Os 10 mandamentos básicos do AdWords

O Google Adwords é a maior plataforma de CPC (custo por click) do mundo e é hoje uma das mais vantajosas formas de se anunciar o seu produto ou serviço. A plataforma possui diferentes níveis de complexidade, nesse artigo será focado um uso inicial deste canal. O Adwords possui tipos de campanhas distintos, sendo eles na rede de pesquisa do Google, ou na rede de Display (sites parceiros). Nesse módulo mais básico focaremos na campanha feita para a rede de pesquisas.

1 – Entenderás o seu funcionamento

Antes de se criar uma primeira campanha no Adwords é necessário saber exatamente como será o seu anúncio e como funciona uma campanha CPC. Qualquer pessoa que já tenha feito uma pesquisa através do Google já se deparou com um link patrocinado. São eles os primeiros resultados em uma página de busca e também os anúncios na lateral da página.

imagemdepesquisanogoogle

A partir da imagem, é possível perceber como alguns anúncios estão mais bem posicionados que outros. Quanto mais acima o anúncio se encontra mais clicado ele será, além de ganhar enorme credibilidade por ser o primeiro, ou segundo, resultado em uma página do Google.

Esse posicionamento é decidido a partir do CPC. O Custo Por Clique é o valor que o anunciante paga a cada clique recebido por seu anúncio, portanto o Google faz um esquema de leilão e quanto maior o valor de CPC oferecido pelo anunciante, maior será sua chance de ter o anúncio bem posicionado. O anunciante também faz um orçamento diário, que demonstra ao Google quanto ele está disposto a investir por dia. Quando o seu anúncio atinge o número de cliques que supera o seu orçamento, o Google para de gerar impressões daquele anúncio.

Não é apenas esse critério utilizado pelo Google na avaliação para o posicionamento dos anúncios. Além dele o Google avalia o índice de qualidade, que é determinado pela sua taxa de cliques (CTR – click through rate), o desempenho da palavra-chave, a relevância do conteúdo, entre outros fatores.

2 – Criarás sua conta

Criar uma conta no Adwords é fácil e o Google disponibiliza uma interface simples e auto explicativa. Criar a conta é o primeiro passo para a criação de suas campanhas e anúncios. É através dela que você gerenciará todo o processo e acompanhará os resultados. Possuir uma conta para anunciar através do Google trará enormes vantagens para o seu produto ou serviço. Os anúncios por CPC segmentam e levam ao site um público que se dispersará menos, além de trazerem resultados a curto prazo.

Através da sua conta você usufruirá ainda de diversos benefícios para acompanhar a campanha. É possível fazer testes de demanda para ver se o investimento está valendo a pena e também testes de conversão, que serão bastante úteis em futuras produções de conteúdo e de SEO (resultado de busca orgânica). Os anúncios possibilitam também uma escalabilidade e se os anúncios estiverem dando um retorno positivo, eles podem ser expandidos. Um bom gerenciamento da conta é fundamental para se extrair o melhor do Adwords.

adwords-dashboard-big

3 – Não colocarás o carro na frente dos bois

Embora os resultados possam ser a curto prazo, é de fundamental importância ter consciência de que deve se começar com calma. É um erro comum acreditar que o Adwords será a solução dos problemas e, de cara, já entrar com um orçamento grande inicial e diversas palavras-chave. O mais importante nesse primeiro momento é o aprendizado, começar com um orçamento limitado e ir aos poucos percebendo o que funciona e o que não funciona. O Google disponibiliza ferramentas para que você possa acompanhar os resultados das suas campanhas, portanto com o tempo, através dos resultados você compreenderá melhor como a sua campanha funciona, o que você deve evitar e como você alcança o seu público de maneira mais eficiente.

4 – Escolherás o que será ofertado

Pode parecer um mandamento simples, mas é de fundamental importância escolher bem o que será ofertado e o seu objetivo com essa oferta. Escolha o que você quer anunciar em seu site, um produto ou serviço, uma ferramenta gratuita ou um conteúdo rico, como um ebook, por exemplo. E tenha consciência daquilo que você almeja alcançar com o anúncio, ao público que você pretende atingir e principalmente na pertinência do que está sendo anunciado.

5 – Escolherás sabiamente as palavras-chave

Toda a busca feita no Google consiste por meio de palavras chave e para que seu anúncio dê os resultados desejados é essencial saber escolher as palavras chave. É através delas que o público chegará ao seu anúncio e principalmente o segmentará. É de suma importância não ser genérico demais, por exemplo, se o seu objetivo é anunciar um ebook sobre Marketing de Conteúdo, você deve evitar a palavra “Marketing de conteúdo” e focar mais na oferta, ser específico. Por exemplo “o que é marketing de conteúdo” ou “como fazer marketing de conteúdo”. Dessa forma você evita cliques que não darão retorno e não desperdiça parte de seu orçamento.

Através da sua conta você poderá acompanhar também como está sendo o aproveitamento de suas palavras chaves, acompanhando o número de vezes que ela tem sido buscada, o número de impressões do seu anúncio (número de vezes em que ele aparece no resultado de buscas) e o número de cliques que ele tem recebido.

6 – Criarás grupos de palavras chaves similares

NOV13_pt-introduction-campaigns-ad-groups-1

A partir da sua conta no Adwords, você poderá criar diferentes campanhas. Cada campanha anunciará um produto ou serviço da sua empresa. No caso do exemplo usado anteriormente, um ebook sobre marketing de conteúdo. Cada um deverá ser dividida em diferentes grupos de anúncios de acordo com as palavras chaves. Diferentes tipos de palavras-chave vão gerar diferentes resultado e a partir deles você pode comparar o para ver a maneira que está sendo mais eficiente anunciar o seu produto.

