Personas x SEO: qual deve ser o foco do seu conteúdo?

Se você tem feito seu dever de casa certinho, posso deduzir que toda nova peça de conteúdo que você produz é focada em suas personas.

Certo?

Continuo o raciocínio com mais uma pergunta: se você está produzindo um artigo para blog, certamente o tráfego orgânico é uma métrica extremamente relevante e o SEO também é um dos pilares da sua estratégia de conteúdo.

Continuo acertando?

Pois bem, se você ainda não compreendeu aonde é que eu quero chegar com estes dois questionamentos, aqui vai a pergunta que vale R$1 milhão:

Na hora de criar um artigo, qual deve ser sua principal preocupação, as personas que vão ler seu artigo ou a otimização para motores de busca que vão determinar o quão apto está seu artigo para rankear melhor?

Ih… complicou?

Neste post eu vou falar bastante sobre essas três perguntas, que às vezes podem deixar alguns profissionais de marketing, redatores freelancers e qualquer pessoa que produza conteúdo para web um tanto quanto confusos.

Porque meu conteúdo deve ter um direcionamento?

Me graduei e Jornalismo e na época em que fui criar meu primeiro post para blog, percebi que quase nada do que havia aprendido em 4 anos de graduação conseguiram me auxiliar naquela tarefa.

Ok, não foi no início, mas depois do primeiro feedback sobre o conteúdo eu consegui perceber isso.

Assim como muitas pessoas que não possuem experiência, vivência ou costume de produzir conteúdos para a internet, eu escrevi uma matéria de jornal.

Expus o problema no início, procurei por fontes que comprovavam o fato, expliquei o assunto completamente e amarrei tudo com uma conclusão matadora.

Ao final da “redação” eu tinha certeza de que estava tudo certo, bem como na primeira vez que prestei um vestibular para a UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais).

E assim como na minha primeira experiência para a universidade, eu estava errado.

Só que desta vez não era a gramática, concordância ou a falta de adequação ao tema que me fizeram ser “reprovado”.

O que tornou meu primeiro post um fiasco foi o simples fato dele não ter solucionado o problema de ninguém e também não estar otimizado.

Ou seja…

Falhei miseravelmente.

Após receber esse primeiro feedback, algumas coisas ficaram extremamente claras para mim:

  • Sempre produza um artigo com uma persona em mente;
  • Preocupe-se em saber o problema da persona e resolvê-lo durante seu artigo;
  • Preocupe-se com os motores de busca;
  • Blog posts são produzidos para serem lidos e atraírem leitores, logo, o tráfego orgânico é uma de suas principais métricas para mensurar o resultado positivo;
  • Todo mundo precisa saber um pouco de SEO.

Ou seja, um conteúdo que se encaixe numa estratégia de marketing, precisa de direcionamento.

E depois que eu descobri tudo isso, uma dúvida ainda ficou: Focar o conteúdo em personas ou em SEO?

Persona

Pense, escreva, ajude e solucione os problemas de suas personas.

Sempre.

Ponto final.

Esta possivelmente é a informação mais difundida e repetida em toda a internet quando o assunto é inbound marketing e marketing de conteúdo. Apesar disso, nem sempre ela está clara na cabeça daqueles que produzem o conteúdo.

Constantemente você pode se deparar com artigos que não fazem sentido. Digo isso porque já passei por esta situação diversas vezes.

Toda vez que você tem uma dúvida o processo costuma ser o mesmo: entrar no Google, realizar a pesquisa e encontrar um artigo ou página que consiga sanar aquele questionamento.

Simples e claro. Correto?

Em algumas situações você se depara com um artigo promissor. O título te atraí e você sente que aquele lugar tem a informação que você tanto deseja encontrar.

Após alguns segundos de leitura, fica claro que aquele não passa de mais um artigo que fala, fala, fala e não diz nada ao mesmo tempo.

O que isso quer dizer:

  • O artigo é uma colcha de retalhos. O autor daquele conteúdo pesquisou pelo mesmo assunto que você e apenas recortou os artigos até criar algo “único”;
  • O autor não faz ideia do que está falando e realmente não conseguiu concluir nada;
  • O conteúdo não foi produzido com o direcionamento para uma persona específica e, por isso, ele não conseguiu tirar sua dúvida;
  • Fique tranquilo, possivelmente você não foi a única pessoa que se frustrou com o artigo.

Eu poderia listar mais algumas possíveis variáveis para explicar a falta de objetividade e capacidade de solucionar problemas de milhares de artigos que habitam o Google hoje em dia, mas vamos parar por aqui.

Existem algumas ações que auxiliarão a não cair no erro que algumas empresas comentem em sua estratégia de conteúdo:

  • Conheça quem é a sua persona;
  • Conheça seus problemas, maiores desafios e principais objetivos;
  • Saiba quais são os canais que eles utilizam para consumir informação;
  • Qual é o tom que você deve usar para que sua mensagem chegue até suas personas;
  • Possua objetivos claros para cada artigo do seu blog.

Uma vez que você possua todas as informações necessárias para direcionar o artigo a uma persona específica, basta selecionar algum problema que ela tenha e solucioná-lo em seu artigo.

Seja ele qual for, se é um interesse da sua personas, o conteúdo deve ser focado naquilo.
Não produza porque você acha interessante ou acredita que é um assunto interessante para seu blog.

A produção sempre deve ser focada nas dúvidas e problemas do seu cliente ideal, sua persona.

Ok, após fazer esta afirmação, onde é que entra o conteúdo com foco em otimização para motores de busca?

SEO

No outro lado da moeda encontramos os artigos que são produzidos com um único objetivo: estar na primeira página do Google, de preferência, entre os três primeiros resultados.

