marketing para idososblog corporativo?

">

Como fazer marketing para idosos? Qual a importância desse público para minha empresa?

Você já pensou em marketing para idosos? Ainda não? Então continue lendo!

Você já pensou em marketing para idosos? Ainda não? Então continue lendo!

A definição de marketing, segundo a American Marketing Association, constitui-se da seguinte forma:

“O Marketing é uma atividade, conjunto de instituições e processos para criar, comunicar, entregar e trocar ofertas que tenham valor para os consumidores, clientes, parceiros e sociedade em geral.”

Apesar da proposta do marketing englobar a sociedade no geral, as promoções e estratégias são voltadas massivamente para os millennials, nascidos em pleno desenvolvimento digital.

Porém, uma parte mínima das ações promocionais englobam os idosos e, quando se voltam para eles, costumam ser datadas e estereotipadas.

É claro que as inovações partem primeiro para as gerações mais novas, mas uma hora elas chegam até a fatia mais tradicional. Por isso, é essencial pensar em estratégias que englobam quem já passou dos 65 anos.

Eles estão migrando para o meio digital exponencialmente, trabalham cada vez mais e permanecem ativos. O conceito dos avós que só ficam em casa e realizam tarefas cotidianas está por fora.

Existem inúmeras razões para investir em marketing para idosos, então vem descobrir porque e como você deve fazer isso!

Por que investir em marketing para idosos?

Só em 2015, haviam 900 milhões de pessoas acima dos 65 anos no mundo todo. Segundo a OMS, até 2050, a previsão é que esse número passe para gigantescos 2 bilhões de pessoas, totalizando um quinto da população mundial.

A população está envelhecendo cada vez mais com o avanço da expectativa de vida. Considerando a diminuição da taxa de fecundidade, a população tende a envelhecer como um todo.

Além deles representarem uma fatia demográfica enorme, os idosos possuem capacidade econômica bem maior que os jovens.

De acordo com a Bloomberg, 70% da receita disponível está concentrada nas mãos de grupos acima dos 50 anos nos Estados Unidos. Até o fim dessa década, a previsão é de que isso concentre um astronômico mercado de 15 trilhões de dólares.

Dessa forma, eles constituem um grande grupo com renda elevada e maior capacidade de compra, se qualificando um público extremamente desejado para o marketing. Só por esses fatores nós não podemos ignorar eles.

E se isso não te impressiona, saiba que os mais velhos representam o grupo que mais está aderindo as redes sociais atualmente. No âmbito comercial, 72% dos baby boomers, os novos idosos, já realizaram ao menos uma compra online, enquanto 83% deles já pesquisaram um produto antes de realizar uma compra offline.

A internet é conveniente e empoderadora. Ela funciona como um meio de se manter ativo e atualizado com o mundo. Por isso, vem ganhando cada vez mais adeptos seniors, que antes de tudo utilizam o meio digital para se manter em contato com a família, mas logo em seguida utilizam para descobrir boas compras e promoções.

Eles já possuem uma renda considerável, vão representar cada vez mais a população e estão cada vez mais ativos no meio digital: é imprescindível não ter ações de marketing nesse ambiente que não sejam voltadas para eles também.

Ou seja, além das vertentes do marketing tradicional, é possível — e necessário — investir no marketing digital para idosos. Por isso, seja criativo e utilize estratégias interessantes.

Não dá mais para subestimá-los e fazer ações antiquadas se nem eles mesmos se veem assim!

Como deve ser o marketing para idosos?

1. Comunique-se com a persona certa

É verdade que os idosos possuem alguns interesses em comum, como saúde, bem-estar, família e temas que ficam mais importantes na terceira idade. Ainda assim, os hobbies de quando eles eram mais novos continuam vivos.

Um homem que gostou de carros a vida toda não vai parar de gostar só porque envelheceu, não é mesmo? O mesmo se aplica para quaisquer outros passatempos, que permanecem ativos e inclusive se intensificam, já que eles possuem mais tempo livre para se dedicar a eles.

Também procure representatividade por meio de imagens e desenhos. Não é preciso fazer uma ação visual voltada somente para eles, basta incluí-los em representações visuais para que se sintam parte de sua marca.

Por isso, contemple uma persona com o qual possa se identificar, porém não se esqueça de segmentá-los de acordo com suas características individuais. Todo idoso é uma pessoa com gostos únicos, acima dos estereótipos.

2. Seja direto e claro

Você precisa ser criativo, porém não há necessidade de seguir tendências dos mais jovens e implementar firulas. O pessoal mais velho recebe melhores campanhas que transmitem a mensagens diretas. O ideal é que a pessoa consiga reconhecer o intuito da ação em até 3 segundos.

Essa ação direta também deve estar presente na linguagem visual e textual. Evite imagens carregadas, sentidos duplos e gírias modernas que possam ser inadequados.

Pensando também em uma dificuldade bem comum na terceira idade, utilize letras e avisos em tamanho grande e fáceis de serem lidos. Utilize fontes claras e aplique a escaneabilidade para a leitura ser a mais dinâmica possível.

