posts engracados

Posts engraçados: veja 4 benefícios que eles podem trazer para sua empresa

Se você está lendo esse post, é muito provável que esteja ciente da importância de uma estratégia de marketing de conteúdo para seu negócio, não é mesmo?

Mas talvez você ainda não tenha parado para pensar como, exatamente, produzir algo para além de posts sérios e super institucionalizados no blog ou rede social da sua empresa.

Quer saber como criar um conteúdo relevante e, ao mesmo tempo, capaz de capturar seu leitor enquanto o entretém?

Quer se libertar da caixinha da formalidade e trazer uma linguagem mais próxima do cotidiano de sua persona?

Quer saber como fixar sua marca na mente do leitor de uma maneira completamente natural?

Então o post de hoje é para você!

Continue lendo e descubra que, para a produção de conteúdo, criatividade e irreverência podem ser os ingredientes que faltam na sua estratégia!

Comédia no Marketing: Há espaço para isso?

Um dos pontos chave do Marketing de Conteúdo é justamente a criação de laços, a aproximação do público da sua empresa e a construção de um relacionamento baseado na confiança.

Essa questão deixa óbvia a necessidade da constante humanização do conteúdo produzido, afinal de contas, como se aproximar e gerar identificação do público se o seu conteúdo não conversar com ele?

No Marketing de Conteúdo o humor tem espaço de sobra. Mas, é claro que você precisa saber dosar as piadas e trocadilhos.

Em alguns modelos de negócio é preciso, antes de tudo, ter consciência sobre o tipo de humor com o qual o seu público lida.

Somos levados a acreditar que uma funerária terá menos liberdade humorística que uma discoteca, por exemplo, mas isso perde força se considerarmos que, na verdade, o que a funerária, ou qualquer outro negócio que lide com questões mais sensíveis, precisa fazer, é se aproximar do seu leitor para entender qual a dose certa de humor que pode ser aplicada ali.

O humor no marketing não precisa ser algo extravagante.

Se está começando, contente-se com o simples, mas sem se esquecer de que precisa ser genial, e, no final das contas, precisa despertar um sorriso de triunfo no leitor quando ele conseguir entender sua piada.

Quer exemplos? Compare o humor de marcas e páginas como Old Spice, Oreo, Microsoft e a aclamada Prefeitura de Curitiba pelo Facebook.

Apesar de usarem modelos semelhantes, a abordagem é completamente diferente.

A linguagem dessas empresas é alinhada com os interesses e demandas de suas personas, e isso é fundamental de ser considerado quando você for montar uma estratégia de conteúdo humorístico.

Esteja atento também à plataforma. Seu posicionamento e linguagem devem se adaptar ao meio pelo qual você compartilha conteúdo.

Uma gracinha no Facebook dificilmente surtirá o mesmo efeito em uma postagem no LinkedIn.

Portanto, quer usar comédia, quer experimentar com posts engraçados no seu negócio?

Planeje, estude sua persona, analise a concorrência e tenha empatia.

Não transforme suas redes sociais em depósitos de memes apenas por que é isso que as pessoas parecem curtir mais.

Mescle o bom humor com conteúdos de relevância. Os benefícios desse tipo de alternativa existem, e listaremos 4 a seguir.

Os 4 principais benefícios para sua empresa:

1. Engajamento da persona

Abandone a ideia de que um conteúdo “tamanho único” vai servir para todo o seu público.

O engajamento pede aproximação, pede relevância e, acima de tudo, pede diálogo entre a marca e o seu consumidor (que de passivo não tem nada, hoje em dia!).

Postagens articuladas com uma dose extra de humor têm chance de chamar sua persona para comentários, compartilhamentos ou simples curtidas.

Aproprie-se do humor e transforme-o em uma ferramenta estratégica para seu negócio.

O humor é transformador no Marketing de Conteúdo e, mesmo que não tenha repercussão imediata nas suas redes, é muito mais provável que ele fixe na mente da seu consumidor e torne o ambiente de compartilhamento mais propício para o engajamento.

2. Viralização de conteúdo

Aqui está o sonho de boa parte dos marketeiros de plantão. Viralizar um conteúdo significa que ele gera uma repercussão para muito além do planejado, alcançando públicos que sua estratégia não previa, e gerando um buzz para sua marca.

Infelizmente não existe fórmula para a viralização, mas é claro que é muito mais provável que as pessoas tenham vontade em compartilhar algo que tenha lhes interessado, não é mesmo?

Com o humor fica mais fácil buscar o potencial viral em cada produção.

Invista em timming, esteja atento às tendências de conteúdo nas redes sociais e, claro, promova seu post.

Não dá para garantir a viralização, mas podemos buscar alguns atalhos, não é mesmo?

3. Quebra de expectativa

A quebra de expectativa é algo que todos nós, consumidores, buscamos inconscientemente.

Quando uma marca posta algo diferente dos seus padrões, é inevitável que chame a atenção. Se esse ponto fora da curva for algo positivo, melhor ainda!

Aproveite a possibilidade de quebra de expectativa que o humor pode trazer para seu blog ou rede social e use essa oportunidade para capturar o público na sua surpresa.

A quebra, quando bem articulada, ajuda a dar uma revigorada no seu conteúdo e, é claro, a atrair gente nova para consumi-lo.

4. Alívio cômico

Quando a sua persona consome o seu conteúdo?

A resposta a essa pergunta ajuda a entender melhor os hábitos de interação de seu público, e podem te entregar quando é o melhor momento para trazer aquele alívio cômico para o leitor.

Mas, qual a vantagem disso?

A vantagem é que, inserir sua marca num momento de lazer do leitor garante uma tomada de espaço que muitas vezes não é buscado por outras marcas (seus concorrentes, acima de tudo!), trazendo uma vantagem na retenção e aproximação do leitor.

