Philip Kotler: história, contribuições e influência do maior nome do Marketing

Quando falamos em marketing é praticamente impossível não falar o nome de Philip Kotler.

O Americano, considerado o maior especialista em Marketing, tem uma trajetória incrível, tendo prestado consultoria nas áreas de planejamento estratégico, marketing internacional e estratégias para grandes empresas como: IBM, Motorola e Bank of America.

A influência de Philip Kotler para o marketing no mundo todo foi tão grande que suas ideias ainda são perenes e muito utilizadas nos dias de hoje.

Conceitos como os 4 p’s do marketing são extremamente atuais e ajudam milhares negócios a montar suas estratégias.

Como amantes de marketing que somos não poderíamos deixar de falar sobre umas das maiores referências do assunto em nosso blog.

Vamos destrinchar tudo que sabemos sobre Philip Kotler neste artigo.

Se segura!

Neste post você vai ver:

 

Afinal de contas, quem é Philip Kotler?

Nascido na cidade de Chicago, nos Estados Unidos, em 1931, Philip Kotler primeiro cursou a Universidade DePaul por dois anos na sua cidade natal e fez seu mestrado na Universidade de Chicago.

Após seu mestrado, Kotler conseguiu seu PhD em economia no Instituto de Tecnologia de Massachussetts, o MIT.

Somado aos dois diplomas em Economia, Kotler ainda fez um pós-doutorado na Universidade de Harvard em matemática e um em ciências comportamentais na Universidade de Chicago.

Em 1962, Kotler começou sua carreira como professor universitário na Kellog School of Management e em 1967 publicou, o que hoje é considerado a bíblia do Marketing, o livro  Administração de Marketing: Análise, Planejamento e Controle.

philip kotler

Essa publicação é altamente utilizada em diversos países em cursos de pós graduação de negócios e marketing.

Desde de 1988 o americano é titular da cadeira de Marketing Internacional na Universidade de Northwestern, um dos mais importantes centros de estudos sobre negócios do mundo.

Contribuições de Philip Kotler para o Marketing

Kotler acreditava que o Marketing estava estritamente ligado à economia e não só apenas pelo preço, mas também pela demanda que sofria alterações devido aos canais de distribuições.

O ponto mais acentuado pelo economista era de que o lucro estava ligado ao bem estar do consumidor e da sociedade, sendo assim o marketing não só deveria ser parte da estratégia de qualquer empresa como deveria ser o centro da mesma.

Podemos citar, facilmente, três grandes contribuições de Kotler ao Marketing:

Deu importância ao Marketing

Antes de Kotler o marketing não era considerado um trabalho tão importante nas instituições como é hoje.

O americano trouxe o marketing da marginal das operações das empresas para o centro das estratégias de vendas e gestão.

Novo foco para os negócios

Continuando o trabalho de Peter Ducker, Kotler reiterou a ideia de que o foco das empresas deveria estar mais centrado na satisfação dos clientes e nos benefícios que seu produto do que na sua distribuição e no preço em si.

Com isso, novas estratégias de Marketing foram criadas e novas abordagens feitas por gestores.

Ampliou o conceito de Marketing

Outra contribuição de extrema importância foi que Kotler ampliou o conceito de marketing de apenas venda para um processo maior.

Com sua nova definição o marketing foi entendido como uma forma de comunicação e troca com os clientes, não apenas para meios comerciais, mas também para políticos, caridades e outras situações non-bussiness

Por exemplo, um museu precisa tanto das habilidade de marketing (praça, preço, produto e promoção) quanto uma multinacional, se quiser alcançar visitantes, doadores e patrocinadores.

Desenvolveu novos conceitos

Kotler também desenvolveu novos conceitos como o Marketing Social e o Demarketing.

O primeiro aplica a teoria de que o marketing pode ser usado para influenciar a mudança de comportamento que beneficiara uma comunidade, por exemplo.

Já o segundo diz respeito ao que as organizações devem fazer para diminuir uma demanda quando ela se encontra alta demais.

Por exemplo, se estamos passando por um período de seca o governo deve convencer a população a economizar água para as atividades essenciais.

Conceitos de Marketing explicados por Kotler

Para entender melhor o Marketing nada como estudar seus conceitos pelas explicações de uma das mentes mais brilhantes no assunto.

Vamos te mostrar algumas das conceituações de Kotler:

O que é Marketing

Philip Kotler explica que Marketing é um processo tanto administrativo quanto social pelo qual as pessoas obtêm o que desejam e necessitam através da geração de desejo, oferta e troca de produtos de valor.

O que é segmentação

Em Os Princípios do Marketing, Kotler e Armstrong dizem que a segmentação é você reconhecer que não consegue servir a todos os clientes com o mesmo nível de satisfação.

Para que isso aconteça é preciso definir um público-alvo, ou seja, um grupo de pessoas com características e necessidades parecidas que a empresa decide alcançar.