Até algum tempo atrás, muitos profissionais de marketing focavam apenas na produção de artigos extremamente otimizados.

Isso quer dizer que você possivelmente se deparou com um conteúdo redundante com uma determinada palavra-chave repetidamente usada durante a peça.

Durante muito tempo os buscadores eram guiados apenas pelas palavras-chave e isso tornou a internet estava recheada de conteúdos de baixa qualidade e rasos.

Em 2011 isso começou a mudar com o Panda Update do Google, que penalizou milhões de páginas que possuíam conteúdo ruim, raso e de baixa qualidade.

E foi nessa época que a história começou a mudar de vez.

Até o momento eu falei basicamente de personas e muito pouco sobre otimizações que vão te auxiliar a melhorar seu rankeamento, certo?

O que acontece é o seguinte: nos últimos tempos, mais precisamente após o Hummingbird update que foi ao ar em 2013, as coisas mudaram de vez.

persona ou seo

Este update foi a última grande reformulação do algoritmo do Google e beneficiou ainda mais os resultados que são uteis de verdade

Atualmente, os conteúdos que estão rankeando bem são aqueles que conseguem ajudar o leitor.

São as peças de conteúdo capazes de fazer um usuário entrar em uma determinada página da SERP (página de resultados do Google) e resolver todas as dúvidas desta pessoa em sua página sem que ela volte a página de busca.

Isso é visto de uma forma extremamente positiva e influencia diretamente no rankeamento de suas páginas.

E como se beneficiar disso?

Foque em personas!

Não voltarei nos pontos anteriores, acredito que você já deve ter internalizado a importância de pensar em personas. Agora vamos de SEO.

Por mais que este artigo esteja parecendo uma evangelização em prol das personas e inbound marketing, não é bem isso que eu estou tentando fazer.

Apesar de focar suas produções em um público bem específico, é essencial que você também tenha em mente que o SEO é tão importante quanto o próprio conteúdo.

Na verdade, antes de continuar este conteúdo eu preciso te contar um segredo que talvez você ainda não saiba.

Fatores de rankeamento: os responsáveis por fazer suas páginas serem, ou não, exibidas no topo

Toda vez que uma busca é realizada o algoritmo do Google leva em conta uma centena de critérios para classificar os resultados

Os links são e continuarão sendo uma das principais e mais importantes fontes de valor para qualquer página e a aquisição de links é uma estratégia extremamente necessária para o sucesso.

Mas há dois tipos de otimizações existentes que você também precisa prestar atenção:

  • SEO On page: São otimizações que você pode deve realizar dentro do seu domínio e suas páginas específicas
  • SEO Off page: São otimizações realizadas fora do seu domínio. Com o foco de mostrar que outros domínios estão referindo para o seu.

Para que o sue conteúdo realmente consiga rankear bem é necessário que você realize uma série de otimizações on e off page para que, juntas, você consiga o resultado.

Para saber quais e como, confira esses dois conteúdos feitos especialmente para responder suas dúvidas de SEO:

Personas X SEO: Qual é a melhor forma de escrever artigos que dão resultado

Para finalizar essa discussão, agora vamos amarrar os detalhes para que tudo faça sentido.

Como eu acabei de falar, um dos principais fatores de rankeamento é o próprio conteúdo em si. Isso significa que, a forma como ele é criado, digerido e replicado influenciará diretamente no rankeamento de uma determinada página.

Na prática o que é que isso quer dizer?

persona ou seo

Este print mostra o resultado orgânico de um único artigo do nosso blog ao longo de dois anos e meio.

O artigo sobre personas é extremamente relevante para o nosso público e cliente ideal (uma das personas da Rock Content). Por isso, tê-lo como primeiro resultado das buscas orgânicas para esta palavra-chave é extremamente importante.

Escolhi este artigo para dar o exemplo por motivos claros:

  • É um artigo bem antigo do nosso blog (Fator de rankeamento idade da URL)
  • Está otimizado para On page (Vários fatores de rankeamento)
  • Recebe diversos links externos (Aquisição de links para ganho de autoridade)
  • Resolve claramente a dúvida da nossa persona sobre o assunto (Conteúdo de qualidade que ajuda o leitor)
  • Já foi atualizado algumas vezes desde seu lançamento (Fator de rankamento de atualidade do conteúdo)

Como você pôde perceber, este artigo performa tão bem pela soma de todos os fatores acima. Nenhum fator de rankeamento sozinho é capaz de colocar seu artigo no topo.

““Ok, mas e no final das contas, qual é o ponto mais importante para se preocupar na hora de criar meus artigos?”

Personas e SEO.

Um artigo focado apenas para uma determinada persona sem levar em conta as otimizações para motores de busca dificilmente terá um bom resultado.

Assim como um artigo totalmente focado em SEO sem se preocupar com o leitor também não rankeará bem.

A receita para o sucesso é elaborar uma estratégia onde você consiga produzir as melhores peças de conteúdo com foco nas suas personas sem deixar de lado a importância do SEO.

Seja nas otimizações internas de On Page ou nas externas como uma estratégia de Link Building bem definida.

Caso você ainda queria aprofundar seu conhecimento em SEO e Personas, sugiro que você dê uma conferida nos nossos outros materiais:

Bom, é isso! Espero ter ajudado você a tirar a dúvida sobre este assunto.

Dúvidas, sugestões e/ou reclamações?

Esqueci alguma coisa que te deixou perdido?

Falei alguma coisa que te deixou assustado?

Falei uma besteira tremenda?

Gostou das dicas?

Use a aba de comentários abaixo e me conte o que você achou desse artigo!

 
Autor(a)

Escrito por: Renato Mesquita Jornalista apaixonado por Marketing de Conteúdo, futebol americano e paçoca.



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!