melhores memes

Como utilizar os memes na sua estratégia de Marketing Digital

No espaço da internet, vez ou outra surgem aquelas brincadeiras contagiantes que, aparentemente com muito sentido ou simplesmente sem sentido nenhum, vira motivo de piada e diversão para os mais diversos assuntos e perfis de pessoas e se espalham, com a facilidade de um vírus, pelas redes sociais, blogs, jornais online, e por aí vai.

Sim, estamos falando dos memes!

Eles se intensificaram com o advento da internet e, críticas à parte, permanecem firmes e fortes neste universo online, sem dar sinais de abatimento.

Afinal, o senso de humor é uma característica intrínseca do ser humano e nos une nos melhores momentos, em uma grande corrente mundo afora.

Como era de se esperar, o marketing digital não podia ficar de fora dessa.

Aproveitar estes ímpetos de imensa descontração e engajamento da comunidade online para fazer valer a mensagem da sua marca, a utilidade dos seus produtos e o fator inovador dos seus serviços é uma forma de demonstrar empatia e se conectar de forma única com o seu público-alvo.

E então, preparado para relembrar com a gente os melhores memes e entender como eles podem dar aquele empurrão essencial na suas estratégias de marketing online?

Confira o nosso artigo abaixo!

Antes de qualquer coisa: você sabe o que é um meme?

O termo ‘meme’ foi cunhado pela primeira vez na década de 70 pelo cientista Richard Dawkins em seu livro chamado “O Gene Egoísta” (The Selfish Gene).

Nele, o cientista explica que o meme é uma ideia ou informação que vai se propaganda e se multiplicando entre os indivíduos, similarmente ao que ocorre com o gene na genética.

Da mesma forma que os genes vão se propagando pelos nossos antepassados até chegarem a nós, os memes vão passando de pessoa para pessoa em um contexto social, se transformando e formando o conhecemos como memória.

Então o meme existe antes da internet? Sim!

Ele começou a ficar mais conhecido pela forma atual como é usado nas redes sociais no final da década de 90, por meio de um weblog que permitia que usuários postassem links que gostassem e depois compartilhassem com outras pessoas na rede.

Meme não é Viral, mas um Viral pode ser um Meme

Isso mesmo, eles não são a mesma coisa, apesar dos conceitos serem confundidos com facilidade devido a algumas semelhanças.

Para efeitos de uso no marketing digital, é importante ressaltar que existe uma diferença fundamental entre um meme e uma peça viral.

O viral não é um meme, mas um meme pode ser um viral. Como? Explicamos:

Um conteúdo viral é aquele que é compartilhado por uma quantidade imensa de pessoas e se espalha de forma impressionante em um curto espaço de tempo, assim como um vírus na biologia.

Ele tem uma diferença importante: o viral não se transforma ao ser repassado.

Se a sua amiga acha linda uma imagem de um gatinho fofo tocando piano e repassa, e um monte de gente começa a compartilhar a mesma foto idêntica em suas redes sociais, isto é um viral.

Por outro lado, se os usuários começam a tirar fotos de seus próprios gatos fazendo o que aquele gatinho da imagem está fazendo, ou de outros pets fazendo referência àquela foto inicial, e então compartilham este conteúdo, ele foi transformado durante o processo de compartilhamento.

Aí sim, ele pode ser considerado um meme.

Estes aqui não são memes!

Feita a diferenciação básica, vamos para a etapa seguinte: separar o joio do trigo, identificar o que comumente é confundido com um meme, mas não o é:

  • Rage Comics: aquelas carinhas brancas de traços escuros muitas vezes viralizadas pelas redes sociais;
  • Fotos fofas de animais de estimação;
  • Citações de artistas famosos;
  • Imagens inspiradoras;
  • Vídeos engraçados.

Embora por si só sejam apenas virais, vale lembrar que eles podem sim ser transformados em memes, se forem usados pelas pessoas em outros e novos contextos.

Alguém aqui se lembra das célebres frases “Eita Giovanaaa!”, “Ninguém sai” ou a “Luiza, que está no Canadá”, e de como elas rapidamente invadiram nossas postagens e troca de emails mas também conversas com os amigos offline?

Pois bem, aí você tem um verdadeiro meme.

