Fim do Guest Blogging? Entenda (de verdade) todas as mudanças de algoritmos do Google

Você deveria parar de gastar em AdWords?

Tenho certeza que você sabe o que é o AdWords. Também tenho certeza que você já leu e ouviu milhares de vezes que ele é a solução para o seu marketing e que você deveria começar a investir (se é que já não investe) nele agora mesmo. Mas talvez o AdWords não esteja funcionando para você. Talvez ele tenha se tornado somente mais um gasto, como um buraco negro sugando dinheiro e nunca trazendo nada em troca.

E então? O que você deve fazer? Simplesmente jogar tudo para o alto e parar de gastar com AdWords? Ou existe algum outro benefício? É possível que uma campanha de AdWords irá ajudar sua marca, mesmo que seu custo por lead – ou o quanto você gasta em AdWords para conquistar uma oportunidade – seja muito alto?

Espremendo até conseguir a última lead

Antes de você abandonar o AdWords totalmente, tenha certeza que você está obtendo todas as leads possíveis através dele. Vamos ter certeza que ao espremer essa laranja, você irá tirar tudo o que há de bom nela – até a última gota.

Mas como você fará isso?

  • O limite do custo por lead –  o primeiro passo é determinar qual é o limite que seu CPL pode alcançar. Talvez, atualmente, você esteja pagando 25 reais por cada lead conquistada através do AdWords, enquanto todos seus outros canais gastam apenas 15 reais. Mas isso é tão ruim a ponto de você desistir de usar essa ferramenta? Para responder essa pergunta, você precisará olhar outras métricas do seu negócio. É importante saber qual o ticket médio de seus contratos e o lifetime value de cada cliente, afinal, investir um pouco mais para conquistar um novo consumidor pode ser vantajoso.

  • Faça testes – Teste diferentes ofertas, landing pages, abordagens. Use técnicas diferentes. Segmente de formas variadas. Teste, teste, teste. E depois, quando já tiver feito muitos testes, teste mais um pouco. Ter certeza que seus anúncios estão otimizados é sempre uma coisa boa.

  • Repense seus cálculos –  Como os clientes que vêem seu anúncio de AdWords entram em contato com seu negócio? Você tem um formulário para eles preencherem, de forma que você possa rastrear de onde eles vieram? E aqueles que buscam pelo telefone em seu site e fecham uma compra após uma ligação? Existem diversas empresas que mostram que 5% a 10% das leads que eles geram através do AdWords, acabam fechando via telefone. Normalmente esse número é esquecido ao se fazer a conta de quanto o AdWords vale a pena.

A hora de parar

O motivo mais óbvio para se para de investir em AdWords é o buraco negro de dinheiro. Mesmo que nós saibamos que leads geradas pelo AdWords serão mais caras que a de outros canais, você deve saber se elas valem a pena ou não. Também é vital saber a qualidade dessas leads. Não adianta nada suas campanhas gerarem milhares de leads ruins, ainda sim será dinheiro jogado fora.

É muito fácil gastar muito dinheiro em AdWords se você estiver com pressa ou desesperado. Ver seu tráfego aumentar é viciante. Porém, você criará uma dependência do seu site por esse tráfego pago, que acaba desincentivando o trabalho em áreas essenciais do seu site, como a criação de conteúdo de qualidade. Esse crescimento repentino de tráfego que o AdWords oferece cria umas sensação de segurança nos profissionais de marketing. “Meu site está sendo muito acessado”, você irá pensar. Pare de pagar e você verá seu tráfego despencar e sumir.

Finalmente, temos alguns estudos de caso que mostram a correlação entre o gasto em AdWords e o decrescimento do tráfego orgânico. Por quê? Bem, temos duas teorias:

  • 1) Landing pages acessadas através do AdWords tem uma taxa de rejeição muito alta – Geralmente as taxas de rejeição de tais páginas ficam com mais de 95%. O que é muito, muito, muito maior do que outras landing pages. Soma-se a isso o fato do Google repetir insistentemente que uma alta taxa de rejeição afeta o rankeamento orgânico.

  • 2) Não mandar os leitores para páginas com conteúdo relevante –  É muito comum ver que os anúncios de AdWords são links para páginas de conteúdo ruim ou mesmo uma página de venda. Isso é ruim, pois não conquistará aquele leitor e nem sempre converterá uma venda. Além disso, a audiência não navegará pelo seu blog ou site, o que afetará suas outras páginas – uma vez pouco visitadas, terão um rankeamento orgânico pior nos mecanismos de busca.

A conclusão: AdWords mal utilizado irá afetar seu SEO, negativamente.

Quando continuar

Mesmo que seu custo por lead não esteja igual ao dos seus outros canais, ele está totalmente fora do seu orçamento? Tenha certeza disso antes de começar a cogitar cortar seu investimento em AdWords. Vale a pena perder todo o tráfego que seus investimentos, mesmo que altos, estão gerando? Essa é uma pergunta excelente a ser feita. E o branding? Existem diversos estudos que mostram argumentos muito persuasivos sobre como é incrível o valor do AdWords para seu branding. Pense: mesmo que alguém não clique em seu anúncio, ele verá que sua marca está relacionada a aquele tema que ela pesquisou.

Outra pergunta a ser respondida: você está usando sua campanha de forma correta? Seus anúncios levam diretamente para uma página de venda ou para uma página com conteúdo rico e relevante? Ao usar o AdWords para tracionar uma campanha de marketing de conteúdo, seu CPL pode estar alto, mais você obterá resultados em um prazo um pouco maior.

Conclusão

Você precisa testar um pouco mais antes de decidir por não investir mais em AdWords – ou em aumentar a verba gasta nele. Tenha certeza que suas métricas estão corretas e que todos os pontos estão sendo analisados. As fatídicas ligações telefônicas, que aconteceram por causa do AdWords podem fazer falta se os investimentos cessarem, e você nem saberá o porque elas pararam.

Quer saber mais sobre a ferramenta? Baixe agora nosso ebook gratuito sobre o tema!

 download google adwords ebook

 
Autor(a)

Escrito por: Renato Mesquita Jornalista apaixonado por Marketing de Conteúdo, futebol americano e paçoca.



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!