O guia básico de como criar anúncios no Youtube

O guia básico de como criar anúncios no Youtube

Quando quer encontrar algum vídeo na internet, qual página você acessa? Se respondeu YouTube, saiba que você faz parte do conjunto de um bilhão de pessoas que utilizam essa rede social que recebe, por minuto, 48 horas de vídeo. Se há tanta gente e conteúdo nesse canal é óbvio que ele é um lugar mais do que recomendado para fazer anúncios, não acha? Quem já utiliza esse espaço começou a vender mais, uma vez que esse meio de marketing aumenta em até 20% o número de visitas no site do anunciante.

Então, quer dar uma incrementada no alcance de sua marca? Confira o guia básico de como criar anúncios no YouTube que preparamos especialmente para você!

Criação do anúncio

O anúncio que você vai divulgar é um vídeo que será postado em algum lugar da rede. Não é um cineasta? Não se desespere: com uma câmera boa, um programa iniciante e gratuito de edição e um pouco de criatividade você dará conta do recado. Ao gravar e editar esse vídeo, pergunte-se: como quer que sua empresa seja conhecida? Quais imagens vão criar a identidade do negócio? Qual é o seu público-alvo?

youtube1

O guia completo (em inglês) de dicas para filmar seu anúncio você confere aqui.

Em seguida, mande a sua produção para o YouTube. Para enviar o vídeo, é necessário abrir uma conta. Ainda não tem? Você pode criar seu canal aqui. . É fácil, rápido, e gratuito.

Google AdWords

Como foi dito na introdução, a quantidade de vídeos postados na rede é imenso. Para que sua produção seja encontrada nesse universo, é bom usar o Google AdWords, um programa que vai colocar seu vídeo a vista dos usuários que procuram por conteúdo relacionado com a sua marca. Nunca usou esse programa? Abra uma conta no Adwords (é quase igual abrir uma conta no Gmail), e faça um link para a sua conta no YouTube.

Orçamento

Criada a conta, você deve definir o orçamento da sua campanha. Quanto pretende investir? Há quem diga que o valor pode girar entre R$ 10 a R$ 20 por dia. É bom começar com valores mais baixos e ir aos poucos aumentando o valor do investimento. Ao fazer essa conta, saiba que no YouTube você só paga pelos anúncios que são vistos. Isso vai lhe obrigar a definir também o valor de cada visualização.

Configurações

Ao criar sua conta no Adwords, você vai precisar definir as configurações do seu anúncio. Nessa hora, você precisa saber quais são as principais características do público-alvo. Idade, gênero e localização (cidade) são elementos importantes. Outro dado importante é escolher o horário e os dias da semana em que o anúncio será feito. Por fim, defina as palavras-chaves do seu anúncio.

Para obter um resultado mais satisfatório, utilize a ferramenta Google Keyword Planner. A escolha desses termos é fundamental, e lembre-se: quanto melhor direcionado for o seu anúncio, mais eficiente ele vai ser, e mais retorno você vai conseguir obter.

Forma do anúncio

Você deverá definir em qual plataforma você quer anunciar. Smatphone, tablet ou o bom e velho desktop? Essa escolha vai determinar a forma como seu anúncio vai aparecer.

Uma das possibilidades é o anúncio de sobreposição que é transmitido na parte de baixo da tela, como se fosse uma legenda. Essa opção só pode ser vista em computadores.

Outra alternativa é o anúncio que pode ser ignorado pelo internauta após 5 segundos de exibição. Esse é o modelo mais utilizado. Este tipo é geralmente colocado no início do vídeo, mas também pode ser inserido no meio ou até mesmo no final. Essa opção pode ser vista em computadores, smartphones, tablets, TV e videogames.

Outra modalidade é o vídeo que não pode ser ignorado. Este pode durar até 30 segundos e obriga o internauta a assistir o anúncio inteiro para poder ver o vídeo que ele escolheu. Esta opção só pode ser vista em computadores e plataformas móveis.

Há ainda uma quarta modalidade de anúncio que pode ser vista apenas nos desktop. Estamos falando de um banner que é exibido à direita do vídeo.

Abaixo, exemplos desses formatos de anúncio:

youtube2

 

Exemplos

Uma companhia de celular brasileira criou um anúncio de 3 minutos de duração que foi visto quando foi acessado um vídeo do álbum do violonista John Willians em que ele interpreta 4 composições do Bach, aquele compositor barroco da Alemanha do século XVIII. O anúncio, feito na modalidade em que ele pode ser ignorado após 5 segundos de exibição, foi baseado em um sucesso do Cazuza. Esse anúncio, pela produção, certamente contou com um grande orçamento.

Outro exemplo bem mais direcionado, com produção bem mais simples e orçamento diminuto, foi feito por uma empresa de educação musical que está apresentando um programa de computador que ensina a tocar guitarra de um modo interativo. O produto foi divulgado em um anúncio de 30 segundos que pode ser visto no início de uma apresentação do guitarrista flamenco Paco de Lucía que foi gravada por um canal de TV da Espanha. Essa relação entre o anúncio e o vídeo é fundamental. Se esse anúncio fosse colocado no início de um vídeo sobre receitas vegetarianas, o resultado das vendas não seria mesmo, não acha?

Aumento de dividendos

A Rokenbok, uma fabricante de brinquedos que foi criada em 1995, teve uma reviravolta nos seus negócios depois que entrou no YouTube. Nele, a empresa encontrou uma nova forma de mostrar os brinquedos aos clientes que já não mais frequentavam como antes as lojas especializadas. Hoje, 50% das vendas da empresa são promovidas pelos vídeos. Muito, não é?

Outro exemplo de sucesso pode ser observado na Rosetta Stones, uma empresa de educação de idiomas fundada em 1992. Os donos da empresa sacaram um filão a ser explorado quando perceberam o tanto de pessoas que veem vídeos pelo celular e computador. Começaram a postar no YouTube e acertaram na mosca. Essa mudança gerou um crescimento de 10 vezes no número de acessos no site, 51% de aumento nos acessos dos vídeos da empresa do YouTube, e 89% de elevação nas procura pela marca nessa rede social. Precisa falar mais alguma coisa?

A sua empresa vai anunciar no YouTube? Quais são suas principais dúvidas e perspectivas? Fale com a gente!

 

 
Autor(a)

Escrito por: Redator Rock Content Este artigo foi produzido por um dos mais de 5000 redatores da base da Rock Content. Quer conteúdo legal assim no seu blog? Fale com um consultor!



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!