10 técnicas de copywriting banais que aumentarão seu número de conversões

10 técnicas de copywriting banais que aumentarão seu número de conversões

O Copywriting é a “arte” de escrever e produzir bons conteúdos na intenção de realizar a promoção e a venda de serviços ou produtos. Ele é capaz de fazer toda a diferença aos seus visitantes na geração de leads e conversão de clientes. Ele desempenha um papel fundamental para os consumidores em todos os estágios do funil de vendas.

A maioria dos profissionais de marketing consegue identificar um copywriting ruim quando o leem. Por quê? Fica muito claro! Uma redação ruim  não é envolvente, não provoca a sensibilização da audiência, e os propósitos da divulgação não ficam explícitos. Muitas vezes o copywritting é negligenciado em detrimento do produto a ser anunciado (que jamais se venderá sozinho), vídeos, layout do site e funcionalidade do mesmo. Itens estes que é não são menos importantes, mas que não funcionarão por si mesmos.

Você agora pode estar pensando que já se esforçou muito trabalhando com vários tipos de estratégias, ferramentas e métricas. Mas saiba que nunca é tempo de se acomodar quando falamos de Marketing Digital! O copywriting é importantíssimo na função de tornar o seu negócio mais lucrativo e criar um conteúdo relevante para seus clientes.

As 10 dicas a seguir lhe ajudarão a fazer um Copywriting de qualidade, aumentar as conversões em seu site e, consequentemente, fechar mais negócios.

Confira 10 técnicas de copywrite que aumentarão seu número de conversões:

1 – Seja claro

“A clareza é assegurada ao utilizar-se de palavras comuns e atuais”, já dizia o filósofo Aristóteles. Se você não usaria uma frase em uma conversa pessoal com um cliente, então não se atreva a usá-la em seu copywriting. A clareza é a chave para a compreensão mútua entre você e seus clientes atuais e futuros.

2 – Seja objetivo

Cada palavra utilizada em um copywriting deve agregar valor para o leitor e servir como uma parte importante de seu argumento ou propósito. Tente não parecer prolixo, e sempre que possível reduza suas frases para 16 palavras em média. Isso torna o texto mais fluido, ou seja, mais agradável de ser lido.

3 – Seja persuasivo

Parece uma dica simples, mas muitos publishers não conseguem aplicar isso na produção de seu conteúdo. O que pode parecer uma dica banal mas que tende a ser muito útil: ao invés de dizer “Nós trabalhamos com Inbound Marketing”, tente algo como “Aumente seu tráfego na web e aumente a sua geração de leads com conteúdo irresistível.” Soa muito mais intrigante, não é? Um título matador é essencial!

4 – Utilize subtítulos e listas

A maioria dos leitores se desmotiva ao encontrar um “muro de palavras”. Incentive a leitura, tornando-a mais agradável. Desta forma o seu conteúdo tem muito mais chances de interessar o visitante e sua mensagem terá mais êxito ao ser transmitida.

5 – Evite o uso excessivo de buzzwords

Buzzwords são aqueles links utilizados para a inserção das palavras-chaves para as quais você quer gerar tráfego.  A intenção é excelente, mas o fato é que isso compromete a concisão do seu texto, atrapalhando o envolvimento do leitor com o seu conteúdo.

6 – Não se esqueça dos micro textos

Tratam-se de textos pequenos, porém poderosíssimos. Curtos, rápidos e matadores. São pequenos textos instrucionais, textos em botões ou partes pequenas do seu formulário, por exemplo. Pode ser uma pequena frase ou apenas uma palavra. Os maiores impactos estão nos menores textos, e nesse caso, tamanho não é nada. Os micro textos podem causar um impacto direto na conversão e na experiência do usuário, o que certamente influenciará as decisões a serem tomadas por ele ao fazer um cadastro, por exemplo.

 Aprenda mais sobre eles e faça com que as ações relacionadas a este recurso sejam mais eficazes. Acha que Mark Zuckerberg colocou a palavra “Like” embaixo dos posts do Facebook sem motivo? Com certeza não!

7 – Capriche no Call to Action

Um CTA mal feito pode afundar o seu copywriting, deixando o leitor sem saber qual é o próximo passo a seguir. Trata-se de um dos aspectos mais importantes da construção do seu conteúdo e, como tal, é uma das tarefas mais difíceis de ser elaborada. Capriche!

8 – Acompanhe o que a concorrência tem feito

Perceba qual é o estilo de de copywriting que os seus concorrentes diretos estão usando. Como eles apresentam os seus produtos e serviços para os consumidores? Quais são as formas de linguagem e quais são as ferramentas  utilizadas por eles? Que tipo de CTA eles utilizam para conduzir o tráfego até as próximas etapas do funil de vendas? Avalie o que está dando certo e o que não tem sido tão eficaz para eles e aproveite o conhecimento adquirido.

9 – Conheça o seu público

Sendo mais específico, conheça mais a fundo o que diz respeito à segmentação do seu público alvo. Saiba examente quem é sua persona ideal. Porque eles formam sua audiência? O que os levam a comprar de você? Qual é o tipo de linguagem que os agradariam mais? Isso ajuda a melhorar alguns pontos mais pobres do seu copywriting, entregando aos seus leitores o que eles realmente teriam gosto de ler.

Se você tem dúvidas sobre a criação de uma persona certa para sua empresa, confira nosso material gratuito de criação de personas.

10 – Rever e otimizar

Testes, testes e mais testes, este é o segredo. Altere cores, tamanhos, posições dos botões, fontes e tudo mais que você tenha a certeza que possa agradar a persona que foi definida para ser o público alvo do produto ou serviço que está sendo oferecido naquele conteúdo. Ao comparar a avaliação das métricas, você terá o resultado do que tem sido mais eficaz no momento. Revisões e testes em prol da otimização do seu copywriting é uma função constante dos publishers e redatores.

Conclusão

O feeling para o copywriting perfeito é um dom que poucas pessoas possuem. Mas isso não quer dizer que não é algo que possa ser ensinado e aprendido! Aqui no Marketing de Conteúdo nós compreendemos a importância que o copywriting possui na construção de uma relação com o cliente, na geração de leads e  no sucesso do seu negócio.

 Com estas dicas simples, esperamos que consiga êxito na viralização de sua marca e no aumento da lucratividade do seu site.

Ainda possui dúvidas a respeito do copywriting, ou possui mais alguma dica para que o conteúdo dos publishers e empreendedores em geral seja ainda mais envolvente e engajador? Aproveite os comentários e compartilhe conosco os seus questionamentos!

 
Autor(a)

Escrito por: Redator Rock Content Este artigo foi produzido por um dos mais de 5000 redatores da base da Rock Content. Quer conteúdo legal assim no seu blog? Fale com um consultor!



    Deixe um comentário

    Certificações em Marketing Digital - Universidade Rock Content
    Vagas em Marketing e Vendas - Rock Jobs
    Ebook Inbound Marketing - O Guia Definitivo

    A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing. Queremos ajudar você também!