RD Summit: 4ª Painel: Inbound Sales 1

RD Summit: 4ª Painel: Inbound Sales

No quarto painel, Diego Gomes (@dttg), Co-Fundador da Rock Content, Radamés Martini (@RadaMartini), CEO da Social Base e Giovani Amaral, CEO da Sofit, conversaram sobre vendas inbound e as diferenças entre inbound e outbound sales.

Os tópicos abordados neste painel:

  • A qualificação dos leads pode ser feita de diversas formas. Dentre as possibilidades temos o interesse do cliente (quais materiais ele baixou, o engajamento dele nas mídias sociais, quais contatos ele teve com a empresa). Também é possível ter um profissional que realiza essa qualificação, estudando o perfil do cliente.
  • Se busca sempre um refinamento desse processo, para que as leads que são passadas para o departamento de vendas estejam muito qualificadas e preparadas para a compra.
  • As vendas dependem muito do entendimento do problema do cliente e do que se oferece para ele. É preciso despertar e desenvolver o interesse do cliente.
  • Oferecer conteúdo específico para cada fase em que o cliente se encontra pode fazer o diferencial na hora de fechar o negócio.
  • A utilização de técnicas de break-off em clientes que aparentam estar desinteressados por ser positiva, retomando a atenção deste.
  • Usar de emails automatizados, para educar e estreitar o relacionamento com um prospecto, facilita o trabalho do departamento de vendas e reduz o custo de aquisição de um cliente.
  • Com um cliente já educado e conhecedor do produto ou serviço, a realização de uma demonstração pode ser o fator decisivo na decisão de fechar o negócio.
  • O vendedor inbound tem que conseguir identificar rapidamente a possibilidade de venda, para maximizar sua eficiência. Ao detectar um prospecto pouco preparado, ele pode colocá-lo em um nurturing e educá-lo de forma que ao abordar esse cliente novamente, ele gastará pouco tempo para decidir a compra.
  • Portanto inserir leads menos educadas ou interessadas em um processo automático, para que o departamento de vendas foque nos prospectos mais interessados e com maior possibilidade de fechar o negócio, é extremamente indicado.
  • O conteúdo te coloca em uma posição de referência, o que facilita o processo de vendas
  • O uso do conteúdo para outros objetivos além da venda, como educação de clientes , também é possível.
  • O inbound marketing tem um custo benefício mais vantajoso do que as formas tradicionais.
  • Custo de aquisição do cliente é uma métrica chave.
  • Outbound e inbound não são modelos excludentes, é possível trabalhar os dois.
 
Autor(a)

Escrito por: Renato Mesquita Jornalista apaixonado por Marketing de Conteúdo, futebol americano e paçoca.



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!