logo do facebook

Marketing no Facebook: o guia para iniciantes

Elaborar um plano de marketing no Facebook (FB) pode parecer assustador à primeira vista.

Afinal de contas, trata-se da maior rede social do mundo bombardeando informações para todos de forma ininterrupta. Destacar-se pode ser uma tarefa bastante complexa caso não se leve em consideração seus detalhes e peculiaridades.

Além disso, o FB não costuma divulgar informações detalhadas sobre o perfil dos seus usuários para pesquisas abertas, gerando dúvidas acerca de quem são essas pessoas e quais são os seus interesses. O que se sabe são os recortes de universos possíveis para pessoas que tenham um endereço de e-mail válido, uma conexão à internet e – teoricamente – idade igual ou superior a treze anos.

Uma coisa é certa: o mundo lá dentro é enorme.

E é exatamente pelo seu amplo espectro de usuários que o FB se tornou a menina dos olhos de muitos profissionais de marketing. Eles se debruçam sobre likes, compartilhamentos, perfis e tantas outras ferramentas, para poder apresentar e vender de forma irresistível um produto, serviço e/ou marca.

Mas você, marinheiro de primeira viagem, pode estar se perguntando: se na rede de Zuckerberg dados específicos sobre os usuários não são divulgados, como saber se este é o lugar certo para concentrar seus esforços de marketing?

Simples. O Facebook se tornou de tal modo popular que é seguro afirmar (com baixa margem de erro) que você vai encontrar pelo menos uma parcela do seu público-alvo.

Segundo dados oficiais, são mais de um 1,4 bilhão de pessoas conectadas, das quais mais de 800 milhões acessam diariamente suas contas.

O Brasil é o terceiro no ranking de usuários ativos do FB, ficando atrás dos Estados Unidos e Índia, apenas. Ou seja, é muita (!!!) gente.

E para ajudar você e sua equipe no início dessa jornada para elaborar ou melhorar seu plano de marketing no Facebook é que elaboramos um guia com tudo o que você precisa saber para dar seus primeiros passos certeiros rumo ao sucesso nessa nova empreitada.

Explicaremos as bases, possibilidades e cuidados para extrair o melhor de cada ambiente dessa rede social.

Vamos lá?

O tripé básico – páginas, grupos e anúncios

A base de qualquer rede social está no relacionamento.

Para isso são criados ambientes onde cada um pode falar, ouvir e se juntar com quem tem interesses ou pensamentos afins. Mas é necessário garantir o sustento para manutenção. Ao juntar essas três possibilidades, surge o tripé básico do FB: páginas, grupos e anúncios.

Páginas

Composto pelos perfis de usuários e fan pages. Neles é possível compartilhar conteúdo relevante para os leitores, interagir com amigos e seguidores, dividir peças publicitárias e propagandas. O objetivo é conquistar público e, ao mesmo tempo, mantê-lo interessado nos seus produtos e/ou serviços.

Grupos

Uma maneira de unir os interessados por um mesmo tema dentro de um mesmo universo. É a máxima dos interesses unidos para fortalecer e trocar ideias.

Para empresas, é muito interessante, já que o recorte para o alvo de seus esforços já foi feito previamente.

Anúncios

Para manter seu funcionamento o Facebook (é lógico) precisa de dinheiro. Por ser de graça para usuários, as fontes de renda vêm, em parte, dos anúncios vendidos.

O formato é relativamente simples e, na hora de comprar o espaço, já será fornecido a você o total de pessoas que podem ser atingidas pela sua peça. O diferencial está nos famosos algoritmos usados pela rede para mostrar resultados. Parece até mágica: se o usuário pesquisa por panelas de pressão no Google, por exemplo, os anúncios do produto cadastrados no FB provavelmente aparecerão para o cliente no seu próximo log in.

E então você se pergunta: mas como usar esse tripé para (melhorar) o meu marketing? É o que veremos a seguir.

Usando sua lista de contatos

Criar uma fan page nova pode gerar um certo medo até que as curtidas e os seguidores apareçam de forma constante e espontânea. Mas, o marketing no Facebook é, lembre-se, parte do seu esforço geral para aumentar e manter a clientela.

