Existe uma receita para o marketing de conteúdo dar certo?

Existe uma receita para o marketing de conteúdo dar certo?

Observo que os nossos clientes mais satisfeitos, que conseguem os melhores resultados com as estratégias de marketing de conteúdo, são aqueles que aprenderam, questionaram, aplicaram e definiram aquilo que funciona em seu blog, ebook, vídeos, nos e-mails marketing, redes sociais e demais vias de contato com as leads. Nesse sentido, algo fica bem claro: receita pronta para uma estratégia de marketing de conteúdo não existe. Você precisa seguir os passos, para, aos poucos, ir adaptando e construindo a sua para alcançar os objetivos.

Definir a sua receita de sucesso em marketing de conteúdo é possível?

É sim! Apenas é preciso que, da mesma forma que ocorre nas receitas culinárias, esteja disposto a aprender, errar, consertar, melhorar, adicionar o tempero próprio e agradar de verdade quem irá provar o que você oferece.

Quer ter ótimos resultados com o marketing de conteúdo? Então, anote os ingredientes, macetes de preparo, estimule sua criatividade, teste e coloque a mão na massa com as nossas dicas de chef para criar a receita que funcionará para o seu negócio!

Selecione os ingredientes: defina o que fazer

Quando você vai preparar um jantar, dá atenção ao que seus convidados gostam, não é mesmo? Claro que é importante fazer com que eles conheçam novos sabores, mas você jamais faria um risoto com calabresa para amigos vegetarianos, por exemplo.

A metodologia de “fazer o que eles gostariam de provar” vale para o marketing de conteúdo! Por isso é preciso construir a persona para montar uma estratégia que consiga atrair visitantes e leads para seu site. Ela representa o seu cliente ideal, quem realmente a empresa pode ajudar com o produto ou serviço que oferece. A partir do conhecimento e necessidade desse potencial cliente, estaremos aptos a planejar e entregar um conteúdo que o satisfaça.

Desgourmetiza, bem!

Essa é uma frase da Rita Lobo que eu amo! Quer ver como ela se aplica no marketing de conteúdo? Fui planejar um material rico com um cliente que insistia em colocar títulos e subtítulos com verbos muito complexos e poucos práticos. O ebook estava ficando com cara de “prato fino”, desses que a gente não sabe nem com qual talher comer! Por isso, vamos pensar em deixar tudo o mais claro possível para o entendimento da persona.

Seus produtos e seus serviços podem ser ótimos, sim! Mas seja objetivo ao apresentar o que você tem, mostre a aplicabilidade prática em vez de colocar no menu algo que ninguém entende.

É importante lembrar que não é correto supor que sua persona tenha o mesmo conhecimento que você! Nada de preparar gli gnudi para quem, pelo menos por enquanto, só conhece o nhoque. Se essa é sua intenção, é seu dever alimentar os visitantes com conteúdo educativo.

Faça uma boa apresentação para aumentar o interesse

Quando eu faço pesquisas de receitas nos cadernos das minha tias, o que mais gosto é de encontrar receitas com um “fácil” no nome. Quando eu vejo “Torta de funghi fácil” eu prefiro tentar essa receita do que a “Tortinha de funghi frita da Palmirinha”, que apesar de ser grande cozinheira, tem técnicas muito complexas para pessoas que não tem muito tempo para preparar.

Na mesma linha, seu potencial cliente chegará ao seu site pelos títulos e anúncios que ele encontra ao pesquisar. Por isso, aconselhamos sempre: crie títulos atraentes!

Ainda no quesito apresentação, considere o aspecto visual do conteúdo! Queremos degustar aquilo que nos enche os olhos, basta pensar nas vitrines de guloseimas. No marketing de conteúdo, você aplica essa premissa caprichando no design do site, do blog, das landing pages e até nas imagens que coloca para cada post.

Desconhece aquele ingrediente ou técnica? Pesquise!

Principalmente para quem estuda e quer melhorar sempre suas técnicas, as palavras desconhecidas sempre aparecem! Branquear legumes, confitar e dar um susto são expressões e ações que eu tive que pesquisar para tornar minhas receitas e o prato final mais gostosos.

Se você se sente perdido no que diz respeito ao marketing de conteúdo, não tenha vergonha de perguntar e nem preguiça de aprender! Afinal, quem quer ter sucesso busca fazer as coisas da melhor forma possível! Leads, fundo de funil, landing page, workflow (fluxo de nutrição) não podem te amedrontar!

A dica é ter sua fonte de confiança, que pode ser aquele site especializado em marketing de conteúdo, o blog de um profissional renomado, uma série de vídeos com explicações detalhadas ou até mesmo o consultor que conhece as últimas novidades.

Se algum desses conceitos ainda te deixa um pouco confuso, você pode aprender melhor aqui sobre nutrição de leads e aqui sobre conteúdo para seu funil de vendas.

Avalie: quem gostou da sua receita?

Nem sempre é ideal perguntar diretamente quem aprovou o que você fez, mas é possível observar e contabilizar! Quem repetiu? Quem deixou o prato cheio? Quantos elogios você recebeu?

No marketing de conteúdo é possível avaliar de muitas formas se o que é produzido traz resultados. Mensurar o número de visitantes no blog, de onde eles vieram, quem está sempre ali baixando materiais, taxa de conversão das landing pages e se basear em outras métricas também.

A nutrição é um processo contínuo

Fazer uma receita saudável em casa é ótimo, mas quem provar da sua comida não ficará bem nutrido se você deixar de fazer seus pratos maravilhosos.

Para manter a nutrição das leads é essencial sempre prover conteúdo aos potenciais clientes lembrando que sempre haverá gente chegando nas diferentes etapas de conhecimento sobre seu produto ou serviço. Então, não pense em parar de produzir conteúdo para as diferentes etapas do funil de vendas.

Além disso, tome nota do que funcionou! Os champignons foram elogiados mas os aspargos não? Após avaliar, explore o que funciona, sem ser repetitivo, é claro! Assim você entende como gerar mais assuntos relevantes para a sua persona.

Não sabe por onde começar? Peça ajuda!

Se falta tempo para fazer a sua receita de sucesso, não hesite em pedir ajuda! Chame quem entende do assunto para dar o toque final. Mas é preciso ter um conhecimento mínimo do que você quer, de quem quer atingir, que ingredientes pode acrescentar, bem como acompanhar o que está sendo feito e documentar isso.

Traduzindo da receita à prática no marketing de conteúdo: se por algum motivo (tempo, dinheiro, dúvidas e afins) você não pode planejar, criar um blog e ebooks, nem promover, deve sim contratar especialistas para dar conta dessa produção. Mas para que essa parceria gere um conteúdo ideal que atinja o objetivo almejado pela empresa é essencial você acompanhar o que acontece, o por quê de haver aquele planejamento, aquelas palavras-chave, determinados títulos, formato de posts e maneiras de produção. Basicamente, você tem que se comprometer a ajudar a definir, utilizar e divulgar o conteúdo.

Olha como conteúdo tem a ver com culinária! Duas coisas lindas que enriquecem a vida de quem faz e de quem consome 🙂

Anotou todos os passos? Ficou com dúvida em algum procedimento? Fale com a gente!

 

 
Autor(a)

Escrito por: Ludmila Alves



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!