tablet com gráficos na tela

As 6 melhores métricas no Google Adwords para analisar

A capacidade do Google Adwords de coletar, analisar e confrontar dados é enorme, trazendo uma infinidade de insights para que você possa melhorar o desempenho das suas campanhas de links patrocinados.

Mas com uma quantidade tão grande de informações, onde focar a atenção?

Onde estão seus objetivos, é claro!

Quando você inicia uma campanha de Google Adwords, tem objetivos, correto? Para cada objetivo, você define metas de campanha.

E, para cada meta, você deve ter métricas que digam se você está no caminho certo para atingir seus objetivos ou não.

Neste post, vamos te mostrar as 6 melhores métricas no Google Adwords para você analisar e ter total controle sobre seus resultados!

Pronto para começarmos?

1. Taxa de cliques

A chamada CTR ou taxa de conversão é o resultado da divisão no número de cliques dados nos seus anúncios pelo número de vezes que eles foram exibidos.

Essa métrica tem como objetivo revelar como está o desempenho da sua campanha e também dos seus concorrentes.

Afinal, quando sua CTR aumenta, você está na frente; quando diminui, algum concorrente conquistou um melhor posicionamento.

A CTR influencia em outras métricas importantes do Google Adwords, que também veremos por aqui.

Por enquanto, o que você precisa saber é que quanto maior a sua CTR, menor o seu CPC e maior o volume de tráfego para suas páginas de destino, ou seja: resultados à vista!

2. Custo por Clique

Custo por Clique ou CPC é a métrica que te ajuda a saber quanto custa convencer um internauta a clicar no seu anúncio e também a controlar o orçamento no Google Adwords.

Quanto menor o CPC de um anúncio, maior é o seu ROI – retorno sobre o investimento, pois você gasta menos para realizar uma conversão e torna sua campanha mais rentável, atingindo um número maior de pessoas com o mesmo investimento.

Mas o CPC não serve apenas para controlar o orçamento, ele também revela a qualidade do seu anúncio (quanto maior o CPC menos relevante o anúncio é); o desempenho da sua página de destino (quanto maior o CPC, menos eficaz é a landing page); e a relevância das palavras-chave utilizadas (quanto maior o CPC, menos eficazes são as palavras-chave selecionadas).

3. Taxa de impressões

A taxa de impressões é obtida dividindo o número de vezes que os seus anúncios aparecem pelo número de vezes que as palavras-chave definidas por você são buscadas no Google.

Isso significa que nem sempre seus anúncios aparecerão para o público selecionado, tudo depende do leilão de palavras-chave que acontece a cada busca.

E por que a taxa de impressões é importante?

Porque mostra se seus anúncios são realmente relevantes para o público que você segmentou, se as palavras-chave utilizadas são as melhores opções, se o seu orçamento está adequado para a campanha e como os seus concorrentes estão se desempenhando nessa estratégia.

Quando a taxa de impressões é pequena, significa que há algo de errado com o seu anúncio, por isso é fundamental que você acompanhe essa métrica do Google Adwords para otimizar seus resultados e garantir o sucesso tão esperado com seus anúncios.

4. Otimização de palavras-chave de cauda longa

Com certeza você já sabe que palavras-chave genéricas, como “marketing”, “hotel” e “roupas”, por exemplo, são bem mais procuradas, o que aumenta o CPC da sua campanha.

A alternativa é apostar nas palavras-chave de cauda longa, isto é, aquelas que são compostas de três ou mais palavras, como “marketing digital para pequenas empresas” ou ainda “roupas para bebê em belo horizonte”.

As palavras-chave de cauda longa atraem um tráfego menor do que as genéricas, contudo esse tráfego é mais qualificado, ou seja, o público que interage com seus anúncios está mais preparado para a conversão.

Se as palavras-chave de cauda longa estão bem definidas na sua campanha de links patrocinados, você conquista um CPC menor e com isso alavanca o ROI dos anúncios, obtendo maior rentabilidade para a sua empresa.

A métrica para analisar se essa estratégia está dando certo é olhar a porcentagem da taxa de impressões que citamos acima: quantas impressões você consegue ao utilizar palavras-chave de cauda longa?

5. Otimização da página de destino

De nada adianta ter um anúncio matador se a sua landing page não é lá aquelas coisas.

O Google está sempre focado em proporcionar uma experiência única para seus usuários e, para tanto, ele também analisa a página de destino dos seus links patrocinados.

Uma landing page bem otimizada leva em consideração as palavras-chave da sua campanha de Adwords, um design clean e intuitivo, chamadas para a ação objetivas e em destaque e formulários inteligentes, que pedem poucas informações.

Uma página de destino mal elaborada perde conversões e com isso impacta diretamente a sua campanha de links patrocinados, fazendo com seu CPC aumente, as impressões diminuam e o ROI caia drasticamente.

6. Índice de qualidade

O índice de qualidade é uma das métricas com as quais você mais deve se preocupar em suas campanhas de Google Adwords, pois ele é influenciado por outras variáveis que vimos por aqui, como CPC, CTR, relevância das palavras-chave, da qualidade da página de destino e das URLs inseridas nos seus grupos de anúncios.

Fazendo uma média do seu desempenho em todas essas variáveis, o Google atribui um índice de qualidade para os seus anúncios, o que ajuda a conquistar um melhor posicionamento entre seus concorrentes no momento de ter seus anúncios exibidos.

Quanto maior o índice de qualidade, maior o volume de tráfego, menor o CPC e maior o CTR, ou seja, melhores serão seus resultados globais. Portanto, trabalhe com afinco para ter um bom índice de qualidade!

Como você deve ter percebido, ter sucesso com uma campanha de Google Adwords é proporcionar uma experiência única do internauta com seus anúncios, por isso acompanhar as métricas que acabamos de apresentar é algo imprescindível para que você desenvolva anúncios cada vez mais eficazes.

Com esses dados em mãos, você fica sabendo como está o desempenho da sua campanha e também quais elementos podem ser melhorados para que você extraia ainda mais valor desse investimento, trazendo resultados incomparáveis para sua empresa.

Você já conhecia essas 6 métricas essenciais do Google Adwords? Quais outras você utiliza para medir a eficácia das suas campanhas de links patrocinados? Deixe seu comentário!

 

 

 
Autor(a)

Escrito por: Redator Rock Content Este artigo foi produzido por um dos mais de 5000 redatores da base da Rock Content. Quer conteúdo legal assim no seu blog? Fale com um consultor!



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!