Conheça as 28 métricas de marketing de conteúdo que você deve acompanhar!

Produzir artigos, vídeos e outras peças de marketing de conteúdo requer muita pesquisa, planejamento e, é claro, mensuração.

Graças às novas ferramentas está cada vez mais simples medir a efetividade das campanhas, mas olhar para todas as métricas existentes ainda pode ser um pouco apavorante.

E não é para menos: é possível medir praticamente tudo quando se trabalha no mercado digital.

Como saber quais são as métricas de marketing de conteúdo mais significativas para o seu negócio?

Simples! Para você, nosso leitor, trouxemos essas métricas mais importantes, separadas em categorias e de acordo com os principais canais que você precisa considerar para as medições.

Assim é mais fácil para você identificar quais métricas vai utilizar para fortalecer o seu posicionamento e atingir os seus objetivos de marketing!

Bora?

Métricas de Consumo

Esse tipo de métrica mostra quando, onde e que tipo de conteúdo as pessoas estão consumindo. E quem são essas pessoas.

Acompanhar essas métricas permite que você conheça os comportamentos da sua audiência e se aproxime dos objetivos do negócio.

Blogs ou sites

Visitas na página: com essa métrica você consegue ver quantas e quais são as páginas mais acessadas do seu site ou blog. Isso possibilita identificar o tipo de conteúdo que mais interessa os seus leitores.

Visitas únicas: ajuda você a descobrir o tamanho da sua audiência, pois é possível saber a porcentagem de visitantes novos e de visitantes que estão retornando ao seu conteúdo.

Tempo gasto na página: mostra, em minutos, o tempo médio gasto por cada usuário em cada uma das páginas do seu site. Permite que você descubra se os leitores somente entram na página e fecham logo em seguida, ou se ficam por mais tempo para consumir todo o conteúdo.

Você pode medir todas as métricas usando o Google Analytics e se você ainda não sabe como usar, confira o nosso guia completo que preparamos sobre essa ferramenta!

Email

Através do seu software de e-mail marketing (como Mail Chimp, Aweber, Infusionsoft, etc.) é possível medir todas as opções abaixo.

Abertura de e-mail: mostra a quantidade de pessoas da sua lista que clicaram para ler o e-mail que você disparou. Outra informação importante é o horário de abertura do e-mail mais comum entre as pessoas que abriram. Com essas métricas você pode descobrir o tipo de assunto que mais chama a atenção dos leitores e disparar o e-mail no horário mais conveniente para a sua lista.

Cliques em e-mail: nesta opção é possível verificar quem clicou nos links que você inseriu na mensagem. A partir desses insights você pode classificar sua lista de contatos em diferentes interesses.

Ativos

São os conteúdos como PDFs e eBooks que você disponibiliza para download, seja como “isca digital”, seja como materiais que você envia para quem já está na sua lista de contatos.

Downloads ou formulários preenchidos: você pode medir o consumo de conteúdo simplesmente pela contagem do número de downloads que seu material teve. Para os materiais que exigem o preenchimento de um formulário, basta analisar quantas pessoas completaram com seus dados.

Métricas de Retenção (subscription)

Permitem que você analise a sua capacidade de prender a atenção de quem entra em contato com o seu material.

Blogs ou sites

Taxa de retorno: mostra qual a porcentagem de visitas de usuários que já estiveram em contato com algum dos seus conteúdos, versus a taxa de novos visitantes. É importante manter um balanço entre essas duas taxas e saber que o relacionamento com cada uma é diferente.

Taxa de rejeição: está baseada nos cliques de entrada e saída do seu site. Se a pessoa fechou a janela na mesma página em que entrou (sem navegar ou clicar em mais nada no seu site), isso é contabilizado na taxa de rejeição.

Páginas por visita: conta a quantidade de páginas ou outros links que um único usuário visita enquanto navega pelo seu site.

Frequência de visitas: mede a frequência com que os usuários voltam até o seu site, ou a quantidade média de dias que se passaram desde a última visita.

Email

Taxa de descadastro: permite que você fique de olho na quantidade de pessoas que se descadastram da sua lista. Também é importante mensurar quantos novos cadastros você tem, para que a lista de contatos continue sempre crescendo.

Mídias sociais

Seguidores (follow): nada mais é do que o número de pessoas que seguem os perfis e páginas da sua marca nas mídias sociais. É importante fazer esse número crescer para que mais pessoas sejam direcionadas para o seu site principal.

Métricas de compartilhamento

Com elas, você acompanha se está realmente produzindo conteúdo que a sua audiência quer receber. Isso é feito ao medir o quanto as pessoas aprovam e compartilham o que você publica.

Mídias sociais

Compartilhamentos: mede o número de compartilhamentos (shares) das suas postagens. Essa métrica permite que você entenda que tipo de conteúdo mais interessa ao seus seguidores, podendo produzir posts virais.

Curtidas: mede o número de likes das suas páginas e postagens. Quanto mais curtidas um conteúdo tem, maiores são as chances dele aparecer no feed de outros amigos e seguidores.

