redes sociais para instituições de ensinofunil de vendas e jornada do cliente.

">

Descubra quais são as redes sociais mais adequadas para o público da sua IE e como usá-las

As redes sociais são canais de grande audiência, usados por diversos tipos de empresa. E se a sua instituição ainda não utiliza, você deve começar a investir hoje mesmo.

As redes sociais são canais de grande audiência, usados por diversos tipos de empresa. E se a sua instituição ainda não utiliza, você deve começar a investir hoje mesmo.

Com elas é possível ganhar mais visibilidade online e também aumentar a interação com o seu público, como revelou a nossa pesquisa Social Media Trends 2017.

Os conteúdos que você já produz para o blog de sua IE podem alcançar mais pessoas se divulgados nas redes sociais. Porém, é preciso de uma estratégia bem elaborada, que leve em conta as especificidades de cada rede para que os resultados desejados possam ser atingidos.

E para ajudar com esse desafio, decidimos elaborar este post para explicar um pouco mais sobre o papel que esse canal tem e pode desempenhar em sua instituição.

Além disso, pensando nas diversas pessoas que tem potencial de virem a se tornar seus alunos, vamos detalhar como explorar o melhor de cada rede social para atingir o seu objetivo de conquistar novas matrículas.

As vantagens de estar presente nas redes sociais

Além de ser uma forma de divulgar o conteúdo para uma audiência maior, as redes sociais apresentam diversas vantagens para a sua IE, permitindo:

Conhecer mais sobre esses alunos em potenciais

Afinal, sabemos que as pessoas que utilizam esse canal o usam constantemente e várias horas por dia. Por isso, com as redes sociais é possível conhecer mais sobre o comportamento de seus usuários e utilizar essas informações para elaborar uma estratégia mais eficiente.

Se comunicar de forma mais rápida e próxima

Em questões de minutos uma mensagem pode ser produzida, publicada, comentada, curtida e compartilhada por milhares de pessoas. Postagens sobre acontecimentos recentes e polêmicos podem se tornar virais e se transformar em uma oportunidade para divulgar a sua instituição.

Mensurar as estratégias realizadas

Tudo o que abordamos aqui pode ser mensurado e usado para demonstrar a eficácia das redes sociais para a sua instituição. Quer saber mais sobre esse assunto? Confira o nosso infográfico.

Então se você também deseja nesse novo ano conquistar novos alunos, não deixe de executar uma estratégia de redes sociais e aproveite as oportunidades que esse canal oferece.

Alcançar o público certo, no momento perfeito

Com uma estratégia nas redes sociais, você pode encontrar o aluno ideal para a sua instituição no momento em que ele se encontra interessado por um ensino compatível com o que a sua IE oferece. Com isso, as chances de conquistá-lo aumentam consideravelmente, visto que você está oferecendo algo desejado por essa pessoa.

Porém, para que essa vantagem possa ser utilizada por sua instituição, é preciso conhecer os perfis dos alunos em potencial que você pode atender. Entenda mais sobre esses tipos de estudantes no próximo tópico.

Tipos de estudante de cada IE

Pensando nas personas dos principais tipos de instituições, descrevemos abaixo alguns detalhes a serem levados em conta para conquistar esses alunos em potencial. Afinal, para um conteúdo ser relevante e exibir o seu diferencial, é importante conhecer o que está sendo buscado e qual o real interesse dessa pessoa.

Estudante do Ensino fundamental

Os alunos dessas duas etapas tem entre 6 a 15 anos e por isso não são os responsáveis por arcar com os custos desse estudo. Visto isso, os pais dessas crianças e adolescentes são as pessoas que a sua instituição precisa alcançar. É para eles que você precisa provar o valor do seu ensino e o diferencial que pode ser oferecido aos seus filhos por sua escola.

Estudantes do Ensino Médio

Na etapa seguinte, o ensino médio, os alunos apresentam idades que variam dos 15 a 18 anos. A dependência financeira continua, mas eles já expressam mais as suas vontades em relação ao qual colégio em que querem estudar, principalmente, devido à proximidade com o vestibular e o desejo de se prepararem em um escola que tenha foco no curso desejado.

Por isso, é importante alcançar não apenas os pais ou responsáveis por esses alunos, como também os próprios estudantes.

Curso Técnico

Com foco em preparar o aluno para o mercado de trabalho, o curso técnico pode ser realizado por estudantes que concluíram o ensino fundamental e passam a cursar o ensino médio junto com o técnico para terem acesso imediato ao mercado de trabalho.

E também pode ser feito por profissionais graduados que buscam uma requalificação ou mesmo uma reinserção no mercado.

O interesse por um curso técnico pode ser despertado em uma grande gama de pessoas. Por isso, é importante entender a necessidade de cada um desses possíveis alunos para oferecer algo atrativo e relevante em relação ao momento no qual se encontram.

Estudante de Graduação

A graduação é uma etapa feita por adolescentes recém-formados do ensino médio e também por adultos que já podem ter uma formação ou precisaram esperar para se matricularem em uma instituição de ensino superior.

Ou seja, abrange uma grande parcela de pessoas com interesses diferentes e prioridades específicas. E para conquistá-las, a sua instituição precisa expor o seu diferencial que pode ser a existência de um ensino a distância, adoção da nota do Enem ou outros atrativos para cada uma dessas pessoas.