O que é posicionamento

Para Kotler posicionamento é você mostrar aos seus clientes como você de diferencia dos seus concorrentes.

Marketing 1.0

Esse é o tipo de marketing que a maioria das empresas opera.

O Marketing 1.0 é sobre lucrar alcançando a mente das pessoas e oferecendo um serviço de boa qualidade.

Marketing 2.0

O marketing 2.0 é definido a partir pelo empenho que as empresas tem em conhecer melhor seus clientes e seu hábitos para assim fabricar e vender produtos e serviços que atendam melhor suas necessidades.

A empresas analisam inúmeros dados para conhecer melhor sua audiência.

Marketing 3.0

Para Kotler esse é o estado mais avançado de Marketing.

Nele as empresas não estão apenas interessadas em vender seus produtos mas também em fazer do mundo um lugar melhor.

Neste estado as empresas apresentam três coisas: produtos, serviços e valor.

O americano explica que a maioria das empresas se encontra no Marketing 1.0 e que ao invés de tentarem pular com a sua estratégia para o 3.0 elas devem ir gradualmente avançando até chegar no estado mais avançado.

9 coisas que podemos aprender com Kotler sobre Marketing

Claro que não poderíamos deixar de listar algumas das valiosas lições que Philip Kotler pode nos passar.

Abaixo vamos listar aprendizados de marketing que você deve levar para a vida toda:

1. O Marketing tradicional morreu

Para Kotler o novo marketing é sobre as mídias sociais e a nova forma de relacionamento com os consumidores.

De acordo com Kotler, no antigo Marketing as empresas detinham toda a informação e os consumidores só sabiam aquilo que viam pela publicidade.

Já no novo marketing as pessoas buscam informações na internet e perguntam sobre o que querem comprar para seus amigos no Facebook.

Atualmente é possível saber muito mais do que apenas o que nos é mostrado em propagandas e comerciais.

2. Se preocupe com a sociedade

Levando em consideração o Marketing 3.0 e colocando ele como o estado ideal e mais avançado do marketing, Kotler destaca que os consumidores estão preferindo empresas que se engajam em alguma questão socioambiental do que aquelas que são neutras ou não defendem causa alguma.

E não ficando para trás, muitas empresas estão colocando o bem estar da sociedade na frente do bem estar da empresa.

Antes era o contrário, a saúde da empresa vinha em primeiro lugar mesmo se isso significasse que a sociedade sofreria.

Um exemplo de uma empresa que suporta uma boa causa socioambiental é a Toms, marca de sapatos americana que tem inúmeros projetos de ajuda social no mundo.

Eles ajudam dando sapatos, água, óculos e até mesmo treinamento para ajudar mulheres a fazer um trabalho departo mais seguro.

philip kotler

3. Segmente seus clientes

Para Kotler oferecer os produtos em massa igual era antigamente já não é tão eficiente.

Hoje em dia, com a concorrência grande e os consumidores mais exigentes, é preciso que seu produto se aproxime o máximo possível das necessidades dos seus clientes.

4. Nunca deixe de inovar

Como as empresas deixam de existir? De acordo com Kotler as empresas morrem quando uma tecnologia se torna obsoleta e elas se recusam a inovar e adotar um novo sistema.

Para o professor americano as empresas não tem escolha, ou elas inovam ou saem do mapa dos consumidores.

Um bom exemplo de grandes empresas que estão no topo da cadeia por muitos anos devido a inovação são: Apple, Intel e Mcdonalds.

E um bom exemplo de empresa que se recusou a inovar e quase faliu é a KODAK.

philip kotler

5. Não deixe o planejamento e a mensuração de lado

Em muitas empresas  o setor de marketing se preocupa apenas com a publicidade e com a elaboração de comerciais, e se esquecem da parte de planejamento e mensuração, por exemplo.

Kotler concorda que é difícil fazer previsões a longo prazo mas reforça a importância de se criar cenários do futuro.

Alinhar as ações de marketing com o planejamento estratégico ajuda as empresas a tomarem decisões com chances de erros menores.

6. Faça seus consumidores se sentirem parte do negócio

Para Kotler, a cocriação nos negócios atuais é a melhor alternativa para as empresas.

Ele defende que os clientes façam parte do processo criativo e de desenvolvimento dos produtos, como fazem marcas como Lego e Harley Davidson.

“Não e só testar um produto. Chame o consumidor para participar da criação dele. A Harley-Davison, a Lego, a GM e a Lexus são alguns expoentes nessa linha. A Lego, inclusive, pede ajuda a crianças para desenvolver seus novos produtos”

Para Kotler, essa cocriação também pode fazer parte de campanhas, como fez o Doritos:

 “Eles pediram para as pessoas ideias para sua nova campanha de marketing e receberam mais de 10 mil sugestões diferentes”

7. Não trate o marketing apenas como um departamento

Sim, o marketing é um departamento da sua empresa, mas definitivamente não deve ser tratado apenas como isso.

