homem e logo do youtube

Marketing no Youtube: como fazer isso funcionar?

O marketing em vídeos vem crescendo a cada dia.

Cada vez mais empresas apostam em conteúdo audiovisual como parte da sua estratégia e o Youtube é a escolha certa da grande maioria dos times de marketing.

Mas como fazer o marketing no Youtube funcionar para o seu negócio?

Ele é uma ferramenta valiosa e elaborada, que pode ajudar diversas estratégias de marketing a alcançar novos públicos, criar mais conteúdo relevante e ajudar suas personas a tirar dúvidas.

Para conhecer mais sobre como a plataforma de vídeos do Google funciona – e como a sua empresa deve estar presente lá – separamos todos os pontos importantes que você precisa saber para uma estratégia de vídeo marketing de sucesso no Youtube.

Pegue lápis e papel – ou melhor, abra um novo doc de notas! – e aprenda como fazer a sua estratégia de marketing no Youtube trazer resultados campeões.

Vamos lá? Acompanhe!

Por quê o Youtube?

Quando uma marca procura saber se criar um canal e conteúdo para o Youtube é a escolha certa para a sua estratégia, existem alguns pontos que ela precisa levar em conta.

Como diversas outras ferramentas do marketing digital, é preciso considerar o seu mercado, o seu público e quais são os objetivos da sua estratégia de marketing.

Tudo isso influencia na escolha do meio digital que será utilizado, se a sua persona não está presente em uma rede social ou em um canal digital, será que o seu negócio precisa está presente lá?

Mas por quê o Youtube é a escolha de tantos departamentos de marketing, na hora de compartilhar conteúdo em vídeo?

Primeiro, existem mais de 1 bilhão de usuários ativos no Youtube.

Mais de 300 horas de vídeo são adicionados por minuto e 6 bilhões de horas de vídeo são consumidas por mês.

O número de vídeos vistos no Facebook por minuto, através do Youtube, equivale a 323 dias de conteúdo.

É muito conteúdo para uma audiência muito grande!

Se você deseja entrar em contato com esse público, o Youtube é o lugar certo para isso.

Como saber se a minha empresa precisa de uma conta no Youtube?

Todas as empresas podem se beneficiar de construir uma marca sólida e ampliar a sua imagem no mundo digital.

Mas tudo se resume a uma pergunta: a minha audiência está assistindo à vídeos relacionados ao meu negócio, no Youtube?

Se a resposta for sim, então você precisa criar um canal!

Se for não, bom, você ainda pode se beneficiar de criar conteúdo para fazer um marketing no youtube.

Se você tem campanhas pagas no Adwords ou em redes sociais, o Youtube pode ser uma boa ferramenta de integração e engajamento.

Para Relações Públicas, é mais um canal para compartilhar conteúdo e reduzir mais uma pilha de folhas na mesa dos jornalistas – e dos veículos.

Sem considerar o tráfego que é atraído naturalmente para vídeos relacionados a palavras-chave relevantes para o seu público.

O melhor é que esse tráfego caia em vídeos criados pela sua empresa, não é mesmo?

Qual conteúdo eu devo criar para o meu canal?

Como sempre, conteúdo de qualidade é o que faz a diferença. Como se destacar entre tantas horas de material novo adicionado a cada minuto?

O Youtube é mais uma comunidade do que um search engine.

Na prática, isso significa que é mais importante criar conteúdo para a plataforma, do que simplesmente fazer upload de material “por fazer”.

Campanhas de sucesso possuem estratégias muito similares a campanhas de marketing de conteúdo bem montadas.

Você não vai ter resultados expressivos com um vídeo excelente, é preciso de uma série de bons vídeos para criar uma base de espectadores que vão acompanhar e consumir o seu conteúdo.

Para ficar mais claro qual é o tipo de conteúdo que deve ser criado para o Youtube, é importante entender o seguinte: se você deseja criar material focado em conversão, hospede-o no seu próprio domínio, de preferência com uma estratégia de anúncios online atrelada à ele.

Se você deseja criar e compartilhar conteúdo com usuários que ainda não fazem parte do seu funil de vendas, esses vídeos devem ser utilizados no Youtube.

Eles servem como a porta de entrada para a sua empresa.

Vamos olhar com mais detalhes 4 tipos de vídeos que a sua empresa pode criar para o canal no Youtube.

1. Educar o mercado

Educar o mercado sobre o seu produto ou serviço é uma tática interessante.

