principal fator de SEO

Conheça o fator de SEO que pode colocar o seu blog no topo do Google em 2016

Criar bons posts e conseguir o primeiro lugar no resultado das buscas do Google é um desafio e tanto.

E a gente te entende.

Afinal, os fatores de ranqueamento são alterados e atualizados quase diariamente. E a concorrência só está crescendo, já 7 em cada 10 empresas brasileiras utilizam Marketing de Conteúdo.

Mas será que não existe um dos fatores de SEO que tem mais peso na hora de avaliar as páginas?

Hoje, nós vamos te contar o principal fator que você deve se preocupar em 2016 e que vai fazer toda a diferença na hora de ranquear as suas páginas e atrair tráfego orgânico para o seu blog.

Vamos começar falando mais sobre a experiência do usuário para o Google, como ela influencia seu blog e seus leitores.

Boa leitura!

A experiência do usuário para o Google

A famosa UX (user experience) passou a ser o foco dos bots do Google quando eles entenderam que as técnicas de black hat não contribuem em nada para o leitor se informar.

Desde então, algumas métricas passaram a ser mais relevantes na hora de avaliar se aquela página tem conteúdo que realmente importa:

Bounce rate e time on page.

Uma está muito ligada com a outra, já que um bounce é medido em um espaço de 30 segundos.

Para o Google, quanto mais tempo um usuário passa em determinada página, maior é a relevância daquele conteúdo para os leitores.

Mas você está conseguindo fazer isso nas suas páginas?

Manter o usuário no seu blog post é indispensável para conseguir conversões em CTA’s, downloads de ebooks e leads.

Agora sim, vamos fator qual é o fator de SEO que você precisa se preocupar em 2016?

O fator de SEO que importa: tempo de permanência na página

O tempo de permanência do usuário em uma página diz muito sobre aquele conteúdo.

Ele realmente é importante?

O que ele diz é relevante para quem está lendo?

Vamos imaginar que um dos seus posts tem o seguinte título: Como construir uma casa de boneca.

Nele, você ensina em um passo a passo sobre como construir casas de boneca para crianças brincarem.

Ao mesmo tempo que você está ranqueando muito bem para essa palavra-chave, o Google Analytics mostrou que você também está ranqueando para como construir uma casa.

Porém, os visitantes que chegam através da primeira keyword ficam cerca de 3 minutos consumindo o seu conteúdo e tem um bounce rate de 50%.

Os que chegam através da segunda palavra-chave tem um tempo médio de permanência de 1 minuto e um bounce de quase 90%!

Mas o que isso significa para o Google?

Significa que o seu conteúdo é muito mais relevante para quem está a procura de casas de boneca do que casas de tijolo e cimento (ou madeira).

Automaticamente, você vai ranquear melhor para a palavra-chave que te interessa e vai ser esquecido por aquela que não traz tráfego qualificado para o seu blog.

Mas para melhorar o tempo de permanência dos leitores na sua página, ainda podemos usar algumas técnicas bem interessantes para manter o leitor que realmente está interessado no  assunto engajado.

Vamos ver como?

3 maneiras de melhorar o tempo de permanência na sua página

Mesmo que o usuário que chegou até o seu post esteja interessado no tema principal, pode ser que o leitor não considere aquele conteúdo tão atrativo assim.

Por que ele não acha esse conteúdo atrativo?

Porque ele é um bloco compacto de texto, ou não tem intertítulos atrativos, ou o conteúdo não tá escrito de uma maneira clara e didática.

Precisamos levar a ideia de storytelling e escaneabilidade para outro patamar para melhorar o tempo médio de permanência das suas páginas.

E o que isso vai fazer de bom para nossos posts?

Aumentar o tempo de permanência dos usuários nas suas páginas é mostrar para o Google que o seu conteúdo é relevante, que os leitores aprovam esse material e que o buscador precisa mostrá-lo para cada vez mais pessoas.

Para auxiliar nesse processo, separamos 3 maneiras simples e efetivas de melhorar o average session duration dos seus posts.