O leitor deve conseguir ler sua mensagem e entendê-la rapidamente, ou então vai mudar para algum outro assunto com o qual ele consiga lidar melhor.

3. Foque na usabilidade

Cada vez mais os idosos migram para o digital, mas, ainda assim, eles podem ter dificuldade em assimilar certos recursos. Por isso, tente ao máximo desenvolver caminhos intuitivos para ele alcançar o objetivo de sua estratégia.

Procure utilizar banners e anúncios simples para a conversão. Após isso, opte por transições com trocas de informações curtas e objetivas. Outra ótima solução é oferecer algum serviço de troca de mensagens para seu time de suporte ou venda, que é direto e fácil de ser utilizado.

É essencial criar um caminho que eles consigam seguir sozinhos, uma vez que eles almejam continuar independentes.

4. Ganhe a confiança deles

Os consumidores mais velhos costumam ser bem mais leais a uma marca e possuem mais cautela antes de mudanças com hábitos, serviços e produtos. Por isso, é preciso ganhar a confiança deles durante todo o processo e mostrar como mudar pode ser positivo.

Sempre foque nos benefícios que seu produto traz, não no preço ou algum dado sem relevância. Mais do que vender, apresente o que ele significa e como ele melhorará a vida do sênior que for utilizá-lo.

Uma ótima dica é investir em um bom branding. Conte sua história, mostre seus valores e apresente sua visão. Você pode utilizar recursos como o storytelling e ganhar sua compra com aquilo que sua marca representa.

Faça uso de depoimentos de outros consumidores dar credibilidade à eficácia do que você está promovendo. Eles geram identificação com algum problema e mostram como seu produto solucionou ele. Eles podem vir a todo momento, em banners, sessões em seu site e até mesmo partindo de seu time de vendas.

Os idosos também prezam muito pela segurança durante a compra. Mostre como o seu negócio é seguro e comprometido com o cliente. Demonstre isso por certificados reconhecidos e métodos de pagamento, entrega, troca e devolução atenciosos.

5. Tenha um ótimo time de atendimento e vendas

Como grande parte das pessoas com mais idade não trabalham e acabam passando algum tempo sozinhos, é sempre bom mostrar disponibilidade para conversar em qualquer estágio de sua jornada do cliente.

Ao invés da habitual dificuldade para agendar um call, prepare-se para conversar bastante e, finalmente, poder explicar seus processos com calma. Gaste tempo, seja pessoal, dê atenção e compartilhe boas histórias. É de extrema importância mostrar que você se importa com ele e com seu problema, e criar um rapport cuidadoso.

Igualmente relevante ou até mesmo mais, seu time de suporte deve ser capacitado para atender o idoso. Empatia e paciência são duas habilidades fundamentais para alcançar um bom serviço de suporte ao cliente, mas que deve ser ainda mais prestativo com as pessoas mais velhas.

Uma boa técnica é mostrar-se presente logo após a compra para garantir a satisfação do cliente e ir acompanhando ele, caso seja um serviço contínuo. Dessa forma, é possível demonstrar que sua marca está lá durante toda a sua jornada, criando uma experiência do consumidor incrível.

6. Invista no conforto de seu consumidor

Se nem mesmo os jovens, que estão em seu auge físico, estão saindo de casa e optando por tudo online, porque as pessoas de maior idade fariam isso?

Um diferencial que você pode apostar é no conforto. Entregas personalizadas, consultorias e serviços em casa podem ser boas soluções para eles e investimentos para você.

Pensando já no âmbito digital, invista bem em seu tráfego orgânico para ser encontrado rapidamente. Cada vez mais, os idosos apenas jogam o que querem saber no Google, porém não vão gastar tempo com longas pesquisas em sites mal produzidos.

Não pense duas vezes em otimizar suas estratégias de SEO e manter um blog corporativo estruturado para rankear melhor e aparecer antes de seus concorrentes.

7. Abuse de boas técnicas do marketing tradicional

Sim, a geração mais velha está indo com força em direção ao meio digital, mas isso não significa que eles abandonaram as mídias antigas.

Hoje em dia, é necessário se adaptar e se manter presente onde o seu consumidor está. Como os idosos estão em transição, é ideal ganhar espaço em diversos lugares.

Então, que tal combinar ações físicas e televisivas com sua estratégia digital? A audiência continua alta e é sempre bom se manter presente em todos os meios que são relevantes para suas personas.

Além disso, vá com força em ações promocionais que os façam se sentirem especiais e possam ser compartilhadas com os amigos e família, tanto no boca a boca, quanto no virtual. Promoções 2 por 1, campanhas sazonais, cupons de desconto fazem bastante sucesso.

Outra ótima oportunidade é sempre os lembrar de datas especiais para compras, como aniversários e comemorações. O big data está aí para te ajudar com isso!

Não é tão difícil adotar essas táticas, certo? Você só precisa considerar essa parcela mais do que relevante da sociedade ao elaborar suas estratégias para garantir que eles se identifiquem com sua marca e consigam utilizá-la facilmente.

Agora que você já sabe porque e como investir em marketing para idosos, que tal saber mais sobre como segmentar seu público com personas? Aprenda o que são Buyer Personas e como criá-las!