As pessoas podem deixar de consumir um material do seu blog ou entrar com contato com um consultor de vendas por não entenderem muito bem como o seu negócio pode ajudá-las a resolver um problema.

No processo, a sua empresa ainda se posiciona como referência no mercado, já que passa, através dos vídeos, muito conhecimento relevante para o público, de forma gratuita.

Se possível, peça para um de seus colaboradores apresentar os vídeos e explicar mais a fundo o conteúdo.

No caso da Rock, o Peçanha é o nosso garoto propaganda!

A ideia é a mesma para webinars e chats ao vivo – através do Google Hangout, por exemplo.

2. Tutoriais e como fazer

O Youtube é o lugar certo para encontrar vídeos com instruções, tutoriais e sobre “como fazer” várias coisas.

A grande maioria dos usuários prefere aprender com um vídeo, ao invés de ler um blog post extenso.

Usando o mesmo pensamento dos vídeos para educar o mercado, se alguém na sua empresa sabe fazer algo interessante, relacionado ao seu negócio, ensine a sua audiência a fazer também!

Pode ser que eles sempre procuraram aprender sobre algum assunto que o seu time domina, e você nem sabia!

3. Video Ad’s

O Youtube disponibiliza um formato de anúncio direcionado para canais conseguirem mais views para os seus vídeos.

É uma forma interessante de atrair mais visitantes para o seu canal, aumentar o número de visualizações e tornar o seu canal mais relevante.

Apesar desses anúncios não influenciarem no ranqueamento dos seus vídeos é uma solução interessante para divulgar o seu canal.

Dependendo do tipo de anúncio, o usuário poderá pular o seu vídeo após alguns segundos.

Por isso, é preciso criar vídeos atrativos, que prendam a atenção de quem estiver assistindo logo no começo.

Vídeo ad’s costumam ser curtos, diretos, e leva quem está assistindo para outro vídeo, ou página, onde ele pode consumir mais informações

Youtube e suas integrações

Para que a sua estratégia de criação e compartilhamento de vídeos funcione bem, é preciso integrar o Youtube à outros canais digitais da sua empresa.

Usando somente a plataforma de vídeos do Google, você está limitado aos usuários que já acessam o site normalmente.

Existem vários meios que podem ser utilizados para replicar o seu conteúdo e atrair mais visualizações para os seus vídeos.

Vamos olhar cada um deles e descobrir como integrá-los ao Youtube?

Blogs

Como você já sabe, blogs e o marketing de conteúdo são excelentes para atrair tráfego qualificado e gerar leads.

E você pode inserir os vídeos nesse mix!

Você pode integrar a criação de vídeos do seu canal no Youtube ao blog de algumas maneiras bem interessantes.

A primeira delas é postando uma transcrição do próprio vídeo em seu blog, juntamente com o link (e o vídeo inserido na sua página) para que o visitante possa assisti-lo.

Isso é interessante por dois motivos: você mostra para leitores recorrentes do seu blog que também existe um canal no Youtube e você fornece uma fonte de consulta do conteúdo caso o usuário queira revisar algum ponto do vídeo, mas não deseja assistir ele inteiro novamente, ou procurar em cada parte.

A segunda forma de integrar é expandir o conteúdo do vídeo em um blog post, ebook ou qualquer outro tipo de material, e disponibilizá-lo no seu blog.

Vamos supor que você tem um blog sobre saúde e houve um avanço no tratamento de uma doença.

Você pode fazer um resumo em um vídeo, postar no Youtube e linkar para uma postagem no seu blog onde você explora o tema mais à fundo.

Legal, não é mesmo?

Redes sociais

Vamos juntar as redes sociais em um tópico pois a ideia para todas elas é muito parecida.

O principal uso das mídias sociais para o marketing no Youtube vem do compartilhamento do conteúdo e da abertura de um canal de comunicação com os usuários.

Diferentes redes sociais possuem públicos diferentes. As pessoas que gostam do Facebook, nem sempre estão presentes no Twitter ou no Pinterest, por exemplo.

Por isso, é importante integrar todos os canais que são relevantes para a sua persona e compartilhar os seus vídeos através deles.

É muito provável que isso gere interações, conversas, curtidas e compartilhamentos.

E você deve incentivar essas ações!

Além de apresentar o seus vídeos para mais pessoas, é uma oportunidade de mostrar que a sua empresa é acessível e está aberta ao diálogo.

E-mail marketing

Se você ainda acha que o e-mail marketing está morto, saiba que você está enganado!

