dos resultados de busca.

É claro que os sites sempre avisam que esses resultados são patrocinados, o que os torna menos eficientes do que resultados orgânicos.

No caso do Google eles possuem uma rede chamada AdWords em que você insere seus anúncios que serão mostrados de acordo com as palavras-chave que te interessarem e que forem trazer o melhor tráfego.

Apesar do AdWords ser pago, também é interesse dele que os anúncios sejam relevantes, por isso não basta pagar, seu anúncio deve ser bem feito e levar para uma página de qualidade (eles usam uma métrica chamada Quality Score para definir isso).

Mídia Display / Ad Networks

A mídia display é o formato mais tradicional de se fazer marketing digital, basicamente são aqueles famosos “banners” e outros anúncios gráficos que vemos em vários sites por aí, principalmente portais.

Quando o marketing digital começou a fazer sucesso, os publicitários investiram no formato display, já que era o mais similar a comprar um espaço publicitário em mídia impressa.

Aos poucos a mídia display foi evoluindo e surgiram as Ad Networks, que são redes centralizadas que distribuem os anúncios em vários sites distintos, sem a necessidade do anunciante negociar com vários veículos distintos.

Hoje existem vários tipos de Ad Networks, algumas mais corporativas, outras de nicho e, claro,o o AdSense, provavelmente a maior do mundo, totalmente self-service.

E-mail

O marketing por e-mail continua firme e forte e é, de longe, um dos meus canais favoritos pois é um canal de contato direto em que o assinante te deu autorização (claro, se você não comprou a lista, o que é uma péssima prática) para enviar um conteúdo para sua caixa de entrada.

É claro que, assim como a mídia display o uso de e-mail como estratégia de marketing evoluiu muito com o tempo.

Hoje não adianta simplesmente conseguir uma lista gigante de e-mails a qualquer custo e disparar emails publicitários torcendo para conseguir uma venda mesmo com uma baixa taxa de conversão.

Iniciativas assim já não funcionam mais como antes, provavelmente seu e-mail cairá em uma caixa de spam.

Native advertising (publicidade nativa)

A publicidade nativa é relativamente recente na Internet, e ganhou muita força depois que as mídias display começaram a perder eficiência e com o crescimento do marketing de conteúdo.

Native advertising é uma publicidade no formato “nativo” do site em que ela se encontra.

Hoje é muito comum marcas criarem, por exemplo, seus próprios publieditoriais ou listas em sites como o Buzzfeed.

O crescimento da publicidade nativa é muito associado ao fato de que o público já não tem muita paciência para ser interrompido enquanto consome seu conteúdo e na Internet é muito fácil ir buscar esse conteúdo em outro lugar, diminuindo a eficiência dos formatos tradicionais.

Por causa disso as marcas começaram a criar o conteúdo elas mesmas e inserir em outros sites, mesclando seus conteúdos com a experiência de uso “nativa” deles.

Pouca gente sabe, mas outro formato tradicionais de publicidade nativa são os próprios anúncios do Adwords que, mesmo sendo anúncios, seguem o formato (de resultado de busca) e a dinâmica do Google.

Redes Sociais

As redes sociais mais utilizadas hoje em dia são o Facebook, Twitter e Instagram.

Enquanto cada uma delas possui um formato diferente, o objetivo das marcas que estão presentes nestas plataformas é o mesmo: promover conteúdo e se comunicar com sua audiência.

Contrário aos blogs, nas redes sociais você não tem 100% do controle. Isto acontece porque os usuários têm a capacidade de comentar publicamente nas suas postagens.

Portanto, podem surgir comentários negativos, mas não se assuste pois você também terá comentários positivos se estiver engajando corretamente com sua audiência e entregando conteúdos valiosos.

Marketing em Vídeos

Cada vez mais, usuários da Internet estão consumindo conteúdos em vídeo no lugar de conteúdos escritos.

A previsão é de que em 2017, 69% de todo o tráfego na Internet ocorra em plataformas de vídeo como o YouTube e Vimeo.

Criar materiais em vídeo pode ser uma boa estratégia pois este formato permite a divulgação de conteúdos dinâmicos, interativos e que comunicam uma mensagem de forma rápida.

Além disso, vídeos são parte importante de uma estratégia de marketing em dispositivos móveis, pois se adaptam com facilidade ao formato mobile.

Fazer marketing em vídeos ainda contribui para aumentar as visitas do seu site, pois gera tráfego orgânico.

Além de o YouTube ser, hoje em dia, uma das ferramentas busca mais utilizadas, os fatores de rankeamento do Google favorecem vídeos no YouTube ou páginas que contém vídeos.

Assim, quem utiliza este formato na sua estratégia pode gerar até 3x mais visitas para o seu site.

Outros

Novos formatos e canais de marketing digital surgem todos os dias na Internet.

