identidade

A importância da identidade no marketing para startups

Quando falamos em marketing não é necessário ser um especialista para saber que é preciso ter uma identidade própria.

Seja para um produto, uma marca ou uma empresa – isso significa tomar um posicionamento ao tentar ocupar a mente do consumidor de um determinado segmento e entender como seus clientes atuais ou potenciais enxergam sua empresa diante dos concorrentes.

No marketing para startups essa identidade é essencial, já que geralmente essas empresas estão “nascendo” e construindo seu posicionamento no mercado.

Para novos negócios que investem em marketing digital o posicionamento é ainda mais importante, pois é o que vai ajudar a tornar sua marca relevante e interessante para o seu público-alvo.

Ganhar a preferência de leitores para um blog de marketing de conteúdo, por exemplo, é estar bem posicionado no meio digital.

A identidade é a cara da sua empresa, ou seja, está presente no assunto e complexidade do texto, na linguagem utilizada, no modo como trata os leitores, como se posiciona em relação a reclamações, e assim por diante.

Nesse post você vai entender melhor como funciona essa identidade no marketing para startups e como você pode começar a criá-la. 

A importância de mapear personas

Muitas vezes suas estratégias têm apenas boas intenções, mas se não forem direcionadas aos interesses e necessidades do público-alvo, o esforço pode não gerar resultados.

Para direcionar as ações do marketing digital, o CMO precisa mapear muito bem as personas do seu negócio.

Uma persona é a representação de um cliente padrão da sua empresa, ou seja, um personagem fictício que reúne as principais características dos seus consumidores.

Depois de definir o consumidor ideal, todas as iniciativas serão orientadas com base nele, tornando a estratégia mais assertiva.

Esqueça aquela ideia de palpites: entreviste clientes, pesquise em fóruns, entenda a dor do seu público-alvo e saiba quem realmente vai se interessar pelo seu produto ou serviço.

Descobrir a persona ideal tem inúmeras vantagens: uma delas é dar velocidade à geração de leads e abastecer o time de vendas com oportunidades reais de compra.

O custo de aquisição de clientes aumenta muito se sua empresa conversa com o mercado errado.

A consequência imediata é que seu time de Vendas gasta muito esforço para adquirir clientes, e o Marketing foca recursos na vertical de negócio que não é a ideal para sua empresa.

Descubra sua identidade no marketing de conteúdo

A conversão de clientes é puxada pela efetividade em se falar com o público certo e pela autoridade da sua marca.

Isso acontece quando você contribui com a vida do consumidor, gerando conteúdo que agregue valor e demonstrando especialidade e autoridade na área de atuação.

Em outras palavras: se a sua empresa descobrir a linguagem e o DNA do seu marketing de conteúdo, vai oferecer dicas e conselhos que resolvam problemas ou mesmo despertem a vontade de aprender mais sobre o seu segmento.

Fazendo isso, sua marca terá fãs e seguidores que continuarão acompanhando a plataforma de conteúdo mesmo depois de se tornarem clientes fidelizados.

Um dos pilares do marketing de conteúdo é justamente melhorar a vida das pessoas.

Por isso, observe sua base de clientes e prospects para reunir características comuns entre eles, incluindo comportamentos que se repetem, desafios, dores de negócio e expectativas.

Depois disso, você precisa saber se sua empresa resolve algum desses problemas e se é de fato útil para ele.

A grande vantagem de ajudar as pessoas é que sua marca vai criar uma identidade real, com o público certo e com uma confiança invejável.

Aposte na segmentação

Sua relação de pertencimento ao mundo do consumidor pode ser vista na forma como o CMO decide utilizar palavras-chave. Se a sua empresa vende pisos de cerâmica, por exemplo, não pode escrever um artigo com a palavra-chave “ideias de piso” se não pretende falar de outros modelos.

Quando isso acontece o leitor pode se sentir frustrado e enganado, enquanto seu conteúdo deixa de ser informativo e passa a ser meramente publicitário. 

Isso significa que mesmo que você não venda outros tipos de piso – como tacos ou até carpetes – ainda precisa falar deles caso sejam relevantes para as personas identificadas no planejamento do conteúdo.

Além disso, palavras-chave inadequadas ou muito genéricas podem atrair quantidade e não qualidade de tráfego, gerando novamente um efeito de frustração aos usuários que não fazem parte das personas mapeadas mas que caíram no seu blog porque você não foi assertivo.

Quando você cria conteúdo pensando na qualidade, relevância e ineditismo, os compartilhamentos vêm de forma natural, e a melhor forma de entender as necessidades dos consumidores é interagindo com eles.

Quer plataforma melhor do que as redes sociais para isso? Nelas, é possível descobrir do que seu público gosta, do que não gosta, além de quais são as maiores dúvidas e necessidades. 

A recompensa

Mostrar-se especialista no seu mercado é fundamental para passar uma imagem de expertise e sabedoria.

Ninguém quer comprar de uma empresa que não conhece tudo sobre o segmento em que está inserida.

Já uma marca bem posicionada inspira, transmite segurança, e é vista como uma parceira que estará pronta para o atendimento caso o produto ou serviço falhe, por exemplo.

O usuário reconhece naturalmente o trabalho bem feito de marketing de conteúdo, seja recomendando sua marca para outras pessoas ou tornando-se um cliente fiel.

Você pode sentir essa recompensa de autoridade e engajamento monitorando sua taxa de abertura e cliques na sua newsletter.

Se sua empresa não estiver sendo relevante para a audiência com que ela conversa você notará baixas taxas de abertura e de cliques em seus e-mails.

Outra métrica não convencional, mas que dá um bom sinal de relevância, são os comentários em seu blog.

Cada vez que você postar um artigo monitore o impacto, número de comentários e compartilhamentos nas redes sociais.

É muito fácil saber se o público que você atinge está gostando de seus artigos: basta encarar os números! 😉

Em suma, se sua empresa faz um bom trabalho e as pessoas se sentem ajudadas e amparadas nos momentos de dúvidas, a recompensa será a consolidação da sua marca, o aumento no número de clientes e o posicionamento na frente dos concorrentes.

Esse post foi escrito pela Viddheo

 
Autor(a)

Escrito por: Autor Convidado Esse artigo foi um guest post escrito por um de nossos parceiros especialistas no assunto. Quer conteúdo legal assim no seu blog? Fale com um consultor!



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!