E-mails ainda são o canal de informações que as pessoas mais conferem diariamente, mais do que redes sociais e blogs.

Além disso, se um usuário forneceu o endereço de e-mail para você, ele está disposto a receber conteúdo de qualidade da sua empresa e interagir com seus materiais.

Não desperdice essa chance!

Os vídeos no e-mail marketing podem ser inseridos no corpo do e-mail, convidando a lead à conferir o seu material.

Como estamos tentando trazer acessos para o seu canal do Youtube, não coloque o vídeo em si no e-mail, mas sim o preview do player com um link para o seu canal!

Lembre-se, mais é menos sempre!

Mantenha as informações do e-mail objetivas e foque em conseguir o clique dessa lead no seu CTA e ganhar mais uma visualização no seu canal

Google Adwords

As campanhas de anúncio do Google Adwords dão muitas opções para quem deseja inserir vídeos.

Primeiro, é possível anunciar diretamente no Youtube através do Adwords. Inserindo anúncios com vídeos em outros vídeos.

Bem legal, não é mesmo?

Esses anúncios possuem vários formatos e você pode inserir um CTA no final deles direcionando para o seu site, blog ou canal no Youtube. Use a criatividade!

Mas você também pode integrar os seus vídeos com as campanhas de links patrocinados.

Para os anúncios nas páginas de resultado de pesquisa, a landing page é muito importante.

A página de destino é analisada na hora do leilão para decidir se o anúncio realmente cumpre o que promete.

E, adivinhe o que o Google adora? Vídeos!

Vídeos como página de destino dos anúncios são excelentes fontes de conversão.

Mas não se esqueça de otimizar o título, descrição e tags do seu vídeo, hein? SEO para vídeos é muito importante!

Otimizando os vídeos

Otimizar a parte escrita dos vídeos é indispensável.

A metadata é todo e qualquer conteúdo em forma de texto que está presente no seu vídeo.

Temos título, descrição, tags, comentários e anotações. Vamos dar uma olhada em cada uma delas?

Title tag

title tag, ou o famoso título, é a headline principal do seu vídeo.

Ele é o primeiro ponto de contato entre o usuário e o seu vídeo, e deve ter um equilíbrio entre SEO e algo que é conhecido como AGO (otimização para chamar a atenção, em uma tradução livre de Attention Grabbing Optimization).

Como sempre, use a palavra-chave (ou palavras-chave) relevantes no começo do título.

Se você utilizar elementos da sua marca (o nome da empresa ou até mesmo do blog) deixe-os no final do título.

Uma dica interessante é que títulos menores e em letra maiúscula performam melhor em vídeos do Youtube!

Evite títulos que tentem convencer o usuário a assistir um vídeo (assista agora, imperdível, etc). Eles causam uma desistência muito grande no usuário e influenciam negativamente os números do seu conteúdo.

Descrição

Regra #1 de toda descrição de sucesso: links primeiro!

Sim, esse é o erro mais comum cometido nas descrições de vídeos do Youtube.

As duas primeiras linhas da sua descrição devem ser otimizadas para inserir links que levem o usuário até o seu site, blog ou qualquer outra página de destino que você queria que ele visite.

Isso é importante pois o Youtube reduz a sua descrição para não atrapalhar a experiência do usuário.

Para ele ler a versão completa, é preciso clicar em “ver mais”.

Aqui também entram palavras-chave. Tente balancear entre técnicas de SEO e e conteúdo relevante.

Por fim, insira outros links que são importantes no final da descrição. Aqui você pode colocar suas redes sociais, website oficial, contato, etc.

Tags

As tags ajudam os usuários a encontrar o seu conteúdo em suas buscas.

Elas são analisadas pelo Youtube e relacionadas com a palavra-chave usada para procurar sobre algo.

Coloque as mais importantes primeiro e mescle entre keywords longas e curtas.

Thumbnails

Imagina as miniaturas dos seus vídeos como pequenos banners publicitários.

Registrando a sua conta é possível criar thumbnails personalizadas. Não é preciso dizer que você deve fazer isso, né?

Planeje as miniaturas com antecedência, assim, você pode criá-las enquanto está filmando o vídeo e deixar tudo pronto.

Algumas dicas para criar boas thumbnails:

  • Imagens com resolução alta (mínimo de 640 x 360 px)
  • Fotos em close-up, principalmente dos rostos
  • Teste em tamanhos pequenos e grandes, para garantir que a visibilidade é boa em ambos
  • A imagem deve representar muito bem o conteúdo
  • Insira o logo da sua empresa

Anotações

Você pode inserir as anotações sobre o seu vídeo, diretamente no Youtube.