Por que usar memes em campanhas de marketing digital?

Como comentamos acima, os memes geram empatia, e esta é a base da nossa comunicação.

É bem mais fácil e até natural chegar em alguém quando ela está em um momento de descontração, feliz e se divertindo, não é?

Se bem usado em uma campanha (sem abusar do bom senso, é claro, e causar o sentimento contrário de repulsa), o meme faz justamente isto: ele se conecta com as pessoas por meio da brincadeira e aproveitando um momento de descontração para criar uma relação de confiança e até de certa intimidade com consumidores e potenciais clientes, por meio deste sentimento apaixonante que é a simpatia.

Mãos à obra: Como usá-los em sua estratégia online!

Antes de começarmos, reforçamos que os memes não são ótimas ferramentas para qualquer marca ou negócio.

Empresas que trabalham em áreas onde a seriedade e sobriedade é quase um pré-requisito, pode pegar mal o uso inapropriado de frases aparentemente sem sentidos compartilhados a torto e à direita.

Por outro lado, uma marca que dá espaço para a descontração pode se beneficiar sim e muito das ondas virais dos melhores memes.

Então, quer saber como começar? É fácil, segue abaixo um breve passo-a-passo:

1. Total compreensão do perfil da sua marca

Além de entender perfeitamente o seu perfil, objetivo nas redes sociais e comunicação com os clientes, além do tipo de tom das mensagens e público que pretende atingir, é preciso conhecer também como se comportam os seus consumidores online: que tipo de conteúdo eles mais compartilham e gostam, qual canal mais utilizam e com qual finalidade.

Isso ajuda a trilhar sua estratégia digital no caminho certo e evita que sua equipe de marketing dê um tiro no escuro.

2. O contexto é tudo

Usar um meme fora de contexto e sem entender muito bem a conversa online que está girando em torno dele é um erro.

Pense bem antes de entrar na brincadeira para checar se vale mesmo a pena e se está de acordo com os objetivos do seu negócio.

3. É preciso agir e, se necessário, interagir rapidamente

É importante que sua equipe de marketing digital esteja monitorando o tempo todo as hashtags, trending topics e demais conversas quentes no ambiente das mídias sociais.

Grande parte do sucesso das marcas ao usar os memes é fazê-lo no momento certo, dentro do timing.

Portanto, se vir um conteúdo viralizado que pode ser usado pelo seu negócio, prepare logo uma estratégia, adapte o meme ao seu negócio da forma que considerar mais adequada e aja!

4. Depois do compartilhamento, as métricas

Acompanhe os resultados da sua ação de perto e anote todas as informações que poderão ser usadas para medir o sucesso ou não da sua estratégia: quantos compartilhamentos, comentário e likes gerou?

Tem gente comentando sobre o seu conteúdo de forma espontânea em outros meios? Se sim, parabéns!

O seu pode ser o nosso próximo case de sucesso e, quem sabe, ser mencionado em algum outro post futuro sobre os melhores memes do marketing digital.

Os melhores memes do marketing digital, relembre conosco!

De tempos em tempos, eles explodem por aí.

Eles são divertidos, tomam nosso tempo online e invadem nossos momentos de descontração com os amigos, no Facebook, Twitter ou na conversa do bar.

Sempre vale a pena lembrar os melhores memes que abalaram o marketing digital.

Vamos fazer isso juntos? Dê uma olhada nos exemplos que selecionamos para vocês aí abaixo!

Redes sociais

É neste espaço que surge a grande maioria dos memes.

O motivo não poderia ser outro: com exceção de redes sociais profissionais, as mídias sociais pessoais são informais e nasceram para facilitar a conversa que temos com as pessoas que mais gostamos e admiramos.

Então vamos a alguns exemplo dos melhores memes:

A interrupção de Kanye West no MTV Video Music Awards em 2009

Aquilo foi inusitado, indiscutivelmente inapropriado e gerou uma série de posts engraçadíssimos nas mais diversas redes sociais.

Em uma delas, inclusive, o cantor interrompe Deus na criação do Universo.

Logo após o final da premiação, seguramente um dos maiores constrangimentos da carreira de Taylor Swift, o episódio já era assunto de mais de 300 mil tweets!

memes

Hitler Furioso

Um vídeo retirado do filme alemão Der Untergang, que trata sobre os últimos dias de Adolf Hitler em um bunker, virou meme ao ser replicado com legendas dos temas distintos.