Quais formatos eu posso usar para meus posts engraçados?

Uma das grandes vantagens do humor online é que ele é facilmente adaptável a qualquer formato de postagem.

Você pode ir desde um texto intrigante até um vídeo curto em questão de segundos, ou, melhor ainda, pode usar os dois ao mesmo tempo!

Antes de decidir como fará sua primeira piada, porém, é fundamental entender a sua persona.

Ela já é engajada com sua marca?

Costuma ser ativa nos comentários?

Então posts que trabalhem com perguntas, pesquisas, que chamem para a interação e dê espaço para a voz dos leitores é algo que pode sim ser considerado.

Um modelo bastante comum para esse tipo de público é o que abre espaço para completar uma frase, como no exemplo abaixo:

posts engraçados

Com uma boa gestão de redes sociais, é possível promover disputas para selecionar a melhor resposta, dando espaço para o leitor ter voz na página.

É uma ótima maneira de chamar o público e mostrar que ele é sim relevante para o seu negócio.

Mas, sua persona é mais tímida, opta por ficar apenas nos likes e, nos recentemente adicionados, reactions?

Então posts que chamem para votação (os antigos ‘curte ou compartilha’ do Facebook) serão um prato cheio para conseguir engajamento e, com um bom monitoramento, até trazer alguns insights sobre a persona.

posts engraçados

Ou, se o seu público é sonho de boa parte das empresas com ações de marketing, e se caracteriza como os prosumers (aquele pessoal que, além de consumir, também produz conteúdo pela reapropriação do que lhe é fornecido), é uma boa hora para considerar a cessão do espaço de seu blog e redes sociais para mostrar como elas estão participando.

Aproveite do potencial de montagens, ilustrações, fotografias, vídeos e tudo mais que o seu público compartilhar para provar como eles também são importantes na sua estratégia, sem deixar, é claro, de dosar com humor e irreverência dentro da sua proposta de produto.

É claro que existe uma infinidade de modelos, e daí é muito importante estar a par do que é consumido por sua persona.

Algumas empresas investem pesado em memes e referenciação da cultura POP, aproveitando-se do embalo de datas comemorativas (já viu o gif sobre o Dia do Rock postado no Facebook da Rock?) ou mesmo tendências que surgem nas redes (já conferiu os #TrendingTopics de hoje?).

Aposte em áudio, vídeo, quadrinhos, inspiracional e tudo mais que couber dentro da sua estratégia.

Não sabe o que sua persona curte mais? Então aproveite para experimentar.

Comece com uma linguagem mais informal, teste a recepção de emoticons nas suas redes sociais, use o engajamento sempre ao seu favor.

Respeito e bom senso no humor online

Bom senso é palavra de ordem na hora de construir algo que você considera engraçado para seus posts.

Nunca aprove a publicação de conteúdo sem antes se perguntar se ele pode ser ofensivo a alguém.

Busque uma segunda, terceira e até quarta opinião.

Na dúvida, não publique. Melhor isso do que ter de preparar um plano de emergência com sua equipe de Relações Públicas, não é mesmo?

É claro que você sabe disso, mas não custa reforçar: fique longe do humor excludente.

Sua marca não precisa disso, muito pelo contrário.

Quanto melhor ela puder abraçar os consumidores de uma rede ou blog, mais interessados no seu negócio você terá.

E tenha sempre em mente que humor é algo altamente subjetivo.

Testou uma postagem inofensiva e não deu resultado?

Talvez o seu público precise de algo mais sofisticado.

Seja inteligente no seu humor, mas, acima de tudo, seja empático.

Não se esqueça de que a comédia que você elaborar para suas postagens terão grande impacto na maneira como as pessoas se enxergam sua empresa.

4 exemplos do Marketing de Conteúdo que mostram como o humor é fundamental

Aqui no Marketing de Conteúdo você encontra humor em uma série de pequenos detalhes. Não acredita em mim?

Então acesse agora a página do Facebook da Rock e confira as imagens e chamadas de cada post.

posts engracados

Não, não tem nada de piada do tio do pavê, mas o humor delicado das imagens e os trocadilhos dos títulos são também uma forma sutil de fazer a diferença nas massas de posts que são postados diariamente no Facebook.

Essa individualidade é crucial no momento de decisão de clique do leitor.

Quer algo mais evidente?

O post com o Quiz da Carreta Furacão garantiu engajamento e viralização instantânea, para não falar na irreverência do post, publicado aqui mesmo, em que o Deadpool explica o motivo de seu post ser uma m…

Precisa de um novo formato? Recentemente foi postado no Facebook da Rock uma prévia de vídeo que mostrava alguns erros de gravação do novo conteúdo da empresa.

A postagem teve nada menos que 15 mil visualizações em 2 dias, para não falar dos compartilhamentos e comentários que dispararam.

Você não precisa se prender a um formato específico de conteúdo, muito menos se obrigar a ser engraçadinho em tudo que postar na internet.

Converse com sua persona e encontre o equilíbrio no seu conteúdo. Busque algo que seja interessante, que proporcione um momento de lazer consciente para o seu público.

Não se limite à formalidade da concorrência.

Experimente o humor no seu business e descubra como ele pode ser incorporado à sua estratégia de marketing.

Com uma boa gestão, você poderá alavancar o interesse do público no seu negócio em pouco tempo!

E, se precisar de mais dicas de conteúdo, não deixe de acessar nossa Enciclopédia do Marketing de Conteúdo e conferir todas os segredos que separamos para seu blog!

 
Autor(a)

Escrito por: Laura Ribeiro Formada em Comunicação Social com complemento em História, e especializada em criação narrativa para redes sociais. Isso quer dizer que costuro, jogo e cozinho enquanto posto no Twitter.



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!