1. Frases de conexão (a técnica do bucket brigade)

Bucket brigade é uma expressão que teve origem nos primeiros combates a incêndio (provavelmente na Inglaterra).

Uma pessoa passava um balde para a outra e assim por diante, até chegar na que estava mais perto do fogo.

Mas como aplicamos isso para o marketing de conteúdo?

Imagine que em um determinado ponto do seu texto, o leitor começa a ficar desinteressado.

Por algum motivo, aquela frase ou parágrafo não é tão atrativa como as anteriores.

Para manter o leitor engajado e motivado para ler o resto do texto, insira as frases de conexão.

Sempre que você encontrar uma parte do post onde o leitor pode pensar em voltar para a página anterior, coloque uma frase que vai motivá-lo a continuar a leitura.

Você pode não ter percebido, mas acabamos de fazer isso.

Veja em:

Bucket brigade é uma expressão que tem origem nos primeiros combates a incêndio (provavelmente na Inglaterra).

Uma pessoa passava um balde para a outra e assim por diante, até chegar na que estava mais perto do fogo.

Mas como aplicamos no marketing de conteúdo? “

Começamos a falar de incêndios e de pessoas passando baldes umas para as outras.

Isso não é exatamente importante para o que fazemos no nosso dia a dia, certo?

Mas ao terminar de explicar o que é o bucket brigade vem o que realmente importa:

Como aplicamos isso no marketing de conteúdo?

Afinal, é o que realmente importa, não é mesmo?

A partir dessa frase, o texto passa a mostrar quais são as aplicações práticas da ideia, onde realmente importa — na sua estratégia de marketing de conteúdo.

Mais algumas ideias de frases de conexão que você pode inserir ao longo do texto:

  • Mas como você vai usar isso?
  • E sabe qual é a melhor parte?
  • Por que isso é importante?
  • Mas não para por aqui…
  • E como isso vai ajudar o seu negócio?

2. Intertítulos com benefícios claros

Você já está careca de saber que os intertítulos são indispensáveis para bons posts.

Afinal, você prefere ler um bloco sem fim de texto, ou um conteúdo bem organizado e dividido em partes?

Se conhecemos bem nossos leitores, é a segunda opção!

Mas nem sempre intertítulos são geniais.

É muito comum textos serem separados por headlines como: Palavra-chave, SEO, redes sociais. Esses intertítulos não dizem nada de relevante.

Então, como atrair a atenção do leitor e manter o conteúdo organizado?

Com intertítulos que deixam claro quais sãos benefícios daquela parte do texto.

Continuando com o mesmo exemplo de antes, você prefere ler um conteúdo que é definido como “palavras-chave”, ou um que diz “Porque o sucesso da sua estratégia de conteúdo depende de boas palavras-chave” ?

Um benefício claro significa respostas mais rápidas e leitores engajados.

Você sabe o que vai encontrar ali, porque aquela parte do conteúdo é relevante e, o mais importante, porque você não deve sair daquela página de jeito nenhum!

3. A fórmula do APP

Não, não estamos falando de usar um aplicativo para melhorar seus textos.

A fórmula do APP é uma maneira de atrair a atenção do leitor logo que ele abrir o seu texto.

Mas porque isso importa?

Porque, segundo o Google, o tempo que você tem para conquistar aquele usuário é de 2 segundos.

Não são 10, não são 5. São 2 segundos.

É pouco tempo e precisamos usá-lo com sabedoria.

A introdução de posts costumam ser o divisor de águas tanto de bons textos, quanto da decisão do leitor de continuar ou não lendo aquele material.

O próprio Google considera as 100 primeiras palavras cruciais para a qualidade de um texto (tanto pelo teor geral quanto pela presença da palavra-chave principal do post).

Então você precisa caprichar na introdução.

A fórmula do APP significa: Agree, Promise e Preview.

Na prática, isso significa que você precisa concordar com o seu leitor, prometer uma solução viável e dar uma amostra do que está por vir.

Isso tudo na introdução do seu texto!

Vamos voltar ao começo desse mesmo post para explicar melhor.

Começamos com:

” Criar bons posts e conseguir o primeiro lugar no resultado das buscas do Google é um desafio e tanto.