Porém, é muito importante entender a fundo os conceitos básicos antes de se aventurar por plataformas mais complexas ou novas tecnologias.

Outras estratégias de marketing digital que podem ser exploradas e estão sendo utilizadas com mais frequência hoje em dia incluem ebooks, webinars e até realidade virtual.

Tome cuidado para não cair na “síndrome do objeto brilhante”, que acontece com muitos profissionais de marketing que desejam utilizar uma ferramenta assim que ela é lançada, somente pelo fato de ser novidade.

Isto pode levar a perda de tempo e dinheiro se esta estratégia não estiver alinhada com seu público.

Para evitar que isso aconteça, pesquise a fundo sobre as novas tecnologias de marketing digital e avalie se o uso delas condiz com os objetivos da sua estratégia.

Voltar ao topo

Ferramentas de marketing digital para auxiliar seu dia a dia

Para alcançar o sucesso no marketing digital, é fundamental saber utilizar algumas ferramentas para auxiliar no seu cotidiano.

Essas ferramentas são dos mais diversos tipos: ferramentas de palavras-chave, de email marketing, de métricas, entre várias outras.

Separamos algumas das principais delas:

SEMRush

O Semrush é uma das ferramentas mais completas para o monitoramento do desempenho de palavras-chaves orgânicas.

Seja para realizar uma pesquisa completa de SEO em seu blog ou para obter alguns resultados de campanhas de PPC, o Semrush é uma ferramenta essencial para qualquer time de marketing.

Mailchimp

Se você está em busca de uma ferramenta de marketing digital que te auxiliará na delicada tarefa do email marketing, o MailChimp é uma ótima solução.

Nesta ferramenta você tem a oportunidade de enviar emails, automação de envio, campanhas com envios estratégicos além de contar com uma detalhada gama de relatórios sobre seus envios. Não deixe de conferir esta ferramenta.

Survey Monkey

Quer saber a opinião de seus clientes sobre seu site, campanhas e até mesmo produtos? Utilize o Survey Monkey, uma ferramenta gratuita (parcialmente) que posisbilita a criação de pesquisas.

Seus questionários gratuitos podem receber até 100 respostas, além dessa quantidade você pode assinar algum dos vários planos que eles oferecem.

Alertas do Google

Esta ferramenta gratuita do Google permite que você acompanhe as notícias da sua marca, assim como menções dos seus concorrentes na Internet. Ela monitora webistes, fóruns de discussão, blogs, vídeos e te poupa o trabalho de realizar pesquisas repetidas.

Slideshare

Muitas vezes esquecida, esta ferramenta pode te ajudar na hora de fazer apresentações sobre seus produtos, divulgação do seu site ou mesmo comunicação interna na sua empresa.

Para uma estratégia de marketing digital, o Slideshare pode agir como uma alternativa para vídeos ou até mesmo posts de blog, pois permite a criação de apresentações de slides resumidas e eficientes.

Anúncios patrocinados no Facebook

O Facebook Ads é uma ferramenta de anúncios pagos que pode aumentar sua visibilidade e engajamento com os usuários da rede social. O grande benefício dos anúncios pagos do Facebook é que não é preciso investir muito para alcançar uma audiência, ainda mais se for segmentada.

Keyword Planner

Se você quer apostar em uma estratégia de SEO, não pode deixar de utilizar esta ferramenta gratuita do Google.

Com ela, você poderá descobrir o volume de busca de palavras-chaves específicas, assim como indicações de palavras-chaves relacionadas.

Desta maneira, seu blog poderá ter artigos com títulos e corpo de texto otimizados para os motores de busca.

Google Analytics

Uma estratégia de marketing nunca está completa sem o uso de dados.

O Google Analytics, mais uma ferramenta gratuita disponibilizada pelo Google, permite que você acompanhe o comportamento dos usuários que visitam seu site ou blog.

Algumas métricas disponibilizadas por esta ferramenta são localização geográfica dos usuários, tempo de permanência na página e uso de dispositivos móveis.

Outras ferramentas

Novas ferramentas de marketing digital surgem diariamente, e as que apresentamos acima são apenas uma pequena parte delas.

Para conhecer outras ferramentas que podem te ajudar no dia-a-dia, não deixe de conferir nossa lista de 49 ferramentas de marketing digital.

Principais métricas

Gerenciar sua estratégia de marketing digital é essencial para garantir seu sucesso. Além de definir táticas e objetivos da sua estratégia, você não pode esquecer de medir os resultados.

A quantidade de dados disponíveis sobre o comportamento dos usuários na Internet é maior do que podemos acompanhar.

Por isso, saber o que medir é o primeiro passo para o gerenciamento da sua estratégia.

Entender as principais métricas do marketing digital vai te ajudar a compreender sua audiência e se colocar à frente dos seus competidores.