Estudante Pós-graduação

Com o requisito de já ter uma graduação, as pessoas interessadas nesse tipo de ensino procuram instituições que apresentem o curso de seu interesse, ofereça condições acessíveis  de pagamento e horários flexíveis.

Normalmente, são profissionais que já estão no mercado, mas que desejam crescer em seu trabalho e procuram esse tipo de ensino para se especializarem.

Cursos Livres

Esse tipo de instituição abrange pessoas das mais variadas idades, como:

  • Um estudante recém-formado do ensino médio que se matricula em um pré-vestibular;
  • Um médico formado que para se preparar para a residência se inscreve em um cursinho;
  • Ou mesmo, um profissional já presente no mercado que deseja aprender uma nova língua e procura um cursinho de idiomas.

Em todos esses casos é importante se atentar aos tipos de alunos que a sua instituição pode atender e suas prioridades específicas para oferecer atrativos que atendam os desejos de cada um, despertando o interesse pela sua IE.

Redes sociais para cada tipo de ensino

Agora que sabemos um pouco mais sobre as características dos alunos das instituições citadas acima, vamos abordar as especificidades das redes sociais e qual a melhor forma de aproveitá-las pensando na divulgação de sua IE para conquistar novos alunos e se comunicar de maneira mais próxima com os atuais.

Facebook

É a rede social mais popular entre as pessoas de 18 a 29 anos. Ou seja, com ela é possível conversar com estudantes das mais variadas instituições como cursos livres, técnicos, graduação e pós.

Nele você também pode:

  • Criar uma página de perfil para a sua IE;
  • Mensurar os seus resultados;
  • Criar anúncios pagos no Facebook Ads;
  • Acompanhar as atividades da concorrência;
  • Conhecer e se relacionar com o seu aluno em potencial.

Lembrando sempre da boa prática de responder o mais rápido possível a todos os comentários recebidos, sejam eles negativos ou positivos.

Além disso, é importante estudar os horários para a postagem, tentando descobrir qual é o melhor para alcançar mais pessoas.

Linkedin

Por ser focada em profissionais, o Linkedin pode ser a rede social mais adequada para atrair alunos de cursos livres, técnicos e de pós-graduação.

Ele também permite curtidas, comentários e compartilhamentos como o Facebook, mas envolve temas a respeito do mundo empresarial, como contratação, produtividade, RH e empreendedorismo.

Com o Linkedin a sua instituição pode:

  • Se conectar com outros profissionais;
  • Obter informações através de notícias e artigos sobre o mercado de educação;
  • Encontrar novos integrantes para a sua equipe;
  • Se conectar com outras instituições e observar o que a sua concorrência está produzindo;
  • Mensurar os seus resultados;
  • Utilizar a ferramenta Linkedin Pulse (ferramenta de publicações);
  • Criar anúncios no Linkedin Ads;
  • Conhecer o seu aluno em potencial.

Publique com frequência e sempre com qualidade, construa relacionamentos e faça conexões para ampliar a força do perfil de sua instituição nessa rede.

Instagram

Essa rede tem como principal público jovens de 18 a 35 anos, o que abrange a grande maioria dos estudantes em potencial para as instituições. Você pode aproveitar da própria infraestrutura de sua IE para fazer fotos e vídeos, divulgando no Instagram.

Nele você pode:

  • Ter um perfil de sua instituição;
  • Utilizar o Instagram for Business e investir na criação de anúncios e impulsionamento de publicações;
  • Postar vídeos e fotos;
  • Mensurar os seus resultados;
  • Acompanhar o seu concorrente;
  • Conhecer o seu aluno em potencial.

Lembre-se de adotar hashtags que tenham relação com o mercado de educação e que estejam em alta, além de interagir constantemente por meio de perguntas — que precisam ser sempre respondidas — ou sorteios e promoções.

Twitter

A principal característica do Twitter é a limitação de caracteres para cada post publicado. Pensando nisso, você pode aproveitar esse canal para divulgar de forma mais rápida notícias sobre a sua instituição, como um novo curso, abertura do processo seletivo, listas de alunos aprovados, entre outras informações que podem ser úteis tanto para quem deseja se matricular quanto para os alunos atuais.

Nele a sua instituição pode:

  • Ter um perfil de sua instituição — que precisa estar completo e sempre atualizado;
  • Usar o Twitter Ads;
  • Atrair seguidores, monitorar a rede e acompanhar a sua concorrência;
  • Participe de conversas sobre o mercado de educação;
  • Mensurar os seus resultados;
  • Conhecer o seu aluno em potencial

Conclusão

Para saber a melhor maneira e lugar para promover a sua instituição é preciso levar em conta a jornada do estudante e o seu perfil. Com a sua persona construída e sabendo em qual etapa ela se encontra, é possível construir conteúdos mais relevantes e também conhecer as redes sociais mais adequadas para interagir com esse público.

Gostou do conteúdo? Confira mais dicas sobre redes sociais com o nosso Kit Completo sobre essa área e confira outros conteúdos de educação no blog.

Conte para gente nos comentários abaixo dúvidas e sugestões sobre novos temas que você deseja aprender!

redes sociais para instituições de ensino