  • Grupo 1 – O que é marketing de conteúdo, como fazer marketing de conteúdo
  • Grupo 2 – Guia para o marketing de conteúdo

Na aba das campanhas você terá a opção de criar novos grupos de anúncio e compará-los para entender qual o melhor tipo a ser usado e investir mais nesse tipo. Como ditado anteriormente, o mais importante é o processo de constante aprendizado e estudar os resultados é fundamental para se criar campanhas cada vez melhores.

imagem04

7 – Criarás um título atraente

O seu produto ou serviço pode ser excelente, porém o Google só irá posicioná-lo bem, e o público só irá clicar nele, se o seu título for convincente. O seu título precisa mostrar ao cliente o porquê ele deve clicar no seu e não em outros disponíveis e precisa incitá-lo de alguma forma, despertar o seu interesse. Existem algumas formas inteligentes para despertar o interesse das pessoas, por exemplo:

  • Chame o público – títulos diretos e que o segmentam para o tipo de pessoa que você precisa. “Gestão para o profissional de marketing”
  • Faça promessas – como o seu produto ou serviço poderá ser um grande diferencial para a pessoa. “Melhore sua escrita com essas dicas”
  • Desperte a curiosidade – Nada melhor do que deixar o público curioso com uma resposta. “Segredo para perder peso”
  • Tocar na ferida – mostrar ao cliente um problema que ele possa ter, mostrando que você tem a solução. “Problemas em arrumar clientes?”
  • Oferecer informações novas – aconselhar o público que busca encontrar na internet informações e conselhos sobre determinados assuntos. “Como escolher um carro usado”, “As melhores maneiras de se criar um anúncio”.

8 – Estruturarás bem seu anúncio

Os anúncios que ficam exibidos nas páginas de busca orgânicas são bastante simples e precisam ser bastante objetivos e diretos. O anúncio é formado por um título, duas frases de descrição e duas URLs, a de destino e a de visualização.

Capturar

O título é também a URL de destino, que levará o cliente aonde o seu produto se encontra. A URL de visualização não precisa ser, necessariamente o endereço onde a pessoa que clicou irá, mas é uma URL fictícia. É aconselhável utilizar um endereço curto e que demonstre o que o internauta verá ao clicar no anúncio.

As linhas de texto devem demonstrar em poucos caracteres o que você tem a oferecer com o que está sendo anunciado. Você deve então demonstrar os benefícios de maneira concisa e clara, descrever a funcionalidade do serviço. Mostrar em uma proposição ou algo diferente no seu produto também é importante, assim como usar um indicador de status a ele. Outra forma interessante de ocupar uma das linhas de descrição é também utilizar uma chamada para o público, convidando-o a experimentar o seu serviço.

9 – Não desrespeitarás o Google

Para que seu anúncio obtenha impressões na página de busca orgânica, é necessário que você respeite algumas regras do Google no momento de criá-lo. Desrespeitar alguma dessas regras pode comprometer tudo o que você já havia feito corretamente antes e o Google poderá não exibir o seu anúncio, portanto, bastante atenção para não cometer um desses erros.

  • Não utilizar espaçamento e pontuação incorreta – “M-E-L-H-O-R-E-S-P-R-E-Ç-O-S”
  • Não usa pontuação extra e não usar símbolos – “Dicas D+”
  • Linguagem imprópria e erros ortográficos também farão com que o Google não posicione o seu anúncio – Exemplo aqui, não se faz necessário.
  • Não utilizar repetições – “Baixe, baixe, baixe nosso novo ebook”
  • Existem frases que são proibidas de se usar pelo Google – “Clique aqui”, “acesse nosso site”.
  • Não usar superlativos e comparativos no anúncio, a não ser que ele possa ser comprovado na página, como por exemplo já ter recebido um prêmio – “O melhor suplemento do mundo”

10 – Criarás uma concisa landing page

Um dos erros mais graves ao se criar um anúncio no Adwords é não ter uma landing page para ele. Langing page é a página que a sua URL de destino levará o cliente quando ele clicar no seu link. Ela obrigatoriamente deve ser sobre o produto ofertado e de simples acesso, fazer com que o cliente fique procurando onde baixar o ebook ou como ele vai comprar o produto, pode levá-lo a desistência. Nela deve ser exibido o produto e sua descrição, ela deve ser simples e de fácil navegação para que o cliente possa concretizar o seu desejo de maneira rápida.

Landingpage

Um ponto que deve se frisar é: NUNCA use a sua home page como URL de destino. O cliente ficará perdido e terá que procurar em seu site o produto e será obrigado a ter um trabalho extra que não estava em seus planos. Se isso o leva a desistência você terá pago, mesmo assim pelo click daquela pessoa. Isso torna a landing page uma das fases mais importantes de seu anúncio, afinal ela deve fazer o cliente comprar o seu produto depois que você já pagou por aquele click. Esse é o pior momento para uma desistência, podendo comprometer o seu orçamento diário e consequentemente, a sua campanha.

E você? O que achou dos mandamentos? Já está usando o Adwords? Compartilhe sua experiência e conte seus resultados nos comentários abaixo. Se quer também saber mais sobre a ferramenta, baixe agora nosso ebook gratuito sobre o tema!

download google adwords ebook

 
Autor(a)

Escrito por: André Mousinho Cristão, formado em Publicidade, viciado em quase tudo de cultura Nerd e bacon. Embarcando na jornada pela exploração do Universo do Marketing Digital e em busca de se tornar um Mestre Jedi na arte da escrita.



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!