Portanto, ao invés de começar e implorar e rezar pelos primeiros cliques, uma ótima possibilidade é usar, desde o início, a sua lista de contatos para dar os primeiros passos nas redes sociais.

Afinal, se uma pessoa já forneceu o endereço de e-mail para o mailing da sua empresa, é muito provável que eles queiram se conectar com você também através do FB.

Convide cada um deles a segui-lo na sua nova jornada, um local onde será possível encontrar conteúdo sempre interessante e atualizado sobre o universo, não apenas da marca, mas do mercado como um todo.

A partir daí você criará um novo vínculo para alimentar essa relação, com postagens de conteúdo interessante e com atenção às mensagens e comentários que envolvam a sua empresa.

Aliás, você pode inclusive realizar um sorteio com seus novos fãs – uma técnica bastante utilizada. A partir dessa ação, você pode, inclusive, ajudar na fidelização da clientela. Afinal de contas, quem não gosta de ser um pouquinho mimado?

Ajude seu público-alvo a encontrá-lo

Depois de conseguir seus primeiros fãs, é também necessário desenhar ações para manter crescimento da sua rede.

Mostre para todos à sua volta que a sua empresa agora está na maior rede social do momento! Uma forma simples e eficiente é adicionando aos seus materiais um botão ou link do Facebook.

No seu universo online, faça o convite nas assinaturas de e-mail da equipe, nos links do website (existem, inclusive, botões para compartilhar conteúdo da sua página do FB), crie anúncios promovendo sua página e indique dentro de outras redes sociais a sua participação.

Mas não esqueça que offline também é fundamental propagar as boa novas. Invista nos cartões de visita com o seu endereço e de incluir o famoso botão azul com a letra F em seus materiais, entre flyers, banners, revistas anúncios de revistas…

Acredite: essa pequena ação vai, aos poucos, gerando retornos. Quando você menos esperar, já conquistou os primeiros mil seguidores.

Convide seus funcionários e parceiros a participarem da sua rede de contatos. Quem sabe a partir dele você não descobre, inclusive, novos talentos para a produção de conteúdos de interesse geral?

Tenha em mente que fica mais difícil esperar que o público pesquise o seu nome no FB do que já oferecer para ele o acesso e clique rápido.

Usando o Mural

Agora que você já conseguiu saber como conquistar pessoas para a sua página, é necessário pensar também no conteúdo a ser divulgado.

Como falamos anteriormente, uma rede social é algo que precisa de atualização. No início pode ser um tanto complicado encontrar pautas interessantes, mas aos poucos a própria interação do público vai indicar os caminhos a serem seguidos.

O importante é lembrar que não basta copiar e colar preços de produtos e achar que vai vender mais. A rede é para interação, e não para fazer propaganda. Lembre-se de que é fácil que essas interações se tornem indesejáveis, e aí o mesmo botão de curtir pode ser usado para deixar de curtir. Ou, pior ainda: você pode ser acusado de spam.

Utilize o seu espaço para falar de novidades, coisas interessantes.

Invista em conteúdo que mostre que você não apenas quer compradores, mas entende e respeita as necessidades e desejos dos seus clientes. Atenção aos materiais audiovisuais, que podem gerar interações. Porém, preste atenção aos direitos autorais e à qualidade do seu conteúdo, para que o feitiço não vire contra o feiticeiro.

Invista em construir um ambiente que deixe o visitante com vontade de mais e a cada propaganda feita e cuidadosamente inserida você possa atingir de jeito o seu público.

Uma boa forma de atingir esse equilíbrio é pesquisando fan pages de concorrentes e outras empresas que você e sua equipe considerem interessantes e ver qual a proporção e intervalo de postagens.

Não tenha vergonha de copiar ações positivas. Com o tempo, construa sua própria base de ações.

Criando anúncios matadores

Os anúncios – ou ads – são outros que também merecem a sua atenção. O investimento é baixo e os resultados podem ser muito compensadores, quando bem executados.

Lembre-se de criar materiais específicos para atrair seu público e estudar se vale mais a pena pulverizar em várias possibilidades ou concentrar em apenas algumas opções.