Na imagem o ator que interpreta Hitler está realmente furioso e fala em alemão.

As legendas cômicas tratam de temas que vão desde à queda nas ações do Facebook logo após seu IPO, a retirada das sacolinhas plásticas gratuitas em supermercados e até um fracasso na prova do Enem.

Baile de Gala do Met em 2015

Os figurinos nada convencionais das famosas durante o Baile do Met no ano passado também rendeu uma enxurrada de imagens bem satíricas nas redes sociais.

memes

Posts em blogs

Transformá-los em posts divertidos, que cativam a atenção e simpatia do leitor ao mesmo tempo que transmitem a mensagem da empresa no universo online, é uma forma inteligente de fazer bom uso dos melhores memes.

E, como consequência, eles podem até viralizar nas redes sociais depois.

Aqui na Rock Content temos dois exemplos que geraram grande feedback por parte de nossos usuários.

Confira abaixo!

Deadpool

O filme baseado na história em quadrinhos da Marvel e estrelado por Ryan Reynolds foi tema de um dos posts da Rock Content e gerou um tremendo sucesso. O nosso redator André Mousinho soube usar com perfeição a linguagem sarcástica e todo o humor negro usado pelo personagem principal do filme (que ‘hackeia’ o blog da Rock para contar tudo o que você precisa saber sobre o marketing de conteúdo e por que o seu blog não faz sucesso) para explicar aos nossos leitores como funciona o processo de criação de conteúdo relevante, impactante e que traz resultados para a sua empresa.

O resultado, claro, foi um post de sucesso, que gerou compartilhamentos e likes dos mais diversos em todas as redes sociais. Se você ainda não leu, não perca e acesse o post aqui.

Carreta Furacão

A Carreta Furacão é um trenzinho da alegria de Ribeirão Preto que ganhou uma tremenda repercussão na internet.

Em grande parte, devido aos funcionários vestidos de personagens como Popeye, Mickey, Fofão e Capitão América, que dão um show de dança ritmada enquanto a criançada se diverte.

O sucesso transformou a trupe em brinquedo, jogo mobile e até surgirem pedidos de turnê para a carreta pelo Brasil!

Ele também inspirou a nossa equipe a criar um post em formato de teste: Quem é você na Carreta Furacão?

Por meio de perguntas divertidas ao estilo ‘Buzzfeed’, o teste mostra qual o seu perfil de inbound marketer associando-o a uma das figuras da Carreta Furacão.

O conteúdo é viciante, teve um ótimo ROI e mandou bem no SEO. Timing e uso de meme para o público certo: nem precisamos explicar o motivo de ter sido um sucesso.

Equívoco ao usar memes na estratégia online

Nem todo meme serve para qualquer marca ou personalidade, e é preciso respeitar os contextos e os motivos de uso de cada um deles.

Repetir a piada sem entender não dá certo e, muitas vezes, pode significar um belo tiro no pé.

Foi exatamente o que ocorreu com um dos maiores partidos políticos do Brasil, o PMDB, que decidiu usar um dos memes mais compartilhados de 2016 (Diferentona) ao celebrar os 50 anos de sua existência.

A ideia não pegou e acabou sendo rejeitada pela grande maioria do público que, em vez de entrar na onda, acabaram replicando críticas ao partido no mesmo tom.

Em ambientes mais sérios, o uso de brincadeiras como esta pode não ser uma boa ideia.

Mal usos acontecem, mas pode ficar tranquilo. Seguindo o passo-a-passo que criamos para você acima, não tem erro!

Agora que você já é um expert no uso de memes em campanhas de marketing online, o que acha de conhecer mais um pouco sobre marketing viral e virar um phD nesta que pode ser a principal estratégia que sua empresa estava precisando?

Então, dê uma olhada no nosso post Marketing viral: tudo o que você precisa saber sobre o assunto!

 
Autor(a)

Escrito por: Redator Rock Content Este artigo foi produzido por um dos mais de 5000 redatores da base da Rock Content. Quer conteúdo legal assim no seu blog? Fale com um consultor!



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!