Engajamento

Para cada canal de marketing digital, existem dados diferentes a serem acompanhados.

Se você quer garantir que seu público está interagindo com sua marca online, precisa entender o comportamento dos usuários em cada situação.

Nas redes sociais, fique atento ao número de comentários, compartilhamentos e reações (como curtidas) nas suas postagens.

Se você estiver fazendo uma estratégia de email marketing, acompanhe as taxas de abertura e as taxas de cliques dos seus emails, pois elas indicarão se você está enviando conteúdos relevantes para sua base de contatos.

Já se estiver apostando em marketing em vídeos, o número de visualizações e tempo de visualização dos seus vídeos irá indicar se eles estão sendo efetivos ou não.

O engajamento da sua audiência também pode ser medido  no seu blog ou site.

Utilizando o Google Analytics, você pode avaliar o tempo de permanência dos usuários e quantas vezes eles retornam para o seu site.

Custo de Aquisição de Clientes

Esta métrica, também abreviada na sigla CAC, irá indicar quantos recursos você gasta para quem alguém se torne seu cliente.

Ela é calculada por meio da soma de todos os gastos relacionados ao marketing digital, dividida pelo número de clientes conquistados.

Medir o custo de aquisição de clientes pode indicar não só o quanto sua estratégia de marketing digital é eficaz para conquistar clientes com poucos recursos, mas também quais canais são mais eficientes.

Desta maneira, você pode descobrir por exemplo que uma estratégia de SEO atrais mais clientes por menos investimento, ou uma estratégia de Facebook Ads tem melhores resultados.

Retorno sobre o Investimento (ROI)

Você sabe qual é o retorno do seu investimento em Marketing? Esta é uma métrica muito importante, porém muitas vezes ignorada por profissionais de marketing.

O cálculo do ROI considera a receita gerada pelo seu negócio, dividida pelo valor investido em marketing digital.

Nenhuma outra métrica pode indicar o impacto do marketing na sua empresa tão bem como o ROI.

Empresas que calculam este retorno possuem estratégias de marketing que são mais refinadas, complexas e geram mais resultados.

Isso acontece porque estas empresas sabem exatamente quanto e aonde investir seu dinheiro de forma a gerar mais resultados.

O ROI também pode te ajudar a entender o valor do ciclo de vida de um cliente.

Esta métrica é o tempo de vida que um cliente permanece como consumidor na sua empresa, dividido pelo seu investimento em marketing digital.

Desta maneira, você combina as métricas de ROI e CAC para determinar não só quanto você gasta para adquirir um cliente, mas também quanto um cliente vale para você em longo prazo.

Como aprender Marketing Digital

Se você chegou até aqui, já domina os conceitos básicos do Marketing Digital e como ele pode te ajudar a gerar resultados. Porém, Marketing Digital é um assunto muito mais complexo do que parece. Portanto, invista seu tempo em aprender mais!

Procure materiais didáticos

Hoje em dia, não faltam materiais gratuitos que ensinam sobre Marketing Digital. Basta procurar no Google para encontrar blogs, ebooks e webinars que tratam das mais diversas partes do Marketing Digital.

Aqui na Rock Content nós disponibilizamos vários materiais sobre os mais diversos assuntos nessa área! Além deste blog, temos um canal no YouTube aonde disponibilizamos vários vídeos educativos sobre Marketing Digital.

Mantenha-se atualizado

Acompanhar blogs de referências nacionais e internacionais são uma ótima maneira de entender os processos do Marketing Digital e se manter atualizado com as tendências da área.

Para simplificar o processo de acompanhar diversos blogs, assine newsletters ou utilize ferramentas como o Digg Reader que agregam vários feeds de blogs em um só lugar.

Se você não sabe por onde começar, confira nossa lista dos 10 melhores blogs nacionais e internacionais de Marketing Digital!

Faça cursos online

Os conteúdos online oferecidos por blogs de marketing digital são extremamente valiosos na hora de aprender sobre o assunto.

No entanto, se você deseja se tornar um expert de verdade, invista em cursos online.

Além de tratarem de assuntos mais aprofundados, estes cursos geralmente testam seu conhecimento ao final e emitem um certificado que pode fazer a diferença no seu currículo.

Existem diversos formatos de cursos online sobre Marketing Digital, inclusive alguns que são gratuitos.

Aqui na Rock Content, por exemplo, oferecemos um curso online e gratuito de Marketing de Conteúdo, e também um curso gratuito sobre Produção de Conteúdo para a Web.

Se você quer aprender com os melhores profissionais do mercado e se tornar certificado pela Rock Content, não deixe de conferir.

Voltar ao topo

Como escolher uma agência de marketing digital

Agora que você já sabe as vantagens do Marketing Digital e porque você deveria usá-lo como uma ótima estratégia para sua empresa, surge a dúvida: como escolher uma agência de Marketing Digital?