Métricas de engajamento

Ideais para você descobrir se o seu conteúdo está fazendo com que os leitores tomem uma ação. Também medem a frequência com que as pessoas se engajam com seus materiais.

Blogs ou sites

Duração da sessão: permite que você saiba quanto tempo alguém passa consumindo seus materiais em diferentes páginas, numa única visita.

Páginas por sessão: conta a quantidade de páginas que um mesmo usuário visita, revelando se ele tem interesse em diferentes conteúdos do seu site.

Blogs ou sites + mídias sociais

Comentários: mede a interação das pessoas com o seu material, seja por comentários no site ou por discussões nas redes sociais, fornecendo uma boa ideia do nível de engajamento do seu conteúdo.

Métricas de prospectos (leads)

Ajudam você a acompanhar as atividades de meio de funil, de modo que você consegue direcionar leads para partes específicas do seu conteúdo.

Blogs ou sites + ativos

Novos prospectos gerados: você pode utilizar a sua ferramenta de e-mail marketing e CRM (Customer Relationship Management) para saber quantos leads entraram para a sua base de contatos depois de acessar seu conteúdo.

Prospectos alcançados: é a quantidade de leads que interagem com o seu conteúdo quando já estão na sua lista, mostrando o alcance do seu material.

Taxa de conversão do funil: permite que você veja quais dos seus conteúdos fazem com que seus contatos avancem para a parte mais estreita do funil de vendas.

Métricas de vendas

São essenciais para saber como o seu conteúdo está influenciando a parte mais estreita do seu funil – ou seja, suas vendas!

Blogs ou sites + ativos

Vendas geradas a partir do funil: esta métrica contabiliza a quantidade de vendas que você gerou a partir do contato do lead com seu conteúdo.

Por exemplo: um usuário chega até seu blog post, se cadastra para receber emails e, mais tarde, recebe uma oferta da equipe de vendas. É o que mostramos neste estudo de caso.

Vendas influenciadas pelo funil: mostra a quantidade de vendas que foram influenciadas pelo contato do lead com os seus conteúdos.

Ao contrário da métrica anterior, não mede a primeira interação, e sim qualquer contato que tenha ocorrido entre o prospecto e as peças de marketing de conteúdo.

Métricas de produção

Medem a sua eficiência – ou seja, o aproveitamento de tempo e dinheiro – na produção de conteúdo. Considere que é importante saber como os seus recursos estão sendo gastos.

Blogs ou sites + ativos

Tempo para publicação: dá a medida de quanto tempo você ou o seu time demoram para produzir e publicar um conteúdo a partir de uma ideia que tiveram. Essa métrica revela a eficiência da sua produção de conteúdo.

Taxa de produção de conteúdo: também mede a sua eficiência ou do seu time. Com essa métrica você tem a quantidade de conteúdo que o seu time produz num determinado período de tempo.

Reserva de conteúdo: demonstra se você produz conteúdo de acordo com a velocidade que seus leitores consomem.

Para obter esse número, divida o número médio de dias entre posts (métrica de produção) pelo número médio de dias desde a última visita do leitor (métrica de retenção).

Se o número for próximo a 1, o seu conteúdo é suficiente para a capacidade do leitor de consumir o que você produz.

Métricas de custos

Assim como as métricas de produção, as de custo ajudam a controlar a eficiência.

Porém, são mais voltadas aos custos financeiros no contexto global do marketing de conteúdo.

Blogs ou sites + ativos

Custos de produção por post: calcula os custos dos membros do seu time ou de freelancers por cada conteúdo produzido. Essa métrica pode ser bastante útil para seu planejamento e orçamento.

Custos de distribuição por post: algumas vezes esse custo pode ultrapassar os custos de produção por post, já que existem cada vez mais meios de divulgação.

Alguns exemplos são promoção através de mídias sociais, pessoas influentes e native ads.

Métricas de ROI

As métricas de ROI se combinam outras métricas citadas acima para que você tenha uma perspectiva dos custos e valores do seu marketing de conteúdo.

Retorno sobre investimento: permite que você meça o ROI de cada conteúdo produzido. A conta é feita pegando a receita gerada por certo conteúdo e dividindo pela soma dos custos de produção com os custos de distribuição.

Se o valor for maior que 1, então o seu conteúdo é rentável do ponto de vista de vendas. Essa conta pode ser feita para determinado conteúdo ou para todo o seu marketing de conteúdo.

ROI = Receita Gerada / (Custos de Produção + Custos de Distribuição)

Utilizar as métricas de marketing de conteúdo mais relevantes para a sua marca vai ajudar você a se posicionar fortemente no mercado e ser sempre lembrado como referência.

Agora que você tem essa lista das 28 métricas mais essenciais, é só separar as mais interessantes para as suas metas e começar a medir!

Esse conteúdo foi interessante para você? Achamos que você também pode querer saber mais sobre como divulgar seu blog e levar seu conteúdo para mais pessoas.

 
Autor(a)

Escrito por: Redator Rock Content Este artigo foi produzido por um dos mais de 5000 redatores da base da Rock Content. Quer conteúdo legal assim no seu blog? Fale com um consultor!



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!