Para Kotler o Marketing deve funcionar com uma interdependência quanto aos outros setores e servir como força para a tomada de decisão do seu negócio.

8. Não tenha preguiça na hora de construir sua marca

Você precisa se diferenciar da sua concorrência, fazer sua marca se sobressair quanto as demais, e uma forma de fazer isso é proporcionando uma experiência única para seus consumidores.

Um exemplo que Kotler dá é sobre a Starbucks:

“Eles vendem café caro e são bem-sucedidos no Brasil, um dos países com maior produção mundial do grão. Isso é possível com a construção de uma marca. O Starbucks é a segunda casa dos clientes. Lá, tem internet, é confortável. As pessoas gostam disso. Empresários precisam pensar em algo semelhante na hora de promover seus negócios.”

9. Mostre o Marketing para outros departamentos

Pode parecer um pouco estranho este conselho mas você precisa mostrar para o resto da empresa o porquê do marketing ser um departamento tão importante.

Mostre aos outros setores seus projetos e a razão deles estarem acontecendo, as vantagens que trarão para o resto da empresa.

 “Seja amigo de todos. Almoce com o pessoal do financeiro, que toma conta do dinheiro e deve enxergar seu trabalho com mais ressalvas. Explique suas atividades e mostre sua importância”

 

As 6 lições de Kotler para o Marketing Digital

Agora que você já conhece bastante sobre o guru do Marketing, nós separamos, obviamente, algumas lições que Kotler tem para você que quer empreender no mundo virtual

Preparado? Vamos lá!

1. Marque presença online

Para Kotler, as redes sociais estão dominando o marketing e, com certeza, sua empresa não pode ficar fora disso.

Para o professor americano, mais do que ter uma presença online é essencial que a empresa saiba fazer com que todas mídias utilizadas estejam em sinergia.

2. Opere pelo funil de vendas

Nós já cansamos de falar sobre o funil de vendas aqui do blog, e você pode ler mais sobre o que ele é no marketing digital neste post aqui.

Para kotler, é de extrema importância que o a empresa tenha um funil de vendas, que é dividido em seis etapas:

  • Prospectar clientes
  • Entender as necessidades do público-alvo
  • Desenvolver soluções
  • Fazer a proposta
  • Negociar os contratos
  • Vender

philip kotler

De acordo com o americano, as 3 primeiras fases devem ser operadas pelo marketing e os outros por vendas.

Com essa distinção, Kotler afirma que os processos estarão nas mãos daqueles que realmente entendem sobre o assunto.

Saiba mais sobre Vendarketing aqui!

Baixar ebook de vendarketing

3. Lojas físicas devem repensar

De acordo com Kotler as lojas físicas, além abrir a possibilidade de compras online, devem proporcionar uma experiência nova para seus consumidores.

“Minha esposa não compra de lojas físicas, ela acha mais fácil comprar online… Uma alternativa é transformar as lojas numa experiência”

4. Não deixe o design de lado

O design tem o poder de criar toda uma experiência e “estilo de vida” para os consumidores.

Tome a Apple, por exemplo, o design do Iphone virou algo tão procurado pelos seus consumidores que empresas como a Samsung já criaram smartphones com um design parecido.

philip kotler

Outro bom exemplo que podemos dar é a Harley-Davidson, que é usada por muitos, inclusive a mulher de Kotler, como decoração de casa pela energia e experiência que envolve a marca.

philip kotler

5. Fique atento 24hrs

Hoje as pessoas estão com as informações na palma da mão e tomando decisões de compra baseado no que elas leem online.

Por isso é de extrema importância que você saiba monitorar sua marca e o que falam sobre ela online.

“Os consumidores agora estão no poder, eles sabem muito mais do que você mesmo como companhia… Antigamente, a única coisa que você sabia sobre uma empresa era o que ela te dizia naquele comercial de 30 segundos”

6. Conte histórias

Para Kolter a construção de uma marca está intimamente ligada a capacidade que ela tem de contar histórias, o storytelling.

Quando você conta histórias você aproxima seu consumidor da empresa e traz um sentimento de intimidade quanto a sua marca.

E aqui vamos deixar um vídeo de Kotler falando sobre o que ele pensa sobre Marketing Digital!


Conclusão

Agora que você já está mais familiarizado com a importância de Philip Kotler para o Marketing, porque não aprender sobre o marketing digital e levar o seu empreendimento pro mundo virtual?

Caso você ainda queira aprender mais ainda, baixe nosso ebook sobre marketing de conteúdo e aprenda a atrair seus clientes e criar autoridade para sua marca!

Até a próxima!

download enciclopedia de marketing de conteúdo

 

 
Autor(a)

Escrito por: Ana Rennó Fotógrafa apaixonada por marketing digital, pringles de cheddar, red bull e louca pra conhecer o Cambodia.



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!