Fazer uma pesquisa completa e profunda sobre as agências disponíveis no mercado é essencial para você acertar na sua escolha.

Não tenha vergonha de perguntar

Pense nos seus objetivos ao utilizar o Marketing Digital para seu negócio e não tenha medo de fazer perguntas para a agência que você pensa em contratar: seus objetivos estão de acordo com os serviços que a agência oferece?

Quem é a equipe responsável pela sua demanda? Conheça a equipe, descubra quem eles são como profissionais e tenha conhecimento de todos os processos que envolverão a realização de serviços para sua empresa.

Não tenha vergonha!

Conhecimento sobre a agência e sobre quem irá lidar com seu conteúdo é necessário.

Saber os preços dos serviços e compará-los com as outras agências concorrentes também é muito importante para criar uma noção do custo real dos produtos que estão sendo oferecidos.

Tenha também conhecimento do cronograma utilizado por eles. Mantenha-se informado!

Como a agência analisa e mensura resultados?

Uma agência profissional conseguirá te mostrar as métricas que eles utilizam para mensurar resultados baseados em seus objetivos de negócios.

No Marketing Digital é essencial que você saiba quais métricas acompanhar para saber o que anda funcionando ou não.

Você vai querer se manter informado sobre seus CPL (Custos por Lead) ou CAC (Custo de Aquisição por Cliente), além de várias outras métricas.

Peça para a agência te mostrar cases de sucesso de outros clientes e os benefícios que ela foi capaz de trazer para eles. Tenha certeza que a agência foi capaz de trazer ótimos resultados para outros clientes antes de escolhê-la.

Quais são as qualificações da agência?

Descubra se a agência possui profissionais respeitados no mercado e qualificados.

A agência desenvolveu novos processos? Foi reconhecida por algum trabalho realizado? Possui alguma credencial especial de qualidade? Saiba exatamente quem eles são antes de contratar o serviço.

E, finalmente: não seja pão duro!

Não caia na armadilha de contratar o serviço mais barato só para economizar.

É melhor gastar um pouco mais e ter certeza que você está contratando um serviço de qualidade e reconhecido no mercado.

É melhor contratar uma agência certificada do que acabar perdendo oportunidades de negócios para poupar recursos. Seja esperto com seu orçamento, mas saiba onde investir!
Voltar ao topo

Marketing de Conteúdo

Obviamente esse artigo não poderia terminar sem uma menção ao marketing de conteúdo, afinal, essa é nossa especialidade.

O marketing de conteúdo é uma especialidade do marketing digital que usa os vários recursos mencionados acima, mas tendo sempre como base o uso de peças de conteúdo para atrair e engajar o público, com o objetivo de gerar negócios.

O marketing de conteúdo é muito focado na criação e manutenção de algum (ou vários) canais, como um blog, que servem para entregar conteúdo de qualidade para o público-alvo.

Montar uma estratégia de marketing de conteúdo envolve vários canais (como criar um blog, gerenciar suas redes sociais, etc) e muito planejamento.

Para conhecer mais sobre marketing de conteúdo basta navegar nesse blog, ver nossa página principal sobre o assunto ou seguir nosso canal do Youtube.

marketing de conteúdo
Voltar ao topo

Concluindo

Como você pôde ver, o marketing digital é bem completo e envolve uma série de ações e planejamento avançado, mas para se tornar um profissional da área basta estudar bastante e acompanhar vários sites como o blog do Marketing de Conteúdo.

Ainda há muito espaço para crescimento do marketing digital e, aos poucos, a verba de marketing das empresas está abandonando o offline e indo para a Internet.

Se a sua empresa ainda não investe em marketing digital é hora começar a considerar seriamente, pois os resultados podem ser impressionantes.

Espero que esse pequeno artigo sirva como primeiro passo para você entender o suficiente para ir nessa direção.

E se ficou alguma dúvida sobre o assunto, basta baixar nosso Guia de Marketing Digital da Rock Content!

ebook-marketing-digital-baixe-agora

*Bônus: Ferramenta gratuita – Gerador de personas

Para trabalhar o marketing digital e obter bons resultados é essencial que você conheça suas personas.

Se você já conhece a importância da definição do seu público-alvo, esta oferta é ideal para você! Confira o a ferramenta gratuita que criamos em parceria com a Resultados Digitais: O Gerador de Personas!

Hubspot
Autor(a)

Escrito por: Vitor Peçanha Co-fundador da Rock Content, profissional calejado de marketing digital e atleta radical amador quando não está trabalhando (o que não ocorre com muita frequência)



    Deixe um comentário

    Marketing Vendas Tecnologia Na Prática
    Kit Grandes Sucessos da Rock Content
    Materiais de Marketing de Conteúdo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!