Essas anotações ajudam a melhorar a experiência do usuário, fornecendo informações complementares através de textos, links e destaques.

Não exagere nas anotações inseridas nos vídeos, em excesso, elas desencorajam o usuário a assistir e aumentar as taxas de desistência do visitante.

Você pode usá-las para direcionar o espectador para uma página de suporte daquele conteúdo (um blog post, por exemplo), pedir para que ele se inscreva no seu canal, sugerir mais vídeos ou playlists.

Ou seja, uma infinidade de ações para melhorar a experiência dos sues vídeos.

Você pode customizar as anotações e dar a sua cara para elas. Mas lembre-se: não deixe que elas entrem no caminho do conteúdo principal. É importante que elas sejam apenas uma forma de suporte.

Mensurando os resultados

Como todas as partes do marketing digital, o monitoramento da sua campanha, mensuração dos resultados e otimização dos esforços é indispensável.

Você não pode gerenciar o que não consegue medir.

Logo, é preciso estabelecer KPI’s à serem acompanhados.

O Youtube fornece diversas métricas, mas vamos focar em 3 que podem ser consideradas principais:

Visualizações, Tempo Assistido e Origem do tráfego.

Visualizações

O Youtube fornece o número de visualizações para cada vídeo e canal.

Esse é um KPI interessante pois você pode mapear quais são os dias da semana, vídeos e assuntos que são mais relevantes para o seu público.

Os vídeos mais vistos geram insights para a sua estratégia.

Qual é o título? Qual o formato do conteúdo? O que mais chama a atenção nesses vídeos?

Dê uma olhada nos comentários desses vídeos e descubra sobre o que os seus seguidores andam comentando.

Também não deixe de respondê-los!

Os que fazem menos sucesso podem seguir a mesma ideia. O que esse vídeo tem que não atrai a sua audiência?

Não se esquema de otimizar os seus vídeos mais vistos, direcionando o usuário para mais vídeos e mais conteúdo.

Tempo assistido

O Youtube Analytics te mostra o tempo médio assistido pelo usuário de todo o seu canal e também por cada vídeo.

Saber quanto tempo do seu conteúdo as pessoas realmente assistiram é a melhor forma de ter certeza de que eles estão performando bem.

O algoritmo de ranqueamento do Youtube está sendo otimizado para selecionar os conteúdos de acordo com o tempo médio de visualização deles.

Então esse é um indicador de performance que você deve ficar atento!

Descubra quais são os vídeos que estão sendo vistos por mais tempo e otimize-os com anotações para promover o seu canal e outros vídeos.

Origem do tráfego

Descobrir de onde os seus usuários estão vindo é a melhor forma de entender como o seu público descobre os seus vídeos e quais canais estão tendo a melhor performance.

Analisando conteúdos individualmente, é possível ver qual deles está direcionando tráfego através de vídeos relacionados e sugestões.

A janela entre 1 e 2 semanas após publicar um vídeo é onde você consegue realizar a melhor análise para descobrir o que fez com que o vídeo tenha sido um sucesso de acessos.

Agora, mãos a obra!

O marketing no Youtube pode beneficiar todos os tipos de negócio.

Vídeos são interativos e fáceis de serem consumidos.

O Youtube já é o segundo maior buscador da internet e a cada dia mais conteúdo é adicionado à ele.

Por isso, é importante criar vídeos inovadores, informativos e bem construídos.

É preciso diferenciar o seu material de todos os outros que são adicionados diariamente.

Mas a divulgação não para por aí!

Integrar o seu canal no Youtube com outras plataformas digitais é o segredo para atrair visitantes e aumentar os views dos seus vídeos.

Blogs, redes sociais, Google Adwords, e-mails, todos são importantes para espalhar o seu conteúdo e atrair mais seguidores.

Lembre-se de sempre otimizar o seu material e continuar mensurando os resultados.

Você pode sempre atualizar um vídeo criando um novo, sobre o mesmo conteúdo, mas com informações novas.

Se você quer saber tudo sobre o assunto, você precisa conferir o nosso ebook Marketing em Videos!

 

marketing em vídeos

 
Autor(a)

Escrito por: Redator Rock Content Este artigo foi produzido por um dos mais de 5000 redatores da base da Rock Content. Quer conteúdo legal assim no seu blog? Fale com um consultor!



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!