E a gente te entende.

Afinal, os fatores de ranqueamento são alterados e atualizados quase diariamente.

Mas será que não existe um dos fatores de SEO que tem mais peso na hora de avaliar as páginas?

Hoje, nós vamos te contar o principal fator que você deve se preocupar em 2016 e que vai fazer toda a diferença na hora de ranquear as suas páginas e atrair tráfego orgânico para o seu blog.

Vamos começar falando mais sobre a experiência do usuário para o Google, como ela influencia seu blog e seus leitores.

Boa leitura! “

Parte por parte, nós procuramos concordar com um problema em comum — e que te motivou a clicar nesse post, fizemos uma promessa e demos uma amostra do que o texto vai tratar.

Para ficar ainda mais fácil, vamos dividir a nossa introdução em 3 partes.

Concordar (Agree)

” Criar bons posts e conseguir o primeiro lugar no resultado das buscas do Google é um desafio e tanto.

E a gente te entende.”

Se você perguntar para qualquer pessoa do time de marketing da Rock Content se isso é mesmo um desafio, eles vão concordar sem pestanejar.

Afinal, conseguir posts que lideram a pesquisa do Google é um trabalho árduo, mas que vale a pena.

Porém, todos os fatores de SEO relevantes, a concorrência de conteúdos e o trabalho em torno de promover e atualizar esse conteúdo também contribui para dificultar o ranqueamento.

Mas então, a gente achou um fator que pode fazer toda a diferença.

Promessa (Promise)

“Afinal, os fatores de ranqueamento são alterados e atualizados quase diariamente.

Mas será que não existe um dos fatores de SEO que tem mais peso na hora de avaliar as páginas?

Hoje, nós vamos te contar o principal fator que você deve se preocupar em 2016 e que vai fazer toda a diferença na hora de ranquear as suas páginas e atrair tráfego orgânico para o seu blog.”

E agora? Como resolver o nosso problema em comum?

Com o principal fator de SEO que importa em 2016!

Ainda não é a hora de falar sobre ele, mas é a hora de prometer que você vai aprender como ranquear bem as suas páginas, atrair tráfego e manter os leitores.

Amostra (Preview)

“Vamos começar falando mais sobre a experiência do usuário para o Google, como ela influencia seu blog e seus leitores.

Boa leitura!”

Você pode deixar escapar o quanto quiser nessa hora.

Mas para esse post, saber que vamos falar muito sobre a experiência do usuário é suficiente.

Por quê isso?

Porque ao longo dos anos — e das atualizações do algoritmo do Google — já está mais do que claro que a experiência do usuário é indispensável para ter páginas bem ranqueadas e atrair tráfego de qualidade.

Ao mesmo tempo, falar sobre UX pode ser tão amplo que é preciso especificar.

Vamos fala sobre experiência do usuário para o Google, para o seu blog e para seus leitores.

Conclusão

O tempo de permanência dos usuários nas suas páginas vai ser o fator de SEO que fará a diferença em 2016.

Cada vez mais conteúdo de qualidade aparece na internet, e aquele que é o mais completo — ou seja, que é mais informativo e traz mais benefícios para o usuário — é o que importa para o Google.

Para dar um boost nessa métrica, 3 passos podem ser feitos:

  1. Use as frases de conexão;
  2. Crie intertítulos com benefícios claros
  3. Use a fórmula APP (Agree, promise e preview).

Com essas 3 técnicas você está bem servido para ranquear bem, atrair tráfego orgânico e manter os usuários dentro do seu post, lendo o seu conteúdo e tirando o máximo de proveito dele.

Para continuar expandindo o seu conhecimento sobre SEO, separamos um post especial sobre como fazer SEO on page em 7 passos.

Aproveite e boa leitura!

Esse post foi inspirado por esse vídeo do Brian Dean, da Backlinko. Conheça mais da empresa pelo Facebook deles.

ebook de seo

 
Autor(a)

Escrito por: Redator Rock Content Este artigo foi produzido por um dos mais de 5000 redatores da base da Rock Content. Quer conteúdo legal assim no seu blog? Fale com um consultor!



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!