Por exemplo: se você vende artigos esportivos, que tal criar anúncios para flamenguistas, botafoguenses, entre outros times, para alavancar interesses?  Assim, um vascaíno doente, que antes nem olharia duas vezes para o seu anúncio, pode acabar clicando e fechando uma valiosa compra.

Invista em variações para atrair e medir o sucesso para, no futuro, desenhar melhores anúncios.

Outra coisa é o cuidado nas imagens e textos que serão veiculados em cada material.

Opte sempre por materiais de qualidade e que valorizem a sua marca a partir da visualização pretendida. Cuidado com letras pequenas, fontes de design intricado e outros detalhes. Além disso, é importante que a sua comunicação fique dentro dos padrões estabelecidos na empresa.

É legal, em cada caso, consultar a equipe. E, quando houver dúvida, entre em contato com um profissional da sua confiança para ajudar na decisão.

Um anúncio bem feito pode não apenas conquistar um clique, mas pode ser o início de uma relação de sucesso e que, com certeza, será compartilhada e indicada entre amigos.

A valorização de um anúncio bem feito é valorizar a sua marca perante o público e seus esforços para alcançar resultados.

Estude o Facebook

Aliás, você sabia que para criar seu plano de marketing no Facebook você pode pesquisar dentro da própria rede social? O FB oferece diversos materiais que podem ajudar você a entender melhor o funcionamento. Devemos levar em consideração que são, em grande parte das vezes, materiais que levam à venda de produtos ou serviços adicionais.

Mas, estudados em sua devida proporção, podem ser de extremo valor para que você e sua equipe entendam as ferramentas disponíveis e aprendam a usá-las com sucesso.

Lembre-se de que ninguém entende melhor sobre algo do que seus criadores. Use esse conhecimento ao seu favor.

Mantenha sempre os olhos nas estatísticas e resultados

Aliás, o próprio Facebook tem uma parte para que os administradores da página possam avaliar quais os resultados dos seus esforços, tanto em números quanto na comparação com períodos anteriores. Assim, você pode entender o comportamento do público diante das suas ações.

Suas postagens estão surtindo o efeito desejado? Quais os melhores horários e dias para interações? Qual o tipo de material que ele deseja ler?

E não se preocupe se esses números forem tímidos, pois dependendo da sua empresa e do seu público, pode demorar um tempo até que os resultados se reflitam nas vendas.

A partir dessa avaliação do que foi conquistado até o momento, será possível ajustar a rota para o futuro. Você poderá saber o que está dando certo e quais os aspectos que podem ser melhorados. Use os erros passados para um futuro mais promissor.

Conclusão

É necessário entender que um plano de marketing no Facebook não é apenas um projeto de implantação e uma leve manutenção. É um esforço contínuo para estabelecer relações e fortalecer cada uma delas.

É um investimento a longo prazo que merece a atenção da equipe para criar e compartilhar conteúdos que conquistem o público dentro de um universo repleto de inúmeras possibilidades.

Não tenha medo de testar, mudar e procurar sempre novidades. Afinal, esse é um mundo em constante evolução. Nem sempre o que for implantado irá render frutos, mas mesmo as falhas serão ótimas indicações para um futuro mais promissor.

Estude, leia, pergunte.

E a partir das respostas elabore novidades que atendam aos pedidos do público. E, quando houver o erro, não tenha medo de consertar. Só lembre-se de sempre avaliar para evitar crises por descuido.

Vivemos em uma época de conectividade e que a palavra do cliente vale. Um clique, um comentário… cada ação pode significar crescimento ou diminuição nos negócios. Então, aprenda a usar a maior rede social do mundo a seu favor.

Crie e trabalhe o seu plano de marketing no Facebook. Invista de forma contínua, avalie e melhore para crescer.

Quer saber mais? Baixe nosso ebook gratuito!

Marketing no Facebook_CTA para o blog (com botão de dl) 630x300

 
Autor(a)

Escrito por: Redator Rock Content Este artigo foi produzido por um dos mais de 5000 redatores da base da Rock Content. Quer conteúdo legal assim no seu blog? Fale com um consultor!



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!